Pensando em Deus

Reconhecendo, se protegendo e desmascarando as seitas.

107 Respostas to “Os profetas do Adventismo – GUILHERME MILLER e ELLEN GOULD WHITE”

  1. […] salvação, não é porque estejam estribados na verdade Bíblica, mas sim nas alucinações da Sra. E.G. White. Essa cidadã declara que a guarda do Sábado constitui o selo entre Deus e o seu povo nos dias […]

    • WENDERSON said

      MEU, IRMÃO QUERIDO! SAIBA QUE,MUITOS CRISTÃOS SUSTENTAM A SUA FÉ ATRAVÉS DA IGREJA A QUAL CONHECERAM A CRISTO! E O CONHECER A CRISTO É TUDO!DIZER QUE A VIDA APÓS A MORTE É NÃO ENTENDER O SIGNIFICADO DA PALAVRA INFERNO NA BÍBLIA.SHEOL(HEBRAICO)NO ANTIGO TESTAMENTO SIGNIFICA MORTE OU SEPULTURA,HADES NO GREGO TEM O MESMO SIGNIFICADO ,LUGAR DOS MORTOS JÓ 17:16,ISAIAS 14:9-11.GEENA LUGAR ONDE SE FAZIAM SACRIFICIO HUMANOS E QUEIMAVAM OS CORPOS DOS MORTOS; CHAMADO VALE DOS FILHOS DE HINON É UM LIXÃO PRÓXIMO A JERUSALÉM.E POR INCRÍVEL QUE PAREÇA TODAS ESSAS PALAVRAS FORAM TRADUZIDAS COMO INFERNO QUE NO GREGO SIGNIFICA HADES UM DEUS GREGO.O QUE JESUS FALOU PARA A FILHA DE JAIRO TALITA CUMI LEVANTA,ANDES JESUS AFIRMOU QUE ELA SÓ DURMIA,E LAZARO.E O LADRÃO DA CRUZ .SE TIVESSE CORRETO QUE O LADRÃO SUBIU NO DIA DA MORTE DE CRISTO.CRISTO NÃO DIRIA A MARIA MADALENA NÃO ME TOQUES ,POIS AINDA NÃO SUBI AO PAI.ECLESIASTE 9:5 OS MORTOS NÃO SABE COISA ALGUMA..

      • Robson Barreiros said

        Querido irmão. Sugiro que voltes a estudar um pouco de língua portuguesa e muito mais “linguística”, estilística e figuras de linguagem, por isso as pessoas não conseguem interpretarem a bíblia, não sabem ler.

        Querido irmão esta passagem de Mat 5:38 ao 43 é um acontecimento literal, ou seja real. Mas no verso 39 quando Cristo diz ” Por que vos alvoroçais e chorais? A menina não está morta, mas dorme” – Nessa parte “A MENINA NÃO ESTÁ MORTA, MAS DORME” – se trata de uma FORÇA DE EXPRESSÃO, uma forma incomum de falar de algo, meio que poética,figurada. Se trata de um EUFEMISMO. Ex. Aquele João beberrão bateu as botas, coitado. ou Maria fez sua ultima viagem,foi morar com Deus, no lugar de dizer que MORRERAM. Mas o que Jesus teria dito ? Disse que para ELE ( mediante o seu poder) ninguém está morto,mas dorme. Para o mal feitor que estava ao seu lado numa cruz preferiu dizer ” E disse-lhe Jesus: Em verdade te digo que hoje estarás comigo no Paraíso.” Ao invés de dizer que o salvaria. – A bíblia está completamente cheia de metáforas, etc, Espero que tenha ajudado.

      • Gabriella said

        Irmão querido, de fato eufemismos podem ser utilizados, mas lembre-se de não utilizá-los no contexto da língua portuguesa atual. 😉

    • WENDERSON said

      AINDA TEM MAIS ,SE O SABADO FOSSE QUALQUER DIA POR QUE QUE OS JUDEUS ,GUARDAM O SÁBADO NO MESMO DIA QUE SE DÁ O SÉTIMO DIA NO MUNDO.E SE É SÓ PARA OS JUDEUS POR QUE ISAIAS 56 DIZ QUE PARA AGRADAR A DEUS DEVEMOS ABRAÇAR A ALIANÇA SANTIFICANDO O SÁBADO.E SE OS DEZ MANDAMENTO É SÓ PARA OS JUDEUS,COMECE A MATAR,ADÚLTERAR ,ROUBAR E ETC..TEMES A DEUS OU AO HOMEM 1 JOÃO 5:3 POR QUE ESTE É O AMOR DE DEUS :QUE GUARDEMOS OS SEUS MANDAMENTOS;ORA,OS SEUS MANDAMENTOS NÃO SÃO PENOSOS,.TIAGO DIZ QUE O MESMO DEUS QUE ORDENOU NÃO MATARÁS DIZE ,NÃO ADÚLTERA-RÁS ,E SE TROPEÇA EM UM VEM SER CULPADO DE TODOS.PESQUISE A HISTÓRIA E VERÁS QUE FOI ROMA QUE ORDENOU E FEZ UM CATECISMO PEDIDNDO A GUARDA DO DOMINGO.QUE SEJA MAIS COMODO TER SUAS ATIVIDADES DE ADORAÇÃO NO DOMINGO NÃO SEJA ,COMO OS FARIZEUS QUE ENTRAVAM E NEM DEIJAVAM QUE OUTROS ENTRA-SE NA SALVAÇÃO.E CUMPRIR QUASE OS DEZ MANDAMENTOS NÃO É SUFICIENTE ,POIS JESUS NOS CAPACIDADE DE EXCEDERMOS OS FARIZEUS ESCRIBAS ,CASO CONTRARIO JAMAIS ENTRAREIS NO REINO DO CÉUS MAT 5:17-20.A PAZ DE JESUS PARA TODOS.

    • WENDERSON said

      Mais uma coisa desculpe-me os eros gramaticais,não deu para corrigir ante de enviar espero ter contribuido.ser quiser me manda os imails responderei a todos..

    • Juliana said

      O dia de guarda como sendo o domingo me mostra com mais clareza o eucumenis, ou seja, a união das religiões. E isso é plano de satanas. Digo a você que escreveu essas blasfeimas isto: Errais por não conhecer as Escrituras, e nem o poder de Deus (Mateus 22.29). E você mesmo é contraditório com relação a guarda o sétimo dia, afinal, você diz que não é o sábado e sim o sétimo dia. Ok, então pode ser o sábado também, outra coisa vou lhe dizer: Quem peca é culpado de quebrar a lei de Deus pq pecado é a quebra da lei (joão 3:4). Quando não existe lei, não existe pecado e no caso vocês aceitam todos os mandamentos, menos o sábado, ou podemos matar, roubar, mentir, cobiçãr e todo o resto do mandamento? Claro que não. Vou deixar claro que não somos salvos por fazer o que a lei manda, somos salvos pela Graça de Cristo, a lei só nos mostra o erro (lei o livro de romanos, mas antes ore a Deus para que o Espirito Santo esteja ao seu lado no auxilio da leitura!

      • Robson Barreiros said

        Adventímo é uma seita como outra qualquer.

      • Gabriella said

        Quanto ao “revogo da lei” como é dito, pelo amor de Deus galera, leia a bíblia. “Não pensem que vim abolir a Lei ou os Profetas; não vim abolir, mas cumprir.” (Mateus 5:17)
        E ainda há tantos erros tanto históricos quanto relativos a passagens. A pessoa que publicou isso realmente leu e conferiu esses versos? E se não bastasse apenas erros há equívocos de contextualização tamanhas… Será que ninguém verificou isso não???
        Sério, gente, vou dar exemplos:
        1 – O Adventismos não surgir até o início do século XX, o processo histórico anterior relativo a Miller era o movimento Milleranita a qual os pioneiros da IASD dissidiram, dizer o que foi dito é basicamente dizer que todas as igrejas nascidas do movimento protestante são a mesma coisa e todos sabemos que não é.
        2 -Todos as passagens relativas as “pessoas que guardaram o domingo” (Apocalipse 13.16; 19.20; 14.10,11) são referências apocalípticas à ligação da marca da besta com a condenação eterna. Cara, isso já está ficando assustador…
        É tanta coisa errada acima que se for ficar concertando tudo irei escrever mais que o artigo em si. Sério que foi Escrito por R.R. Soares como consta na referência? Bem, se é o caso ele é um hipócrita por acusar Ellen G. White de lavagem cerebral por que esse artigo nem mesmo pode ser creditado, ainda sim tenho certeza de que há pessoas que aceitaram isso só por que foi o que ele disse.

    • Carlos said

      O estudo da bilbia é algo que requer muito cuidado, estudar a palavra de Deus é muito mais profundo que tentar advogar,sem colocar os textos na integra, contextualizados, pois se trata de se discutir como não deveria ser profanado tudo o que Desu criou e abençou, inclusive o sábado. O Sábado nunca mudou de dia, desafio qualquer um a me mostrar que o sétimo dia era o domingo, segunda… o sábado da biblia em sua ligua original, que não cabe a qualquer leigo (que não tem ensino em teologia em uma renomada instituição) contestar. Logo mais comentarei todos os pontos desse artigo logo acima. AGUARDO COMENTARIOS.

    • Eli Alves said

      Seio de abrão deve ser o céu só prá você. Porque se sua mãe não se salvar vai ser muito bom vc diariamente vê-la queimar . Não é mesmo? Como diria o outro: EEEEEiiiitta DEus , bonzinho este seu….
      Por outro lado se vc não gostar de sua sogra pode até ser…..o seu céu.

      Você é o único que consegue chegar ao destino no mesmo horario que inicia uma viagem. Pois nem Paulo consegue: Fil 3:11 “Prá ver se de alguma maneira posso chegar à ressurreição dos mortos.”

      Agora se sua casa cair, o lula da outra. Mas se você morrer (dormir) salvo. (ainda dá tempo) Receberá um corpo incorruptivel…..I Cor. 15:52-54 “…a trombeta soará, e os mortos ressuscitarão incorruptiveis…..e isto que é mortal se revista da imortalidade….. (que parte vc não entendeu????)

      Deixa Davi um homem segundo o coração de Deus saber que vc anda colocando palavras na boca DEle. (Não fique com medo, ele não vai saber. POIS ESTÁ DORMINDO)
      Salmo 17:15 “Quanto a mim, contemplarei a Tua face na justiça, satisfar-me-ei da Tua semelhaça quando ACORDAR.” E Davi não estava dormindo quando escreveu isso……

    • FABIO COSTA said

      EM EXODO 20;8 É BEM CLARO DIZ : LEMBRA TE DO DIA DE SÁBADO PRAR SANTIFICÁ LO

  2. Adali said

    rsrsrs

  3. […] sobre as maravilhosas revelações dos profetas e visionários que surgiram no século XIX (Ellen White, Iran Edson, Guilherme Miller, […]

  4. Carlos Henrique said

    Amado! É muito fácil usar a internete para falar mal das doutrinas adventistas, e aindas falando muitas inverdades. Eu Gostaria de um tete a tete para estudarmos os pontos doutrinários de salvação. Mas como sei que nenhum evangélico se atreve a tal, estou escrevendo um livro respondendo a todos o ataques contra esta igreja pura e santa, a menina dos olhos de Deus. Conheço muitos católicos e protestantes que depois de conhecerem a verdade, saíram de babilonia e suas filhas e se uniram a igreja do Deus vivo (Igreja adventista do sétimo dia). É de pasmar, quantos pastores evangélicos tem se voltado contra esta igreja através de livros mentirosos e maldosos. Mas um dia terão que se ver com o Rei dos reis, só espero que não seja tarde demais. Quanto a IASD ser uma seita no conceito evangélico, ficaremos com o apóstolo Pauloo que disse: a este caminho que chamam de seita, eu sirvo a Deus guardando os seus mandamentos. E esta afirmação não é para evangélicos que desprezam a Santa Lei de Deus.

    • Domme Keka said

      Suas palavras só confirmam algo…
      “Toda SEITA é exclusivista”, que pena.
      Sugiro que visites as demais postagens deste blog, que falam das diferenças de seita para igreja.

      Quem salva não é a placa da IASD, é Jesus Cristo! 😉

    • Marcos said

      Paz. Irmão, na verdade eu não tinha mais problemas com religião, pois já não acreditava em Deus, principalmente nas fábulas como paraíso no Céu depois da morte, vida após a morte e purgatório, gostava mais do cientificismo, da precisão, da física, da lógica filosofica. imagine: uma pessoa toma uma pancada na cabeça e fica tonta, toma uma outra pancada ainda mais forte e desmaia, perde os sentidos, entra em coma. agora, ela toma mais uma forte panacada e morre e, incrivelmente, retoma os sentidos num “corpo espiritual”. Isso é um absurdo. Foi graças a obra de Deus, que usa esta igreja para propagar a verdade que agora eu, juntamente com outros colegas “EX-ATEUS”, temos a certeza de que o plano da salvação é verdadeiro, e que pensar em contrário é pregar o espiritismo entre o povo de Deus, o que tem acontecido na maioria das igrejas frequentadas pelos que se dizem seguidores de Jesus, quando na verdade são apenas ramificações da igreja mãe.

    • marcio said

      Carlos Henrique me diga uma coisa apenas: Onde está escrito na biblia que a igreja adventista é a “igreja”?! e o que é de fato igreja? pelo que tenho lido principalmente nos escritos de Paulo, quando ele se reporta à igreja, ele faz menção apenas do nome da cidade, onde a igreja reune… esse é o principio para entendermos a verdade sobre a igreja. Uma coisa é vc crer em Jesus Cristo ou coisa é como vc vai viver sua vida cristã a partir dai, portanto, uma coisa é clara, Deus não tem igrejas em uma cidade assim como não há cristos, I co 12:12-13 Paulo conduzido pelo Espirito é bem pratico. Ele afirma haver um corpo e muitos membros e que estes muitos membros constituem um só corpo e finaliza o v. 12 “assim também, veja a frase também, com respeito a Cristo. No v. 13 ele revela como fazemos parte desse unico corpo que tem muitos membros: Ele enfatiza o Espirito. Então quando cremos somos batizados para uma entidade viva e não uma organização religiosa denominada igreja; o que se pensa aqui para vivemos a fé comum nesse corpo não é são ensinos nem habitos, nem costumes nem praticas; o raciocinio do Espirito aqui é na continuação do livro de Paulo ao corintios: Paulo estava sendo conduzido pelo Espirito Santo a mostrar na sequencia que a unica maneira de vivermos a vida saudavel do corpo e bebermos de um só Espirito é o AMOR – I co 13:1-13, penso que todas essas informaçoes baseadas num conhecimento doutrinario e acusações e defesas não passam de rudimentos; coisas de menino agitado, falta crescimento de vida em todos aqueles que desejam se posicionar pela verdade contra a mentira, todos até agora estão comendo da arvore do conhecimento do bem e do mal, e sabemos o que ela produz: Morte. Então colega, INVOQUE O NOME DO SENHOR JESUS! RESPIRE ESSE NOME POR MEIO DO SEU CORAÇÃO, e peça ao Senhor que ilumine vc e todos os que ficam debatendo espiritualidade mais que estão digladiando entre si; invoque o seu Nome porque ele é Senhor de todos mais é rico para com todos os que o invocam. Com certeza vc será suprido de um entendimento que transcende a discussão teologica em que todos aqui estamos envolvidos; porque o maior adversario de Deus é a nossa vida natural e quando ela se manifesta Deus cala.

  5. nossa amigo ai em cima! se van gloria de sua igreja, (*única e verdadeira) mas como se orgulhar de uma igreja que foi formada através de uma MENTIRA?

  6. Paulo Cesar said

    Irmão, lamentável a falta de conhecimento quase que total sobre os adventistas do sétimo dia. Se quiser saber mesmo a verdade sobre a igreja de Cristo, pode entrar em contato comigo. Será um prazer!
    Atenciosamente,
    Paulo Cesar, seu irmão em Cristo!

  7. Domme Keka said

    “igreja de Cristo” xD

  8. Ednildo Macena said

    Falar que os adventistas pregam apenas pra quem já é crente é o maior erro. Eu não era crente, meus amigos não eram (e não são poucos), estou indo para o interior passar minhas férias pregando justamente pra os que não foram evangelizados. Espero que os irmãos procurem conhecer melhor antes de criticar.
    A Paz de Cristo!

  9. Sara Kelly said

    Exceções existem em todos os lugares!

  10. marciowippel said

    no fim dos dias todos vamos saber da verdade..as leis que Deus criou são santas, justas e boas. A falta de conhecimento daqueles que criticam a igreja adventista é terrível,malvada e ridicula. seitas são aquelas que tem a verdade em mão e não a aceitam. o sabado é eterno e vai ser o diferencial do cristão real e verdadeiro. Erram em não conhecerem a palavra de DEUS. o testemuho de Jesus, é o espirito de profecia, só tem quem aceita a palavra de DEUS.criticar é mais facil que ensinar?????quem critica procure um adventista para aprender a verdade..

  11. William da Silva said

    Você tem estudado bastante as nossas doutrinas.Mas não com o espírito de Humildade……esqueça alguém que você conhece,o qual você não gosta,que é adventista,para ter odio de nós..Com todo este estudo tenho certeza que você balançou um pouco.Mas pelo espírito de Crítica porcura pontos,mal interpretados, para apoiar sua ideias e não o que realmente Deus quer dizer…..
    Continue estudando,como Jesus somente o tempo vai demonstrar qual a vontade de Deus para todos nós.Jamais vou dizer que estou certo ou críticar outros,embora faz parte de nossa natureza carnal,mas mostrar na palavra com AMOR.
    Como você sabe os anjos tinham duvidas sobre quem realmente estava certo até na cruz.Mas depois eles virão o verdadeiro carater de Sátanas.No final a única diferença entre os adoradore de Deus estaram guardado o Sábado.
    Obrigado Deus o Abençoe.Estarei orando por todos…..Mateus 5:44 Eu, porém, vos digo: amai os vossos inimigos e orai pelos que vos perseguem;
    Lembre-se:Mateus 7:21 Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus.
    Ah mais uma coisa……Êxodo 31:18 E, tendo acabado de falar com ele no monte Sinai, deu a Moisés as duas tábuas do Testemunho, tábuas de pedra, escritas pelo DEDO de DEUS e não pelo dedo de Moisés…..

  12. JAIRO SILVA said

    Eu Vejo a Dutrina da Igreja Adventista de Setimo (7) Dias, que é Uma Doutrina Verdadeira, vejo varias Doutrinas de outras igrejas, vejo que hoje mundo atual tem Igrejas outras que já fiseram um comercio, é triste mesmo o que agente ver mais a igreja Setimo dias não é comercio, agente ver fala da biblia e não de outras Escrituras, peço que veja com detalhes esta Doutrina… reveja e faça seu Julgamento correto

    Jairo Silva

  13. REVELAÇÃO / EXORTAÇÃO:
    Urge propagarmos na terra, a certeza de que Jesus Cristo ja vive agindo entre nós, espargindo a luz do saber, criando Irmãos espirituais, e a nova era Cristã. Eu não minto, e a Espiritualidade que esperava pela sua volta, pode comprovar que digo a verdade. Por princípio, basta recompormos as 77 letras e os 5 sinais que compõem o titulo do 1º. livro bíblico, assim: O PRIMEIRO LIVRO DE MOISÉS CHAMADO GÊNESIS: A CRIAÇÃO DOS CÉUS E DA TERRA E DE TUDO O QUE NÊLES HÁ: Agora, pois, todos podem ver que: HÁ UM HOMEM LENDO AS VERDADES DO SEU ESPÍRITO: ÊLE É O GÊNIO CRIADOR QUE CRIA ESSA AÇÃO DE CRISTO. (LC.15.28) E cumpriu-se a escritura que diz: (JB.14.17) O Espírito da verdade, que o mundo não pode receber, porque não no vê, nem conhece, vós o conheceis, porque Ele habita convosco e estará em vós. Regozijemo-nos ante a presença do Nosso Senhor, e façamos jus ao poder que o Filho do Homem traz às Almas Justas, para a formação da verdadeira Cristandade.

    (MT.26.24) – O FILHO DO HOMEM VAI, COMO ESTÁ ESCRITO A SEU RESPEITO, MAS AI DAQUELE POR INTERMÉDIO DE QUEM O FILHO DO HOMEM ESTÁ SENDO TRAIDO! MELHOR LHE FORA NÃO HAVER NASCIDO.

    E, ao recompormos as 130 letras e os 7 sinais que compõem esse texto, todos já podem ler, saber e entender quem é o Filho do Homem.

    E O FILHO DO HOMEM É O ESPÍRITO QUE TESTA AS ALMAS DO HOMEM E DA MULHER, NA VERDADE DO SENHOR, COMO CRISTO: E EIS A PROVA QUE O FILHO DO HOMEM FOI TREINADO NA LEI CRISTÃ

    (MC.14.41) – CHEGOU A HORA, O FILHO DO HOMEM ESTÁ SENDO ENTREGUE NAS MÃOS DOS PECADORES. E hoje, quem quiser interagir com o Filho do Homem, deve buscar “A Bibliogênese de Israel”, que já está disponível na internet. E quem não quiser, pode continuar vivendo de esperança vã, assistindo passivamente a agonia da vida terrena, à par da auto-destruição do nosso planeta… .

  14. Raissa said

    Achei muito boas e oportunas as suas palavras William, que coisa linda vc disse sobre os anjos terem dúvidas sobre o caráter de Deus até Jesus morrer na cruz, ja tinha ouvido isso, com certeza me faz refletir mais ainda sobre o caráter de Jesus que era deus e se deixou morrer pra nos salvar… mas certamente Deus tem pessoas sinceras e justas em todas as religiões, pessoas que nunca ouviram falar do sábado, nunca o guardaram, pessoas que desconhecem a mortalidade da alma, mas para nós que estudamos a Bíblia, devemos nos apegar a verdade da Bíblia e a única verdade é a Bíblia toda, e a Bíblia diz que antes não conhecessemos a verdade do que ao conhecermos ela nos desviarmos dela, Deus é misericordioso, mas ele também é o nosso juíz e nos julgará.
    Se eu devo e posso fazer a vontade de Deus eu vou fazer, não vou mudar a palavra de Deus para se adequar a minha realidade, seguir a Jesus é nadar contra a maré, é difícil, é ser diferente da maioria, mas não é impossível, também repito o que foi dito acima por alguém, eu digo por experiência que é maravilhoso poder separar um dia pra adorar a Deus, é incomum… quem tiver a oportunidade e quem quiser estude mesmo as doutrinas da IASD, mas comparem com a Bíblia, vcs entederão o que digo, estudem a palavra de Deus e perceberão que Deus tem sim um povo, que não é perfeito, mas que ainda realiza a Sua vontade! Jesus está voltando!

  15. raissa said

    A propósito acabei me esquecendo de comentar o texto, e por falar nele… o que é isso hein? Quanta abobrinha!!!

    1. Dizer que o sábado era só para os judeus, parece que se esquecem que o sábado foi dado na crianção e não no Sinai, foi dado, santificado para Adão e Eva, e todos os outros antes de Moisés, nem eram judeus? Daí dizem que antes de Moisés não tinha lei, então quando Caim matou Abel, e nem pecou, porque nem tinha lei, então porque motivo Deus resolveu destruir a terra com o dilúvio? Como Deus se entristeceu pelo pecado do povo na época de Noé? Que critérios Deus usou? Sodoma e Gomorra foram destruídas por que? Deus sempre teve um critério para nos mostrar o que é pecado e o critério está lá em I João 3:4, pecado é a transgreção da lei!!!!

    2. Dizer que A Sra White tentou consertar o erro de Miller… não sabem nada da história do adventismo!

    3. Citar que Deus aborrece o sábado… mostrar Isaías, nem leram o capítulo para ver ao que se refere, Deus fala ao povo de Sodoma, inclusive é nesse mesmo capítulo (verso 10) que Deus diz a eles para se voltarem a Sua lei!!!!!!

    4. Quanto a parte histórica, no calendário atual, os dias da semana NUNCA FORAM PERDIDOS OU MUDADOS! Leia nas enciclopédias e verás que o calendário foi mudado em dias, do dia 3 passou para o dia 13, mas os dias da semana (sávado, domingo,,,) permaneceram intactos até hoje!!!!!

    5. Dizer que o sábado foi abolido na cruz e citar Col 14, essa é muito velha, porque o verso fala de um escrito de dívida, não da lei de Deus, no grego lei é nomos e a palavra usada para citar no versiculo 14, não é nomos, portanto esse escrito de dívida que era contra nós no verso 14, não é a santa lei de Dues;

    5. Considero um dos piores argumentos, o dizer que Cristo nunca mandou guardar o sábado, Ele nem precisou, Ele mesmo guardou e todos os seus seguidores depois dele continuaram a fazê-lo!!!!!

    6. Mas certamente o pior argumento deles é o de tentarem justificar a guarda do domingo, dizendo que os PRINCIPAIS ACONTECIMENTOS SE DERAM NO DOMINGO? Que acontecimentos? Só a ressurreição de Jesus e Ele NUNCA PEDIU OU DEIXOU POR ESCRITO PARA GUARDAR O DIA DA SUA RESSURREIÇÃO EM SUBSTITUIÇÃO DO SÁBADO QUE ELE MESMO INSTITUIU NA CRIAÇÃO;

    – Outro fator importantíssimo é dizer que todos já guardavam o domingo antes de Constantino assinar o decreto dominical, MENTIRA DESCARADA, DESCONHECEM A HISTÓRIA, os que guardavam o domingo na época de Constantino eram os pagãos, ele só fez é unir o dia dos pagãos pra ganhar mais adeptos!!!!! Muita ignorância;

    – MAS DIZER QUE OS SANTOS GUARDARAM O DOMINGO… QUE SANTOS? SÓ SE FOREM OS SANTOS DA IGREJA CATÓLICA, ESSES EU NÃO CONSIDERO SANTOS!!!!! E ESSES COM CERTEZA GUARDARIAM O DOMINGO!!!!

    Não se iludam não, porque quanto ao sábado eu não tenho dúvidas pela palavra de Deus, que é soberana e nos mostra o contrário do que mostraram, todos os argumentos citados são COMPLETAMENTE falhos e mal interpretados. Na Bíblia caro leitor, NÃO EXISTE QUALQUER ORDENÂNCIA PRA SE GUARDAR O DOMINGO, NÃO EXISTE NEM UMA PALAVRINHA, MAS POR PARTE DO SÁBADO TODAS, POIS TODOS GUARDARAM! Deus não pode mudar um mandamento de uma lei inteira que é considerada perfeita, se o sábado fizesse parte das leis cerimoniais, dos rituais que simbolizavam o sacrifício de Jesus, que foram escritos por Moisés em papiros, tudo bem, mas não foi esse o caso, Deus escreveu com Seu dedo e deu pra Moisés e o pior de tudo, depois que Moisés voltou do Sinai com as tábuas que Deus escreveu,ele viu que o povo estava adorando um bezerro, daí Moisés quebrou as tábuas, e sabe o que aconteceu? Moisés as escreveu de novo????? NÃO ! A LEI DE DEUS É TÃO IMPORTANTE PRA DEUS QUE O PRÓPRIO DEUS ESCREVEU PELA SEGUNDA VEZ A SUA LEI!

    MAS PENSE COMIGO, SE 9 DOS MANDAMENTOS SÃO NORMAIS E ACEITÁVEIS, PORQUE TIRAR 1? Porque Deus iria tirar 1 desses mandamentos depois de algum tempo? porque ele substituiria por outro dia? O sábado não tem nada a ver com o cordeiro, tem a ver com a adoração, com a comunhão do homem com Deus…

  16. gaither said

    Quem salva é Jesus Cristo, mas Ele só nos salva se O aceitamos e se fizermos a Sua vontade, em mateus 28:19-20 diz:
    “Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo;
    20 Ensinando-os a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado; e eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos. Amém. ”

    Portanto não basta só acreditar e ter fé em Jesus e então seremos salvos! Claro que não, se aceitamos a Jesus devemos amá-Lo e quem ama a Jesus mostra isso em suas palavras, atitudes e em sua vida. Quem ama a Jesus faz principalmente o que Ele mesmo ensinou e mandou!

    O mal da maioria das Igrejas evangélicas é mostrar que só basta acreditar em Jesus, daí alguns começam a frequentar uma Igreja e já se dizem cristãos, mas ser cristão é comprometimento, é ser um discípulo de Jesus, fazer o que Ele nos ordenou, e Suas palavras estão em toda a Bíblia, é negar o eu e assumir em nossa vida constante contato com o Criador, adorando-O em espírito e em verdade, é trabalhar para ganhar almas para Cristo é pregar que a Volta de Jesus está próxima, que em breve Ele estará vindo nas nuvens para nos buscar, tanto nós os que estivermos vivos quanto os mortos que serão ressucitados por Cristo em sua vinda, (I Tes 4:16-17).

    Não defendo placa de uma Igreja, defendo a placa da Igreja de Cristo, ela existe e foi mencionada em Apoc 12:17 e 14:12, João fala quem serão esses remanescentes, um povo que permaneceu longe da contaminação da Igreja prostituta mãe, aquela Igreja que afastou os seus adeptos do Deus verdadeiro, da Palavra de Deus, mudou a palavra de Deus em mentira (Rom 1:25), mudou os mandamentos de Deus (Daniel 7:25), que perseguiu e perseguirá o povo de Deus (Apoc 13:7), uma Igreja que exige adoração e blasfema contra o Deus vivo (Apoc 13:12), esse poder que fará grande sinais e maravilhas, enganando a todos os homens que se deixarem enganar (Apoc 13:13-15).

    Mas só a nível de curiosidade, já que pude observar que aqui nesse site se falam muito contra as seitas, interessante que um dia desses eu li num site evangélico uma tabela mostrando as seitas e religiões, óbvil que colocaram a Igreja adventista como seita e como a maioria dos mal informados diz que a Igreja Adventista acredita que só serão salvos aqueles que guardarem a lei de Deus, daí achei até engraçado colocarem quanto a crença das Igrejas protestantes: os 66 livros da Bíblia, essa foi de rir, pois dizem que acreditam na Bíblia toda, mas mostram que o Velho Testamento foi abolido, quanta contradição! E eu já ouvi dizerem que os adcventistas são um povo muito rígido e legalista pois seguem o velho testamento, então quem é que crê na Bíblia toda?

    SOU CRISTÃ POR CONVERSÃO, ESTOU CERTA DE QUE SEREI SALVA PELA GRAÇA DE JESUS CRISTO MEU SENHOR E SALVADOR, aceitei a Jesus por meio da fé, então qual o porquê da lei de Deus? qual a sua finalidade? segundo I Tim 1:5, a FINALIDADE, O OBJETIVO DA LEI, é o amor de um coração puro, de uma boa consiência e de uma fé não fingida, por isso sirvo a lei de Deus e procuro como todo ser humano não roubar, não matar, não adulterar, não mentir e guardo o sábado, pois faz parte dos 10, pois para mim a lei é como o Apóstolo Paulo disse, é santa, justa e boa e esta como ele mesmo disse em Rom 3:31 não foi anulada, a não ser que a Bíblia esteja se contradizendo!

  17. EWALD LENHARDT said

    Diante de Gênesis 2:3
    “E abençoou Deus o dia sétimo, e o santificou; porque nele descansou de toda a sua obra que Deus criara e fizera.”

    O sábado era ou não era santo antes do pecado?

    O sábado era ou não era um dia diferente dos outros?

    Se Deus vai restaurar o Éden e restaurar a humanidade para o estado anterior ao pecado, porque o sábado deixaria de ser santo no novo céu?

    Será que o pecado vai deixar essa mancha na eternidade?

    Deus santificou o sábado, mas o pecado removeu essa santificação para sempre?

    O sábado era um dia santo antes do pecado. O sábado era um dia santo até Jesus morrer. O sábado será um dia de adoração na Nova Jerusalém(Isaías 66:23). Porque apenas hoje ele não é santo?

    Se o sábado é um item da “lei do pecado”, da “maldição da lei”, mesmo se o pecado não houvesse entrado no mundo Jesus teria que morrer para acabar com o sábado, visto que esse dia existe desde a criação do mundo?

    Abraços,

    EWALD LENHARDT

  18. EWALD LENHARDT said

    EWALD LENHARDT
    Segundo a doutrina dispensacionlaista, o sábado começou como o mistério de Moisés.

    A pergunta que eu faço é a seguinte:

    Eu gostaria que me mostrasse a passagem que marca o inicio da guarda do sábado na bíblia.

    REPONDO COM A BÍBLIA NA MÃO:

    Gn 2:1-3

    Assim os céus, a terra e todo o seu exército foram acabados.E havendo Deus acabado no dia sétimo a obra que fizera, descansou no sétimo dia de toda a sua obra, que tinha feito.
    E abençoou Deus o dia sétimo, e o santificou; porque nele descansou de toda a sua obra que Deus criara e fizera.

    TEM VOCÊS UMA OUTRA REPOSTA BÍBLICA MAIS CONVINCENTE?

    • marconi said

      FILHO, ATÉ NO SETIMO DIA DEUS TRABALHOU, PEGA TUA BIBLIA AI…GN 2.2; havendo Deus acabado no dia setimo a sua obra,descansou no setimo dia. ATE NO SETIMO DIA ELE DESCANÇOU. HÁ UM PRINCIPIO DE DESCANÇO PARA UM DIA DA SEMANA É ISSO QUE NOS MOSTRA A QUARDA DO SABADO

  19. EWALD LENHARDT said

    EWALD LENHARDT

    E abençoou Deus o dia sétimo, e o santificou; porque nele descansou de toda a sua obra que Deus criara e fizera.” Gênesis 2:3
    “Sede, pois, imitadores de Deus, como filhos amados;” Efésios 5:1

    O sábado é um dia santo ou não?

    “Se guardardes os meus mandamentos, permanecereis no meu amor; do mesmo modo que eu tenho guardado os mandamentos de meu Pai, e permaneço no seu amor.” João 15:10
    “Porque para isto sois chamados; pois também Cristo padeceu por nós, deixando-nos o exemplo, para que sigais as suas pisadas.” I Pedro 2:19/21

    Devemos guardar os mandamentos do Pai ou não? Jesus Guardava.

    Abraço,

  20. gaither said

    Edwald, achei interessante sua colocação de que o sábado era um dia santo desde antes do Éden, pois marcava a obra criadora de Deus, e o dia foi por Jesus santificado, será santificado novamente quando o Éden for restaurado.

    A teoria dispensacionalista da lei, ensina que estamos debaixo de 7 dispensações sendo uma delas a da lei, ela diz que a lei que foi dada no Sinai a Moisés terminaria exatamente no Pentecostes, sob o argumento de Gal 3:24-25, que diz que não estamos mais debaixo da CONDENAÇÃO da lei, de acordo com verso 10 de Gal 3 todos os que são das obras da lei estão sob a maldição da lei. Na verdade a teoria é absolutamente especulativa, não apresenta base bíblica, pois vemos que:
    1. A lei de Deus sempre existiu, não foi só dada a Moisés no Sinai, o sábado, por exmplo, foi dado na criação, muito antes de Moisés;
    2. Deus salvou primeiramente o povo de Israel do Egito, para depois pedir que eles o seguissem observando os Seus mandamentos, será que só pra eles o decálogo deveria ser cobrado?
    3. Se a lei seria abolida, anulada, por que motivo os seus preceitos continuariam? Matar, roubar, adulterar é correto? Por que só o sábado é errado?
    4. Se o pecado é a transgressão da lei (I Joào 3:4), não estamos mais em pecado, estamos livre dele?
    5. Gal 3 diz que a lei não é da fé, e diz também que o homem que a cumprir viverá, estaria a Bíblia se contradizendo?
    6. De que lei fala Gal 3 até 5? Leia os capítulos todos e verás que ele citará que tipo de lei ele trata, ele cita inclusive a circuncisão, critério da lei ritualística, cerimonial, que é uma lei carnal (Rom 7:14), lei citada no cap 3, a lei de Deus não é carnal é espiritual;
    7. Gal é melhor entendido com Romanos, lemos em Rom 3:28 e Rom 9:32, que não somos salvos pelas OBRAS DA LEI, e Gal fala sobre aqueles que procuram se justificar nas obras da lei, somos salvos mediante a fé, mas a fé não anula a obediência a Deus, a fé não anula a Sua lei, está em Rom 3:31, pois de que adianta guardarmos a lei, se não amarmos a Jesus e se não temos fé nEle? Mas a Bíblia é perfeita e ela mesmo tem todas as respostas, basta lermos tudo e não só um ou 2 versículos, em Tiago nos dá a resposta, Tiago 2:14 pergunta que do que adianta alguém dizer que tem fé se não tem as obras? Somente a fé pode salvá-lo? Ele mesmo responde dizendo que a fé sem obras é morta (Tia 2:17);
    8. Você mesmo respondeu aos seus questionamentos, devemos ou não guardar os mandamentos de Deus? Você disse que Jesus guardou, os discípulos também, acredito todos também achem errado roubar, matar, adulterar, tudo isso está nos 10 mandamentos e eles são a lei de Deus. Jesus disse que se O amamos devemos guardar os Seus mandamentos (João 14:15), João 5:3 diz que esse é o amor de Deus, que guardemos os Seus mandamentos, II João 1:6 diz que o amor é este, que andemos neles, lá diz que devemos andar neles como desde o princípio ouvimos, portanto desde o princípio não foram alterados. I João 2
    diz que não existe mandamento novo, os mandamentos são os mesmos, que os mandamentos devem ser observados se O amamos.
    9. Se Gal 3 se refere a lei de Deus, os 10 mandamentis, Gostaria de perguntar aqueles que acreditam na teoria da dispensação, que maldição há na lei de Deus em adorar a Deus acima de todas as coisas? Que maldição há em honrar pai e mãe? Que maldição há em não cobiçar? Com certeza guardar os 10 mandamentos não são maldiçào, pois Gal 3 não se refere a Lei de Deus, porque amar a Deus acima de todas as coisas, não fazer imagens de escultura, honrar pai e mãe e todos os outros mandamentos são uma bénção e um dever de cada pessoa, essa é a lei perfeita, justa e boa que Paulo, Davi e Jesus sempre se referiram! Tiago 1:25, a chama de lei da liberdade, éle a chama de novo de perfeita e nos atenta para perserverar nela e assim seremos bem-aventurados, a Bíblia é perfetia mesmo, ela não se contradiz em nada, mas se nos apegarmos a 1 ou 2 versículos, teremos contradições, por isso devemos estudar toda a Bíblia!

    abçs

  21. Futuros Irmãos Espirituais em Cristo, sejam bem-vindos! (TB.12.6) – BENDIZEI AO DEUS DO CÉU, E DAÍ-LHE GLÓRIA DIANTE DE TODOS OS VIVENTES, POR TER USADO CONVOSCO DA SUA MISERICÓRDIA: O seu poder há de espiritualizar as almas de todos os Homens de bom senso, e de todas as Mulheres de boa fé; que acreditam na verdade cientifica revelada na “EXORTAÇÃO DO SABER”; e que também já passaram a interagir com o Cristo Vivo, ao publicarem o chamamento que o nosso Pai Comum tem feito aos Filhos e Filhas do amor eterno, e que já começaram a renascer espiritualmente para a vida eterna.

    Aqueles que buscaram as boas novas na “Bibliogenese de Israel”, já vislumbraram a herança espiritual que a Providência Divina nos legou, e também já saberão se auto-reciclar na Lei do Senhor que nos impõe a recomposição da literatura bíblica, para formar os Cristãos Conscientes que hão de consumar a Profecia Sagrada, conforme já tem sido demonstrado, assim:

    (EX.) – O SEGUNDO LIVRO DE MOISÉS CHAMADO ÊXODO: OS DESCENDENTES DE JACÓ NO EGITO. Estas 60 letras e 5 sinais recompostos, revelam que: É O CONJUNTO DE EX-SEGRÊDOS: O LEGADO DE VIDA CÓSMICA E O DESTINO DOS HOMENS.

    Outro exemplo:

    (JR) – JEREMIAS: A VOCAÇÃO DE JEREMIAS. São 26 letras e 3 sinais que dizem: CRIEI A AÇÃO DO SER: VEJAM E SEJAM.

    (JB.29.22) – RECEBEI O ESPÍRITO SANTO! (1CO.11.1) – SEDE MEUS IMITADORES COMO TAMBÉM EU SOU DE CRISTO.

  22. mario said

    Caramba! Não entendi nada do que Arnaldo escreveu, que loucura, tem a ver com o que?
    O evangelho de Cristo não é tão complicado assim, o homem acaba complicando muito, está tudo na Bíblia, as claras pra gente ler e guardar, acredito que uma pessoa que viveu a vida toda numa ilha deserta ou numa cidade bem pequena , mas que teve acesso a B’biblia sagrada, irá entender da mesma maneira que eu entendo, irá entener que Cristo morreu pra nos salvar, irá entender que existe 2 lados distintos e que deve escolher 1 e esse lado é o lado de Deus, e quem quiser seguir este lado irá mostrar que ama a Deus guardando os seus mandamentos, irá se preparar pra volta de Jesus ansiosamente e irá entender que aqueles que não ficarem do lado de Cristo vào morrer eternamente, e só, mais simples do que se imagina!

  23. Cislei Rios said

    Que a paz de cristo estejam con todos vcs primeiramente.
    fico a me pensar por que tantas pessoas perdem seu precioso tempo para falarem de algo que o proprio Deus ja deixou escrito na sua palavra.
    Por mais que todos os povos venham a não aceitar o sabado como dia do Senhor a palavra de Deus não vai mudar,por que o sabado de Deus esta là não pode ser tirada.
    O ASSIM DIZ O SENHOR DIZ…………………….

    AQUELE QUE DIZ QUE ME ( AMA ) E NÃO GUARDA OS MEUS MANDAMENTOS E MENTIROSO E NELE NÃO ESTA A VERDADE. 1 JOÃO 2-4, portanto meus queridos ninguem jamais podera tirar o sábado dos mandamentos de Deus.

    Ai fica a duvida de quem tem que e que esta com a verdade?

  24. Elson A. Athaydes said

    A falta de conhecimento dos fatos, certamente levam a erros de conclusões. Muitas das declarações atribuídas à Igreja Adventista e à Ellen G. White certamente se basearam em preconceituosos comentários de simples opositores da Igreja Adventista. Ceramente não são sinceras conclusões de pessosa que estão em busca da verdade sobre a Igreja Adventista e as suas doutrinas. Por isso compreendo que as erradas conclusões se basearam apenas em citações de críticos opositores: opositores não dos Adventistas, mas da VERDAD, e faltar com a verdade é anti-cristão. Por isso o missivista deste artigo está perdoado, pois foi enganado pelas fontes a que recorreu para editar esse artigo.

    Quer saber a verdade sobre Ellen G. White, a Igreja Adventista e suas doutrinas? Mande um e-mail para:
    iasdejaburuna@ig.com.br e você não mais será enganado! Porque a verdade liberta. Liberta do erro.

  25. Clodoaldo said

    Pela fé somos descendentes de abraão, e toda a vontade de Deus para o povo de Israel será estendida para os que pela fé se tornarem descendentes de Abraão.
    Atentem para isso, escutem com muita atenção. Israel sempre foi, é , e ainda continuará sendo o povo escolhido do Senhor, para todo o sempre, se não fosse assim as profecias bíblicas deixariam o povo de Israel de fora da história inserida na linha do tempo.
    A verdade está na Bíblia, vamos ler, estudar, esquadrinhar toda a Escritura, com jejum e oração. Quem vai ter coragem de pagar esse preço?!
    Vamos parar de discutir doutrinas de homens e jejuar e orar mais que, com toda a certeza dará mais resultado para a nossa vida cristã. Jesus está voltando, as profecias estão se cumprindo, e a maioris está cega, não está percebendo isso, principalmente o povo evangélico.
    Foi o próprio Deus que escreveu os 10 mandamentos e não o homem. Se vivemos sem lei então podemos fazer qualquer outra coisa, como matar, roubar, adulterar, adorar imagens, cobiçar… etc. por que excluir somente o sábado sobre o pretexto que ele era somente para o povo de Israel? Lembrem-se, pela fé somos descendentes de Abraão. E quem fala contra o povo de Israe, que boa parte nega o nome de Jesus, tem que entender definitivamente que quem julga é somente o Senhor DEUS, e Ele irá tratar com aqueles que negam Jesus como o Messias Salvador da humanidade.

  26. Clodoaldo said

    Quem guarda para o Senhor o guarda, e quem não guarda para o Senhor não o guarda, pois cada um de nós dará conta de si mesmo a DEUS. Existem milhões que morrem diariamente sem Jesus, nesse minuto milhares acabaram de morrer, enquanto nós estamos discutindo essas pessoas estão sendo seladas para a morte e horror de consequências eternas. Sobre isso este assunto está tão claro e evidente na Bíblia. ” mas o sétimo dia, é o sábado do Senhor teu Deus”.

  27. Gustavo said

    Amigo(a) que fez a matéria acima.

    Padre Natanael, me prove na bíblia que o sábado foi abolido e que domingo é o dia do senhor. Se você achar na Bíblia a palavra Domingo, te dou minha casa, meus 3 carros e minha fábrica de móveis. Mas se você não achar a palavra Domingo na bíblia, você vem para a Igreja Adventista do Sétimo Dia. Não se esqueça do que está em LUCAS 23: 54 A 56. Se Jesus aboliu o sábado ele esqueceu de avisar a sua mãe.

    Não se esqueça também que:

    LEMBRA-TE DO DIA DE SÁBADO PARA O SANTIFICAR. EXÔDO 20: 8 A 11.

    NA PRIMEIRA EPÍSTOLA DE JOÃO NO CAP. 2: 7, ESTÁ A SEGUINTE FRASE DE JESUS CRISTO:
    “AMADOS, NÃO VOS ESCREVO MANDAMENTO NOVO, SENÃO MANDAMENTO ANTIGO, O QUAL,
    DESDE O PRINCÍPIO TIVESTES. ESSE MANDAMENTO ANTIGO É A PALAVRA QUE OUVISTE”.

    OS 4 PRIMEIROS MANDAMENTOS É DOS HOMENS PARA COM DEUS.
    AMAR A DEUS SOBRE TODAS AS COISAS É SEGUIR OS 4 PRIMEIROS MANDAMENTOS.

    OS 6 ULTIMOS MANDAMENTOS É DO HOMEM PARA COM O HOMEM
    AMAR O PRÓXIMO COMO A TI MESMO É SEGUIR OS ULTIMOS 6 MANDAMENTOS

    A ÚNICA COISA QUE JESUS ABOLIU NA CRUZ, FORAM AS LEIS CERIMONIAS ENVOLVENDO
    SACRIFÍCIOS E OFERTAS DE ANIMAIS PARA REMISSÃO DOS PECADOS. (LEVÍTICO 1:4)

    A LEI MORAL, QUE EXPRESSA O CARÁTER DE DEUS, CONHECIDA COMO LEI DOS 10 MANDAMENTOS,
    ESCRITA PELO DEDO DE DEUS EM DUAS TÁBUAS DE PEDRA NÃO FOI E NUNCA SERÁ ABOLIDA.
    (ÊXODO 20:3 A 17 – ÊXODO 31:18).

    DEUS NÃO PERMITE MUDANÇAS EM SUAS PALAVRAS E MANDAMENTOS (MALAQUIAS 3:6 E
    APOCALIPSE 22:18,19).

    NÃO ADULTERARÁS, NÃO MATARÁS, NÃO FURTARÁS, NÃO COBICARÁS, E, SE HÁ QUALQUER
    OUTRO MANDAMENTO, TUDO NESTA PALAVRA SE RESUME:
    “AMARÁS O TEU PRÓXIMO COMO A TI MESMO”. (ROMANOS 13: 8 A 10)

    A PALAVRA DOMINGO NÃO EXISTE NA BÍBLIA. FOI O IMPERADOR CONSTANTINO QUE
    ORDENOU A GUARDA DO DOMINGO, NO DIA 7 DE MARÇO DO ANO 321 d.C. A IGREJA
    ROMANA ADOTOU OFICIALMENTE A OBSERVÂNCIA DO DOMINGO NO ANO 364 d.C.
    (CONCÍLIO DE CALCEDÔNIA). CONSTANTINO ERA ADORADOR DO DEUS SOL.
    CONVERTEU-SE SUPERFICIALMENTE, TRAZENDO PARA A IGREJA CRISTÃ ESSAS E
    OUTRAS PRÁTICAS PAGÃS. “O MANDAMENTO DA IGREJA DETERMINA E ESPECIFICA
    A LEI DO SENHOR: AOS DOMINGOS E NOS OUTROS DIAS DE FESTA DE PRECEITO,
    OS FIÉIS TÊM A OBRIGAÇÃO DE PARTICIPAR DA MISSA”. – CATECISMO DA IGREJA
    CATÓLICA; EDIÇÃO REVISADA DE ACORDO COM O TEXTO OFICIAL EM LATIM
    (EDIÇÕES LOYOLA, 10ª EDIÇÃO, JULHO DE 2000), P.570.

    NÃO SE ESQUEÇA QUE UMA DOUTRINA BÍBLICA PARA SER VERDADE NÃO PODE ESTAR EM UM ÚNICO VERSÍCULO E SIM EM VÁRIOS

  28. Gustavo said

    Sobre a morte querido amigo(a) que fez essa matéria, leia e estude mais as Escrituras, para não passar vergonha e ser salvo:

    O QUE ACONTECE A UMA PESSOA, DEPOIS DA MORTE? AS TENTATIVAS FEITAS PARA
    SE RESPONDER A ESSA PERGUNTA SÃO MUITAS. E A MAIORIA DELAS SÓ CONSEGUE
    APROFUNDAR A ANGÚSTIA E A TRISTEZA QUE ENVOLVEM O ASSUNTO, E AUMENTAR
    AS DÚVIDAS. PARA UNS, AO MORRER, O INDIVIDUO VAI DIRETO PARA O CÉU OU PARA
    O INFERNO. PARA OUTROS, ELE SERÁ UM ESPIRITO QUE ENCARNARÁ
    SUCESSIVAMENTE EM OUTROS SERES. EM MEIO A IDÉIAS CONFLITANTES
    NECESSITAMOS OBTER UMA RESPOSTA PRODUTORA DE SEGURANÇA, QUE SÓ PODE
    SER ENCONTRADA NA PALAVRA DE DEUS.

    QUE MATERIAL DEUS USOU PARA CRIAR O HOMEM? (GÊNESIS 2: 7)

    COMO A BÍBLIA SE REFERE À ALMA? (EZEQUIEL 18: 4 – GÊNESIS 46: 27 – DEUT. 10: 22)

    O QUE ACONTECE COM A PESSOA QUANDO MORRE? (GÊNESIS 3: 19 – ECLES. 12: 7 –
    ECLES. 9: 5)

    PARA ONDE A PESSOA VAI APÓS A MORTE? (ECLESIASTES 9: 5 A 10 – JÓ 7: 9 A 10)

    TÊM OS MORTOS CONHECIMENTO DE ALGUMA COISA? (2ª CORINTIOS 11: 13)

    QUEM UNICAMENTE POSSUI IMORTALIDADE? (1ª TIMOTEO 6:16)

    COMO JESUS CONSIDEROU A MORTE? (JOÃO 11: 11 A 14)

    ATÉ QUANDO OS MORTOS PERMANECERÃO DORMINDO NA SEPULTURA?
    (JOÃO 5: 28 A 29 – 1ª TESSALONICENSES 4:16)

    OS MORTOS NÃO LOUVAM O SENHOR (Salmos 115: 15 a 17)

    Ora, se morremos e vamos para o céu como você caro amigo, dono do site, citou acima, é claro que louvamos a Deus.

    Eu dou estudos bíblicos, quem quiser ligue (17) 9158-4300

  29. Gustavo said

    ABRIU-SE ENTÃO, O SANTUÁRIO DE DEUS, QUE SE ACHA NO CÉU E FOI VISTA A ARCA DA ALIANÇA (Apocalipse 4:5; 11:19.

    É CLARO QUE O SANTUÁRIO ESTÁ NO CÉU

  30. Gustavo said

    ESTUDEM EM http://www.biblia.com.br

  31. Gustavo said

    O embasamento que você defende o estado da morte é uma parábola e não um ensinamento, leia o capítulo todo e você verá que trata-se de uma parábola. As parábolas eram usadas por jesus para uma melhor compreensão dos ouvintes e não como linha doutrinária.

    Abraço amigo!

  32. joel said

    Acho q poderiam mudar este tema acima, pois está errado, se vc estudar um pouquinho verá q iller não foi profeta adventista, por favor, antes de postar poderiam ao menos ler em fontes certas e postar verdades…

  33. Francisco Sanches said

    Deus nunca exigiu o guarda do Sábado a nenhum Patriarca e nem a nenhum seguidor de Jesus.

    Jesus era perseguido por curar, fazer o bem, apanhar espigas no Sábado (segundo os judeus Jesus não guardava o sábado) (João 5: 16, 18). Diziam que Jesus não era de Deus porque não guardava o sábado = João 9: 16 Esta questão do Sábado não é nova, vem dos tempos dos cristãos primitivos, e já foi debatido pelos Apóstolos e já foi respondido por eles.

    Vejamos os fatos:

    Com o início da pregação aos gentios, em Antioquia, estes setores judaizantes de Jerusalém, agindo por conta própria e sem a autorização do seu pastor, Tiago, o irmão do Senhor (At.15:24), passaram a ir até o encontro das igrejas gentílicas que se formavam, defendendo a necessidade da prática da lei para que houvesse a salvação, tendo, neste particular, tido a oposição de Barnabé e de Paulo, os grandes evangelistas entre os gentios. Paulo, aliás, em quase todas as suas cartas, toca no tema, sendo certo que a epístola aos gálatas é inteiramente dedicada a este assunto.
    O tumulto foi tão grande que foi preciso reunir os apóstolos e os anciãos da Igreja em Jerusalém e, sob a orientação do Espírito Santo, decidir a respeito

    Os judaizantes ensinavam que a salvação dependia também da lei, principalmente da circuncisão, mas de modo geral da lei de Moisés e a guarda do Sábado (AT 15: 5). Segundo eles, para ser cristão, a pessoa precisava antes ser judeu (não por descendência, mas por religião). Foi para combater as heresias judaizantes que Paulo escreveu aos gálatas e mostrou àqueles irmãos que voltar as práticas e aos cerimoniais da Lei era cair da graça. (Gálatas 5:1-10): “Para a liberdade foi que Cristo nos libertou. Permanecei, pois, firmes e não vos submetais, de novo, a jugo de escravidão.” E aconteceu o seguinte –

    “Congregaram-se, pois, os apóstolos e os anciãos para considerar este assunto.” AT 15: 6 E Qual foi a resposta inspirada pelo Espírito Santo? At 15:8-11 “E Deus, que conhece os corações, lhes deu testemunho, dando-lhes o Espírito Santo, assim como também a nós; e não fez diferença alguma entre eles e nós, purificando o seu coração pela fé. Agora, pois, por que tentais a Deus, pondo sobre a cerviz dos discípulos um jugo que nem nossos pais nem nós podemos suportar? Mas cremos que seremos salvos pela graça do Senhor Jesus Cristo, como eles também.” Mas proibiram algumas coisas (AT 15: 17-24) “ Para que o resto dos homens busque ao Senhor, e também todos os gentios sobre os quais o meu nome é invocado, diz o Senhor, que faz todas estas coisas que são conhecidas desde toda a eternidade.
    Pelo que julgo que não se deve perturbar aqueles, dentre os gentios, que se convertem a Deus, mas escrever-lhes

    que se abstenham das contaminações dos ídolos, da prostituição, do que é sufocado e do sangue.

    Porque Moisés, desde os tempos antigos, tem em cada cidade quem o pregue e, cada sábado, é lido nas sinagogas. Então, pareceu bem aos apóstolos e aos ançiãos, com toda a igreja, eleger varões dentre eles e enviá-los com Paulo e Barnabé a Antioquia, a saber: Judas, chamado Barsabás, e Silas, varões distintos entre os irmãos. E por intermédio deles escreveram o seguinte: Os apóstolos, e os anciãos, e os irmãos, aos irmãos dentre os gentios que estão em Antioquia, Síria e Cilícia, saúde. Porquanto ouvimos que dalguns que saíram dentre nós vos perturbaram com palavras e transtornaram a vossa alma (não lhes tendo nós dado mandamento)” Agora em Atos 15: 28,29 “Na verdade, pareceu bem ao Espírito Santo e a nós não vos impor mais encargo algum, senão estas coisas necessárias: Que vos abstenhais das coisas sacrificadas aos ídolos, e do sangue, e da carne sufocada, e da fornicação; destas coisas fareis bem se vos guardardes. Bem vos vá.” Não existe mais nada a impor – Foi o Espírito Santo que disse – A guarda do sábado não está incluída na lista.

    Este é um problema semelhante ao das “testemunhas de Jeová” (até existem alguns pontos doutrinários em comum). Jesus não criou o homem por causa do sangue mas o sangue por causa do homem ou na versão adventista (vai dar no mesmo) Deus não criou o Homem por causa do sábado mas o sábado por causa do homem.

    Eu não sei se a Senhora White era boa ou má, o que sei é que não somos salvos pelas obras – e isto sei – não de alguma visão que tenha tido mas da Palavra de Deus – ESTA É A MAIOR VISÃO A MAIOR REVELAÇÃO ESTA É A VERDADE!!! Visões e revelações há muitas: doutrina Mormon, Fatima, Islamismo, Adventismo, etc, etc etc O que isto tudo tem em comum? Visões e sonhos “de Deus” (claro). “Mas Deus diz: Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos anuncie outro evangelho além do que já vos tenho anunciado, seja anátema. Gálatas 1:8”

    Os dez mandamentos são para se cumprir ainda nos dias de hoje? Sem duvida que são!!

    Os judaizantes de hoje ainda não perceberam a utilidade da lei mosaica: ela veio por causa da transgressão. A Bíblia afirma, também, que “pela lei vem o conhecimento do pecado” (Rm 3.20); se não há lei, não pode haver pecado (Rm 4.15). E mais: O homem não teria conhecido o pecado se não fosse pela lei (Rm 7.7).

    Alguns trabalhadores do campo que utilizam animais na agricultura costumam colocar umas talas laterais nos cavalos e nos burros para eles olharem só para a frente. As leis têm um efeito semelhante.

    Jesus não veio apenas cumprir a lei mas sim aprofundá-la a um nivel a que deixe de ser apenas sombras das coisas futuras mas passe a ser realidade. Vamos a exemplos?

    Qual o primeiro mandamento da lei?
    “Não terás outros deuses diante de mim.” (Dt 5: 7). Foi ultrapassado? Claro que não! Foi sim aprofundado: “Mestre, qual é o grande mandamento da lei? E Jesus disse-lhe: Amarás o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu pensamento”.

    Em Mateus 5 Jesus dá muitos exemplos.
    “27 Ouvistes que foi dito aos antigos: Não cometerás adultério.28 Eu porém, vos digo que qualquer que atentar numa mulher para a cobiçar já em seu coração cometeu adultério com ela.”, “21 Ouvistes que foi dito aos antigos: Não matarás; mas qualquer que matar será réu de juízo. 22 Eu, porém, vos digo que uqualquer que, sem motivo, se encolerizar contra seu irmão será réu de juízo, e qualquer que chamar a seu irmão de raca vserá réu do Sinédrio; e qualquer que lhe chamar de louco será réu do fogo do inferno.”

    Não compreender isto é não compreender o evangelho de Cristo! “mas o Espirito o qual nos fez também capazes de ser ministros dum Novo Testamento, não da letra, mas do Espírito; porque a letra mata, e o Espírito vivifica.” 2 Coríntios 3:6
    Está escrito: “Porque, em Cristo Jesus, nem a circuncisão nem a incircuncisão têm virtude alguma, mas sim o ser uma nova criatura. Gálatas 6:15”

    Com o sábado é a mesma coisa: não existe virtude alguma guardar ou não o sábado mas sim o ser uma nova criatura. Se guarda o sábado para ser salvo então está no caminho errado. Da mesma forma Deus não instituiu a guarda do Domingo! O sábado é o tempo que devemos dedicar ao Senhor – na verdade o sabado deve ser todos os dias. Na verdade o Senhor é que é o verdadeiro sabado pois Ele é o nosso descanso.

    “Porque lhes dou testemunho de que têm zelo de Deus, mas não com entendimento…Porque o fim da lei é Cristo para justiça de todo aquele que crê…Romanos 10:1-9” Em Colossenses 2: 16-18 “Portanto, ninguém vos julgue pelo comer, ou pelo beber, ou por causa dos dias de festa, ou da lua nova, ou dos sábados, que são sombras das coisas futuras, mas o corpo é de Cristo. Ninguém vos domine a seu bel-prazer, com pretexto de humildade e culto dos anjos, metendo-se em coisas que não viu; estando debalde inchado na sua carnal compreensão”

    Hoje Jesus reprova o vinho velho em odres novos.
    O evangelho judaizado é o vinho velho que está sendo colocado em odres novos.

    “Porque, se alguém for pregar-vos outro Jesus que nós não temos pregado, ou se recebeis outro espírito que não recebestes, ou outro evangelho que não abraçastes, com razão o sofrereis.” 2 Coríntios 11:4

  34. manoel said

    Amigo Francisco Sanches, realmente quando Paulo, Barnabé, Silas, Timóteo, Tiago, Pedro começaram a fundar Igrejas e pregar nas sinagogas, a principal tônica da mensagem além da Salvação por meio de Jesus Cristo, era o fato de que os gentios também poderiam ser aceitos como filhos de Deus assim os judeus. Paulo mostrava que Cristo veio morrer por todos, judeus e não judeus, uma grande controvérsia entre os judeus e os gentios era a lei CERIMONIAL, ou seja, o fato de que os gentios não eram circuncidados e etc. No entanto o livro de Gálatas fala bastante sobre o tema, principalmente o fato de circuncidar-se ou não. Paulo nào era contra o fato de se circuncidar, mas ele não falava contra, no entanto que ele mesmo sugeriu a Timóteo que o fizesse para continuar sendo aceito pelos judeus, mas uma lei não tem a ver com a outra, o caráter de Deus não é a lei cerimonial, mas sim a Lei de Deus, a que Deus pede adoração somente a Ele, a que Ele não permite que se façam ídolos, a que Ele pede que o adoremos no Seu dia escolhido, a que Ele pede que não matemos, ou roubemos ou adulteremos e etc. Essa lei mostra o caráter de Deus.

    A lei de sacrifícios ao cordeirinho foi substituída pelo sacrifício do cordeiro original, Jesus Cristo; portanto tudo o que era sombra dessa lei, perdeu a finalidade de acontecer, não seria mais necessário matar cordeirinho, seguir 7 sábados específicos (expiação, pentecostes e etc), pois isso tudo deveria ser feito ATÉ QUE O CORDEIRO VIESSE. Quando Jesus morreu na cruz e o véu do templo se rasgou, essa foi a prova de que o homem já não precisaria mais de um sacerdote para intermediar os seus pecados, pois o homem agora já teria remissão de seus pecados pelo cordeiro real, Jesus. Mas esse ritual, essas cerimônias não tem NADA A VER COM A LEI DE DEUS, que diz que não devemos matar, roubar, que devemos amar a Deus sobre todas as coisas, não fazer ídolos, guardar o dia de sábado escolhido por Deus… isso não passou, pois não dependia do cordeiro para acontecer. Claro que você está correto que realmente não somos salvos por guardar os 10 mandamentos, mas sim, estamos salvos e por isso guardamos os seus mandamentos, isso é bem diferente, se eu não mato ou se eu não roubo ou se eu não faço ídolos, isso não me garante que serei salvo, mas se eu viver adulterando, fazendo ídolos, desonrando pai e mãe e etc isso poderá me condenar a morte eterna!

    A Sra White não foi a precursora da guarda do sábado, pois temos na história a guarda do sábado em TODAS as eras até hoje, é claro que foi o inimigo que contrafez a vontade de Deus e mudou a lei de Deus (leia Daniel 7:25), colocando o domingo como dia de guarda, ou nenhum dia, só algumas horinhas mesmo! ou até mesmo retirando esse mandamento tão “INSIGNIFICANTE”, não é mesmo? será que eu poderia retirar apenas o terceiro mandamento ou o sexto? só 1. será q tem problema? Pois é, mas Deus colocou 10 para serem seguidos e querendo ou não, o sábado está no meio dos 10!
    O amigo conhece a palavra de Deus, e por isso sabe que em Col 2, Paulo não estava se referindo a lei de Deus, mas aos rituais cerimoniais, festas de lua nova, circuncisão, sábadoS (plural), e não tinha a ver com os 10 mandamentos, pois ele próprio guardava e isso não era questão de dúvida para ele ou para os judeus, pois tanto judeus quanto gentios continuaram a adorar a Deus nas sinagogas e nas Igrejas nos sábados.

    Tenho que discordar do amigo quando diz: “na verdade o sabado deve ser todos os dias. Na verdade o Senhor é que é o verdadeiro sabado pois Ele é o nosso descanso. ” Isso não é verdade, o Senhor é nosso refúgio e não podemos descansar em alguém, isso seria impossível, eu posso ter alento, descanso nas palavras do senhor, mas isso não seria O MESMO DE DESCANSAR NO SENHOR, Deus descansou no sétimo dia e não nEle mesmo, Ele é ou não é específico? Claro que é, o inimigo é que quer que pensemos que não, que pra Deus o que nós fizermos tá bom, na verdade como Caim pensava, que se ele oferecese o seu melhor, o melhor do seu labor, Deus iria aceitar, mas não é assim, Deus nào aceitou a oferta de Caim, Ele é sim, específico, Ele quer que façamos a Sua vontade e não uma parte de Sua vontade, devemos adequar a nossa vida a Bíblia e não adequear a Bíblia a nossa vida, como muitos fazem! O diabo diz que não precisamos separar 24 do dia de sábado para Deus, devemos adorá-Lo todos os dias e etc, mas na verdade você separa quanto do seu tempo? Você consegue? Pode ser que numa semana agitada você consiga separar 1 ou 2 horas para Deus, ou até mesmo numa semana tranquila você separe umas 3 ou 4 horas…. mas não é esse o plano de Deus. Pra isso, que Deus exigiu um dia interiro, pra Ele, e isso não é um fardo, digo que é a nossa maior alegria, de todos os dias da semana o sábado é o dia mais feliz, e essa, acredito que é a verdadeira vontade de Deus pra nós, experimente e entederás o que digo!

    Deus quer que O amemos e que façamos a Sua vontade, e se O amamos guardamos os seus mandamentos, pois eles são verdade, quem diz que conhece a Deus e não guarda é mentiroso, por isso, eu não guardo para ser salvo, mas por que amo a Deus, e me comprometo com Ele a cada dia e renovo meus votos de amor para com Ele no dia que Ele próprio escolheu, o sábado!

    Deus o guie!

  35. clovis said

    Franciso, você escreveu que Deus nunca exigiu o guarda do Sábado a nenhum Patriarca e nem a nenhum seguidor de Jesus. Como assim nunca exigiu? Estva na lei de deus que todos seguiam? A questão da guarda do sábado na época de Jesus não era questionada, não tinham dúvidas no dia de guarda, eles tinham dúvidas sim, quanto ao se circuncidar ou não, ao que comer, se comer carne dedicada aos ídolos ou não, quanto ao dia de jejum, quanto ao ontinuar se justificando na lei para ser salvo e etc. Mas a maior prova é que eles todos guardarm o sábado.

    Você disse que Jesus era perseguido por curar, fazer o bem, apanhar espigas no Sábado (segundo os judeus Jesus não guardava o sábado) (João 5: 16, 18). Diziam que Jesus não era de Deus porque não guardava o sábado = João 9: 16 Esta questão do Sábado não é nova, vem dos tempos dos cristãos primitivos, e já foi debatido pelos Apóstolos e já foi respondido por eles. Sim, o próprio povo judeu o matou por não aceitar alguém que dizia ser Deus, que comia com os pobres, que os curava, que SÓ FAZIA O BEM AOS SÁBADOS, NÃO TRANSGREDIA, MAS FAZIA O BEM, coisa que para eles era inadmissível fazer, pois para os fariseus no sábado cuspir no chão era pecado, pois estaria regando uma planta no chão e etc, era absurdo o modo como tratavam o dia de sábado, como exageravam.
    Mas Jesus NUNCA O TRANSGREDIU, nunca deixou de guardar o sábado, pois se transgredisse o sábado Ele mesmo não poderia morrer por nós, pois seria considerado um pecador como nós se o tivesse feito não é mesmo? Por isso, não podemos repetir o que dizem sobre Jesus transgredia o dia de sábado, pois Ele nunca PECOU, PECADO É A TRANSGRESSÀO DA LEI e Jesus não transgrediu a lei de Deus, nem o quarto mandamento!

    Existe uma passagem que o próprio Jesus disse e muitos o desmentem descaradamente nessa passagem que está em mateus 5:17, Jesus disse que NÃO VEIO ABOLIR A LEI OU OS PROFETAS MAS CUMPRIR, nesse caso Ele veio para mostrar o seu verdadeiro significado, o verdadeiro significado de como guardar a lei, inclusive o sábado! Jesus fez algo diferente dos fariseus, fez o bem aos sábados e mostrou que eram pra fazer o mesmo, e estes fariseus não aceitaram a Jesus fazendo o bem aos sábados e o mataram e muitos hoje fazem a mesma coisa, PRATICAMENTE “CRUCIFICAM” os adventistas porque guardam o sábado e ainda se justificam usando as mesmas palavras dos fariseus, é duro viu!

  36. Francisco Sanches said

    Amigos: Clovis, Manoel e companhia,

    Graça e Paz,
    “Porque a lei foi dada por Moisés; a graça e a verdade vieram
    por Jesus Cristo. João 1:17”

    Graça = favor imerecido.

    Já escrevi uma primeira carta, esta é uma segunda onde irei acrescentar algumas coisinhas à primeira.

    Lutero, Calvino, Wesley, Moody, Finey e tantos outros, citados por Ellen White foram exemplos de servos de Deus. Claro que como não seguem estes ensinos da Sra. White então dizem que ainda não estavam completamente na luz – mas a sua vida o seu testemunho não diz isso – O verdadeiro crente é uma carta escrita por Deus visível a todos os homens. Se a única diferença de um crente é a sua religião então a sua religião é vã. Esta mudança deve-se ao poder de Deus – nascer de novo – e não apenas a um modo de vida diferente. Em todas as religiões se encontra pessoas muito boazinhas.

    Hoje em dia são pregados muitos tipos de Cristo: o histórico, o banqueiro, o milagreiro, etc. Na verdade,o Cristo Vivo tem partes destes todos mas não é nenhum deles, no entanto, é muito grave quando se crê que a obra de Jesus não é suficiente para a salvação ou que pode ser melhorada de alguma forma: é uma crença errada em Jesus. Quando se crê num Cristo errado tem-se uma fé errada e obtém-se uma salvação errada.

    Você disse que: “a questão da guarda do sábado na época de Jesus não era questionada”
    Diga-me onde está escrito na Biblia que não era questionada a guarda de sabado? Onde está escrito que toda a gente sabia que era necessario guardar o sábado?
    Este é um truque muito usado em todas as seitas: fazem uma afirmação que não podem provar, e em cima de uma premissa falsa constroem um castelo doutrinário. Este tipo de afirmações só se podem “provar” com “historias da carochinha” (chamo eu a filosofando em cima de versículos tirados do contexto). Isto faz-me lembrar os dogmas do Catolicismo “não se pode questionar” pois é a “verdade”. Os crentes de Bereia iam às escrituras confirmando que aquilo que os Apóstolos diziam lá se encontrava.

    Quem é define o que era questionado ou não? é uma religião ou são as escrituras? Estiveram lá para anotar? (ou não podem suportar a ideia que não é assim?) Mas nas escrituras encontramos as anotações do que diziam e faziam!

    Não existe uma só vez o mandamento da guarda do sábado no NT, mas existem os outros nove. Só é possível “provar” a guarda do sábado no NT com historias da carochinha.

    Então se é tão importante o Sábado (até parece que para os adventistas é mais importante o sábado do que o Salvador), porque não lemos na Biblia pregações ou o simples anunciar sobre a guarda do sábado?

    No caso do jovem rico, Jesus enumerou vários mandamentos, mas deixou de fora o mandamento sobre o sétimo dia.

    Os judaizantes ensinavam que a salvação dependia também da lei, principalmente da circuncisão, mas de modo geral da lei de Moisés e a guarda do Sábado (AT 15: 5), e como resultado fizeram uma reunião (como descrevi na carta anterior). E foi perguntado a esses judaizantes : “Agora, pois, por que tentais a Deus, pondo sobre a cerviz dos discípulos UM JUGO QUE NEM NOSSOS PAIS NEM NÓS PODEMOS SUPORTAR?”

    Uma nota: o que está na lei difícil de suportar? É o mandamento não matarás? (será que o crente pode dizer: “Ah hoje ainda não matei ninguém – isso é difícil de suportar”?), seriam as celebrações, serão os dias de festa dificeis de suportar? O que tem sido difícil para muitos de vocês adventistas suportarem? Não é a guarda do sábado? Deve ser difícil conhecer adventistas que não vivam ou conheçam historias de fardos relacionados com a guarda do sábado (eu conheço).

    Nessa reunião, atrás descrita, ficou estabelecido que : “Que vos abstenhais das coisas sacrificadas aos ídolos, e do sangue, e da carne sufocada, e da fornicação; destas coisas fareis bem se vos guardardes. Bem vos vá.” Não existe mais nada a impor – Foi o Espírito Santo que disse – A guarda do sábado não está incluída na lista.

    O sacrifício que se fazia com os animais era uma sombra – uma sombra reflecte sempre o original e não outra coisa. Uma sombra de um burro não pode reflectir uma sombra de uma vaca ou pode? Nesta nova aliança passou-se da sombra para o que importava enxergar e viver. Quem via a sombra agora passa a ver o que causa, a razão dessa sombra.
    Jesus é a causa da sombra dos sacrifícios, e de toda a lei.

    Exactamente da mesma forma todas as leis de Deus são aprofundadas e dei vários exemplos na carta anterior. Já não interessa cumprir os 10 mandamentos à moda antiga pois são sombras, estão obsoletos.
    Por exemplo, é muito pouco não adulterar – é uma sombra do que Jesus quer – Ele quer “não cobiçar a mulher do próximo”. É um novo mandamento? Para muitos é! – para os legalistas! Mas para Deus sempre foi a finalidade chegar até aqui, exactamente como foi a finalidade de passar para o sacrifício de animais até ao sacrifício do Cordeiro. Existe mudança de Lei? Agora a Lei é Cristo – toda a lei tem que convergir para Cristo se não fica inútil.
    Por causa disto Jesus disse:

    “Um novo mandamento vos dou: Que vos ameis uns aos outros;
    como eu vos amei a vós, que também vós uns aos outros vos
    ameis. João 13:34”.

    É NESTE SENTIDO que está escrito que Jesus NÃO VEIO ABOLIR A LEI OU OS PROFETAS MAS CUMPRIR de uma forma tremendamente profunda e ele cumpriu assim a lei, pois Ele próprio Diz “ Que vos ameis uns aos outros; COMO EU VOS AMEI A VÓS”. Jesus cumpriu a Lei mas não ficou na sua sombra, até porque tinha que dar o exemplo, ser o modelo deste novo mandamento.

    Eis a razão porque todos os mandamentos de Deus precisam do seu aprofundamento para chegar à nova aliança (se há uma nova aliança significa que a velha acabou). O sábado é dado também para chegar até aqui a este novo mandamento!
    Por exemplo, Para se entrar na Faculdade tem que se saber ler e escrever primeiro não é? Quando se estuda na Faculdade não se deixou de ler e escrever pois não? Assim são os dez mandamentos: apenas são um pré-requesito deste novo mandamento.
    “Porque o fim da lei é Cristo para justiça de todo aquele que crê. Romanos 10:4” O fim do mandamento chamado guarda do sábado é Cristo (e de todo o resto da lei)

    Assim TODOS OS MANDAMENTOS FORAM APROFUNDADOS – Será que Deus fez uma excepção ao do Sábado? Claro que não! O sábado é o descanso que se tem Nele e para Ele o tempo que se dá ao Seu louvor, pois guardar o sábado não era só descansar: eram também rituais que por sua vez eram sombras, e para onde apontam essas sombras? “com o fim de sermos para louvor da sua glória, nós, os que primeiro esperamos em Cristo Efésios 1:12”

    Esta é uma das razões porque a guarda do sábado é obsoleta: Os verdadeiros adoradores são aqueles que O adoram em espírito e em verdade e não estão dependentes de um dia para o fazerem: Deus anda à procura destes, e não daqueles que guardam o sábado da lei Não tem valor absolutamente nenhum apenas a guarda do sábado (a sombra) e não viver o seu significado, e não enxergar a origem desta sombra. Hoje a guarda do sábado pode ser uma pedra de tropeço para se chegar a Jesus, para O conhecer.

    Existe então um novo concerto. Foi o próprio Cristo que instituiu a nova aliança (Mt.26:28) trazendo assim uma nova concepção da vida espiritual que Deus quer que tenhamos. Isso foi tão profundo que os judeus não entenderam e nem aceitaram. A lei dizia: “olho por olho, e dente por dente”. Jesus disse: “não resistais ao mal; mas se qualquer te bater na face direita, oferece-lhe também a outra” (Mt.5:38-39). A mudança que foi feita não exclui nem um til da lei (Mt.5:18), mas uma concepção mais profunda da mesma. Isso nem os Judeus e muito menos os Adventistas entendem. Quanto ao Sábado, a Lei dizia que deveria ser guardado e santificado (Ex.20:8), mas no novo pacto isso muda e o que tem que ser guardado e santificado é o povo de Deus, não só em um dia da semana, mas nos sete. Isso é pelo fato do Sábado ser feito para o homem e não o homem para ser escravo do Sábado (Mc.2:27-28). Todos os dias para os cristãos têm que ser santo e especial, pois em qualquer um desses dias Jesus pode voltar (Mc.13:32).

    Você disse “sim, estamos salvos e por isso guardamos os seus mandamentos”
    Não é porque se é salvo que se guarda os mandamentos mas sim quem ama a Jesus é quem os guarda: “Se me amardes, guardareis os meus mandamentos.”( João 14:15) . O mancebo que se Chegou a Jesus dizia que guardava os mandamentos mas deu-lhe as costas. O Ladrão na Cruz foi salvo e não foi por guardar os mandamentos mas sim pela graça de Deus que opera através da fé – “Só quisera saber isto de vós: recebestes o Espírito pelas obras da lei ou pela pregação da fé?” (Gálatas 3:2)
    A Bíblia ensina que a obra expiatória de Cristo é perfeita (Hb 7.27; 10.21-14). Quando Ele disse na Cruz: “está consumado” (Jo 17.30) é porque não falta mais nada.

    Confesso que acho certa graça ao tentarem explicar que o trabalho de Jesus ao sábado era “legal” porque apenas estava fazendo o bem- Eu pergunto: Se algum adventista trabalhar num hospital, farmácia, serviço de urgência, etc, etc não está a fazer o bem? (sua religião permite trabalhar nestas ou noutras áreas ao sábado em que directamente socorre o próximo? – Jesus disse: “Meu Pai trabalha até agora, e eu trabalho também.”) Não pode salvar vidas? Muito do Trabalho que Jesus fez no sábado poderia ter sido feito noutro dia. Não se pode trabalhar ao sábado mas pode-se usufruir desse trabalho? Se estiver doente no sábado, se for assaltado no sábado, se precisar de comprar comida, etc , etc, não terá que recorrer a alguém trabalhando no sábado?
    Tentam “desculpar” Jesus do trabalho ao sábado (ou para ficar “legal” – diz-se “fazendo o bem” – assim para alguns parece que fazendo o bem já não é trabalho)

    Quantos adventistas têm suportado este fardo pesado da guarda de sábado, quantos inconvenientes tem aparecido por isso ? Lideres que por vezes nem com um só dedo carregam este fardo mas dão aos outros a carregar. Claro que os adventistas não dizem isto, mas metam a mão na sua consciência, na honestidade, na sinceridade e vejam o mal que vos estão a fazer e em nome de Deus.

    Quantos adventistas têm ficado prejudicados por exemplo em termos profissionais ou mesmo ficado sem emprego por se recusarem trabalhar no sábado? Será mesmo que isto vem de Deus ou será que vem da religião a qual estão a abraçar (creêm sinceramente que estão na verdade, mas – “o meu povo é destruído por falta de conhecimento”, “errais não conhecendo as escrituras”, “têm zelo sem conhecimento”).

    Existem outros traços de hipocrisia, por exemplo:
    Os adventistas adoptaram a festividade do Natal, mas renegam o domingo. Serão justos os critérios usados para aferir ambas as festividades?

    Segundo o adventismo:
    DOMINGO = Dia pagão, Relacionado a deuses pagãos, Cristianizado por Roma, Nasceu na devoção popular, NÃO PODE ser observado)
    NATAL e/ou ARVORE DE NATAL = Dia pagão, Relacionado a deuses pagãos, Cristianizado por Roma, Nasceu na devoção popular, PODE ser observado)

    Ora, se a observância do domingo como dia santificado equivalerá à transgressão aberta do quarto mandamento, rebeldia contra Deus e obediência ao poder da besta que procurou mudar os tempos e a lei (Daniel 7:25), porque em lugar de sábado se diz domingo, também é submissão ao decálogo romano comemorar o Natal, que é a principal festa católica hoje.
    O pior é que existem várias outras festas de origem católica às quais comemoramos deixando de trabalhar, suspendendo aulas, fechando nossas lojas ou mesmo com programações especiais na igreja (ramos, sexta-feira santa, páscoa, dia das mães. dos pais, etc). Em todos esses feriados, babilônia e os comerciantes de todo o mundo são parceiros. Apocalipse 18:11…A santificação do domingo e a comemoração do Natal representam idêntica submissão e obediência ao decálogo romano.”

    Natal sim, domingo não. Porquê afinal? PENSE NISSO…

    Você (sua religião) fala numa distinção entre Lei cerimonial e Lei Moral.
    Isto faz-me lembrar algumas invenções das “testemunhas de Jeová”. Na verdade em todas as seitas existem invenções sem as quais as suas particulares doutrinas não podem funcionar. No caso das TJ inventa-se a “força activa de Deus” para substituir “Espírito de Deus”. Aqui Como não dá muito jeito falar só da Lei de Deus – que é o que existe na Bíblia, então tem que se fazer umas alterações, claro que “devidamente explicado” – a estas explicações eu chamo de “historias da carochinha”. Afirmam que os Dez Mandamentos (incluindo-se o sábado) são a “Lei de Deus”, a “Lei Moral” (ou “Lei Espiritual”) e esta continua vigorando na actualidade, porém, os outros mandamentos do Velho Testamento são a “Lei de Moisés” (“Lei Cerimonial”), e estas foram abolidas.
    Não existe nenhuma prova nas escrituras da diferenciação entre essas leis! Na verdade, as expressões lei moral e lei cerimonial nem aparecem no texto bíblico. Sempre que a Escritura Sagrada se refere a Lei, deixa claro que esta foi dada por Deus à Moisés, e por isso é chamada de lei de Deus ou lei de Moisés, sendo ambas a mesma coisa.

    Nota importante:
    A lei para o judeu era considerada “Una”. Não há de se supor que dentro da teologia judaica havia separação entre lei moral e cerimonial. A única diferença que faziam era quanto “a lei escrita” (Torah) e “a lei oral” (Halakoth) e mesmo assim essa nuance era muito tímida.

    Com isto os adventistas estão a dizer que entendem melhor a lei Judaica do que os próprios judeus!

    Pode-se dividir a Lei em Lei moral e Lei Cerimonial mas apenas como mera conveniência para o homem em termos de organização, assim como também se pode classificar a leis em mais categorias: 1) Moral; 2) Cerimonial; 3) Civil; 4) Estatutos e juízos; 5) Leis de Saúde. Mas tudo isto sem excepção é Lei a de Deus.

    Você disse que “o caráter de Deus não é a lei cerimonial, mas sim a Lei de Deus” –Toda a lei aponta para Cristo, por exemplo a circuncisão (que o adventismo diz fazer parte da “lei cerimonial”) foi um sinal que os Judeus tinham que fazer e apontava, era a sombra de quê? As escrituras respondem:

    “Porque não é judeu o que o é exteriormente, nem é circuncisão a que o é exteriormente na carne.” (Romanos 2:28) (da mesma forma aquele que cumpre o sábado não é aquele que o cumpre exteriormente).

    “Mas é judeu o que o é no interior, e circuncisão, a que é do coração, no espírito, não na letra, cujo louvor não provém dos homens, mas de Deus.” (Romanos 2:29)

    A LEI NÃO DÁ A CONHECER A DEUS NEM O SEU CARACTER, A LEI DÁ A CONHECER O PECADO:
    “Por isso, nenhuma carne será justificada diante dele pelas obras
    da lei, porque pela lei vem o conhecimento do pecado.” Romanos 3:20

    É de notar o seguinte:
    Se a guarda do sábado era praticada desde o inicio porque houve a necessidade de Moisés voltar a dar esse mandamento aos Filhos de Israel? Se fosse praticada não haveria necessidade de ser dada, como por exemplo não foi dada a circuncisão pois já tinha sido dado a Abraão, já era praticado.

    Ao contrario, a justificação pela fé já foi prevista por Abraão:

    “Ora, tendo a Escritura previsto que DEUS HAVIA DE JUSTIFICAR PELA FÉ OS GENTIOS, anunciou primeiro o evangelho a Abraão, dizendo: Todas as nações serão benditas em ti.” (Gálatas 3:8)

    Toda a lei é sombra, e quem não sai da sombra nunca verá o sol. O novo mandamento que o Senhor mandou cumprir é que faz toda a diferença, pois implica aprofundar os mandamentos ou seja, sair da sombra:

    “Mas, agora, estamos livres da lei, pois morremos para aquilo em que estávamos retidos; para que sirvamos em novidade de espírito, e não na velhice da letra. Romanos 7:6”

    Quem vive debaixo da Lei não pode cumprir com o novo mandamento (só o cumpre com a língua).
    Uma nota sobre os versiculos (Cl.2:16-17).
    “Ninguém, pois, vos julgue pelo comer, ou pelo beber, ou por causa de dias de festa, ou de lua nova, ou de sábados, que são sombras das coisas vindouras; mas o corpo é de Cristo”
    Para fugir à evidência de Cl.2:16-17, onde Paulo se refere ao Sábado semanal como integrante das coisas passageiras da Lei que terminaram com a morte de Cristo na cruz, os adventistas costumam argumentar que a palavra “Sábados” não se refere ao aos sábados semanais, mas aos anuais ou cerimoniais de Lv.23. O que não é verdade, pois os sábados anuais ou cerimoniais já estão incluídos na expressão “dias de festa” (ou não são dias de festa?). Esta indicação mostra positivamente que a palavra SABBATON, como é usada em Cl.2:16, não pode se referir aos sábados festivos, anuais ou cerimoniais. O Sábado é como “sombra” de bênçãos espirituais e não dogmas legalistas.

    Você invocou Dn (7: 25) Uma nota sobre Daniel 7: 25 – “E proferirá palavras contra o Altíssimo, e destruirá os santos do Altíssimo, e cuidará em mudar os tempos e a lei; e eles serão entregues na sua mão, por um tempo, e tempos, e a metade de um tempo.”

    Fazendo um paralelo com Apocalipse 13: 6 E abriu a sua boca em blasfêmias contra Deus, para blasfemar do seu nome, e do seu tabernáculo, e dos que habitam no céu.
    Apocalipse 13:5 E foi-lhe dada uma boca, para proferir grandes coisas e blasfêmias; e deu-se-lhe poder para agir por quarenta e dois meses.

    Nota: Isto se cumprirá ainda no futuro Quando se diz mudar a lei não tem nada a ver com os dez mandamentos (tese adventista), mudar a lei significa mudar a ordem ,fazendo um governo totalitario mundial do qual será do anticristo. Hoje em dia os paises vão perdendo a sua soberania para existir um governo mundial. Vai aparecer uma religião mundial oficial
    veja só como é no futuro esta profecia Daniel 7; 26 Mas o juízo será estabelecido, e eles tirarão o seu domínio, para o destruir e para o desfazer ATÉ AO FIM.
    Isto se cumprirá na grande tribulação e segunda vinda de Cristo na qual a besta e o falso profeta será derrotado ,e Cristo inaugurará o seu governo de mil anos .

    É verdade que no passado aconteceram Cruzadas, massacres e perseguições de todos os tipos , assim como houve o holocausco Judeu mas haverá uma tão grande tribulação como nunca houve nem nunca haverá, é deste periodo que Daniel fala (ou pensam que quando o antiCristo reinar de forma explicita e quando o Espiriro Santo for retirado da terra o mal não tomará proporções nunca vistas?
    Será o livro de Daniel um Livro histórico ou profetico?

    “E alguns dos sábios cairão para serem provados, e purificados, e embranquecidos, ATÉ AO FIM DO TEMPO, porque será ainda no tempo determinado. Daniel 11:35”

    Abrante até ao tempo do fim

    ( 2 Tessalonicenses 2:3-)
    “Ninguém, de maneira alguma, vos engane, porque não será assim sem que antes venha a apostasia e se manifeste o homem do pecado, o filho da perdição, o qual se opõe de se levanta contra tudo o que se chama Deus ou se adora; de sorte que se assentará, como Deus, no templo de Deus, querendo parecer Deus. Não vos lembrais de que estas coisas vos dizia quando ainda estava convosco? E, agora, vós sabeis o que o detém, para que a seu próprio tempo seja manifestado. Porque já o mistério da injustiça opera; somente há um que, agora, resiste até que do meio seja tirado; e, então, será revelado o iníquo, a quem o Senhor desfará pelo assopro da sua boca e aniquilará pelo esplendor da sua vinda;

    Isto ainda não aconteceu, mas está para acontecer, só pode acontecer quando a Igreja for tirada. As coisas estão sendo preparadas para isso acontecer.

    Sabem o que está a acontecer neste planeta terra? Eu vos dar algumas pistas, consultem no youtube os seguintes vídeos (podem fazer download com por exemplo o software: FreeRapid):

    “World Trade Center VERDADE OCULTA”
    “EUA FEMA Guerra INTERNA 1 de 3 pt br”
    “VERDADE OCULTA ESTRANHAS MENSAGENS NA MTV”
    “Chemtrails -Clouds of Death – LEGENDADO”
    “Você agora respira estranhas substâncias”
    “Mondex SmartCard Chip do Futuro”
    “VERiCHIP ANUNCIADO NO BRASIL!CHIP 666 A MARCA DA BESTA”

    E acreditem que há muito, muito, muito mais…

    Esta matéria de Daniel é muito extensa e não se resume a um versículo (Daniel 7: 25). Mas nada tem a ver com a tese adventista (rigorosamente nada) . Assim como este versiculo é distorcido para se adaptar à doutrina adventista muitos outros também são.

    Você disse: “é duro viu”: A verdade pode doer. Por exemplo: “E ele disse: Quem és, Senhor? E disse o Senhor: Eu sou Jesus, a quem tu persegues. Duro é para ti recalcitrar contra os aguilhões.” (Atos 9:5) ou, outro exemplo, “Muitos, pois, dos seus discípulos, ouvindo isso, disseram: Duro é este discurso; quem o pode ouvir?”(João 6:60)

    Mas muito mais duro é desviar da fé em Cristo, pois só há um caminho.

    Nota:
    “porque qualquer que guardar toda a lei e tropeçar em um só ponto, torna-se culpado de todos” (Tg 2: 10). Este é um versiculo claro. E deixa bem claro que todos os mandamentos são de igual modo importantes para se cumprir (a guarda do sabado à luz da biblia não é mais importante do que outro qualquer)

    Então têm que cumprir toda a lei, incluindo:

    “e dirão aos anciãos da cidade: Este nosso filho é rebelde e contumaz, não dá ouvidos à nossa voz, é um comilão e beberrão. Então, todos os homens da sua cidade o apedrejarão com pedras, até que morra; e tirarás mo mal do meio de ti, para que todo o Israel o ouça e tema.” (DT 21:20,21). Acham que esta Lei está relacionada com alguma cerimonia? Algum dia de festa?

    Diz a Sra. White que em uma visão, contemplou a arca de céu. Na arca ela viu as duas tábuas de pedra que continham os Dez Mandamentos, sendo que na visão, o quarto mandamento destacava-se dos demais circundado por uma auréola de luz.”

    Será que este “sinal” é para advertir os crentes” que “não guardavam o sábado”? – se é então o sonho também é para advertir o próprio Deus que não fala desse mandamento para cumprir no NT! (pois só pode ser “provado” com historias da carochinha)

    Mas a Palavra de Deus dá-nos uma outra ênfase bem diferente:
    “E, por se multiplicar a iniquidade, o amor de muitos se esfriará. Mateus 24:12”.

    Também por isto a prioridade é o novo mandamento que o Senhor nos disse para cumprir:

    “Um novo mandamento vos dou: Que vos ameis uns aos outros;
    como eu vos amei a vós, que também vós uns aos outros vos
    ameis”

    Mas não fica só por aqui:

    Porque TODA A LEI se cumpre numa só palavra, nesta: Amarás o
    teu próximo como a ti mesmo. Gálatas 5:14

    De forma clara aplica-se o seguinte versiculo à Sra. White:

    “E disse-me o SENHOR: Os profetas profetizam falsamente em meu nome; nunca os enviei, nem lhes dei ordem, nem lhes falei; visão falsa, e adivinhação, e vaidade, e o engano do seu coração são o que eles vos profetizam. Jeremias 14:14”

    Quando um cego cai numa cova o que acontece àqueles cegos que o seguem?

    A Palavra de Deus diz:

    “Um faz diferença entre dia e dia, mas outro julga iguais todos os dias. Cada um esteja inteiramente seguro em sua própria mente. Aquele que faz caso do dia, para o Senhor o faz e o que não faz caso do dia para o Senhor o não faz” (Romanos 14:5-6a).

    “Guardais dias (no caso o Sábado), e meses, e tempos, e anos. Temo a vosso respeito não haja eu trabalhado em vão entre vós… Separados estais de Cristo, vós os que vos justificais pela lei; da graça decaístes”. (Gl.4:10-11; 5:4).

    Os que querem impor o sábado devem pensar ainda também nas seguintes questões:

    Em primeiro lugar, a moral sabática não se refere a um dia especifico da semana. Diz que devemos trabalhar seis dias e descansar no sétimo, ou seja, um dia de descanso semanal. No calendário romano cristão o dia de descanso é o Domingo, descansando nele estamos de acordo com a moral sabática – “Seis dias trabalharás, e farás todo o teu trabalho” (Ex. 20:9). Mas, em nenhum lugar das Escrituras há qualquer indício de que guardar o Sabbath tenha sido praticado de Adão a Moisés.

    Segundo, se partirmos do princípio da criação, para construir o calendário, a história se complica. Deus criou o homem no sexto dia (Gn. 1:26, 27), o sétimo dia da criação foi, portanto, o primeiro dia da semana do homem. Não se justificaria o homem ser criado em um dia e já descansar no próximo. Assim, o sétimo dia de Deus é o primeiro do homem. Seguindo a semana, de acordo com essa lógica da semana da criação, o dia de descanso do homem seria na Sexta-feira e não o Sábado.

    Terceiro, Josué parou o sol pelo período de quase um dia, somando-se a isso o retrocesso do relógio de Acaz, temos um dia inteiro em que o tempo teria ficado parado (Js. 10; Is. 38:8), assim a semana foi alterada e o Sábado virou Domingo!

    Quarto, os dias da criação provavelmente não eram dias de 24 h, mas grandes períodos de tempo, pois como Adão teria visto as luminares, se a velocidade da luz das estrelas que vemos demorou milhares de anos para chegar até nós?

    Quinto, em qual fuso horário deve-se guardar o Sábado? Pois quando é Sábado em um país é domingo em outro, como resolver essa problemática para que todos no planeta guardem o mesmo shabath de Deus?

    Sexto, o Sábado deveria ser guardado do pôr-do-sol ao pôr-do-sol (Lv. 23:32). Então, como fazem os sabatistas do extremo norte para obedecer a esse mandamento, visto que o sol pode demorar meses para se pôr?

    Por último, o próprio Deus trabalhou no sétimo dia, veja – “Ora, havendo Deus completado no dia sétimo a obra que tinha feito” (Gn. 2.2). E segundo o evangelho de João Ele nunca parou de trabalhar (cf. Jo. 5.17).

    No sétimo dia Deus trabalhou, pois completou a obra. Mas, o que havia a completar? Algo muito importante:

    “porque nele foram criadas todas as coisas que há nos céus e na terra, visíveis e invisíveis, sejam tronos, sejam dominações, sejam principados, sejam potestades; tudo foi criado por ele e para ele. Colossenses 1:16”

    Na historia da criação como nos é relatada Deus revela do primeiro ao sexto dia as coisas visíveis mas faltam as invisíveis onde se incluem as moradas que Jesus falou:

    “Na casa de meu Pai há muitas moradas; se não fosse assim, eu vo-lo teria dito, pois vou preparar-vos lugar. João 14:2”

    Quando Jesus disse isto já havia moradas na casa do Pai (há – está no presente). Então, Deus cria o homem e não criaria lugar de habitação permanente espiritual? Jesus precisou de preparar lugar, como? Pagando o preço alto para o homem lá entrar (para se ter casa primeiro tem que se comprar) – morrendo por mim e por Você: por todo aquele que obedecer à Sua Palavra. Depois disso o véu se rasgou já não há mais barreira entre Deus e o Homem, o caminho está livre, apesar de estreito.

    Está escrito que Deus descansou. Será que Deus estava cansado?

    “Não sabes, não ouviste que o eterno Deus, o SENHOR, o Criador dos confins da terra, nem se cansa, nem se fatiga? Não há esquadrinhação do seu entendimento.
    Isaías 40:28”

    Não estava cansado, isso simplesmente significa que Deus tinha terminado a sua Obra de criação. Então não criou o mundo invisível depois, e também não há base bíblica para ter criado antes do processo da criação.

    Muito pode ser dito sobre o adventismo e suas contradições com a Bíblia – não é só a questão do sábado – São parentes próximos das “testemunhas de Jeová”, pois têm diverso ensino (errado) em comum.

    O homem não foi criado para ser como o papagaio: contam-lhe uma historia da carochinha e ele a repete. O Apostolo Paulo que ensinou a sã doutrina a Timóteo teve que lhe dizer: “Considera o que digo, porque o Senhor te dará entendimento
    em tudo. 2 Timóteo 2:7”
    Ao estudar as escrituras pense por sua cabeça ou se não compreende peça ajuda, mas faça sempre o seu estudo pessoal. Se o estudo for confuso, existir contradições, ou existir interpretação pessoal esse ensino não é são (acho que não é preciso dizer que quando existem falsas profecias também não é são, pois não?) , pois Deus não é Deus de confusão.

    O Sábado foi uma dádiva preciosa que Deus concedeu ao povo de Israel (está dito de forma clara que é a este povo Israelita quem Deus instituiu este “sinal” em Êxodo 31:17, mas de forma muito mais clara entende-se que não é para os cristãos, pois assim como a lei foi manifestada aos israelitas a graça foi a nós) , mas aquele povo não apreciou. Era uma parte integrante daquela lei do velho concerto e traz lições preciosas para nós, cristãos, no dia de hoje, sendo uma sombra do nosso descanso espiritual em Cristo.
    Abraão teve dois filhos, um da escrava e outro da livre. Na alegoria, Agar, a escrava, representa o velho concerto firmado no monte Sinai, enquanto Sara representa o novo. Na conclusão da alegoria, Deus diz: “Lançai fora a escrava e seu filho, porque de modo algum o filho da escrava herdará com o filho da livre” (v. Gl 4.21-31). Temos a responsabilidade de lançar fora o velho concerto, bem como as conseqüências que ele produz, pois de modo algum poderão os dois concertos conviver um com o outro.
    Portanto, em Colossenses vemos o lado divino desta mudança — Ele apagou a “cédula”, tirando-a do meio de nós (Cl 2.14), mas em Gálatas vemos o lado humano — nossa responsabilidade de lançar fora o velho concerto, inclusive o sábado.

    Entendo que o adventismo é uma seita pois apresenta um falso Cristo, logo a Biblia é muito clara neste aspecto: esse Cristo não pode salvar (isto é o pior que existe no Adventismo!).
    Vejamos alguns ensinamentos DOS ADVENTISTAS DO SÉTIMO DIA:

    Ensinam que a obra redentora de Jesus Cristo na cruz foi INCOMPLETA, vindo a completar-se somente no ano de 1.844 (Grande Conflito págs. 420, 421)

    Ensinam que Jesus Cristo não fez expiação na cruz pelos nossos pecados. (Em Definição da Doutrina pág. 12)

    Ensinam que Jesus após a sua ressurreição estava INSEGURO, pois ele não tinha a certeza de que seu sacrifício havia sido perfeito (Vida de Jesus Pág. 204)

    Ensinam que Deus disse a profetiza Ellen G. White o dia e a hora da vinda de Jesus. (Vida e Ensinos pág. 58)

    Ensinam que os 144.000 citados em Apocalipse 7:4 são eles. Vida e Ensinos Pág. 58 e 59. Vale a pena lembrar, que os Adventistas em todo o mundo já são bem mais que 144.000. Vai se perder muita Gente no meio Adventista

    Aqui até acho piada – as Testemunhas de Jeová dizem o mesmo – quem sabe se fizerem um acordo religioso possam ser metade de cada (falsa) religião.

    Ensinam que todos os cristãos serão julgados e que Jesus está fazendo uma INVESTIGAÇÃO, a Que eles chamam de juízo investigativo sobre os Cristãos. Grande Conflito. Pág. 421)

    Ensinam que Deus OCULTOU um erro no computo dos períodos proféticos. Grande Conflito. Pág.373. Na realidade esta desculpa esfarrapada é só para justificar a falsa marcação da data da volta de Jesus em 22-10-1.844, e a remarcação para o próximo ano em 1.845, pelos fundadores desta organização. Fundadores da Mensagem. Pág. 125.

    tentam afirmar que o véu que se rasgou de alto- abaixo é o primeiro véu, ou seja o véu de entrada do tabernáculo. Isto chama-se uma grande heresia. Infelizmente eles não podem confessar que o véu que se rasgou é o segundo véu, o que separava o Santo do Santíssimo, pois confessar esta verdade, significa para eles lançar por terra toda a doutrina no tocante ao JUIZO INVESTIGATIVO.

    Ensinam que a verdadeira Igreja tem que possuir o espírito de profecia que segundo eles são os livros escritos pela Sra. Ellen G. White. Uma das fundadoras da IASD – Segue-me págs. 15-17.

    Etc, etc, etc

    “Porque, se alguém for pregar-vos outro Jesus que nós não temos pregado, ou se recebeis outro espírito que não recebestes, ou outro evangelho que não abraçastes, com razão o sofrereis.” 2 Coríntios 11:4

    Graça e Paz.

  37. Ricardo said

    Da próxima vez que escrever um artigo, OUÇA o que a BÍBLIA FALA e compare-a com SEU PONTO DE VISTA sobre esse assunto. Lembre-se: a Bíblia é a nossa única regra de fé e prática. Todo esse assunto deveria estar contextualizado de Gênese a Apocalipse. Toda Escritura é inspirada por Deus. 2 Timóteo 3:16.

    A Lei e os profetas passaram? Segundo a resposta precipitada do povo evangélico, sim. Os evangélicos tem alguma base para afirmar isso? Está não é uma resposta fajuta. Deve estar baseada em Luca 16:16

    “A lei e os profetas duraram até João.”

    Se essa interpretação RADICAL de Lucas 16:16 for aceita, então não haveria mais profetas depois de João, correto?

    Entretanto, precisamos analisar esses versos também:

    Atos 2:17 e 18 – “E nos últimos dias acontecerá diz o Senhor, que do Meu Espírito derramarei sobre toda a carne; e os vossos filhos e vossas filhas profetizarão… e também sobre os Meus servos… e profetizarão.”

    Atos 19:6 – “E impondo-lhes as mãos… profetizaram.”

    Atos 21:9 e 10 – “E tinha este quatro filhas donzelas, que profetizavam. E demorando-nos ali… chegou da Judéia um profeta por nome Agabo.”
    Veja também este outro:

    I Coríntios 14:29 e 32 – “E falem dois ou três profetas… E os espíritos dos profetas estão sujeitos aos profetas.”

    Porém, o ERRO MAIS GROSSEIRO é a conclusão que chegaríamos dessa INTERPRETAÇÃO ABSURDA: Se Lucas 16:16 for LEVADO AO PÉ DA LETRA, o próprio Jesus Cristo(que também ERA UM PROFETA) não poderia existir.

    Contudo, Segundo lemos acima havia profetas DEPOIS de João? SIM! Está COMPROVADO BIBLICAMENTE, verso a verso.

    Como se sabe, o Velho Testamento apontava para vinda do Messias que traria salvação.

    Lucas 2:29 Agora, Senhor, despedes em paz o teu servo, Segundo a tua palavra;
    Lucas 2:30 “Pois já os meus olhos viram a tua salvação”

    Quando Cristo veio foi confirmado o que dizia as Escrituras e o que todos os profetas anunciavam se cumpriu. O último deles a anunciar foi João Batista. Foi por isso que disse:

    “Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo” (João 1:29)

    Depois que Jesus veio nenhum profeta mais anunciaria Sua PRIMEIRA VINDA à terra, pois já O Messias já estava entre eles:

    João 3:30 “É necessário que ele cresça e que eu diminua.”

    “Até João Batista, a lei e os profetas (escritos do Antigo Testamento) indicavam, através da palavra escrita, dos símbolos e do sistema sacrifical (sombras de Jesus), o tempo em que o reino de Deus seria anunciado, e, de fato, com a pregação do reino, novo tempo raiava. O próprio João Batista afirmava: “… arrependei-vos porque é chegado o Reino dos Céus…” (Mateus 3:2).”

    Bem, e a lei depois de João? Ela existe também! Encontramos no Novo Testamento A PROVA que DEVEMOS GUARDAR A LEI

    “… “Mestre, que farei eu de bom, para alcançar a vida eterna?” (Mateus 19:16). Resposta de Jesus: “Se queres entrar na vida, guarda os mandamentos” (Mateus 19:17).

    Estas palavras de Mateus 19:16 são palavras do Mestre Jesus Cristo dizendo que devemos guardar os mandamentos. Jesus disse para o jovem:

    “Não matarás; não cometerás adultério; não furtarás; não dirás falso testemunho; honra teu pai e tua mãe” (Mateus 19:18 e 19).

    Muitos agora devem estar dizendo: “Está vendo, Jesus cancelou o sábado, pois ele não mandou o jovem guardá-lo nesta passagem.” Será mesmo?

    VEJA a próxima resposta:
    Se por Jesus ter omitido – “Lembra-te do Sábado para o santificar”, Jesus o cancelou. Então o Mestre FEZ PIOR. Ao omitir a proibição daquilo que é repulsivo para Ele próprio e para Seu Pai, que é a idolatria, admitindo a negação do próprio Deus, pois Jesus também NÃO RECITOU para o moço – “Não terás outros deuses diante de Mim; não farás para ti imagens de esculturas.”, ou seja, o primeiro e o segundo mandamento

    Agora pergunto: Por essas “omissões” tais cristãos DEIXARAM de adorar a Deus? Teriam ídolos? LÓGICO QUE NÃO! Então porque aceitar uma declaração e negar a outra? É coisa seria entrar na vida eterna e a condição foi estipulada e estabelecida por Cristo: OBEDIÊNCIA AOS DEZ MANDAMENTOS

    Outra coisa: Se a Lei foi abolida ou vigorou até João Batista apenas, porque ordenaria Cristo a obediência a esta Lei “abolida”?

    E tem mais: como poderia estabelecer a guarda dela como norma para entrar na vida eterna, já que Ele “veio para mudar ou abolir, segundo dizem”? Agora, porque Jesus citou apenas parte dos Dez Mandamentos?

    Jesus estava diante de um israelita guardador do Sábado, como os demais judeus. Para eles este mandamento era o de maior valor, porque eram desamorosos e avarentos. Eram de fato extremosos na guarda do Sábado, porém falhavam abertamente noutros pontos; por isso Jesus focalizou apenas o que negligenciavam. Quanto ao Sábado, estavam certos, é o dia de guarda, não precisaria relembrar-lhes.

    Agora, para compreender Lucas 16:16: “A Lei e os profetas duraram até João”, precisamos ler também Mateus 11:13 que diz:

    “Porque todos os profetas e a lei profetizaram até João.”

    Entenderam agora o que Jesus queria ensinar?
    As letras em itálico da palavra DURARAM em Lucas 16:16 na Versão Almeida e Corrigida, é para chamar a atenção que o tradutor não encontrou no original grego esta palavra, apenas a empregou por considerar a melhor para complementar o sentido do verso. Todas as palavras grifadas, encontradas na Bíblia, não constam do original.

    A LEI EXISTIA ANTES DO SINAI? OS PATRIARCAS NÃO GUARDARAM A LEI? A LEI FOI SÓ PARA OS JUDEUS? A LEI ANTES DO SINAI É APENAS COISA DE ADVENTISTAS?

    Vamos aos questionamentos:

    A LEI SEMPRE EXISTIU ANTES DO SINAI

    A Lei era passada ORALMENTE de pai para filho antes do Sinai.

    “E será como sinal na tua mão e por memorial entre teus olhos; para que a lei do SENHOR esteja na tua boca…” Ex. 13:9

    OS PATRIARCAS TAMBÉM GUARDARAM A LEI ANTES DO SINAI

    Em Gênesis 26:5, lemos:

    “Porque Abraão obedeceu à Minha Palavra, e guardou os Meus Mandamentos, os Meus preceitos, os Meus estatutos, e as Minhas Leis.”

    Estas palavras forma escritas antes da entrega dos Dez Mandamentos no Monte Sinai. Os Dez Mandamentos eram recitados oralmente neste período.

    Também era conhecida e praticada na casa do patriarca Jacó, no Egito. O seu filho José, quando assediado pela mulher de Potifar diz: “…Ninguém há maior do que eu nesta casa, e nenhuma coisa me vedou, senão a ti, portanto tu és sua mulher; como pois farei eu este tamanho mal, e pecaria contra Deus?…” ( Gênesis 39:6 a 10).

    Claramente CONCLUÍMOS que o adultério é a quebra do sétimo mandamento da Lei de Deus (os Dez Mandamentos)

    Como se vê, os Patriarcas TAMBÉM GUARDAVAM OS DEZ MANDAMENTOS, inclusive o sábado. Por favor, TENHAM CUIDADO com a anencefalia-teológica-católica-evangélica.

    A LEI NÃO FOI SÓ PARA OS JUDEUS

    Muitos citam os versos a abaixo para embasar SEU PONTO DE VISTA dizendo que a Lei foi dada apenas para os judeus no Monte Sinai. Afirmam que os patriarcas não guardaram porque a Lei não existia antes do Sinai.

    Vamos analisá-los na Versão Almeida Corrigida e Fiel (ACF)

    Êxodo 31:16 Pelo que os filhos de Israel guardarão o sábado, celebrando-o por aliança perpétua nas suas gerações.
    Êxodo 31:17 Entre mim e os filhos de Israel é sinal para sempre; porque, em seis dias, fez o SENHOR os céus e a terra, e, ao sétimo dia, descansou, e tomou alento.

    Segundo os versos acima, MUITOS dizem que A LEI foi dada apenas para os israelitas. Será mesmo? Precisamos considerar mais esse assunto:

    Deuteronômio 5:2 O SENHOR nosso Deus fez conosco aliança em Horebe[o Monte Sinai].
    Deuteronômio 5:3 Não com nossos pais fez o SENHOR esta aliança, mas conosco, todos os que hoje aqui estamos vivos.

    As passagens acima apenas PROVAM que muitos ESTÃO EQUIVOCADOS. Deuteronômio 5:2-3 fala apenas que Abraão, entre outros profetas e os patriarcas, antes de Moisés e o povo hebreu contemporâneo, NÃO ESTAVAM VIVOS(Dt. 5: 3) para ver aquele dia.

    Dia em que Deus, com SEU PRÓPRIO DEDO, escreveria os Dez Mandamentos(Êxodo 31:18). Este texto MUITOS não citam quando pedem que leiamos Êxodo 31:16-17. E o versículo 18, não conta?

    Leiamos também Heb. 11:13

    “Todos estes morreram na fé, sem terem recebido as promessas, mas, vendo-as de longe, e crendo nelas, e abraçando-as, confessaram que eram”

    Deut. 5:2-3 diz exatamente:”O SENHOR, nosso Deus, fez conosco concerto, em Horebe[Monte Sinai]. Não foi com nossos pais que fez o SENHOR este concerto, senão conosco, todos os que hoje aqui estamos vivos. VIVOS! Está é a PALAVRA-CHAVE. Os patriarcas não estavam vivos para ver a lei que representava o caráter do Messias.

    Você percebe o que MUITOS estão INTERPRETANDO? Afirmam que a lei foi dada apenas para nossos antepassados e que não vale para nós hoje,certo? Bom, este é PONTO DE VISTA que MUITOS tem sobe Êxodo 20:1. Nem Paulo chegou a TAL EXTREMO! Paulo que era judeu da tribo de Benjamim(Filho de patriarca Jacó) disse:

    “Pergunto, pois: terá Deus, porventura, rejeitado o seu povo? De modo nenhum! Porque eu também sou israelita da descendência de Abraão, da tribo de Benjamim.” Romanos 11:1

    Em Romanos 2:29 ele diz:
    “Porém judeu é aquele que o é interiormente.”

    Em outras palavras, Ele está dizendo que o Israel espiritual SOMOS NÓS, os contemporâneos. Lembre-se: “a salvação[Jesus Cristo, da tribo de Judá] vem dos Judeus.”João 4:22.

    Em NENHUM LUGAR os profetas, os patriarcas, Jesus Cristo, Paulo…ou qualquer TEÓLOGO SÉRIO, diz que a lei foi dada para nosso antepassados apenas.

    Outra coisa, João 4:22 ” A salvação vem dos Judeus” foi RETIRADO das Bíblias na Áustria pelo nazismo durante a Segunda Guerra Mundial, vocês sabiam? Como aconteceu no cativeiro Egípcio, os judeus foram obrigados a trabalhar também no sábado durante a repressão de Hitler no Gueto e nos campos de extermínio. Quando Deus mandou LEMBRAR DO SÁBADO, ele sabia o que esta dizendo.

    Será que guardar o domingo, outro dia ou dia nenhum, ao invés do sábado da Lei de Deus não seria um caminho para o RETORNO do ANTI-SEMITISMO? Por que será que há TANTA OBSTINAÇÃO contra as EVIDÊNCIAS apresentadas pela Palavra Deus? Pensem nisso, meus queridos Pensem nisso!

    A LEI ANTES DO SINAI NÃO É “COISA” SÓ DE ADVENTISTA

    Veja o diz os Calvinistas(presbiterianos):

    “A culpa está relacionada à penalidade da desobediência. Quem é culpado está numa relação penal com a LEI. A culpa do pecado de Adão, cometido por ele como representante da raça humana, é imputada a todos os seus descendentes. A Bíblia ensina que a morte, como castigo pelo pecado, passou de Adão a todos os seus descendentes (Rm 5.12-19; 1 Co 15.22).”

    Fonte: http://www.teuministerio.com.br/BRSPIGBSDCMCMC/vsItemDisplay.dsp&objectID=2957B8BF-26E1-4FD7-8928E6091E3C87F1&method=display

    Ainda Sobre a Lei antes do Sinai ser apenas coisa de Adventista, leia o que diz, Billy Graham, um dos MAIORES pregadores desse século afirmou

    “Quando o homem, no jardim do Éden, resolveu desobedecer a LEI DE DEUS, e interrompeu a linha de comunicação entre ele e o Senhor, a comunhão entre eles deixou de existir.” Isto está escrito no livro Como Nascer De novo – no capítulo Uma Dupla Busca pág 25.

    Observação: Billy Graham é batista.

    Veja este outro comentário sobre a Lei antes do Sinai de Billy Graham:

    “Quando Satanás, bem como Adão e Eva contestaram a LEI DE DEUS, eles não a destruíram, mas trouxeram destruição sobre si mesmos. – Como Nascer de Novo – O Pecado é Rebelião, págs. 62-63.

    Em outros termos, Graham afirma que a Lei existia antes do Sinai

    Billy Graham também INCLUI O SÁBADO, apesar de não tecer nenhum comentário, por motivos óbvios. Está no capítulo Estudando a Chapa na página 68 do mesmo livro. Ele cita na integra Êxodo 20 PALAVRA POR PALAVRA do Decálogo.

    Bom, temos que CONCORDAR com uma coisa: não só os adventista crêem que a Lei foi escrita antes do Sinai. Mas também BATISTAS, BRESBITERIANOS, esclarecidos é claro, ENTRE OUTROS.

    P.S.: parte de meus argumentos foi retirado do livro Assim Diz o Senhor, de Lourezo Gonzales e do site Jesusvoltará.com.br

  38. Carlos said

    Olá meu irmão!

    Ou você foi um adventista do sétimo dia, ou detesta mesmo nossos irmãos. É triste saber que pessoa como você que se mostra tão “pesquisador” da literatura adventista se voltar tanto contra esta.
    Acho que você deveria se demorar em pregar a mensagem de Jesus Cristo e não ficar querendo encher seu site de “bobeiras” contra os adventistas. Infelizmente entrei por acaso em seu site e o pouco que pude perceber lendo algumas notícias, vejo que você precisa se encontrar. Precisa se entregar a Deus de coração e estudar verdadeiramente as mensagens bíblicas.
    Como adventista e obreiro de Deus tenho certeza que não nos achamos melhor do que nenhuma outra denominação. Muito pelo contrário, tratamos nossos irmãos da melhor maneira que uma pessoa precisa ser tratada.
    Oro para que você se encontre verdadeiramente com Cristo. Ele está voltando e você precisa colocar em seu site mensagens que mostrem o Seu breve retorno.
    Que Ele te abençoe! Orarei por você e familiares. Por favor, ore por mim! Abraços irmão!

  39. manoel said

    Caro amigo, você escreveu muita coisa e sinto que repete tudo o que todos repetem, os mesmos que interpretam por si só a Bíblia, amigo, você questionou o fato do sábado não ser um problema na época de Jesus, acho que o amigo não entendeu, o sábado não era questão de dúvida se deveriam guardar ou nào, mas o MODO, A MANEIRA como guardavam era o problema, assim como hoje alguns dizem que o sábado é um fardo, um sacrifício, algo que não é mais necessário…
    Os fariseus questionavam Jesus por fazer o bem aos sábados e Jesus nunca se cansou de o fazer.

    Agora quanto algumas passagens:
    1. Você disse que o FIM DA LEI É CRISTO, se o irmão conhece a hermenêutica bíblia, NUNCA PODERIA citar essa passagem que usa a palavra fim assim como em I Pedro 1:9, que diz que o FIM DA FÉ, e nesses 2 casos a palavra grega usada é o mesmo que O OBJETIVO, A FINALIDADE TANTO DA LEI QUANTO DA FÉ É CRISTO, portanto em nenhuma das 2 passagens indica-se o fim da lei nem o fim da fé;

    2. Você disse que os judaizantes achavam que a lei podia salvar, na verdade os fariseus achavam isso, mas nós NUNCA DISSEMOS QUE A LEI PODE NOS SALVAR, pois só quem salva é Cristo, Ele é o único que nos pode salvar, e é por estarmos salvos por Cristo é que fazemos a Sua vontade, e qual é a vontade de Deus? Seguir o exemplo de Jesus, andar como Ele andou, e acima de tudo adorar a Deus no dia que Ele escolheu nãqo nós escolhemos, essa é a diferença, acho muito simples;

    3. O irmão está um pouco confuso e citou muitas passagens um pouco disconexas com a questao do sábado, mas o fato é que quanto ao sábado existe mandamento, ele está lá nos 10, no meio dos 9 outros que toda a sociedade aceita e que considera socialmente correta, o único problema é o quarto mandamento, aquele que o próprio deus escreveu com o Seu dedo, 2 vezes.

    Amigo, o sábado não é um dia apenas, é um memorial da criação foi Deus que descansou e abençoou este dia, não qeustione Deus, ou o irmão acha que Deus muda de opinião: – Bem eu coloquei o sábado na criaçÃo, mas agora eu quero mudar pro Domingo, NÃO EXISTE MENÇÃO alguma ao domingo ou a qualquer outro dia de adoração a Deus, e mesmo assim Ele quer que nós o adoremos, Deus tem filhos em todas as Igrejas, mas a questão do sábado será o sonal, o dia que muitos vão blasfemar e ignorar, o dia alguns manterão e muitos negarão, não por causa de Cristo, por Ele mesmo afirmou que NÃO VEIO ABOLIR NEM A LEI NEM OS PROFETAS, MAS TRAZER O SEU VERDADEIRO SIGNIFICADO, mas muitos tapam os ouvidos para ouvirem a verdade, Paulo nunca veio abolir a lei, nem Jesus e nem ninguém, não foi Paulo que disse que a lei não seria anulada pela fé, mas estabelecida? está em Rom 3:31, ignoram essa e muitas outras passagen e se prendem a outras que não falam sobre guardar o domingo e não falam que a lei seria anulada;

    Em último lugar, se a lei foi anulada o irmão acha que Deus permite matar, roubar, adultar agora? Acho que o irmão e todos vão dizer que NÃO, mas … quanto a um mandamentozinho, aquele insignificante, o sábado sim, porque Deus não disse que a LEI SE RESUME EM 2 MANDAMENTOS? O irmão citou que Jesus deu um novo mandamento, mas esse novo não era novo, pois em Romanos 13:9, Paulo não diz que os 6 mandamentos se RESUMEM, EM UM não se resume algo abolido não é? e também não deixa de exsitir o não adulterarás, não matar… e quanto aos outros 4? Os que falam do teu relacionamento com Deus, isso poderia ser anulado então?
    Será então que Jesus nos confundiu ou se confundiu pois se só existe um mandamento e quanto a Marcos 12:28-31?
    Nesse caso Jesus cita 2 mandamentos? Ele praticamente resume todos os 10, que tratam do teu relacionamento com Ele e com o nosso próximo, irmão não se engane com filosofias qeu são de homens, foi deus quem instituiu e Ele não muda e a Bíblia não se contradiz, ela se completa, leia Hebreus 4:8 e 11 elá vo^cê verá algo que alguns não citam, uma ordenança para se guardar o dia de sábado para que não caiamos na mesma desobediencia do passado, e isso já basta.

    Mas se mesmo assim acharem que nào, então, é porque fecham seus ouvidos para ouvir a verdade, lembre-se que não basta só ler a palavra mas sim praticar!

    Deus o abencóe!

  40. Francisco Sanches said

    Caro Ricardo e Companhia;

    Graça e paz

    NA SUA CARTA VOCÊ DISSE “PENSEM NISSO, MEUS QUERIDOS PENSEM NISSO!”. Pois bem, aceitei o convite e pensei mesmo no que você escreveu. ( será que se dá ao trabalho de ler esta carta? – Deus sabe…)

    Você fala em “SEU PONTO DE VISTA”. As “opiniões” que são provadas com a Bíblia não são consideradas pessoais, mas sim a interpretação correcta da vontade de Deus – a isto chama-se de ter a Bíblia como única regra de fé, pelo contrario, as opiniões que só podem ser “provadas” com a boca são pessoais não devendo ser consideradas para interpretar a vontade de Deus, de igual modo as que só podem ser provadas fazendo batota também não são validas para pessoas comprometidas com a Palavra de Deus.

    Você disse que “toda a Bíblia é inspirada” é verdade! (embora existam diferentes tipos de inspiração). Mas, esqueceu-se de dizer que há diferença do novo para o velho testamento: existe uma velha aliança e uma nova aliança, da sombra se passou para a luz. Também existe diferença entre a aliança de Deus com Israel e entre a aliança de Deus com a Igreja, e diferença no seu modo de tratamento.

    Nota: Para entender o tempo o modo e o porquê, teria que voltar um pouco atrás e aprender sobre os vários tipos de inspiração da Bíblia. Na interpretação de qualquer texto: pode-se pegar um texto que foi inspirado e pegar outro texto que foi inspirado com outro tipo de inspiração, então se misturar dá problema: dando problema na inspiração dá problema na interpretação. É claro que, de igual modo, retirando qualquer contexto de qualquer texto também se está a distorcer a interpretação.

    Pegando em versículos isolados pode-se “provar” qualquer coisa.

    Você disse: “Como se vê, os Patriarcas TAMBÉM GUARDAVAM OS DEZ MANDAMENTOS, inclusive o sábado. Por favor, TENHAM CUIDADO com a anencefalia-teológica-católica-evangélica.”

    VOCÊ “PROVOU” NÃO SÓ QUE OS PATRIARCAS GUARDAVAM OS DEZ MANDAMENTOS, MAS TAMBÉM “PROVOU” QUE A “A LEI NÃO FOI SÓ PARA OS JUDEUS”

    Note o que diz este versículo de forma muito clara:

    Salmo 147: 19,20- “Mostra a sua palavra a Jacó, os seus ESTATUTOS E OS SEUS JUÍZOS, a Israel. NÃO FEZ ASSIM A NENHUMA OUTRA NAÇÃO; E, QUANTO AOS SEUS JUÍZOS, NENHUMA OS CONHECE. Louvai ao SENHOR!” (Há tradução que diz “seus estatutos e suas ordenanças”)
    Juízos = mandamentos a serem executados.
    Note o texto:
    “Lembrai-vos da LEI DE MOISÉS, meu servo, a qual lhe mandei em Horebe para todo o Israel, A QUAL SÃO OS ESTATUTOS E JUÍZOS, Malaquias 4:4”

    O texto é claro que não deu para mais nenhuma outra nação, ainda que os gentios possam usar isto por querer obedecer a Deus.

    Bem, será bom analisar as suas “provas” – analisar não é “disparar” versículos isolados e dar interpretação que só os adventistas entendem!
    VOCÊ ESCREVEU: “E SERÁ COMO SINAL NA TUA MÃO E POR MEMORIAL ENTRE TEUS OLHOS; PARA QUE A LEI DO SENHOR ESTEJA NA TUA BOCA…EX. 13:9” e nem deixou concluir o versiculo, e também não escreveu o verso seguinte que clareia o contexto.
    SINAL NA MÃO – identifica as obras feitas, ou seja, através das obras feitas a lei deveria ser evidenciada na prática, no caso até o cerimonialismo. Não é uma Lei como se fosse uma tatuagem ou como se fosse uma gravura na mão.
    Por memorial entre os teus olhos – isto significa a visão do entendimento para obedecer a Deus como foi dito: “Amarás, pois, o SENHOR, teu Deus, de todo o teu coração, e
    de toda a tua alma, e de todo o teu poder. Deuteronômio 6:5”

    ENTRE OS TEUS OLHOS (não diz nos olhos) – o que está no meio dos olhos? é o cérebro onde está a questão do raciocínio.
    PARA QUE A LEI DO SENHOR ESTEJA NA TUA BOCA – Tudo o que está no raciocínio e mente sai pela boca – o quê? O memorial – seria tudo o que Deus já havia ordenado e muito especialmente o que está no contexto:
    ÊXODO 12, 13 FAZ MENÇÃO À PÁSCOA E SEUS RITUAIS, UM MANDAMENTO QUE DEUS CRIARA, QUE TINHA QUE ESTAR POR MEMORIAL:
    EX 13: 10 “PORTANTO, TU GUARDARÁS ESTE ESTATUTO A SEU TEMPO, DE ANO EM ANO.”
    Também disse que “A Lei era passada ORALMENTE de pai para filho antes do Sinai.” E a palavra “oralmente” colocou em letras grandes para notar a importancia que a sua religião dá a este argumento: este é um argumento do silêncio – eu posso dizer muita coisa que eu acho que os antesssapados diziam “provando” que diziam oralmente!! (isto não é ter a Biblia como a única regra de fé – mas, para o vosso caso também conta como regra de fé – o que vos é ensinado a achar).
    No Cap 8 de Hebreus o escritor pergunta assim falando e onde cita o texto do primeiro concerto:

    Hebreus 8: 8-10 “Porque, repreendendo-os, lhes diz: Eis que virão dias, diz o Senhor, em que com a casa de Israel e com a casa de Judá ESTABELECEREI UM NOVO CONCERTO,
    NÃO SEGUNDO O CONCERTO QUE FIZ COM SEUS PAIS, no dia em que os tomei pela mão, para os tirar da terra do Egito; como não permaneceram naquele meu concerto, eu para eles não atentei, diz o Senhor. Porque este é o concerto que, depois daqueles dias, farei com a casa de Israel, diz o Senhor: porei as minhas leis no seu entendimento e em seu coração as escreverei; e eu lhes serei por Deus, e eles me serão por povo.”

    Deus iria colocar no coração e na mente – confirma esse texto – era para ficar como memorial– Nota: não diz no texto que a lei que o Senhor irá gravar são os dez mandamentos! Mas sim que a vontade de Deus será colocada no coração do homem, como? Cumprindo o novo mandamento:

    Um novo mandamento vos dou: Que vos ameis uns aos outros; como eu vos amei a vós, que também vós uns aos outros vos ameis. João 13:34

    Porque toda a lei se cumpre numa só palavra, nesta: Amarás o teu próximo como a ti mesmo. Gálatas 5:14

    Quem ama como o Senhor amou obedece a toda a lei! – não à moda do VT mas aprofundando para se chegar à chamada LEI DE CRISTO OU LEI DO ESPÍRITO DE VIDA.

    É claro que o Espírito Santo tem um papel fundamental na escrita das leis ou vontade no entendimento e na mente (e no VT o espírito Santo não podia fazer isto por não ser derramado no homem), note:

    “Mas aquele Consolador, o Espírito Santo, que o Pai enviará em meu nome, vos ensinará todas as coisas e vos fará lembrar de tudo quanto vos tenho dito, João 14:26”

    Colocar no coração é uma referência à palavra da Vida pois está escrito:

    “Portanto, agora, nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus, que não andam segundo a carne, mas segundo o espírito, porque a lei do Espírito de vida, em Cristo Jesus, me livrou da lei do pecado e da morte. Romanos 8:1-2”

    É preciso andar no espírito para que esta vontade seja escrita no coração!!!

    Então a Lei do ESPIRITO DE VIDA consiste em colocar a vontade de Deus no coração do crente dando a ele vida.

    Neste caso, a Páscoa ficou no memorial, até que viesse o Cordeiro Real que é Cristo. Quando veio o Cordeiro perdeu o valor.
    VOCÊ TAMBÉM INVOCOU “EM GÊNESIS 26:5, LEMOS: “PORQUE ABRAÃO OBEDECEU À MINHA PALAVRA, E GUARDOU OS MEUS MANDAMENTOS, OS MEUS PRECEITOS, OS MEUS ESTATUTOS, E AS MINHAS LEIS.”
    Os mandamentos que estão relacionados com Abraão de que diz o texto de que ele obedeceu conforme Deus deu o testemunho de Abraão, estão registados claramente nas Sagradas escrituras:
    “Sai da tua terra”
    “vai para a terra que te mostrarei”
    “anda na minha presença e sê perfeito”
    “sê tu uma bênção”
    O mandamento de “ sacrificar” Isaque.
    Circuncisão

    Tudo isto era simbólico e isso no futuro iria constar na Lei, assim como a lei era sombra da Lei de Cristo. Não quer dizer que a Lei tenha sido escrita ai, porque Deus não escreveria duas vezes, e se Deus escreveu em Deuteronomio os dez mandamentos é porque Moisés quebrou a tábua de pedra da primeira vez que Deus tinha dado, isso prova que Deus só escreveu uma vez.
    Você falou das leis terem sido escritas pelo dedo de Deus.
    Deus escreveu os 10 mandamentos com o seu dedo. Tendo sido dado pelo dedo de Deus ou pelos pés é de igual modo importante. Todo o mandamento de Deus é importante. Neste caso, o dedo está na mão e a mão representa tudo o que se faz com respeito às OBRAS, logo aponta para as obras. Nota: não diz “dedos” mas sim “dedo”, ora, esse dedo foi o indicador pelo facto da mão estar a apontar para as obras, logo apontar é com o indicador.
    Várias Leis cerimoniais Deus só citou uma vez para Moisés e mandou ele escrever.

    VOCÊ SE REFERIU À QUESTÃO DO ADULTÉRIO – JOSÉ E A MULHER DE POTIFAR

    Não significa que estivesse em um mandamento como estava na lei de Moisés (certamente apontava para esse mandamento como estava na lei de Moisés – lembre-se que a relevação é progressiva – a sombra aos poucos dá lugar à luz) , por outro lado era mandamento no principio, o próprio Jesus disse que “desde o principio foi assim”, que principio? Que o homem deveria ter só uma mulher, isso foi repassado para os pais mesmo que não houvesse um mandamento como lei, mas um mandamento de Deus desde o principio. Isto já vem desde o principio desde que Deus criou o homem e a mulher.
    Por exemplo, Deus deu um mandamento a Adão: “não comer do fruto da àrvore do conhecimento do bem e do mal”, mas não era contido na lei de Moisés.

    VOCÊ ENUNCIOU:
    ÊXODO 31:16 PELO QUE OS FILHOS DE ISRAEL GUARDARÃO O SÁBADO, CELEBRANDO-O POR ALIANÇA PERPÉTUA NAS SUAS GERAÇÕES.
    ÊXODO 31:17 ENTRE MIM E OS FILHOS DE ISRAEL É SINAL PARA SEMPRE; PORQUE, EM SEIS DIAS, FEZ O SENHOR OS CÉUS E A TERRA, E, AO SÉTIMO DIA, DESCANSOU, E TOMOU ALENTO.

    A questão da lei ser perpetua ou aliança perpetua nas gerações – não significa que ela seria eterna porque o verdadeiro descanso prometido é o Shabat (sábado) – era um descanso celestial. Quando Deus falava do descanso – do Shabat – Ele falava de forma literal para que o Homem descansasse, mas Ele apontava para o descanso espiritual – é neste sentido que o descanso (Shabat) é eterno, e não no sentido da Lei na terra, e a prova evidente disso é que em Hebreus 4 o escritor diz:
    “se Josué lhes tivesse dado repouso (ou descanso) não teria falado posteriormente (depois) de um outro dia para eles descansarem, logo AINDA RESTA UM DESCANSO PARA O POVO DE DEUS.”
    O que este versículo significa?
    Quando Deus chamou a Josué para suceder a Moisés, Josué teria que levar o povo até à terra de Canaã. Quando Deus fazia a promessa da terra de Canaã era uma promessa da terra literal ou física mas havia nesta promessa uma simbologia pois apontava para a Canaã celestial.
    O que aqui está a dizer que o descanso prometido aqui não é o descanso da Terra de Canaã mas o Celestial, pois se Deus tivesse dado o descanso (neste caso através de Josué) que Deus queria então não teria falado posteriormente de outro descanso; para quê falar do descanso se já tinha sido dado? Este descanso é para descansar das suas obras assim como Jesus quando morreu também descansou das suas, aonde? no céu.

    Este descanso que o escritor aos hebreus se refere também se refere Deus, para o povo de Israel, QUE JÁ GUARDAVAM O DESCANSO (Shabat) terreno- no Salmo 95: 10, 11:
    “Quarenta anos estive desgostado com esta geração e disse: é um povo que erra de coração e não tem conhecimento dos meus caminhos. Por isso, jurei na minha ira que não entrarão no MEU REPOUSO.” (confirme que diz a mesma coisa em Hb 4).

    Então, lemos aqui que este repouso ou descanso aponta para o celestial. Logo, o descanso na terra apontava para o descanso celestial.

    Podemos também ler em Hebreus 4: 1 “Temamos, pois, que, porventura, deixada a promessa de entrar no seu repouso, pareça que algum de vós fique para trás.”

    O significado de “ …deixada a promessa…” = deixado não quer dizer abandonar mas: “temamos pois que a partir do momento que Deus nos deu a promessa de entrar no seu repouso algum de nós não entre”, ou seja, seja obediente (obediência vale mais do que sacrifício!) para não perder a promessa. Note que, este era o repouso ou descanso divino pois o sábado ou descanso terrestre já eles cumpriam.

    Esta guarda do sábado não é eterna porque nenhum homem ou judeu conseguirá guardar eternamente como entendem os adventistas o Shabat na terra, pois a terra será renovada, haverá uma nova terra e lá não haverá noite, será só dia, então como vai ser guardado o sábado se o sábado a guardar na terra antes que o sol comece a escurecer? Se não vai haver noite? Então esse sábado deixara de existir, logo não pode ser eterno. O eterno será com o celestial. O sábado na terra é uma sombra que aponta para o descanso eterno.
    Convém salientar o seguinte: guardar o sábado como a bíblia manda não interfere em guardar o sábado em qualquer outro dia isto porque a palavra sábado no hebraico que significa Shabat não quer dizer sétimo dia, mas apenas descanso então esse descanso devia cair no sétimo dia depois de seis dias de trabalho. Ou seja, se começar a trabalhar hoje, conta-se seis dias e ao sétimo descansa, logo qualquer dia da semana pode ser sábado porque shabat quer dizer descanso e não sétimo.

    Ou seja, para os adventistas respeitarem a sua particular interpretação das escrituras quando arranjam um trabalho não devem começar a trabalhar num dia qualquer mas têm que começar a trabalhar no domingo para que possam descansar no sábado!

    NOTA DE ATENÇÃO: não é pecado nenhum crente guardar a lei seja judeu ou gentio, pois diz que a lei é boa: “E, se faço o que não quero, consinto com a lei, que é boa.
    Romanos 7:16” Agora todo e qualquer homem que já aceitou a Jesus como o seu Salvador e que acredita na redenção de Cristo, se tentar guardar a lei de Deus na intenção de ser salvo está anulando a redenção de Cristo então Paulo diz: “Separados estais de Cristo, vós os que vos justificais pela lei; da graça tendes caído. Gálatas 5:4”
    E “ Porque O FIM DA LEI é Cristo para justiça de todo aquele que crê. Romanos 10:4”. A palavra de Deus é muito clara.

    (Quando se diz fim da lei = fim da lei de Moisés para entrar na lei de Cristo)

    Pergunto se a lei é eterna e perpetua porque diz que tem fim? E porque Jesus disse que veio cumprir? A lei não limpa pecados, apenas evita que o homem peque, mas a obra de Jesus na cruz limpa os pecados para todo o que crê. Agora vive-se o novo mandamento que Jesus mandou e nesse mandamento estão incluídos todos os mandamentos e toda a lei (a lei de modo algum foi excluída), mas muito mais importante que obedecer à lei como está no VT: todos os mandamentos são aprofundados para se que se possa cumprir o novo mandamento: “Porque toda a lei se cumpre numa só palavra, nesta: Amarás o teu próximo como a ti mesmo. Gálatas 5:14” expliquei isso na carta anterior e neste sentido concordo consigo quando diz “que a lei não foi dado aos nossos antepassados apenas”.

    Nota:
    “Uma geração vai, e outra geração vem; mas a terra para sempre permanece.
    Eclesiastes 1:4”

    O para sempre é em relação aos humanos – ou seja, à geração – podem morrer todos os homens, voltam ao pó mas a terra permanece, mas em relação ao tempo ela não é eterna, mas sim terá fim – “Eis que faço novas todas as coisas”

    “Temer-te-ão enquanto durar o sol e a lua, de geração em geração.” –Salmo 75:5

    “Mas o Dia do Senhor virá como o ladrão de noite, no qual os céus passarão com grande estrondo, e os elementos, ardendo, se desfarão, e a terra e as obras que nela há se Queimarão, 2 Pedro 3:10”

    Você invocou:
    DT 5: 1-3 “E CHAMOU MOISÉS A TODO O ISRAEL E DISSE-LHES: OUVE, Ó ISRAEL, OS ESTATUTOS E JUÍZOS QUE HOJE VOS FALO AOS OUVIDOS; E APRENDÊ-LOS-EIS E GUARDÁ-LOS-EIS, PARA OS CUMPRIR.
    O SENHOR, NOSSO DEUS, FEZ CONNOSCO CONCERTO, EM HOREBE. NÃO FOI COM NOSSOS PAIS QUE FEZ O SENHOR ESTE CONCERTO, SENÃO CONNOSCO, TODOS OS QUE HOJE AQUI ESTAMOS VIVOS.”

    Este “hoje” foi para o povo daquela época e permaneceu sendo “hoje” até que Cristo foi crucificado “NÃO FOI COM NOSSOS PAIS que fez o SENHOR este concerto, SENÃO CONOSCO”, Note a palavra “connosco”, e “ouve ó Israel” = povo israelita.

    Nota = “NÃO FOI COM NOSSOS PAIS que fez o SENHOR este concerto” isto prova que os dez mandamentos não existiam como lei em, por exemplo, na época dos Patriarcas, pois mesmo que existisse a lei transmitida oralmente – esta teria o mesmo valor que lei escrita. Deus nos esclarece que esse concerto dos dez mandamentos não foi feito anteriormente.

    Não só é muito claro a bíblia quanto à lei ter sido dado só ao povo Judeu quanto é muito claro que não foi dado a mais nenhuma nação, volto a repetir:

    Salmo 147: 19,20- “Mostra a sua palavra a Jacó, os seus ESTATUTOS E OS SEUS JUÍZOS, a Israel. NÃO FEZ ASSIM A NENHUMA OUTRA NAÇÃO; E, QUANTO AOS SEUS JUÍZOS, NENHUMA OS CONHECE. Louvai ao SENHOR!”

    Então, mesmo que o “hoje” fosse válido para os nossos dias de igual modo todas as outras nações ficariam de fora.
    E também invocou:
    TODOS ESTES MORRERAM NA FÉ, SEM TEREM RECEBIDO AS PROMESSAS, MAS, VENDO-AS DE LONGE, E CRENDO NELAS, E ABRAÇANDO-AS, CONFESSARAM QUE ERAM ESTRANGEIROS E PEREGRINOS NA TERRA. HEBREUS 11:13

    O primeiro concerto foi o da promessa a Abraão, depois que a nação cresce e sai do Egipto vem o segundo concerto que é o concerto da Lei e é aqui onde Deus dá os dez mandamentos.
    O facto de ter dito que morreram sem terem recebido as promessas – feitas a Abraão em todos os sentidos : não são as promessas feitas (morreram com estas) mas sim as promessas concretizadas (não chegaram a ver estas)

    A promessa da Lei não tem nada a ver com isto aqui.
    Nota: a Lei não é uma promessa. A Lei foi dada como guia até que viesse a fé de cuja promessa foi feita. A Lei é um caminho. A Lei serviu como aio = instrutor ou guia. A promessa não é de lei mas a lei confirma as promessas que Abraão teve.
    A promessa principal era a vinda do Redentor para salvar a nação e logo após o descanso. Envolve a promessa do descanso Celestial. Tanto que o texto diz assim: “vendo-as de longe”. O que eles viram de longe? Foram os dez mandamentos? Ou a cidade Celestial?

    Esse texto não prova que obedeceram à lei contendo os dez mandamentos até porque na época de Abraão não havia nenhuma lei que condenasse o incesto e Abraão casou com a irmã dele (Sara era irmã dele) e depois da promessa quando veio a Lei esta condenava o incesto.
    Nota: Abraão admitiu ao rei Abimeleque com respeito a Sara (Gn 20:4-5) que Sara era filha de seu pai (e não de sua mãe); e que ela veio a ser sua mulher (Gn 20:12). Entretanto, mesmo assim, não há prova de que Abraão tivesse violado uma lei por ele conhecida, as leis do incesto somente foram dadas por Moisés 500 anos depois de Abraão. Portanto, certamente ele não poderia ser responsabilizado por leis que ainda não tinham sido promulgadas.

    Outro exemplo: As duas filhas de Ló co-habitaram com ele:
    Os moabitas foram descendentes de Ló e sua filha mais velha (Gn 19.30-37).
    Os amonitas eram descendentes de Amon, filho mais novo de Ló (Gn 19.38) e da sua filha mais jovem.
    Então Ló é Pai dos moabitas e Amonitas. Houve incesto e não havia Lei para condenar naquela época: Paulo diz: … “mas o pecado não é imputado não havendo lei, Romanos 5:13”

    Agora quanto a Abraão ter ou não guardado a lei não importa pois a Lei nada tem a ver com a promessa, A PROMESSA ESTÁ FORA DA LEI:

    Gálatas 3: 17,18 – Mas digo isto: que tendo sido o testamento anteriormente confirmado por Deus, a lei, que veio quatrocentos e trinta anos depois, não o invalida, de forma a abolir a promessa. Porque, se a herança provém da lei, já não provém da promessa; mas Deus, pela promessa, a deu gratuitamente a Abraão.

    O capitulo 11 de Hebreus em todos os seus comentários em que apresenta os vários heróis da fé naquela galeria nunca diz que a salvação desde aquela época veio pela lei, mas sempre diz que pela fé, TODOS ELES FORAM SALVOS POR MEIO DA FÉ, sem apresentar a lei, embora a lei venha a ser evidenciada para o bem do povo.
    “De sorte que, se a perfeição fosse pelo sacerdócio levítico (porque sob ele o povo recebeu a lei), que necessidade havia logo de que outro sacerdote se levantasse, segundo a ordem de Melquisedeque, e não fosse chamado segundo a ordem de
    Arão? Porque, mudando-se o sacerdócio, necessariamente se faz também mudança da lei. Hebreus 7:11,12 “

    Se há mudança, a lei de Moisés perdeu para nós o sentido, então qual é a lei que tem agora: é A LEI DO ESPÍRITO DE VIDA EM CRISTO JESUS como está escrito em Rm 8: 1-4:

    “Portanto, agora, nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus, que não andam segundo a carne, mas segundo o espírito. Porque A LEI DO ESPÍRITO DE VIDA, em Cristo Jesus, me livrou da lei do pecado e da morte. Porquanto, o que era impossível à lei, visto como estava enferma pela carne, Deus, enviando o seu Filho em semelhança da carne do pecado, pelo pecado condenou o pecado na carne, para que a justiça da lei se cumprisse em nós, que não andamos segundo a carne, mas segundo o Espírito.”

    A lei de Moisés apenas condenava. Porquê? Porque ao citar essa lei vinha o conhecimento do pecado, nem tão pouco pode justificar o homem, ela apenas aponta o pecado e evita com o temor que o homem não peque PORQUE A SALVAÇÃO É PELA GRAÇA, PELA FÉ E NÃO PELA LEI.

    VOCÊ ENUNCIOU ROMANOS 11. 1 “DIGO, POIS: PORVENTURA REJEITOU DEUS O SEU POVO? DE MODO NENHUM; PORQUE TAMBÉM EU SOU ISRAELITA, DA DESCENDÊNCIA DE ABRAÃO, DA TRIBO DE BENJAMIM.”

    Primeira nota: O Apostolo Paulo não está a dizer que é Israelita Espiritual! Ele está a dizer: “Deixe-me recordar a vocês de que, diz ele – eu sou um Judeu!- Deus não lançou fora o Seu povo que Ele antes conheceu. Percebem isso no versículo 2? “antes conheceu”. Deus voltou Seu coração para esse povo especial, os Judeus. Então, se somos tentados a pensar: “Bom, Deus deve realmente estar cansado de Israel. Eu aposto que Ele deu as costas para esse povo obstinado que se recusa a crer no Evangelho”, Paulo diz “Epa! Lembrem que eu sou um Judeu. Deus foi gracioso o bastante para abrir os meus olhos para a verdade. E eu não sou o único.”

    Paulo ensina no versículo 12 que a queda ou fracasso dos Judeus significa riquezas para o mundo, riquezas espirituais para os Gentios. Mas aqui está um vislumbre de algo que ele vai retomar depois. Ele diz no versículo 12: “E se a sua queda é a riqueza do mundo, e a sua diminuição a riqueza dos gentios, quanto mais a sua plenitude!” Ou seja, Deus ainda não terminou com os Judeus. Algo ainda vai acontecer no futuro. Muitos deles ainda vão vir para Cristo. Deus está a dizer que as promessas feitas desde Abraão ainda continuam de pé.

    Várias seitas interpretam para si próprias situações/promessas que apenas dizem respeito aos judeus apenas, um exemplo disso:

    Apocalipse 7: 4-8 “E ouvi o número dos assinalados, e eram cento e quarenta e quatro mil assinalados, de todas as tribos dos filhos de Israel. Da tribo de Judá, havia doze mil assinalados; da tribo de Rúben, doze mil; da tribo de Gade, doze mil; da tribo de Aser, doze mil; da tribo de Naftali, doze mil; da tribo de Manassés, doze mil; da tribo de Simeão, doze mil; da tribo de Levi, doze mil; da tribo de Issacar, doze mil; da tribo de Zebulom, doze mil; da tribo de José, doze mil; da tribo de Benjamim, doze mil.”

    Os adventistas e as TJ’s dizem que este é um versículo relativo a eles, quando o versículo é muito claro e vai ao ponto de dizer que são 12 mil de cada tribo (Paulo era da tribo de Benjamin, e estava a dizer que Deus não se tinha esquecido dele, assim como também não se esquecia dos seus conterrâneos).

    VOCÊ ENUNCIOU “PORÉM JUDEU É AQUELE QUE O É INTERIORMENTE.”
    Leia desde Romanos 2: 17 …até… Romanos 3: 3- Pode-se alargar o intervalo – mas pelo menos esta porção da escritura toda ela é só para os Judeus!
    Ele não está a dizer que os gentios por serem salvos são judeus espirituais – isto é um grave erro – Paulo está escrevendo e se referindo apenas para os Judeus e não para os gentios.
    Nota: os gentios podem ser internamente chamados de Judeus mas isso não significa que são judeus (nem espirituais nem não espirituais).

    VOCE FALOU SOBRE “A LEI E OS PROFETAS DURARAM ATÉ JOÃO” E FAZ OS SEGUINTES COMENTÁRIOS:
    “SEGUNDO A RESPOSTA PRECIPITADA DO POVO EVANGÉLICO, SIM.”
    “INTERPRETAÇÃO ABSURDA”

    Pois bem, em primeiro lugar você sabe o que é um profeta? Não sei se compreende, mas não entender isto fica impossivel falar sobre o texto.
    Por outro lado, ao entender o que é um profeta fica fácil compreender esta passagem.

    Profeta = aquele que fala a palavra de outrem ou aquele que ferve com a inspiração da mensagem divina. Nota: não é obrigatório existir previsão de acontecimentos para existir profecia (profeta era e é muito mais do que isso!).

    Exemplo: Ëx 7.1:“Então disse o Senhor a Moisés: Vê que te constituí como deus sobre Faraó, e Arão, teu irmão, será teu profeta” – profeta significa simplesmente ser enviado para falar a palavra de outrem.

    Tomando no seu todo a obra dos profetas, observamos que uma das suas mais importantes funções era a interpretação dos fatos passados e presentes. Estudando eles os acontecimentos na presença de Deus, puderam vê-los na sua luz divina, e compreendê-los assim no seu verdadeiro as¬pecto e significação. Por isso os profetas não eram, realmente, historiadores (como o escritor dos livros dos Reis), mas foram algumas vezes políticos ativos bem como diretores religiosos. Por exemplo, entre estes podemos admitir não somente Isaias e Jeremias, mas também Eliseu,…

    Dantes existia o “oficio” de Rei, hoje no sentido espiritual somos reis pois Jesus dá poder e autoridade que são atributos de rei: “E NOS FEZ REIS E SACERDOTES para Deus e seu Pai, a ele, glória e poder para todo o sempre. Amém! Apocalipse 1:6”

    Dantes existia o oficio de sacerdote, hoje esse oficio já não existe mais como era antigamente, pois o verdadeiro e único sacrifício já foi realizado – A Cruz que Jesus suportou.

    O sacerdotes Ministravam como mediadores entre o povo e Deus, e também comunicavam ao povo a vontade e o concerto de Deus. Somente eles podiam tocar nas coisas sagradas, cuidar e cobrir os móveis do Tabernáculo. Realmente o sacerdote era uma pessoa consagrada a Deus. Havia todo um cuidado para entrar no Santuário. Ele se lavava na bacia de bronze, para estar purificado. Só eles poderiam entrar no santuário.

    Mais uma vez: E NOS FEZ REIS E SACERDOTES para Deus e seu Pai, a ele, glória e poder para todo o sempre. Amém! Apocalipse 1:6”. Somos sacerdotes.

    Através de Jesus, o nosso Sumo Sacerdote (Hb 9.15-22) , temos acesso a Deus, e podemos e devemos entrar no Santo dos Santos, na sala do Trono (Hb 10.19-22), pois o véu já foi rasgado, de alto a baixo nos dando acesso. E agora eu pergunto: Querido (a) leitor (a), temos buscado uma vida consagrada, separada para Deus, para Sua glória, se hoje somos sacerdotes? (os nossos sacrificios são de louvor, etc – diferentes funções do sacerdote antigo) Como temos vivido? Como está a nossa consagração a Deus? Nossa vida diária na presença do Senhor?

    E de Igual modo já não existem mais profetas como os de antigamente. Os Ofícios antigos de Rei, profeta e sacerdote já não existem mais.

    ANTES DE MAIS UMA NOTA: sobre o que disse Jesus: “Ou não tendes lido na lei que, aos sábados, os sacerdotes no templo violam o sábado e ficam sem culpa?, Mateus 12:5”

    Existe outra lei que os sacerdotes podiam violar e ficar impunes? Era matar? Era adulterar? Mas ao violar o sábado ficavam impunes! Trabalhavam aos sábados!
    Já vimos que hoje todo o verdadeiro cristão é um sacerdote, logo se no tempo da velha aliança ficavam impunes quanto mais no tempo da nova aliança em que não existe qualquer mandamento da guarda do sabado!!!

    Continuando. Dantes nem toda a gente era profeta: era um oficio (como nem toda a gente era rei ou sacerdote). POR exemplo, hoje nem toda a gente pode ser Pastor , evangelista, etc

    O Espírito Santo era “dado” apenas para algumas pessoas. Mais correcto é dizer que o Espírito Santo habitava por influencia mas não habitava propriamente. Uma ilustração: A luz ilumina algo, este algo não tem luz própria mas está sendo iluminado, outra situação diferente é esse algo ter luz própria. Hoje O Espírito Santo habita nos filhos de Deus: “…Mas ele falava do templo do seu corpo, João 2:21” , “Jesus respondeu e disse-lhe: Se alguém me ama, guardará a minha palavra, e meu Pai o amará, e viremos para ele e faremos nele morada, João 14:23”

    Os profetas no VT não tinham o dom do Espírito Santo mas tinham sua a influencia permanente; tanto assim que existe a expressão no VT: “veio o Espírito do Senhor”, se “veio” significa que não estava presente no profeta.

    Hoje toda a gente pode ter o dom do Espírito Santo. Dantes Deus usava o profeta para fazer previsões mas sem o dom do Espírito Santo, pois os dons do Espírito Santo só vieram depois da subida de Jesus. “E eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro Consolador, para que fique convosco para sempre, João 14:16”

    Deus Pai Deu seu Filho, por sua vez O Filho deu o Espírito Santo que por sua Vez deu os diversos dons do Espírito (não confundir com fruto do Espírito)

    Então A lei e os profetas (do antigo testamento) duraram até João, ou seja duraram até ao fim da antiga aliança e quando esta acabou, apareceu a nova aliança em que a lei foi aprofundada (não desapareceu a lei – desapareceu foi a superficialidade desta como era dada no AT), como expliquei na minha carta anterior.

    De igual modo os profetas não desapareceram, mas sim deixaram de ser tipo oficio e agora qualquer servo de Deus que é enviado para falar a Sua mensagem é profeta.

    Relativamente á previsão de futuro ou revelação especial está incluído nos dons do Espírito Santo – por exemplo – o dom de profecia. Agora todos podem profetizar (no AT não era assim)

    A obra principal dos profetas do VT era de consultar ao Senhor pelo Povo (II Reis 3: 11)
    Hoje todos podem e devem fazer essa consulta.

    Está escrito: “…Crede no SENHOR, vosso Deus, e estareis seguros; crede nos seus profetas e Prosperareis, 2 Crônicas 20:20”
    Quem crê em Deus como Deus quer que se creia sabe conhecer os profetas que vêm no Seu nome e aqueles que vêm no seu proprio Nome.

    O que falta ser revelado são as riquezas da sua graça que segundo Paulo Efésios 2: 7 (para mostrar nos séculos vindouros as abundantes riquezas da sua graça, pela sua benignidade para connosco em Cristo Jesus.) ocorrerá no século vindouro e que Pedro diz que começará com o primeiro dia da eternidade 2 Pedro 3:18 (antes, crescei na graça se conhecimento de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo. A ele seja dada a glória, assim agora como no dia da eternidade. Amém!)

    Logo nenhuma outra revelação extra-Biblica ou extra-Evangelho se dizer que é revelação para salvação tem valor pois a Bíblia que é a palavra de Deus já trás toda a revelação sobre a salvação e redenção do Homem. Paulo seja a dizer:

    “Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos anuncie outro evangelho além do que já vos tenho anunciado, seja anátema. Gálatas 1:8” (anátema = maldito), pois a Bíblia diz que o evangelho é poder de Deus e salvação para todo aquele que crê, e “Porque nele se descobre a justiça de Deus de fé em fé, como está escrito: Mas o justo viverá da fé.” Romanos 1:17 (nota: o evangelho veio com o NT e não com o VT).

    Além disso, agora estamos assentes na doutrina dos apóstolos: “E perseveravam na doutrina dos apóstolos, e na comunhão, e no partir do pão, e nas orações. Atos dos Apóstolos 2:42”

    A revelação das escrituras do Novo testamento foi dada aos apóstolos e não aos profetas (se bem que também eram profetas – pois, eram enviados de Jesus)

    Todos os Apóstolos viram Jesus pessoalmente e eram enviados na Sua Pessoa – (Nota: Apostolo não gera apostolo). Hoje também já não existem apóstolos pois toda a revelação no sentido do projecto da salvação, cujo projecto inclui redenção, ressurreição, e glorificação Deus já revelou. Por isso os apóstolos existiram apenas com o inicio da Igreja.

    Só existiram doze, são os pilares principais da Igreja que estão assentes na Rocha que é Jesus. “E o muro da cidade tinha doze fundamentos e, neles, os nomes dos doze apóstolos do Cordeiro. Apocalipse 21:14”

    De modo parecido As doze tribos de Israel representam a nação de Israel, suportam Israel em que a Pedra principal é Deus: “E tinha um grande e alto muro com doze portas, e, nas portas, doze anjos, e nomes escritos sobre elas, que são os nomes das
    doze tribos de Israel. Apocalipse 21:12”

    Resumindo sobre “A lei e os profetas duraram até João”:
    A lei não passou – passou sim a Lei à moda antiga
    Os profetas não passaram – passou sim o antigo oficio de Profeta (João foi o ultimo que teve esse oficio). Agora, no NT tanto a lei como o profeta são muito mais “competentes” do que no VT, mas como eram originalmente concebidos já acabaram.

    Nota importante: Os profetas do VT (ou aqueles que já acabaram) são aqueles que profetizaram sobre o Messias. Quando o Messias veio pararam essas profecias. Só no Milénio vai deixar de haver profecia, pois vai selar (parar) a visão e a profecia (está em Daniel), pois Jesus estará com Sua presença Literal. Cristo Reinará no Milénio: vai trazer a justiça na terra selar a visão e a profecia

    VOCÊ MENCIONOU “JOÃO 4:22 A SALVAÇÃO VEM DOS JUDEUS”. O texto todo é “Vós adorais o que não sabeis; nós adoramos o que sabemos PORQUE a salvação vem dos judeus.” Isto não quer dizer que a salvação vem do sabado ou da Lei, isto significa simplesmente que Jesus nasceu dos Judeus. Nós adoramos Jesus, não o sabado ou a lei!

    Mas não é só a salvação que vem dos Judeus:

    Romanos 3: 1,2- Qual é, logo, a vantagem do judeu? … Muita, em toda maneira, porque, PRIMEIRAMENTE, AS PALAVRAS DE DEUS LHE FORAM CONFIADAS.

    O que isto quer dizer? Tanto Israel como a Igreja têm os Judeus como os primeiros que receberam a Palavra de Deus, suas revelações e portanto são os primeiros transmissores da Luz, ou seja, tanto os profetas como os apóstolos que fundamentaram Israel e a Igreja respectivamente são judeus.

    Dizem que a Senhora White é uma luz menor, na verdade existem escritos da Religião que dizem que a consideram como uma luz igual à das escrituras. Ainda que digam que é uma luz menor não deixa de ser uma heresia, pois não existe uma luz maior e uma luz menor apenas existe a luz do evangelho (ou Luz de Cristo):

    “Lâmpada para os meus pés é tua palavra e luz, para o meu caminho, Salmos 119:105”

    Os católicos dizem que não adoram imagens, apenas as veneram – apenas é uma justificação para aquilo que na realidade fazem – a sua postura é de adoração, de modo semelhante ao dizer que é uma luz menor é o mesmo que considerar uma luz.

    Falou de “Billy Graham” (e outros)– nunca li nenhum livro dele. Não queira comparar este senhor que não tem peso nenhum na doutrina evangélica com a Senhora White que é uma luz na doutrina adventista. A única luz para os filhos de Deus É Jesus e suas escrituras, não existe outra luz, os proprios escritores inspirados das escrituras reconheciam isso:

    João 1 – “Houve um homem enviado de Deus, cujo nome era João. Este veio para testemunho para que testificasse da luz, para que todos cressem por ele. NÃO ERA ELE A LUZ, MAS VEIO PARA QUE TESTIFICASSE DA LUZ. Ali estava a luz verdadeira, que alumia a todo homem que vem ao mundo”

    Não existe a divisão entre luz maior e luz menor apenas existem os que testeficam da luz.
    O que existe é luz verdadeira e a que não vem da verdade (E não é maravilha, porque o próprio Satanás se transfigura em anjo de luz. 2 Coríntios 11:14)

    VOCÊ MENCIONOU “… “MESTRE, QUE FAREI EU DE BOM, PARA ALCANÇAR A VIDA ETERNA?” (MATEUS 19:16). RESPOSTA DE JESUS: “SE QUERES ENTRAR NA VIDA, GUARDA OS MANDAMENTOS” (MATEUS 19:17).”

    Vejamos, será que o mancebo não guardava o sábado? Você sabe bem que sim.

    Então o que se pergunta é: se o mancebo guardava a lei porque é que não era salvo? Jesus disse claramente que ele não estava em condições de O seguir , primeiro teria que fazer algo.

    Para entender melhor a questão do mancebo, pensemos, por exemplo, no seguinte, quando há uma discussão, por vezes começa-se a ouvir dizer: “eu é que tenho razão” ou a “lei está do meu lado” as pessoas começam-se a justificar perante a lei (aqui por vezes é valido o versículo “não julgueis para não serdes julgados…”) Jesus nos ensina que isso é contrario ao seu Reino: “Separados estais de Cristo, vós os que vos justificais pela lei; da graça tendes caído, Gálatas 5:4”, pois Deus quer que haja o perdão, o arrependimento, reconciliação, etc. Ou seja, Deus quer que o Homem cumpra com o novo mandamento “que vos ameis como eu vos amei”. Todos pecaram, logo quem invoca a lei está perdido, pois está escrito que quem pecar morrerá. Então quer dizer que podemos pecar? “Pois quê? Pecaremos porque não estamos debaixo da lei, mas debaixo da graça? De modo nenhum! Romanos 6:15” a lei são rudimentos quanto à doutrina da graça de Cristo, por isso a lei foi dada no VT e a graça e a verdade no VT, a lei não salva ninguem – pois ninguém a pode cumprir na totalidade (basta tropeçar num til para se estar fora do reino de Deus), a lei é sombra da revelação plena que é Jesus. Jesus disse “quem me vê a mim vê o Pai” – maior revelação do que esta não existe –

    Deus quer o aprofundamento de todas as leis para poder chegar a Cristo, e é por causa disso que este mancebo estava afastado de Deus apesar de cumprir os mandamentos à maneira antiga. Ele dizia que cumpria os mandamentos, pensava que os cumpria mas na verdade não entendia a razão de estar afastado da verdade (que é Cristo)

    Não cumpria os mandamentos como Deus quer no NT, pois, não cumpria o primeiro mandamento – “não terás outros deuses diante de ti”, e Deus lho exigiu: “vende tudo quanto tens” – só depois estaria em condições de seguir Jesus, de aprender a amar como Cristo amou.
    O primeiro mandamento fora aprofundado (assim como todos os outros), ter outros deuses agora não era só com a adoração externa de algum deus pagão (que era a compreensão antiga de adorar) mas no interior – cultuava o deus dinheiro – agora uma coisa qualquer pode ser considerado deus, desde que ocupe o lugar de Deus – o coração ocupado não serve a Deus.

    “De maneira que a lei nos serviu de aio, para nos conduzir a Cristo, para que, pela fé, fôssemos justificados, Gálatas 3:24”

    A LEI DEVE SER VIR DE AIO = INSTRUTOR PARA CHEGAR À VERDADE.
    Por isso Jesus começou por enunciar a lei antiga, é um começo para se chegar a Cristo, o mancebo estava enraizado na lei de Moisés, ás respectivas tradições e não na lei de Cristo – Levai as cargas uns dos outros e assim cumprireis a LEI DE CRISTO. Gálatas 6:2, (Da mesma forma, é difícil a um católico deixar logo as suas tradições das imagens, por exemplo), alem disso ainda não existia as escrituras do NT. Jesus quis fazer uma ponte, como por exemplo fez Paulo:

    “porque, passando eu e vendo os vossos santuários, achei também um altar em que estava escrito: AO DEUS DESCONHECIDO. Esse, pois, que vós honrais não o
    conhecendo é o que eu vos anuncio. Atos dos Apóstolos 17:23”

    Este mancebo sentia que alguma coisa estava errada na sua vida apesar de estar na religião “certa”, não percebia porque apesar de cumprir os mandamentos não era salvo – não entendia o evangelho da graça! Mas comparava a sua vida com os verdadeiros filhos de Deus e via que não era igual: os filhos de Deus têm poder e autoridade e estão selados (Efésios 1: 13,14 “em quem também vós estais, depois que ouvistes na palavra da verdade, o evangelho da vossa salvação; e, tendo nele também crido, FOSTES SELADOS com o Espírito Santo da promessa; o qual é o penhor da nossa herança, para redenção da possessão de Deus, para louvor da sua glória.”)

    Não obedeceu a Jesus… Não se quis converter…estava acorrentado à lei e não viu a vida que estava à sua frente. Falar de Jesus e não viver a sua graça é estar amarrado!

    Lemos na Bíblia que teólogos sérios também podem estar equivocados, por exemplo, Nicodemos – mestre de Israel – Nem sabia o ABC da salvação – e era mestre! (pensam que não guardava a Lei de Moisés?)

    Este foi um exemplo de um homem que veio até Jesus com a Lei mas negou a Sua graça.

    AGORA UM EXEMPLO DE UMA MULHER que estava sujeita à maldição da lei = pecado e também recebeu um convite de Jesus viver na graça.
    A Bíblia nos relata a historia de uma mulher que fora apanhada no acto de adultério, e pela lei tinha que ser apedrejada. Se este acontecimento tivesse ocorrido no VT, ela teria sido mesmo apedrejada! Mas porque não foi? Foram os judeus que a apanharam e estavam certos que tinham a lei do seu lado. Aquela multidão queria apanhar Jesus em falso, para terem que o acusar contra a Lei. Se Jesus não mandasse apedrejar significava que iria contra a Lei de Moisés (Nota: nem os judeus nem a Bíblia fazem diferença entre lei cerimonial e moral – O adventismo é que faz! – logo esta lei teria que ser cumprida – Os judeus sabiam bem disso e por isso estavam ali). Jesus deu uma lição àquela multidão, e os primeiros a compreender a lição foram os mais velhos, indo-se embora pois viram que a lei estava contra eles próprios! “quem não tem pecado atire a primeira pedra!” É assim que funciona a lei à antiga – falha num ponto falha em todos – o pecado é chamado de “maldição da Lei” (Gl 3: 10-13). Jesus veio para quebrar esta maldição – se a lei continuasse em vigor COMO no VT a maldição da lei ainda existia.

    Isto é o ABC do evangelho – não entender e viver isto é continuar morto em seus pecados. Pode-se falar muito de Jesus mas nem se chegar a conhecê-lo: “Muitos me dirão naquele Dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? E, em teu nome, não expulsamos demônios? E, em teu nome, não fizemos muitas maravilhas? Mateus 7:22” (existem muitos Lideres de Igrejas neopentecostais que deviam meditar seriamente neste versículo – e também na Bíblia toda!)

    Estes debates da Lei – em particular do sábado – são inúteis, “Mas não entres em questões loucas, genealogias e contendas e nos debates acerca da lei; porque são coisas inúteis e vãs. Tito 3:9”

    O importante mesmo é ser uma nova criatura.

    Será que no Evangelho não existem assuntos mais importantes do que o sábado? até por que não existe um único mandamento nesse sentido no NT.

    “Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! Pois que dais o dízimo da hortelã, do endro e do cominho e desprezais O MAIS IMPORTANTE DA LEI , o juízo, a misericórdia e a fé; deveis, porém, fazer essas coisas e não omitir aquelas, Mateus 23:23”

    O juízo – porque é operado pela lei – não se pode anular

    A misericórdia – porque triunfa do juízo, está em Cristo e salva o Homem de seus pecados.

    Fé – pois trás em si a misericórdia, fundamental para se chegar a Deus, para se justificar e para se salvar (O justo viverá pela sua fé).

    Tanto é importante o juízo que a lei faz como é importante a misericórdia. Como é importante a fé para a salvação.

    A Bíblia adverte:

    TENDE CUIDADO PARA QUE NINGUÉM VOS FAÇA PRESA SUA, POR MEIO DE FILOSOFIAS E VÃS SUTILEZAS, SEGUNDO A TRADIÇÃO DOS HOMENS, segundo os rudimentos do mundo e não segundo Cristo; Colossenses 2:8

    Os adventistas não dizem abertamente que a salvação é pela lei mas muitos de vós pensam que o sabado interfere com a salvação. Isso nota-se claramente pelo peso esmagador que dão à importancia do sábado (e também pelos escritos dos seus proprios profetas).
    Algum adventista poderá dizer que o modo de guardar o sábado é que era o problema.

    Só existem duas maneiras de guardar o sábado: ou segundo a lei de Moisés ou segundo a lei de Cristo.
    Se é segundo a lei de Moisés então está bem definido na lei. Se é segundo a lei de Cristo então não pode vir amarrado à lei de Moisés. O meio termo é hipocrisia: é tentar adaptar o sábado ao seu gosto pessoal anulando tanto a lei de Moisés como a de Cristo, é não cumprir o sábado tanto o de Moisés como o de Cristo!

    Para quem quer cumprir o sábado segundo Moisés só tem que obedecer:

    “Lembra-te do dia do sábado, para o santificar. Seis dias trabalharás e farás toda a tua obra, mas o sétimo dia é o sábado do SENHOR, teu Deus; não farás nenhuma obra, nem tu, nem o teu filho, nem a tua filha, nem o teu servo, nem a tua serva, nem o teu animal, nem o teu estrangeiro que está dentro das tuas portas. Porque em seis dias fez o SENHOR os céus e a terra, o mar e tudo que neles há, e ao sétimo dia descansou; portanto, abençoou o SENHOR o dia do sábado e o santificou.” – Ex 20: 8-11

    O que podemos concluir é que o quarto mandamento do Decálogo não é imposição nem obrigação para nós, cristãos. Mas, se alguém quiser fazer diferença entre dias e dias que o faça para glória do Senhor, mas sem colocar isso como penhor para a salvação que é exclusivamente pela graça, através da fé no Senhor Jesus.

    Fique claro uma coisa: acredito que existam adventistas salvos e que possam viver o evangelho na sua plenitude, mas não creio que quem viva o adventismo na sua plenitude seja salvo (pois vive outro evangelho, outro Cristo…). Uma coisa são as pessoas outra é aquilo em que elas vivem e acreditam.
    Esta carta não deve ser entendida como um ataque pessoal a ninguém (longe disso – apenas é um alerta!)

    Paulo fala da sã doutrina. Um exemplo:

    2 Timoteu 2: 17, 18 “E a palavra desses roerá como gangrena; entre os quais são Himeneu e Fileto; os quais se desviaram da verdade, dizendo que a ressurreição era já feita, e perverteram a fé de alguns.”

    Paulo está denunciando uma falsa doutrina e até revela os nomes dos promotores dessa doutrina. Doutrina errada significa perverter a fé de alguns – estes alguns andavam bem na fé verdadeira…até que alguém os desviou.

    Graça e paz.

  41. manoel said

    O irmào tanto falou em pegar um versículo isolado para provar algo e faz isso várias vezes, infelizmente, aqui nào é ping pong, a verdade está na Bíblia e cada um pega para si o que acha melhor tenta adaptar a Bíblia a sua vida e não o contrário, erramos nisso!
    Foi citado sobre os diferentes tipos de inspiraçào do ES, e isso achei um absurdo, não exite diferentes graus de inspiraçào, ou ES inspira ou não, é falácia dizer que alguns foram inspirados de uma maneira e outros de outra, isso não é Bíblico e uma interpretação equivocada!
    O grande motivo de tenatrem apoiar o fato de nào mais ter lei, é tentarem se apegar ao fato de que a Velha aliança se baseava na lei, nas obras e a Nova aliança se baseia na fé, na anulação da lei, mas isso é outra falácia, um grande erro de interpretação.
    A Antiga aliança tinha para remissao dos pecados, o sacrifício de um cordeirinho, esse ato, incluindo todos os rituais que envolviam isso era a velha aliança, já a Nova aliança o cordeiro foi substituído por Jesus e nesta aliança a remissão ‘
    e feita por Cristo, mas em ambas a lei nunca deixou de existir e tampouco foi anulada, pois em ambas as alianças a fé e a graça eram os métodos ode salvação.
    Exemplo:
    Abraão foi o pai da fé e não das obras, quando no Velho Testamente é dito que o senhor de graça aos olhos é a mesma graça do Novo testamento, Salmos 84:11, Davi conhecia essa graça, por isso não existe separação entre fé e graça e a lei de Deus, isso tudo é interligado, pois o caráter de Deus não pode mudar, Ele nos dá a graça e nos pede a nossa obediência, por outro lado o irmão sabe que nào baste ter apenas fé, pois fé até o diabo tem, e muita, pois ele vivia com deus, mas em conjunto com a fé existe o fazer a vontade de Deus e isso é o resultado de ujm coração transformado é resultado da trasformação da graça de Deus.

    Quanto a lei ter tido fim, já foi citado o real emprego da palavra fim, que tem por tradução, finalidade e não fim de acabar, assim como em I pedro 1:9, não existe o fim da fé, esse é o perigo de se pegar um verso isolado!

    O irmão disse que quanto ao matar, adulterar, desonrar pai e mão não existe excessão, mas violar o sábado sim, tenho que discordar, acho que desconhece por exemplo que:
    1. Você sabia que era possível “violar o desonrar pai e màe? A Biblia diz que devemos amá-los no Senhor, enquanto eles forem temente a Deus, porratyento maior que nossos pais é Deus, confirmando que era possível “violar” o quinto mandamento, outro exemplo é o fato de ser possível também “violar” o oitavo mandamento, pois era permitodo as pessoas que estivessem trabalhando no campo comerem tudo o que pudessem em campo de outro, o mesmo que roubar, quanto ao “violar” o sa’bado, que foi dito por Jesus aos fariseus que eles violavam o sábado e ficavam sem culpa, era por que porque mesmo sendo proibido acender o fogo no sábado, os sacerdotes o faziam para imolar o cordeirinho, e entào nessa situaçào, nesse caso, era possível o “violar”, mas veja qeu em todos os casos usamos aspas, pois eram excessões, Jesus NUNCA VIOLOU O SÁBADO, se não não poderia ser Deus e tampouco morrer por nós, os judeus é que o difamavam, mas Ele sendo deus veio mostrar como queria e como deveriam guardar o sábado!!!

    percebeu como tudo na Bíblia deve ser analisado a luz de Isaías, um pouco aqui, um pouco ali?

    Categoricamente a justificação pelas obras é algo condenável, como o próprio paulo afirma em Gálatas, a salvação é pela fé, nos é dada de graça m por Cristo, essa é a graça, e esta graça é que causa o milagre da conversão essa graça coloca a lei de deus no nosso coração, não a anula como em Romanos 3:31, a confirma, a graça nos salva para que FAÇAMOS BOAS OBRAS, pois a fé sem obras é nula e para que busquemos a santificação, que é o desejo de Deus, portanto aonde existir o pecado existi a lei, e ela nos condena, se o irmão tentar p-rovar que nao existe mais lei terá outros 20 versos que comprovam o contrário, não adianta, a maior artimanha do diabo é tentar confundir, misturar a verdade com o erro, mostrar que não precisa mais de sábado, que os prefetas do passado eram inspirados de modo diferente de hoje e etc, ou seja é tentar desmentir a Deus de alguma forma, mas sabemos que a Bíblia tem a resposta e ela não se contradiz pois foi TODA INSPIRADA POR DEUS, e ela deve ser nossa única regra de fé.

  42. carlos said

    Sinto informar que o seu erro e o de muitos outros evangélicos é atribuir a lei dos 10 mandamentos a Moisés, mas ou nunca leram a Bíblia toda ou querem passar dispercebido vários detalhes, como por exemplo:
    Antes de existirem judeus:
    1. Como foi dito várias vezes o sábado foi ddo na criação e perceba que após a criação os patriarcas sim, TODOS o observavam;
    2. É na época do dilúvio por exemplo que o ciclo semanal de 7 dias já era utilizado e conhecido , leia Gen 8:10-12;
    3. Na época do casamento de Jacó e Lia tb existem 2 alusões a uma semana, Gen 29:27-28, provando assim que o ciclo semanal era bem conhecido pelos patriarcas;
    4. O êxodo do Egito visava restaurar tanto o sistema sacrificial (Exo 3:18), quando a obediência aos “preceitos” e “leis” de Deus (Sl 105:43-45), mas é antes do Sinais que lá em Exo 16:4 que vemos o relato do maná sendo dado ao povo, ele era dado 6 dias da semana, na sexta porção dobrada, porque no sábado não cairia, por que? Porque o sábado, que já era conhecido e observado por todos os patriarcas antes do povo cativo, deveria ser observado e restaurado por eles tb.
    Perceba o que o próprio Moisés, ANTES DO SINAI, disse :
    “Então disse Moisés: Comei-o hoje, porquanto hoje é o sábado do SENHOR; hoje não o achareis no campo.

    Seis dias o colhereis, mas o sétimo dia é o sábado; nele não haverá.

    E aconteceu ao sétimo dia, que alguns do povo saíram para colher, mas não o acharam.

    Então disse o SENHOR a Moisés: Até quando recusareis guardar os meus mandamentos e as minhas leis?

    Vede, porquanto o SENHOR vos deu o sábado, portanto ele no sexto dia vos dá pão para dois dias; cada um fique no seu lugar, ninguém saia do seu lugar no sétimo dia.

    Assim repousou o povo no sétimo dia.” Gen 16:25-30

    E como refutar esse fato? muitos desconhecem ou isso paça dispercebido intensionalmente, mas o principal é que a Lei referida antes do Sinai e observada no Velho e no Novo Testamento, foi reafirmada, quando muitos afirmam que a lei foi anulada e etc no Novo testamento, não conseguem explicar Rom 3:31, onde é dito pelo próprio paulo que a FÉ NÃO ANULA A LEI, antes a ESTABELECE!

    Como explicar que o ecado é a transgressào da lei se dizem que a lei`não existe?

    QUANTO AO FATO DE ESTAR SEGUINDO DOUTRINAS DE HOMENS, QUEM É QUE AFINAL SEGUE DOUTRINAS QUE SÃO DE HOMENS? OS ADVENTISTAS QUE GUARDAM A LEI DE DEUS ESCRITA POR ELE OU EVANGÉLICOS QUE GUARDAM O DOMINGO QUE FOI MUDADO PELO PODER PAPAL?

    QUAIS SÃO OS PRECEITOS DE HOMENS CITADOS EM Mateus 15:9 e Isa 29:13?

    FATO MUITO INTERESSANTE :
    Paulo, os 12 apóstolos, os 7 e mais Paulo, , os primeiros cristãos não criam que pertenciam a uma nova religiào, eles haviam sido judeus durante toda a sua vida e continuavam sendo, sua fé não consistia em uma negação do judaísmo, mas antes em uma convicção de que a era messiânica, tão esperada, havia chegado, com a vinda de Jesus e a Sua morte. Paulo e seus seguidores não estavam sendo perseguidos porque se opunham ao judaísmo , mas porque criam e pregavam que em Jesus haviam se cumprido as promessas feitas a Israel. Por essa questão os cri~stãos da Igreja de Jerusalém continuaram guardando o sábado e assistindo ao culto no templo aos sábados!

    Vou citar agora um relato meu, pessoal faz alguns meses interpelei um famoso Pastor Pentecostal e questionei junto a ele o fato dele e seus pastores estarem pregando e deixando de lado o sábado dizendo que segue apenas 9 dos mandamentos, se ele sabia que estava errado, sabem o que ele me disse? – Imagine se eu e minha Igreja começarem a guardar o sábado? Vai acontecer uma tremenda bagunça no país, eu vou ficar desempregado, minha Igreja também e etc, mas espere, que o tempo está vindo…
    É claro que Deus sabe o coraçào dele e o que ele está ensinado, somos salvos pela graça, mas mediante a luz que conhecemos, portanto, meu irmào: se você conhece a verdade biblica do sábado e o ignora racionalmente, se desvias seus ouvidos da verdade até a sua oração será abominável! Não se esqueçam disso! Leia Prov 28:9, e não desvies seus ouvidos de ouvir a verdade da lei de Deus, não dos homens!

    Graça e amor e paz seja com todos!

  43. Manoel said

    Muito interessante e importante esta colocaçÃo Carlos!
    Quanto a prerrogativa de que dizem que antes na Velha aliança o homem era salvo por seguir a lei, isso não é verdade, perceba que antes da lei estar escrita, Abraão agradou ao senhor por tamanha lealdade e fé, e perceba que ele guardou os estatutos e leis do senhor.
    Tanto a eleição de Israel quanto a sua libertação foram motivadas pela graça divina, perceba que primeiro Deus libertou o seu povo para só depois promulgar e exigir obediência a Sua lei. A Nova Aliança não altera de maneira nenhuma, o dia de guarda, nem o anula, ela apensa condena o mau uso da lei como meio de salvação (Rom 3:28, 31, Gl 2:16, 3:21, I Tim 1:8), embora a lei apareça na aliança no Sinai, ela é válida para todos os tempos e pessoas e lugares (Sl 119:142, Ec 12:13-14).
    Enquanto o motivo da observância do sábado em Exo 20, seja a criação, em deut 5:15, o motivo é a redenção, porque te elmbrarás que foste servo…
    Foi Jesus que quando esteve aqui na terra restaurou o sábado, como profetizado engrandeceu a lei do Pai.
    A expressão, “o sábado do Senhor Teu Deus”, foi usada pelo próprio Deus, foi Ele que com seu dedo chamou este dia como sendo dEle, portanto, poderia Deus transferir o Seu dia para outro dia? estaria esta mudança na Bíblia, NÃO, claro que não! Porque o domingo e nenhum outro dia recebe a expressão , Dia do senhor como o próprio sábado, o sábado sempre foi o dia do Senhor, mas em contrafação o inimigo mudou este dia para o domingo (DAn 7:25), pois já havia sido profetizado que aconteceria isto, mas disso esquecem, e infelizmente, sem pensar dão crédito ao inimigo ao “adorarem” a deus no Domingo, ao retirarem a solenidade e a importância das 24h divinas, para algumas poucas horas no domingo, isso é notório e quem refletir nesse ponto verá claramente, apenas quem tem uma venda nos olhos, quem não quer mesmo não vê!!!!!

  44. Francisco Sanches said

    Graça e Paz Vou fazer um comentário sobre as ultimas Cartas. ANTES DE MAIS UMA NOTA: Existem versículos que significam exactamente o que dizem, por exemplo: “…E em nenhum outro há salvação, porque também debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual devamos ser salvos. Atos dos Apóstolos 4:12” Ou por exemplo: “Porque há um só Deus e um só mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo, homem, 1 Timóteo 2:5” Os textos são claros e não dependem de outro qualquer contexto. Se alguém disser que Maria também pode me dar uma ajuda na mediação para a salvação então citando este texto de Timóteo provo que ela não pode. Mas existem muitos textos em que para se entender o significado há que deixar a bíblia falar – e, nota importante – não podem existir contradições. Então, por exemplo, Se pegar no versículo isolado: “Por isso, vos digo que tudo o que pedirdes, orando, crede que o recebereis e tê-lo-eis. Marcos 11:24” Posso “provar” com este versículo que Deus me vai dar um Ferrari de muito valor ou uma mansão ou … (por exemplo, na doutrina da prosperidade isto acontece…) Mas se estudar a Bíblia com um pouco mais de cuidado entendo que há casos em que Deus não ouve a oração, por exemplo: “Pedis e não recebeis, porque pedis mal, para o gastardes em vossos deleites. Tiago 4:3” Ou seja, o Versículo de Marcos é apenas uma parte para que conheça o todo, neste caso o modo de Deus responder à oração. É neste sentido que digo que invocando versículos isolados pode-se “provar” tudo. Agora quando se diz que um dado raciocínio ou conclusão está errada deve-se provar com a Palavra de Deus e não com a opinião pessoal esse erro. Está errado? Dê testemunho do mal! Era isso que Jesus ensinava. Porquê que está errado? A isto chama-se refutar. VOCÊ DISSE “FOI CITADO SOBRE OS DIFERENTES TIPOS DE INSPIRAÇÀO DO ES, E ISSO ACHEI UM ABSURDO, NÃO EXITE DIFERENTES GRAUS DE INSPIRAÇÀO, OU ES INSPIRA OU NÃO, É FALÁCIA DIZER QUE ALGUNS FORAM INSPIRADOS DE UMA MANEIRA E OUTROS DE OUTRA, ISSO NÃO É BÍBLICO E UMA INTERPRETAÇÃO EQUIVOCADA!” Você acha um absurdo? Um dos problemas do adventismo é que se acha muita coisa! Quando se faz uma afirmação deve-se prova-la com as escrituras. Acha um absurdo Deus curar de diferentes maneiras? Tanto no VT como no NT lemos de diferentes modos de Deus operar. Acha um absurdo Deus se revelar aos homens de diferentes formas? Existe a revelação geral e a revelação especial, e dentro de cada uma destas revelações existem diferentes tipos! (exemplo, revelação pela natureza, pela sua palavra, etc, etc,…) Faço a pergunta ao contrário: não deveria antes achar um absurdo existir sempre o mesmo tipo de inspiração das escrituras? Toda a escritura é inspirada? É! Mas existem diferentes tipos de inspiração, e por analise conclui-se que existem quatro tipos possiveis de inspiração: Intuitiva Indutiva Directa Por revelação Além disso você distorceu as minhas palavras, pois, eu não disse: “graus de inspiração” – implicava uma inspiração ser superior ou mais importante do que outra – eu falei em tipos de inspiração diferentes, pois todas são igualmente importantes. Também você disse“os profetas do passado eram inspirados de modo diferente de hoje e etc” – eu nunca afirmei isso! O que disse foi que já não existem mais profetas no NT como existiam no VT (o ultimo do VT foi João Batista) e demonstrei porquê. Mas, os tipos de inspiração no VT são iguais aos do NT! Distorcer é não saber ouvir, e´apenas desejar falar, é estar fechado em si proprio, mas Jesus nos ensina “Examinai tudo. Retende o bem” Examinar = investigação minuciosa, cuidadosa VOCÊ DISSE: “ABRAÃO FOI O PAI DA FÉ E NÃO DAS OBRAS, QUANDO NO VELHO TESTAMENTE É DITO QUE O SENHOR DE GRAÇA AOS OLHOS É A MESMA GRAÇA DO NOVO TESTAMENTO, SALMOS 84:11, DAVI CONHECIA ESSA GRAÇA, POR ISSO NÃO EXISTE SEPARAÇÃO ENTRE FÉ E GRAÇA E A LEI DE DEUS, ISSO TUDO É INTERLIGADO , POIS O CARÁTER DE DEUS NÃO PODE MUDAR ” Abraão não foi o pai da fé – isto é heresia, mas sim, o pai na fé – são coisas muito diferentes. O Pai da fé é Cristo: Hb 12: 2 …autor e consumador da fé… Quando diz que Abraão é o pai da fé está tirando a Glória de Cristo e dando a Abraão. – o menor é abençoado pelo Maior (diz a Biblia) – Abraão foi abençoado por Cristo Abraão é considerado nosso pai na fé no sentido de ter sido ele o primeiro a crer (Rm 4: 12-16). A expressão “pai da fé” indica o que gerou a fé em nós = Cristo (não foi Abraão) E a expressão “pai na fé” determina quem primeiro creu, e deu testemunho dessa fé através da promessa que recebeu de Deus, conforme está escrito: “E recebeu o sinal da circuncisão, selo da justiça da fé, quando estava na incircuncisão, para que fosse pai de todos os que crêem (estando eles também na incircuncisão, a fim de que também a justiça lhes seja imputada), Romanos 4:11” Voce disse que “não existe separação entre fé e graça e a lei de Deus” é claro que existe!! (apesar de não serem coisas estanques) Lei = veio para indicar a fé e para apontar para o novo mandamento que Jesus Deu. (não é da fé mas favorece a fé) Graça = favor não merecido que surge pela fé. Quem cumpre a lei mas não aceita a graça não é salvo. Por exemplo: Davi conhecia a diferença entre Lei, graça e fé; ele sabia que não era com a lei que podia vencer o gigante mas sim com a fé e graça de Deus – embora a obediencia contribua para a graça, pois Deus ouve àqueles que lhe obedecem. É verdade que o carater de Deus não muda: a sua santidade, amor, vontade, justiça, etc, mas, Toda a lei serve de intrutor (ou aio) para se chegar a conhecer esse caracter – A lei só por si não chega para se conhecer a Deus – Além do que a revelação acerca de Deus é progressiva – da sombra se passa para a luz. A LEI NÃO DÁ A CONHECER A DEUS NEM O SEU CARACTER, A LEI DÁ A CONHECER O PECADO: “Por isso, nenhuma carne será justificada diante dele pelas obras da lei, porque pela lei vem o conhecimento do pecado.” Romanos 3:20 A oração também é muito importante para se conhecer a Deus, pois se não se fala com alguem como conhecer essa bem pessoa? Também para se conhecer a Deus: lemos em Romanos 1: 19-20 “porquanto o que de Deus se pode conhecer neles se manifesta, porque Deus lho manifestou. Porque as suas coisas invisíveis, desde a criação do mundo, tanto o seu eterno poder como a sua divindade, se entendem e claramente se vêem pelas coisas que estão criadas, para que eles fiquem inescusáveis; porquanto, tendo conhecido a Deus, não o glorificaram como Deus, nem lhe deram graças; antes, em seus discursos se desvaneceram, e o seu coração insensato se obscureceu.” VOCÊ DISSE: “QUANTO A LEI TER TIDO FIM, JÁ FOI CITADO O REAL EMPREGO DA PALAVRA FIM, QUE TEM POR TRADUÇÃO, FINALIDADE E NÃO FIM DE ACABAR, ASSIM COMO EM I PEDRO 1:9, NÃO EXISTE O FIM DA FÉ, ESSE É O PERIGO DE SE PEGAR UM VERSO ISOLADO!” Sabe o que você escreveu? Uma heresia!! É isso mesmo: pegar em versículos isolados e tirar o contexto. Vamos ler o que está escrito em 1 Pedro 1: 9 = “alcançando o fim da vossa fé, a salvação da alma.” – isto significa que a fé terminou aqui – já não é preciso mais fé. Nota: Quando é que a alma é salva? A redenção feita no calvário por Cristo inclui o homem em toda a sua tricotomia: espírito alma e corpo: “E o mesmo Deus de paz vos santifique em tudo; e todo o vosso espírito, e alma, e corpo sejam plenamente conservados irrepreensíveis para a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo. 1 Tessalonicenses 5:23” Para aqueles que já aceitaram Jesus: O espírito já foi redimido: Deus tinha dito a Adão que: “mas da árvore da ciência do bem e do mal, dela não comerás; porque, no dia em que dela comeres, certamente morrerás. Gênesis 2:17” Mas Adão comeu e não morreu nesse dia, ou morreu? Morreu sim! Porque? Porque o Espírito de Deus deixou de estar ligado ao espírito de Adão. Agora para existir essa ligação o Espírito Santo tem que habitar no Homem: “Jesus respondeu e disse-lhe: Se alguém me ama, guardará a minha palavra, e meu Pai o amará, e viremos para ele e faremos nele morada. João 14:23” O Espírito Santo é a garantia (penhor) da salvação. Quem não tem o Espírito Santo não se pode salvar: “em quem também vós estais, depois que ouvistes na palavra da verdade, o evangelho da vossa salvação; e, tendo nele também crido, fostes selados com o Espírito Santo da promessa; o qual é o penhor da nossa herança, para redenção da possessão de Deus, para louvor da sua glória. Efésios 1: 13-14” Mas, nota importante: “E nós somos testemunhas acerca destas palavras, nós e também o Espírito Santo, que Deus deu àqueles que lhe obedecem. Atos dos Apóstolos 5:32” (O Espírito Santo é dado aos obedientes) A concupiciência: que é o vírus da corrupção que ainda habita no nosso corpo mesmo como crente salvo está de forma latente: Nota sobre a concupiciência: Opera através dos órgãos do sentido: “Porque tudo o que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida, não é do Pai, mas do mundo. 1 João 2:16” “Amados, peço-vos, como a peregrinos e forasteiros, que vos abstenhais das concupiscências carnais, que combatem contra a alma, 1 Pedro 2:11” “E os que são de Cristo crucificaram a carne com as suas paixões e concupiscências. Gálatas 5:24” A concupiciência vai ser retirada no dia do arrebatamento. Então a salvação consiste em: ** libertar o homem da condenação do pecado (isto já aconteceu – pois Jesus já justificou), ** libertar o homem da presença do pecado – isto está sendo feito pela santificação e finalmente: ** libertar o homem da existência do pecado na sua vida – isto vai acontecer no dia da redenção – pois ainda existe a corrupção: “Eis aqui vos digo um mistério: Na verdade, nem todos dormiremos, mas todos seremos transformados, 1 Coríntios 15:51” A transformação consiste nisso: tirar a corrupção para herdar a vida eterna (literalmente falando): Em 1 corintios 15: 51-54 lê-se: “Eis aqui vos digo um mistério: Na verdade, nem todos dormiremos, mas todos seremos transformados, num momento, num abrir e fechar de olhos, ante a última trombeta; porque a trombeta soará, e os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados. Porque convém que isto que é corruptível se revista da incorruptibilidade [isto é o fim da fé – a partir daqui já não é preciso mais fé] e que isto que pé mortal se revista da imortalidade. E, quando isto que é corruptível se revestir da incorruptibilidade, e isto que é mortal se revestir da imortalidade, então, cumprir-se-á a palavra que está escrita: Tragada foi a morte na vitória.” Este “fim da fé” se dá quando a salvação está consumada: “Combati o bom combate, acabei a carreira, guardei a fé. 2 Timóteo 4:7” Enquanto se estiver com vida a fé tem que estar em evidência, pois a fé é para vencer o mundo: “Porque todo o que é nascido de Deus vence o mundo; e esta é a vitória que vence o mundo: a nossa fé, 1 João 5:4” Depois do homem ser transformado para o arrebatamento ou quando o homem morre a fé deixa de existir: “Porque, agora, vemos por espelho em enigma; mas, então, veremos face a face; agora, conheço em parte, mas, então, conhecerei como também sou conhecido. 1 Coríntios 13:12” Sem duvida que uma finalidade da fé é a salvação da alma, mas aqui em 1 Pedro 1: 9 e deixando a biblia falar significa que acabou a fé, pois mais não é necessária. Não se pode trocar a palavra “fim” por “afim” É FACIL PROVAR QUE ESTE “FIM DA LEI” É DE ACABAR MESMO: Diz em Hb 8: 13 “Dizendo novo concerto, envelheceu o primeiro. Ora, o que foi tornado velho e se envelhece perto está de acabar.” Além de ter fim também houve mudança da Lei: “Porque, mudando-se o sacerdócio, necessariamente se faz também mudança da lei. Hebreus 7:12” Então, que lei foi que mudou? “Porque a lei do Espírito de vida, em Cristo Jesus, me livrou da lei do pecado e da morte. Romanos 8:2” Existia o sacerdocio Levitico agora passámos a ter Jesus como sumo sacerdote. Passou-se da Lei de moisés (apenas apontava para o pecado e morte) para a Lei do espirito de vida ou lei de Cristo – Houve mudança de Lei (isto não significa que acabou a lei!!) “Cristo nos resgatou da maldição da lei, fazendo-se maldição por nós, porque está escrito: Maldito todo aquele que for pendurado no madeiro; Gálatas 3:13” A maldição na lei = o pecado. Note ainda: “Logo, para que é a lei? Foi ordenada por causa das transgressões, até que viesse a posteridade a quem a promessa tinha sido feita, e foi posta pelos anjos na mão de um medianeiro. Gálatas 3:19” A lei de Moises tinha um prazo de Validade: “até que viesse a posteridade”, mas que posteridade? “Ora, as promessas foram feitas a Abraão e à sua posteridade. Não diz: E às posteridades, como falando de muitas, mas como de uma só: E à tua posteridade, que é Cristo. Gálatas 3:16” Se acha que estou distorcendo as escrituras – como eu disse que você estava – só tem que refutar o que escrevi!! Refutar não é mudar de assunto, mas se acha que o raciocinio não é válido então prove que não é Biblico. VOCÊ DISSE: “VOCÊ SABIA QUE ERA POSSÍVEL “VIOLAR O DESONRAR PAI E MÀE?… FOI DITO POR JESUS AOS FARISEUS QUE ELES VIOLAVAM O SÁBADO E FICAVAM SEM CULPA, ERA POR QUE PORQUE MESMO SENDO PROIBIDO ACENDER O FOGO NO SÁBADO, OS SACERDOTES O FAZIAM PARA IMOLAR O CORDEIRINHO” É possivel violar qualquer mandamento, não só o quinto, desde que a pessoa queira, mas o segredo está na obediência e não violar nenhum deles. Agora o quinto mandamento: “Honra a teu pai e a tua mãe, para que se prolonguem os teus dias na terra que o SENHOR, teu Deus, te dá. Êxodo 20:12” Honrar = dar crédito ou merecimento, exaltar, ser fiel Honrar o pai ou a mãe não significa, por exemplo, obedecer a tudo o que nos é dito, no entanto, deve-se ama-los independentemente de tudo o que possam fazer ou dizer ou mandar fazer aos seus filhos. Se um pai diz a um filho para fazer uma coisa errada, em termos gerais, torna-se uma desonra para o pai o filho obedecer, pois honrar significa dar credito ao pai e mãe. Deve-se obedecer aos pais no Senhor, mas honra-los em qualquer circunstância; seja positiva seja negativa. Uma pessoa honrada é uma pessoa vista com moral, e com bom carácter, então para honrar alguém há que ser fiel ou obedecer a princípios de moral e carácter no relacionamento da pessoa a honrar. POR exemplo, Não se pode fazer aquilo que o pai e a mãe quer de modo a que venha a desobedecer ao mandamento de Deus, isto não seria honrar, mas sim desonrar. Disse que também era possível violar o “não furtarás”. O roubo em qualquer circunstância é sempre pecado, agora o apanhar comida quando se trabalha no campo de outro não quer dizer que seja roubar. Inclusivamente, diz a Palavra de Deus: “O lavrador que trabalha deve ser o primeiro a gozar dos frutos. 2 Timóteo 2:6” – é um exemplo de situação em que não é considerado roubo. Mateus 12: 1-7 “Naquele tempo, passou Jesus pelas searas, em um sábado; e os seus discípulos, tendo fome, começaram a colher espigas e a comer. E os fariseus, vendo isso, disseram-lhe: Eis que os teus discípulos fazem o que não é lícito fazer num sábado. Ele, porém, lhes disse: Não tendes lido o que fez Davi, aquando teve fome, ele e os que com ele estavam? Como entrou na Casa de Deus e comeu os pães da proposição, que não lhe era lícito comer, nem aos que com ele estavam, mas só aos sacerdotes? Ou não tendes lido na lei que, aos sábados, os sacerdotes no templo violam o sábado e ficam sem culpa? Pois eu vos digo que está aqui quem é maior do que o templo. Mas, se vós soubésseis o que significa: Misericórdia quero e não sacrifício, não condenaríeis os inocentes. Estavam com fome, voltaram de um trabalho de evangelismo, passaram por uma seara e comeram e não foram acusados de ladrões! Diante de uma necessidade não era violação! Pois, Jesus disse “Misericórdia quero e não sacrifício” Agora se fosse algo para tirar e negociar seria diferente. Hoje até um copo de água se pode pedir para cobrar, mas antigamente e nesta cultura judaica não era assim. A questão de violar o sábado é parecido ao que aconteceu com Davi que no dia de Sábado comeu o pão da preposição que não lhe era permitido comer e ficou sem culpa. Isto consiste no facto de Deus atentar para uma alma com misericórdia, agora quando viola o sábado por maldade quando sabe que deve cumprir é diferente então fica com culpa. Em Mateus 12: 2-7 o texto é claro: “E os fariseus, vendo isso, disseram-lhe: Eis que os teus discípulos fazem o que não é lícito fazer num sábado. Ele, porém, lhes disse: Não tendes lido o que fez Davi, quando teve fome, ele e os que com ele estavam? Como entrou na Casa de Deus e comeu os pães da proposição, que não lhe era lícito comer, nem aos que com ele estavam, mas só aos sacerdotes? Ou não tendes lido na lei que, aos sábados, os sacerdotes no templo violam o sábado e ficam sem culpa? Pois eu vos digo que está aqui quem é maior do que o templo. Mas, se vós soubésseis o que significa: Misericórdia quero e não sacrifício, não condenaríeis os inocentes.” Os Sacerdotes quando violavam o sábado e ficavam sem culpa não era “só” para sacrificar o cordeiro, mas tinham um trabalho integral de sacerdotes (não eram menos sacerdotes nesse dia). Tinham que trabalhar para fazer algo necessário no sábado. E os adventistas? Trabalham ao sábado para fazer o necessário? Se Jesus quisesse violar o sábado não tinha nada de pecado, porque Ele era a concretização do sábado, o sábado era um símbolo Dele. Visto que no sábado o homem descansava, foi o que Jesus disse: “vinde a mim todos os que estais cansados e oprimidos e eu vos aliviarei” – Ele é o próprio sábado, ou seja, o descanso do Homem (Ele é o príncipe da Paz). Por outro lado, lemos que Jesus foi tido como violador do sábado quando fez uma cura de um paralítico num dia de sábado, no entanto Ele disse que o sábado foi feito por causa do homem e não o homem por causa do sábado, ou seja, o sábado tem que se sujeitar ao homem para o seu bem e não para ser um peso. Jesus também disse que “o filho do homem até do sábado é Senhor” então se é Senhor do descanso (sábado) Ele faz o que quer, pois ser Senhor significa ter domínio sobre. VOCÊ DISSE: “JESUS NUNCA VIOLOU O SÁBADO”. Quem é que diz que Jesus violou o sabado? são vocês mesmos! como? Dizendo que os cristãos violam! Os cristãos são um e estão ligados à cabeça que é Cristo. Se a Igreja viola então Cristo também. VOCÊ DISSE: “TUDO NA BÍBLIA DEVE SER ANALISADO A LUZ DE ISAÍAS, UM POUCO AQUI, UM POUCO ALI”. Você não indicou o versiculo de Isaias e nem o contexto de um pouco daqui e um pouco dali. Não sei ao que está a referir-se de Isaias. É preciso entender o contexto: não se pode ensinar a verdade com meias verdades – quem faz isto é o diabo. Todas as escrituras se completam, contudo, o que é muito diferente, nunca se contradizem. VOCÊ DISSE: “SINTO INFORMAR QUE O SEU ERRO E O DE MUITOS OUTROS EVANGÉLICOS É ATRIBUIR A LEI DOS 10 MANDAMENTOS A MOISÉS” Isso não é verdade, não atribuímos os 10 mandamentos a Moisés, ele foi o medianeiro, os 10 mandamentos foi Deus que escreveu com o dedo dele. Acha mesmo que algum evangélico pensa que os 10 mandamentos nasceram da cabeça de Moisés? Quando se fala da Lei de Moisés incluímos os 10 mandamentos porque Moisés foi o vaso escolhido por Deus para dar a conhecer esses mandamentos ao povo. Quando se fala na Lei de Moisés inclui os 10 mandamentos e tudo o que Deus mandou que ele escrevesse, pois a lei se compõe de três partes: ***O que Deus escreveu – os dez mandamentos ***O que Moisés ouviu Deus falar e mandou que ele escrevesse ***O que Moisés escreveu (inspirado por Deus) Em Levitico Deus deu ao povo um sistema de sacrifício Por exemplo, todas as leis cerimoniais estão incluídas na Lei de Moisés porque foram dadas igualmente por Moisés. Todo o livro de Levitico fala muito de sacrifícios, lei de proibições: não faças isto, não faças aquilo, sacrificar o cordeiro, até de verduras, fruto da terra sacrificava-se (era oferecido) ao Senhor. Por exemplo, a festa da colheita prefigura a ressurreição. VOCÊ DISSE: “COMO FOI DITO VÁRIAS VEZES O SÁBADO FOI DADO NA CRIAÇÃO E PERCEBA QUE APÓS A CRIAÇÃO OS PATRIARCAS SIM, TODOS O OBSERVAVAM” Você invocou Gn 8: 10-12, e Gn 29: 27-28- nestes versiculos não há nenhuma indicação que descansavam (o Shabat) se bem que eles já sabiam disso! Nestes versiculos apenas mostra que a semana tem sete dias! Isto serve de prova para o quê??? Desde o inicio que o povo de Deus sabia que era para descansar um dia – seis dias de trabalho e um para descansar. Todos eles sabiam disso sim, desde o inicio. O facto de eles observarem esta lei antes do sinai – no caso o sabado – significa apenas que o sabado era o descanso do homem – só isto. Isto demonstra que não há nada escondido que se passasse apenas de boca em boca e que a Palavra de Deus não revele (O argumento que vocês gostam tanto de usar), mesmo as sombras estão reveladas nas escrituras (do que é dado saber ao homem), por isso é que a Biblia deve ser a única regra de fé e não por exemplo, também usar os achismos dos homens que distorcem as escrituras!! Por exemplo, dizer que não está nas escrituras mas que se acha que diziam oralmente. O Shabat foi algo que Deus fez em benefício do Homem, pois quem conhece o homem melhor é quem o criou – tem a ver com o seu bem estar fisico. Assim como Deus determinou o trabalho para o homem, também determinou o seu descanso: Gn 3 17 E a Adão disse: Porquanto deste ouvidos à voz de tua mulher e comeste da árvore de que te ordenei, dizendo: Não comerás dela, maldita é a terra por causa de ti; com dor comerás dela todos os dias da tua vida. 19 No suor do teu rosto, comerás o teu pão… “Porque, quando ainda estávamos convosco, vos mandamos isto: que, se alguém não quiser trabalhar, não coma também. 2 Tessalonicenses 3:10” O Homem precisa de recuperar do esforço fisico. Não só o Homem mas também as terras precisavam de “descansar”. A terra tinha que descansar no sétimo ano (a terra descansava não era para adorar a Deus); pois a terra deveria ser cultivada seis anos e como é corruptiva ia perdendo o seu vigor – precisava de se recuperar “E a Adão disse: Porquanto deste ouvidos à voz de tua mulher e comeste da árvore de que te ordenei, dizendo: Não comerás dela, MALDITA É A TERRA POR CAUSA DE TI; com dor comerás dela todos os dias da tua vida. Gênesis 3:17” Aproveitando que o homem estava descansando no setimo dia, este facto era aproveitado para ser um dia de adoração a Deus com mais intensidade, mas isto não quer dizer que o homem não adorasse a Deus nos outros seis dias. Isso não quer dizer que se o homem trabalhar os sete dias ele não é salvo – isso não identifica verdade nenhuma sobre a perdição nem sobre salvação!! Está escrito: “E ouviram a voz do SENHOR Deus, que passeava no jardim pela viração do dia; e escondeu-se Adão e sua mulher da presença do SENHOR Deus, entre as árvores do jardim. Gênesis 3:8” Viração do dia = dia seguinte – era no sábado no descanso que Deus vinha falar com o Homem. Adão trabalhava no Éden lavrando num período de seis dias e viveu vários anos sem pecado e todo o sétimo dia Adão deixava de lavrar o Jardim porque ele já sabia que Deus vinha falar com ele – o trabalho nunca foi pecado. Nota: Para todos os dias da Criação, Moisés conta logo em Genesis 1 que houve tarde e manhã, agora quando chega no sétimo dia só diz que Deus descansou e não diz que houve tarde e manhã. Subentende-se que esse sétimo dia (primeiro sétimo dia da criação) em que Deus descansou e que não se falou sobre haver “tarde e manhã” ser um dia profético pois apontava para o dia da eternidade onde não há noite – o escritor aos Hebreus diz “não entrarão no meu descanso” – é este dia de descanso que o shabat aponta (como expliquei na carta anterior). Nota importante: Este descanso do sabado não era como mandamento legal pois a Lei veio depois – era uma concepção divina para o bem do homem na época da promessa. Por exemplo, a circuncisão também já existia – Abraão foi o primeiro a receber a Circuncisão e depois foi introduzido na Lei. Outro exemplo, o pagamento do dizimo não é da Lei foi da época da promessa: quem primeiro pagou o dizimo foi Abraão a Melquezedeque e foi sendo um costume tradicional até que foi introduzido na Lei. VOCÊ DISSE: “É ANTES DO SINAIS QUE LÁ EM EX. 16:4 QUE VEMOS O RELATO DO MANÁ SENDO DADO AO POVO… E COMO REFUTAR ESSE FATO? Ora, como refutar? Com a Biblia, claro! Toda esta questão do maná era uma figura ou sombra da salvação e do maná verdadeiro – era uma sombra do mandamento! João 6: 55-58 “Porque a minha carne verdadeiramente é comida, e o meu sangue verdadeiramente é bebida. Quem come a minha carne e bebe o meu sangue permanece em mim, e eu, nele. Assim como o Pai, que vive, me enviou, e eu vivo pelo Pai, assim quem de mim se alimenta também viverá por mim. Este é o pão que desceu do céu; não é o caso de vossos pais, que comeram o maná e morreram; quem comer este pão viverá para sempre. “ O Maná não desceu do céu? Era um símbolo de Cristo, que também desceu do céu. O povo comeu do maná mas esse maná não dava a vida eterna apenas apontava para Cristo – Este mana sim dá a vida eterna – Antes de ter o mandamento do sétimo dia – o guardar do sábado era uma figura do descanso que estava em Cristo e quando o povo colhia o Mana seis dias e no sétimo dia não colhia – era para descansar – significa que neste dia todo o povo iria ser aliviado – Quando Cristo veio isto foi anulado – pois era o símbolo de Jesus – Repare no que Jesus disse – O Maná não era só para servir de alimento, mas também era uma figura Dele próprio!! Muitos sinais que Deus fazia no VT apontavam para as virtudes de Cristo. POR exemplo, a festa da Páscoa veio como um estatuto perpetuo (Ex.12:14), mas já não tem razão de existir porque apontava para a vinda de Cristo; quando Cristo veio foi abolida passando a existir a Santa Ceia. Então simbolicamente ao não comer mana naquele sétimo dia – apontava para não ser preciso fazer mais nada para a salvação pois Cristo é a nossa justiça – Cristo faria tudo – o descanso seria pleno. Jesus anulou o descanso tradicional para passar para um melhor – “vinde a mim todos os que estais cansados e oprimidos e eu vos aliviarei” Tomai sobre vos o meu jugo = lei do Espírito de vida (não mais a Lei de Moisés) .. Nos livrou da lei do pecado e da morte (esta sim é a Lei de Moisés apontava para o pecado – logo apontava para a morte – A lei de Moisés só podia fazer isto). Mas Jesus pagou o preço que a Lei exigia que era a morte – “a alma que pecar essa morrerá”. Jesus morreu e não tinha pecado então pagou o preço de quem tinha pecado. VOCÊ DISSE: NÃO CONSEGUEM EXPLICAR ROM 3:31, ONDE É DITO PELO PRÓPRIO PAULO QUE A FÉ NÃO ANULA A LEI, ANTES A ESTABELECE! O versículo que mencionou diz o seguinte: “anulamos, pois, a lei pela fé? De maneira nenhuma! Antes, estabelecemos a lei.” – Romanos 3:31” A questão de dizer que a lei não teve fim – é interpretar a Lei ao pé da letra – o que a Biblia diz que a Lei teve fim não é a Lei em si e sim, como já foi explicado, houve uma mudança de Lei. A Lei de Moises acabou ( no sentido de apontar para a justificação, salvação – muitos pensavam que esta Lei salvava- exemplo: o mancebo cumpria a lei mas não era salvo). Agora temos a Lei de Cristo – esta sim, justifica o homem, algo que a lei de Moisés não podia fazer. Quando a Biblia diz que Cristo é o fim da Lei para a justiça para todo o que Nele Crê – porque a Lei de Moisés também trazia o começo da justiça, mas a lei de Cristo que é melhor traz a justiça (estabelecendo-se esta acabou a antiga), – A lei apontava para a justiça da fé. Por isso diz que a Lei estabelece a fé (a fé não é da Lei mas a Lei confirma que a fé é boa) Quando se diz “A fé não anula a lei” – é no sentido da fé não anular a essência da Lei, pois a fé nada tem a ver com a Lei e nem a Lei com a fé, embora a Lei confirme a fé. Então a fé não Veio para anular a Lei mas sim veio para fazer aquilo que a lei não podia fazer (completá-la). A fé ao fazer aquilo que a lei não podia fazer fez a Lei perder a força sobre as pessoas que pecam (para aquelas pessoas que vivem pela fé Cristã), pois a Lei dizia: “a alma que pecar essa morrerá”, então o homem tinha que morrer porque pecou, e quando veio a fé (que é na redenção – quando aceitamos Jesus como salvador é pela fé que somos redimidos) livrou o homem de ser condenado porque diz o “justo viverá da fé” – a fé justificou o homem, ou seja, o livrou da culpa o que a lei não podia fazer. Note o que está escrito: “Porque os que ouvem a lei não são justos diante de Deus, mas os que praticam a lei hão de ser justificados. Romanos 2:13” Não parece um contraste com o facto de “o justo viverá da fé” e “ser justificado pela fé”? Como compreender isto? Vamos deixar a bíblia falar: Em Hebreus 9: 13-14 está escrito: “Porque, se o sangue dos touros e bodes e a cinza de uma novilha, esparzida sobre os imundos, os santificam, quanto à PURIFICAÇÃO DA CARNE, quanto mais o sangue de Cristo, que, pelo Espírito eterno, se ofereceu a si mesmo imaculado a Deus, purificará a vossa CONSCIÊNCIA das obras mortas, para servirdes ao Deus vivo?” Por exemplo, Se um homem for acusado de ser um pecador então a lei pega o seu acto e se não for verdade a lei isenta o homem de morrer – a lei lhe justificou mas não para a salvação, por isso está escrito: “Porquanto, o que era impossível à lei, visto como estava enferma pela carne, Deus, enviando o seu Filho em semelhança da carne do pecado, pelo pecado condenou o pecado na carne, Romanos 8:3” Esta é a diferença entre a lei de Moisés e a Lei de Cristo: **Lei de Moisés aponta para o pecado (não sabe fazer mais nada) = diz “A alma que pecar essa morrerá” **Lei de Cristo diz: perdoado estão os teus pecados e te dou a vida eterna” A lei não perdoa pecados mas a função da lei é apontá-los. Quando Veio Cristo a Lei perde o seu valor para salvação (ou melhor que apontava para a salvação) – mas não é o valor didatico – a Lei pode e deve ser ensinada. – contudo a parte que apontava para a fé que traz a salvação em Cristo esta parte morreu. Pois está escrito: “sabendo isto: que A LEI NÃO É FEITA PARA O JUSTO, mas para os injustos e obstinados, para os ímpios e pecadores, para os profanos e irreligiosos, para os parricidas e matricidas, para os homicidas, 1 Timóteo 1:9” Como é que a lei não é feita para o justo? Quer dizer que já não há lei? Isto simplesmente quer dizer que a Lei de Moisés já não nos justifica porque apenas aponta para o pecado, mas quem nos justifica é a Lei de Cristo que diz: “perdoados estão os teus pecados” – para os que vivem a lei de Cristo, ou seja a Lei de Moisés não é válida para a salvação. E nós já nos precisamos disto porque as nossas transgressões já foram pagas por Cristo. Ora se já fomos justificados pelo sacrifício de Cristo para quê que preciso da Lei para me justificar? Para este sentido a Lei morreu. Dizer que neste sentido a Lei não morreu, não acabou é dizer que o sacrifício de Jesus foi em vão. A lei De Moisés não salvava mas tinha sentido para a salvação, pois a lei proíbe o pecado e logo aponta o caminho para a justificação. Na lei de Moisés era necessário o sacrifício de animais – a fé implicava esta obra. A Lei de Moisés apontava para a Lei de Cristo. Muitos pensavam que a lei podia salvar – mas isso é falso a lei apenas pode apontar o pecado, mas a lei de Cristo diz “perdoado estão os teus pecados e te dou a vida eterna” VOCÊ DISSE: “COMO EXPLICAR QUE O PECADO É A TRANSGRESSÀO DA LEI SE DIZEM QUE A LEI`NÃO EXISTE?” É necessário entender o contexto. Por exemplo: “como está escrito: Não há um justo, nem um sequer, Romanos 3:10” Mas também está escrito que: “E, se o justo apenas se salva, onde aparecerá o ímpio e o pecador? 1 Pedro 4:18” Parecem escrituras contraditórias, mas não são! Em Jesus o homem é justificado e sem Jesus não pode existir justificação – ainda que observe a lei. Ninguem disse que a lei não existe. A Lei de Moises deixou de existir no sentido de ser valida para salvação (ou melhor que apontava para a salvação, pois apresentava um caminho para a justificação). Na verdade, a Lei de Moisés nunca foi válida para salvar ninguém (Hb 10: 1-18) – Apenas apontava o caminho. A Lei de Moises era uma sombra da vontade de Deus, todos os dez mandamentos foram aprofundados de modo a passar a existir a Lei de Cristo ou Lei do Espirito de Vida. Se não existisse lei não havia conhecimento de pecado. Em cima lemos que a lei não é feita para o justo (1 tm 1: 9), é neste sentido que já não existe lei. VOCÊ ESCREVEU “SALVO POR SEGUIR A LEI, ISSO NÃO É VERDADE… TANTO A ELEIÇÃO DE ISRAEL QUANTO A SUA LIBERTAÇÃO FORAM MOTIVADAS PELA GRAÇA DIVINA …A NOVA ALIANÇA NÃO ALTERA DE MANEIRA NENHUMA, O DIA DE GUARDA, NEM O ANULA, ELA APENSA CONDENA O MAU USO DA LEI COMO MEIO DE SALVAÇÃO” É erro grave de exegese usar textos Biblicos ou situações da época do VT em que foi escrito e aplicar na época do NT (ou vice-versa). A salvação é pela fé tanto no NT como no VT mas o modo de Deus trabalhar é diferente. Isso está completamente fora do contexto! Mas, já está explicado esta matéria. VOCÊ DISSE: “…EVANGÉLICOS QUE GUARDAM O DOMINGO QUE FOI MUDADO PELO PODER PAPAL?” Esta é uma das especulações mais fáceis de desmontar. É de fragilidade evidente. È vergonhoso que alguns adventistas usem este argumento. Os discípulos também se reuniam no domingo, alguns exemplos: – ***O Domingo tornou-se o dia de alegria e regozijo para os discípulos (Jo.20). Leia de forma clara: 19 Chegada, pois, a tarde daquele dia, O PRIMEIRO DA SEMANA, e cerradas as portas onde os discípulos, com medo dos judeus, se tinham ajuntado, chegou Jesus, e pôs-se no meio, e disse-lhes: Paz seja convosco! 20 E, dizendo isso, mostrou-lhes as mãos e o lado. De sorte que os discípulos se alegraram, vendo o Senhor. 21 Disse-lhes, pois, Jesus outra vez: Paz seja convosco! Assim como o Pai me enviou, também eu vos envio a vós. O que faziam no primeiro dia da semana? Se reuniam, se alegravam, Jesus distribuía tarefas *** Os discípulos se reuniam no Domingo (At.20). 7 NO PRIMEIRO DIA DA SEMANA, AJUNTANDO-SE OS DISCÍPULOS PARA PARTIR O PÃO, PAULO, QUE HAVIA DE PARTIR NO DIA SEGUINTE, FALAVA COM ELES; E ALARGOU A PRÁTICA ATÉ À MEIA-NOITE. 8 HAVIA MUITAS LUZES NO CENÁCULO ONDE ESTAVAM JUNTOS. ***As coletas eram feitas no Domingo (ICor.16:1-2). 1 Ora, quanto à coleta que se faz para os santos, fazei vós também o mesmo que ordenei às igrejas da Galácia. 2 No primeiro dia da semana, cada um de vós ponha de parte o que puder ajuntar, conforme a sua prosperidade, para que se não façam as colectas quando eu chegar. MAIS: O DIA DE PENTECOSTES (A FUNDAÇÃO DA IGREJA) QUE FOI UM DIA DE ADORAÇÃO E LOUVOR – OCORREU NO DOMINGO!! Foi um dia que exaltavam o nome do Senhor: “…todos os temos ouvido em nossas próprias línguas falar das grandezas de Deus.” (At 2: 11) Note o que está escrito: “Contareis sete semanas completas, a partir do dia seguinte ao sábado, desde o dia em que trouxerdes o molho da oferta movida, sete semanas inteiras serão. Até o dia seguinte ao sétimo sábado, contareis cin¬qüenta dias… “(Lv 23.15,1 6). Cumprindo-se o dia de Pentecostes, estavam todos reunidos no mesmo lugar (At.2.1) O maravilhoso evento do derramamento do Espírito no dia de Pentecostes teve lugar no Domingo! O dia de Pentecostes ocorreu no dia que vinha após o sétimo Sábado — o quinquagésimo dia. É claro, o dia após o Sábado é o primeiro dia da semana ou Domingo. É impossível superestimar a importância do derrama¬mento do Espírito Santo para iniciar a dispensação cristã. Era para os discípulos permanecerem em Jerusalém até que fossem revestidos de poder do alto. João vos batizou com água, disse Jesus, mas vós sereis batizados com o Espírito Santo não muito depois destes dias. Recebereis poder ao descer sobre vós o Espírito Santo (At 1.5,8). A Igreja nasceu no dia de Pentecostes, e era um Domingo! Como resultado de sua experiência naquele dia, os discí¬pulos saíram para evangelizar o mundo. Deus honrou aquele sétimo Domingo da dispensação do Novo Testa¬mento com 3.000 conversões, que se seguiram ao sermão de Pedro. OUTROS EXEMPLOS REGISTRADOS NA HISTÓRIA DA GUARDA DO DOMINGO: – Inácio, 100d.C., disse: “Aqueles que estavam presos às velhas coisas vieram a uma novidade de confiança, não mais guardando o Sábado, porém vivendo de acordo com o dia do Senhor”. – Tertuliano: 160-220. No início do século III, Tertuliano chegou a afirmar que: “Nós (os cristãos) nada temos com o Sábado, nem com outras festas judaicas, e menos ainda com as celebrações dos pagãos. Temos nossas próprias solenidades: O Dia do Senhor… (On indolatry 14). Em “De oratione”(23). Tertuliano insiste na cessação do trabalho no Domingo como dia de culto para o povo de Deus. – O ensino dos Apóstolos, obra siríaca: Encontramos um testemunho muito interessante na obra citada, que data da segunda metade do século III, segundo a qual os apóstolos de Cristo foram os primeiros a designar o primeiro dia da semana como dia do culto cristão: “Os apóstolos determinaram, ainda: no primeiro dia da semana deve haver culto, com leitura das Escrituras Sagradas, e a oblação. Isso porque mo primeiro dia da semana o Senhor nosso ressuscitou dentre os mortos, no primeiro dia da semana o Senhor subiu aos céus, e no primeiro dia da semana vai aparecer, finalmente com os anjos celestes” (Ante-necene fathers, 8668).(Enciclopédia Vida, autor judeu: Archer) – Eusébio de Cesaréia: 264-340 d.C., bispo de Cesaréia, historiador da Igreja, viveu e foi preso durante a perseguição de Diocleciano contra os cristãos, a qual foi o último e desesperado esforço de Roma por varrer da terra o cristianismo. Um dos seus objetivos (objetivos de Roma) especiais foi destruir todas as escrituras cristãs… Eusébio viveu até o reinado de Constantino,… Um dos primeiros atos de Constantino, ao ascender ao trono, foi mandar preparar, sob a direção de Eusébio… Cinqüenta BÍBLIAS para as Igrejas de Constantinopla.(Halley). (os manuscritos que temos, provavelmente, saíram do trabalho de Eusébio). Agora vejamos o que Eusébio pensava a respeito da guarda do Sábado: “Eles, portanto, não consideravam a circuncisão, nem observavam o Sábado, como também nós; nem nos abstemos de certos alimentos, nem consideramos outras imposições que Moisés subseqüentemente entregou para serem observadas em tipos e símbolos, porque tais coisas não dizem respeito aos cristãos…”; “Também celebravam os dias do Senhor como nós, para comemorar a sua ressurreição” (Livro: História da Igreja, Eusébio, século III, P.27, 106, Ed. CPAD, ed.1999). Os adventistas vivem repetindo a afirmação de que foi a Igreja Católica que mudou o sábado para o Domingo. A senhora Ellen G. White afirma: “O Papa tinha mudado isto [o Sábado] do sétimo para o primeiro dia da semana” (Primeiros Escritos, p. 26) A revista Sinais dos Tempos, Outubro, 1914 dizia: “O Domingo é o primeiro dia da semana e sua observância pertence a Igreja Católica.” “Todo aquele que aceita a instituição do Domingo como um Sábado, aceita uma instituição da Igreja Católica.” Os adventistas ensinam que a Igreja Católica começou a uns 300 anos d.C. Assim, se a Igreja Católica mudou o sábado para o Domingo não poderia Ter feito antes dessa data. E como então explicar os inúmeros testemunhos da observância do Domingo pela esmagadora maioria da cristandade antes dessa data? Veja a incoerência: dizem acima que a ICR mudou o dia, mas como já provamos a guarda do Domingo já havia sido estabelecida como costume desde o século I. Como explicar então as citações de grandes números de catecismos católico, padres, e vários desafios que os católicos fazem aos protestantes mostrado pelos adventistas com o fito de provar que realmente a Igreja Católica mudou o dia de descanso? É claro que eles fazem isso de maneira parcial. Se não, por que omitem de propósito que esta mesma igreja reclama a sua fundação em 33 d.C.? Ela reivindica que sua fundação começou na época dos apóstolos e que a mudança foi feita por eles. Se os adventistas aceitam sem restrição essa declaração dos católicos, para ser coerentes deveriam do mesmo jeito aceitar ambas as coisas. Mas isto eles não fazem simplesmente porque destruiria seu principal argumento contra o domingo. Verdade é que muitos outros documentos, inclusive documentos oficiais (o que não é o caso dos citados pelos adventistas) mostram que os católicos consideram os apóstolos e a Igreja primitiva os legítimos mudadores deste dia. O fato é que a verdadeira Igreja Católica original realmente começou com os apóstolos onde o dia foi mudado. Esta não é a mesma Igreja Católica Romana do papa que foi realmente formada séculos depois. As bases das reivindicações da igreja Católica romana de que ela mudou o sábado é tão falsa quanto a sua afirmação de que ela foi fundada pelos apóstolos. Ambos os fatos são abundantemente provados pelo testemunho destas mesmas autoridades católicas. Por ocultar estes pormenores importantes os adventistas se tornam culpados de estar ludibriando conscientemente os mais incautos. Eles deveriam citar também estas declarações católicas, mas não fazem por simples e pura deslealdade. Ninguém melhor que os adventistas para denunciar os erros dos católicos. Eles o chamam de mestres falsos, anticristo, rejeita suas tradições como coisas tolas e antibíblicas. Eles denunciam assim e os publicam para todo o mundo. Mas estranhamente quanto à afirmação da mudança do sábado para o domingo eles acatam as afirmações dos católicos sem nenhum problema, mesmo os católicos não tendo nenhuma prova dessa mudança. Veja algumas das afirmações que os católicos fazem: 1. A Igreja Católica Romana é a única Igreja verdadeira fundada pelos apóstolos. 2. São Pedro foi o primeiro Papa da Igreja Católica Romana. 3. O Bispo de Roma foi o único nomeado por Pedro numa linhagem sucessiva. 4. O Papa de Roma é o Vigário de Cristo na terra. 5. O Papa é infalível. 6. O Papa possui as chaves para entrar no paraíso. 7. Todos os protestantes incluindo os adventistas são heréticos. 8. A Bíblia foi dada pela igreja católica. 9. Os Padres possuem autoridade para perdoar pecados. 10. A Igreja Católica Romana mudou o Sábado do sétimo dia para o domingo, o primeiro dia da semana. A Igreja Católica reivindica não só estas dez afirmações como muitas outras que não se pode provar pela Bíblia ou pela história. Contudo os adventistas dizem que as nove afirmações acima são falsas enquanto a décima, a da mudança do Sábado, eles a acatam sem nenhuma contestação. Por que essa parcialidade afinal? Em todos os livros católicos aparecem essa listagem a seguir: Igreja = Igreja Católica Origem = Jerusalém Fundador = Jesus Cristo Ano = 33 Autoridade = Novo Testamento. Examinado vários documentos oficiais e não oficiais da Igreja Católica como catecismos, Enciclopédias, Encíclicas, Cartas e livros, e todos eles são unanimes em afirmar que a Igreja Católica foi fundada pelos apóstolos e se houve qualquer mudança essa foi feita por eles. Consequentemente eles entendem que tudo que foi feito por eles foi feito pela Igreja. E é unicamente por isso por isso que os católicos afirmam que a Igreja Católica mudou o sábado. Uma mudança que, levando-se em conta o contexto da afirmação, remonta na verdade à Igreja apostólica e não a Católica Romana. Falando sobre o sábado que na divisão católica do decálogo é o terceiro mandamento o catecismo Católico sob o subtítulo “Instituição do Dia do Senhor” declara explicitamente: “Por este motivo resolveram os apóstolos consagrar ao culto divino o primeiro dia dos sete dias da semana.” E mais: “A Igreja de Deus, porém, achou conveniente transferir para o domingo a solene celebração do sábado…Por isso, quiseram os apóstolos fosse ele chamado domingo.” (Catecismo Romano pág. 437-440) “Devido a tradição apostólica que tem a sua origem no dia mesmo da ressurreição de Cristo, a Igreja celebra cada oitavo dia o mistério Pascal.” (Concílio Vaticano II: Constituição “Sacrosanctum Concilium”sobre a liturgia) “O domingo que por tradição apostólica se celebra o mistério pascal, deve ser guardado em toda a igreja como o dia de festa por excelência…” (Código de Direito Canônico – Cân.1246 – 1983) “Desde o começo a Igreja solenizou o dia do Senhor com a celebração da ‘fração do pão’ (cf. At 20.7), com a proclamação da palavra de Deus (cf. At 20.11) e com obras de caridade e assistência (cf. I Co 16.2). O mestre havia dado o exemplo […] Daí por diante a Igreja sempre santificou o dia do Senhor…” (Conferência Episcopal Italiana (CEI) (Nota pastoral sobre O Dia do Senhor, de 15.07.1984) Isso acaba de uma vez por todas com esta distorção vergonhosa dos fatos. Definitivamente isso não é prova contra a origem apostólica do Domingo. Sendo assim, sugiro aos sabatistas que risquem este argumento esfarrapado de suas listas de debates. É verdade que também se reuniam aos sábados, mas não por imposição de Deus, mas também porque havia a necessidade de pregar aos judeus de religião judaica que guardavam o sábado por mandamento, então tinham forçosamente que se reunir nesse dia, mas ainda assim se reuniam também no Domingo. Qualquer líder adventista sincero e honesto não negará o facto que os cristãos da Igreja primitiva se reunia no dia do domingo – embora muito provavelmente não falem abertamente essa verdade a seus seguidores. Então reparem que esse versículozinho isolado que gostam tanto de usar: (DAn 7:25), fica desmascarrado até pela história – o falso sentido que dão (numa carta anterior tinha falado do seu real significado) – A Biblia não serve, nem nunca servirá para negar a realidade, antes a confirma. VOCÊ DISSE: “DÃO CRÉDITO AO INIMIGO AO “ADORAREM” A DEUS NO DOMINGO” Com esta afirmação você está dizendo que os cristãos primitivos também deram credito ao inimigo para adorar no Domingo. Também está dizendo que o Domingo não é um dia tão bom para adorar quanto o Sábado – Este não é o ensino de Jesus!! Deus procura adoradores em espírito e em verdade, independente do dia!!, e como se isso fosse pouco ainda colocou aspas com o sentido de que a adoração ao Domingo não é valida ou verdadeira – Prove isso com a Bíblia!! FOI FALADO EM “DIA DO SENHOR” A Bíblia em diferentes pontos fala de Dia do Senhor. No VT existem diferentes contextos que dão diferentes sentidos para o “dia do Senhor”; não tem que ser dia do descanso – pode ser ou não dependendo do contexto. No VT temos a expressão: “O SÁBADO DO SENHOR TEU DEUS” em Êxodo 20:10, e também encontramos a mesma expressão em Deuteronômio 5 que significa o dia do descanso. Não é novidade nenhuma, pois faz parte dos dez mandamentos. Se é verdade que no VT vem escrito essa expressão “O sabado do Senhor Teu Deus”, qualquer outro mandamento também é “mandamento do Senhor teu Deus”. A expressão “dia do Senhor” é a mesma que “dia do Senhor teu Deus”, é a mesma que “dia do Senhor Jesus”, é a mesma que “Dia de nosso Senhor Jesus Cristo”, etc, e simplesmente significa o dia em que o Senhor Deus faz ou se refere a um determinado evento – e tem que se conhecer o contexto para compreender o que significa, pois existem muitos significados e um deles se refere ao dia do descanso. Existem vários exemplos: “Porque o DIA DO SENHOR dos Exércitos será contra todo o soberbo e altivo e contra todo o que se exalta, para que seja abatido; Isaías 2:12” Se lermos o contexto e texto – Aponta para o Milénio – não aponta para o sábado Outro exemplo: “Ah! Aquele dia! Porque o DIA DO SENHOR está perto e virá como uma assolação do Todo-poderoso. Joel 1:15” Este é um dia de vingança – não tem a ver com o sábado Agora, alguns exemplos no NT: “Mas o DIA DO SENHOR virá como o ladrão de noite, no qual os céus passarão com grande estrondo, e os elementos, ardendo, se desfarão, e a terra e as obras que nela há se queimarão. 2 Pedro 3:10” Aqui é uma referência depois do milénio Este “dia do Senhor” é o dia em que virá para julgar as nações, o dia do juízo final “o qual vos confirmará também até ao fim, para serdes irrepreensíveis no Dia de nosso Senhor Jesus Cristo. 1 Coríntios 1:8” Este “DIA DE NOSSO SENHOR JESUS CRISTO” é o dia da recompensa. “Tendo por certo isto mesmo: que aquele que em vós começou a boa obra a aperfeiçoará até ao DIA DE JESUS CRISTO. Filipenses 1:6” Este “Dia de Jesus Cristo” também é o dia da recompensa. “O sol se converterá em trevas, e a lua, em sangue, antes de chegar o grande e glorioso Dia do Senhor; Atos dos Apóstolos 2:20” Este “dia do Senhor” é o dia visível da sua vinda = parousia (grego) “como também já em parte reconhecestes em nós, que somos a vossa glória, como também vós sereis a nossa no Dia do Senhor Jesus. 2 Coríntios 1:14” Este “Dia do Senhor Jesus” é o dia da recompensa que Paulo fala em 2 Timóteo 4: 7-8: “Combati o bom combate, acabei a carreira, guardei a fé. Desde agora, a coroa da justiça me está guardada, a qual o Senhor, justo juiz, me dará NAQUELE DIA; e não somente a mim, mas também a todos os que amarem a sua vinda.” Este dia é o dia da recompensa dos salvos. “Geralmente, se ouve que há entre vós fornicação e fornicação tal, qual nem ainda entre aos gentios, como é haver quem abuse da mulher de seu pai… já determinei, como se estivesse presente, que o que tal ato praticou, em nome de nosso Senhor Jesus Cristo, juntos vós e o meu espírito, pelo poder de nosso Senhor Jesus Cristo, seja entregue a Satanás para destruição da carne, para que o espírito seja salvo no DIA DO SENHOR Jesus.” – 1 corintios 5 Aqui a expressão “Dia do Senhor” significa o dia que o Senhor determinar agir para salvação em relação àquela pessoa. Outro exemplo importante: o primeiro dia da semana (Domingo) também é identificado como o “dia do Senhor” Porque foi nesse dia que Jesus ressuscitou – isto não significa que alguém tenha que guardar esse dia – a expressão dia do Senhor – apontando para o Domingo que é o primeiro dia da semana não está identificando que é o dia do descanso – mas é o dia da vitória. Quando é que o homem descansa das suas obras? É quando morre: “E ouvi uma voz do céu, que me dizia: Escreve: Bem-aventurados os mortos que, desde agora, morrem no Senhor. Sim, diz o Espírito, para que descansem dos seus trabalhos, e as suas obras os sigam, Apocalipse 14:13” O “dia do Senhor” em Ap 1: 10,18 “Eu fui arrebatado em espírito, no dia do Senhor, e ouvi detrás de mim uma grande voz, como de trombeta… fui morto, mas eis aqui estou vivo [ressuscitei] para todo o sempre. Amém! E tenho as chaves da morte e do inferno.” Esta passagem aponta para o dia em que Ele ressuscitou – que se chama o dia do triunfo – que é o primeiro dia da semana = Domingo Este relato em Ap. não indica o dia exacto que Jesus ressuscitou, mas sim o dia que João se referia. Jesus ressuscitou no Domingo: “E Jesus, tendo ressuscitado na manhã do primeiro dia da semana… “, Marcos 16:9 e durante quarenta dias aparece aos seus discípulos irmãos e amigos e depois subiu ao céu e foi glorificado depois passados dez dias desceu o Espírito Santo. Depois destes cinquenta dias da Sua ressurreição, quando a Igreja se estava desenvolvendo, João se encontrava na Ilha de Patmos em um Domingo que João chamou o dia do Senhor quando foi arrebatado. Então o dia de triunfo é o Domingo que não se identifica como descanso, mas se parar de trabalhar no Domingo ele passa a descansar nesse dia, não quer dizer que o Shabat seja o Domingo assim como não quer dizer que seja o sábado (sábado quer dizer apenas descanso e não sétimo dia!!). Então vemos que estes truques de argumentos que ensinam aos adventistas na verdade enganam as pessoas menos avisadas, mas é fácil de desmontá-los. VOCÊ DISSE: “ALGUNS MESES INTERPELEI UM FAMOSO PASTOR PENTECOSTAL E QUESTIONEI JUNTO A ELE…” Os cristãos não seguem pregadores famosos, os cristãos seguem a Jesus e a sua Palavra (é muito mais que um pregador famoso – É Deus!!) . Vocês já não podem dizer isto pois dizem que seguem a Jesus mas também seguem a Sra. White – pois ela é uma luz que vos alumia – Isto é igual ao Catolicismo: “seguimos a Jesus embora Maria seja nossa mediadora” e embora não considerem a Sra White uma mediadora (?) a consideram como uma luz (!) Então, se quer falar de pregadores famosos fale da Sra. White e de outros seus colegas, das falsas profecias, das visões e compare-as com a palavra de Deus. Judas Iscariotes ainda hoje é muito conhecido das escrituras, mas pelos piores motivos. Existem muitos pregadores famosos que escandalizam. VOCÊ FALOU EM: “QUANTO AO FATO DE ESTAR SEGUINDO DOUTRINAS DE HOMENS, QUEM É QUE AFINAL SEGUE DOUTRINAS QUE SÃO DE HOMENS?” Um exemplo: Tem provado ultimamente um bom bifinho de porquinho? Bom, até é capaz de dizer que não gosta – tem todo o direito de não gostar – o que não tem é o direito de dizer aos outros o que não devem comer (nem Deus faz isto!). Para muitos de vós isso é algo que vos é ensinado a não comer, pois “Deus não quer”, mas qual deus é que diz isso? 1 Timoteo 4 “Mas o Espírito expressamente diz que, nos últimos tempos, apostatarão alguns da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores e a doutrinas de demônios, pela hipocrisia de homens que falam mentiras, tendo cauterizada a sua própria consciência, proibindo o casamento e ORDENANDO A ABSTINÊNCIA DOS MANJARES que Deus criou para os fiéis e para os que conhecem a verdade, a fim de usarem deles com ações de graças; PORQUE TODA CRIATURA DE DEUS É BOA, E NÃO HÁ NADA QUE REJEITAR, SENDO RECEBIDO COM AÇÕES DE GRAÇAS, PORQUE, PELA PALAVRA DE DEUS E PELA ORAÇÃO, É SANTIFICADA.” Quem vos ordena a abstinência de manjares? É Deus? VOCÊ CONSIDEROU ALGO MUITO INTERESSANTE, POIS, ACHA QUE: “OS PRIMEIROS CRISTÃOS NÃO CRIAM QUE PERTENCIAM A UMA NOVA RELIGIÀO, ELES HAVIAM SIDO JUDEUS DURANTE TODA A SUA VIDA E CONTINUAVAM SENDO, SUA FÉ NÃO CONSISTIA EM UMA NEGAÇÃO DO JUDAÍSMO, MAS ANTES EM UMA CONVICÇÃO DE QUE A ERA MESSIÂNICA…” Esta afirmação é completamente falsa. O Apostolo Paulo contrariou o Judaísmo, e ele próprio vai fazer-lhe um comentário sobre o que você escreveu: “circuncidado ao oitavo dia, da linhagem de Israel, da tribo de Benjamim, hebreu de hebreus; segundo a lei, fui fariseu, segundo o zelo, perseguidor da igreja; segundo a justiça que há na lei, irrepreensível. Mas o que para mim era ganho reputei-o perda por Cristo. E, na verdade, tenho também por perda todas as coisas, pela excelência do conhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor; pelo qual SOFRI A PERDA DE TODAS ESTAS COISAS E AS CONSIDERO COMO ESTERCO, para que possa ganhar a Cristo Filipenses 3: 5-8” O judaísmo nada tem a ver com o cristianismo (embora seja a raiz). Tanto assim que não é só Paulo que rejeitou o Judaísmo para poder receber Cristo, mas, por exemplo, os judeus não aceitam o Novo Testamento como livro Sagrado (não crêem que seja de inspiração divina). Não só os cristãos não se identificam com os Judeus mas também os Judeus não se identificam com os cristãos. Muitos problemas são relatados com a mistura do judaísmo no Cristianismo. Certa vez o próprio Pedro estava a deixar-se levar por práticas judaicas e Paulo teve que o repreender na presença de todos: “E, chegando Pedro à Antioquia, lhe resisti na cara, porque era repreensível. Porque, antes que alguns tivessem chegado da parte de Tiago, comia com os gentios; mas, depois que chegaram, se foi retirando e se apartou deles, temendo os que eram da circuncisão. Mas, quando vi que não andavam bem e direitamente conforme na verdade do evangelho, disse a Pedro na presença de todos: Se tu, sendo judeu, vives como os gentios e não como judeu, por que obrigas os gentios a viverem como judeus? Nós somos judeus por natureza e não pecadores dentre os gentios. Sabendo que o homem não é justificado pelas obras da lei, mas pela fé em Jesus Cristo, temos também crido em Jesus Cristo, para sermos justificados pela fé de Cristo e não pelas obras da lei, porquanto pelas obras da lei nenhuma carne será justificada, Gálatas 2: 11-16” Note o que diz: “Toda Escritura divinamente inspirada é proveitosa para ensinar, para redargüir, para corrigir, para instruir em justiça, 2 Timóteo 3:16” Este versículo não nos incentiva a praticar o judaísmo mas sim a meditar em lições muito importantes também tiradas do VT. Por exemplo, lemos a historia de muitos personagens bíblicos e podemos aprender de sua fé em Deus, coragem, justiça, etc. São lições espirituais que podemos aprender e não sobre praticas judaicas, pois Israel lida com Deus e a Igreja com Jesus, as alianças são diferentes. VOCÊ FALOU EM PV 28: 9 – “O QUE DESVIA OS SEUS OUVIDOS DE OUVIR A LEI, ATÉ A SUA ORAÇÃO SERÁ ABOMINÁVEL.” Não está apontando para a lei de Moises nem de Cristo – está indefinida – este versiculo apenas nos mostra que se deve obedecer a toda a vontade de Deus – Não está apontando especificamente para a Lei sacrificial ou Lei de Moisés. Só este versiculo que apontou até prova num certo sentido que esta questão do sábado está por vós distorcida. Então, se Deus não ouvisse a oração pelos que não guardam o sabado (esta deve ser a sua interpretação – por isso invocou o versiculo), então Deus não abençoaria os Cristãos, por estar em desacordo com a sua Lei– mas Deus tem-nos abençoado e muito!! Posso falar por mim – Ele tem ouvido as minhas orações. Este versículo é mais um invocado que prova que os adventistas em tudo vêm uma justificativa para sua doutrina, um motivo para guardar o sábado e uma razão para condenar os que não guardam. Por exemplo, com a doutrina da prosperidade é semelhante, em tudo vêm versículos que apoiem a sua visão particular das escrituras. É fácil invocar versículos isolados e fazer um comentário sobre o que se acha que eles significam, mas quando esse comentário é refutado e depois não se consegue refutar a refutação (sem que se ache contradições Biblicas) o que isso significa? Também gostaria de perguntar uma coisa aos adventistas: Acham que é possível lendo apenas o NT conhecer a plena vontade de Deus para a IGREJA? (e sem nada conhecer do VT), Sim ou Não? Graça e paz
  45. Valdir said

    É triste saber que alguém cria um site simplesmente para denegrir a religião alheia. Vá pregar o evangelho irmão, vai gastar seu tempo ajudando os mais pobres, vai visitar os doentes, os orfãos, etc… Estava fazendo uma pesquisa quando por acaso cai aqui neste site, mais em vez de discutir Bíblia ou doutrina vou dizer algo muito simples se DEUS aboliu os dez mandamentos porque vocês então não roubam, matam, adulteram, enfim tá tudo liberado! Afinal a lei foi abolida, a lei não trata só do Sábado.

  46. luiz edu said

    Olha, fiquei muito intrigado com as questões acima, permita-me aos irmãos me intrometer, pois esse assunto me interessa muito, portanto, vou aos pontos principais citados:

    1.Acho que a questão da inspiração do espírito santo não foi muito bem esclarecida e portanto não foi muito bem entendida pelo outro irmão, permita-me esclrecer:
    ou Deus inspira um profeta ou não, o MODO COMO ELE inspira é que algo bem diferente do que foi falado aqui, um irmão está afirmando que Deus pode inspirar uns mais e outros menos, isso realmente é errado, por isso acho que foi referido pelo outro irmão o Modo de inspiraçào, ou seja, a maneira, mas o dom só pode ser de Deus ou do inimigo, por isso, Deus inpirou os profetas do VT da mesma maneira que inspirou os do Novo testamento, qual a diferença? várias, a maneira como Ele inspirou, a época, a situação, mas a fonte a inspiração foi a mesma!!! E esse comentário não é meu ” é bíblico, pois as escrituras são DIVINAMENTE, INSPIRADAS POR DEUS e ponto!

    Não entendi por que foi dito que Paulo não seria mais judeu, ele mesmo disse que o era, ele nunca negou ser judeu, ele mesmo disse que a salvação era para o judeu e para o gentio, porque Deus é do judeu e do gentio! … é claro que se converteu ao cristianismo, mas continuou sendo judeu, qual o problema nisso?

    O mais triste é citar as 8 referências do NT para tentar provar que o domingo foi adotado como dia de guarda, será q você e outros não percebem a gravidade do erro? Como tentar provar que o domingo foi santificado pelos apóstolos pelas passagens que NADA FALAM DISSO! você as escreveu aqui, será que ao menos leu e percebeu que não há menção de santificação? será que se o domingo fosse o dia adotado em substituição pelo sábado, os judeus que eram hávidos praticantes da lei, não o questionariam? E em nenhum dos evangelhos existe menção a oposição de Paulo ao sábado, nem no Concíclio de Jerusalém, nem em lugar nenhum, sabe por que? porque O SABADO FOI MANTIDO COMO DIA DE GUARDA! Será que Jesus não diria nada sobre a mudança no dia de guarda? Será que o fato de os discípulos estarem com medo após a morte de Jesus no domingo prova que ele deveira ser guardado?
    Nossa! nem com muita boa vontade dá pra sentir qualquer ordenança ou indicação de um novo dia de guarda… isso é sem dúvida muito triste!

    Um fator muito importante é a má compreensão das leis aqui faladas, por que motivo o amigo se refere a lei de Moises e não a Lei de Deus? a lei que está sendo levada em consideração é a Lei de Deus, a de exodo 20, que foi escrita pelo dedo de Deus e nào a lei escrita por Moisés, a lei que perdeu o significado com a morte de Cristo, a A lei de Deus não é essa, estamos aqui falando dos 10 mandamentos, esses sim conduzem a Cristo, pois essa é a finalidade da lei, nos conduzir a Cristo (Rom 10:4).

    Quando um dos irmãos afirrmou que Abraão é o pai da fé, foi logo atacado como sendo heresia, acredito que isso é muito pesaroso de dizer, pois o próprio apóstolo Paulo e TODO o povo judeu o considerava o pai da fé, no sentido de que ele é o pai de TODOS OS QUE TEM FÉ, essa exressão foi dita pelo proprio Paulo, não é uma heresia pois o sentido empregado foi o mesmo sentido empregado por Paulo ao considerar Abraão o pai da fé, de todos os que tem fé, portanto, não devemos ter a intenção de distorcer palavras de ninguém aqui, somos todos irmãos e as maneiras como nos expressamos devem ser entendidas e bem explicadas, para que nãio gere dúvidas, como por exemplo:

    Quanto ao emprego da palavra fim, A “justiça de Deus” pode ser obtida à parte da lei; por isso, Paulo pode afirmar: “Porque o fim da lei é Cristo, para justiça de todo aquele que crê” (Rom. 10:4). A todos os que nEle crêem, Cristo leva a um fim absoluto o uso da lei como um meio de obter justiça. Ou, novamente, podemos compreender a palavra “fim” como significando o objetivo ou propósito [finalidade].

    Cristo era o objetivo que a lei tinha em vista; porque o propósito da lei é levar os homens a perceber sua pecaminosidade, sua injustiça, para que possam ir a Cristo em busca de Sua justiça, que é imputada na justificação e comunicada no viver diário, algo claramente ensinado em Gálatas 2:20. Esse uso da palavra “fim” é encontrado em Tiago 5:11 ei Timóteo 1:5, concordo com o irmão que a palavra fim de I Pedro 1:9, não caba nesse contexto, e sim no de Timóteo e de Tiago e quanto a isso não nos dá margem pra erros ou interpretação errônea!

    Quanto a justificação pelas obras, ou pela lei, isso é completamente reprovável por Paulo e por Cristo e pelo que li nos comentários ambos pensam assim. Ao morrer na cruz Jesus não nos deixou livres para transgredir qualquer mandamento dos 10, Cristo não nos deixou livres para pecar, Ele com Seu sangue nos justificou nos libertando da condenação da lei, pela fé somos libertos da condenação da lei, mas isso não anula a lei, não é mesmo? Paulo explicou exatamente isso e epois em Rom3:31 ele disse que a fé NÃO ANULA A LEI, A CONFIRMA!

    Os observadores do domingo, em uma tentativa desesperada de defender o indefensável, apelam aos pais da igreja e ao texto de Apocalipse 1:10 para “provar” que o “dia do Senhor” não é o sábado. Leiamos o texto:

    “Achei-me em espírito, no dia do Senhor, e ouvi, por detrás de mim, grande voz, como de trombeta” Apocalipse 1:10.

    Eles pecam em duas coisas:

    1) Em usar a autoridade dos pais da igreja no lugar da autoridade da Bíblia (Jo 17:17);

    2) Em dizer que a expressão grega Kuriakê heméra (Dia do Senhor), utilizada em Apocalipse 1:10, se refere ao primeiro dia da semana.

    Vamos analisar a fragilidade dessa argumentação e mostrar que a Bíblia continua sendo a autoridade para o cristão que respeita a Deus e a autoridade de Sua Palavra.

    Os pais da igreja

    Mesmo tendo sido homens piedosos em suas épocas, não podemos fazer de tais homens nossa autoridade final em assuntos doutrinários. Isso por que “Antes, importa obedecer a Deus do que aos homens.” (At 5:29).

    Veja no que alguns dos pais da igreja acreditavam e conclua por si mesmo se, em matéria de doutrina, eles são confiáveis 100%. As informações a seguir forma extraídas do livro Subtilezas do Erro (1981):

    Inácio dizia que se torna assassino quem não jejua no sábado; defende a transubstanciação, considerando herege quem admite apenas o simbolismo da santa ceia e exalta demais a autoridade do bispo, pondo-a acima da de César, chegando ao cúmulo de afirmar que, quem não o consulta, segue a satanás.

    Barnabé (se é que existiu tal personagem), diz que a lebre muda a cada ano o lugar da concepção, que a hiena muda de sexo anualmente, e a doninha concebe pela boca. Afirma que Abraão conhecia o alfabeto grego (séculos antes que tal alfabeto existisse) e alegoriza a Bíblia.

    Justino ensinava, entre outros absurdos, que os anjos do céu comem maná e que Deus, no princípio do mundo, deu o sol para ser adorado.

    Clemente de Alexandria sustenta que os gregos se salvam pela sua sabedoria; afirma que Abraão era sábio em astronomia e aritmética e que Platão era profeta evangélico.

    Tertuliano diz regozijar-se com os sofrimentos dos ímpios no inferno. Afirma que os animais oram. Defende o purgatório e a oração pelos mortos.

    Eusébio era ariano (negava a Divindade de Cristo)

    Irineu quer que as almas, separadas do corpo, tenham mãos e pés. Defende a supremacia de Roma, alegando que a igreja tem mais autoridade que a Palavra de Deus. Defende ardorosamente o purgatório.

    Tais homens são as autoridades doutrinárias dos observadores do domingo, caro leitor! Pasmem! Não foi por acaso que Adam Clarck, comentarista evangélico, disse sobre eles: “Em ponto de doutrina a autoridade deles é, a meu ver, nula” – Clarkes’s Commentary, on Proverbs 8.

    A expressão Kuriakê heméra (dia do Senhor) se refere ao domingo?

    Só para os desinformados. No grego clássico, realmente a expressão foi aplicada por alguns pais da igreja ao domingo. Entretanto, a Bíblia não foi escrita no grego clássico, mas, no grego koinê (comum, do povo). Por isso, precisamos buscar o significado da expressão no tipo de grego utilizado pelos autores do Novo Testamento. Isso é óbvio demais a ponto de nem ser preciso redigir um comentário desses. Mas, por amor à verdade, é bom deixar tudo bem claro.

    Eis algumas evidências de que a expressão grega para “dia do Senhor” (no grego bíblico) não se refere ao primeiro dia da semana:

    1) A primeira menção ao domingo como “dia do Senhor” encontra-se num escrito falsamente atribuído a Pedro, chamado “Evangelho Segundo Pedro” (cap. 9:35), datado pelo menos uns 70 a 75 anos após o período que João escreveu o Apocalipse.

    Uma pergunta aos dominguistas:

    Como João iria se referir ao domingo em Apocalipse 1:10, sendo que a primeira citação como sendo este o dia do Senhor aparece cerca de 70 a 75 anos DEPOIS dele escrever este texto? Impossível!

    2) Justino Mártir (ano 150 d.C) quando alude a um costume que se implanta entre os cristãos de sua época a reunirem-se no 1o dia da semana, refere-se a esse dia com a expressão “dia do Sol” e não “dia do Senhor”.

    3) O evangelho de João teria sido escrito mais ou menos na mesma década que o Apocalipse e, ao referir-se ao domingo, o apóstolo não o chama de “dia do Senhor”, mas meramente “primeiro dia”. Nenhum título de santidade é dado ao domingo (só na imaginação fértil dos que são contra o quarto mandamento da Lei de Deus)

    4) Nem o Pai nem o filho reclamaram o domingo como “SEU” em qualquer sentido. Se seguirmos a lógica dos oponentes (em guardar o domingo por que Jesus ressuscitou no primeiro dia), poderíamos santificar a sexta-feira – o dia da crucificação. Ele não tem menos importância para nós cristãos! Por que não chamar o dia da “ascensão” de “dia do Senhor?” Qual critério bíblico é utilizado para dizer que o momento da ressurreição é mais importante que o dia em que Cristo morreu e subiu aos céus?

    6) Toda a vez que o Novo Testamento se refere ao primeiro dia da semana, usa a expressão “primeiro [dia] após o sábado” (Mt 28:1; Mc 16:2; Lc 24:1; Jo 20:1,19; At 20:7; 1Co. 16:2). Ou, “segundo [dia] após o sábado”, etc. Isto dá mais valor ao sétimo dia como ponto central da semana, para os escritores evangélicos.

    e tem muito mais, sobre isso, mas acho que isso já explica essa problemática!

    Amigo acima, a Bíblia foi toda inspirada, se os evamgélicos tentam abolir o Velho, é outra coisa, no novo testamento a lei de Deus é citada, é exaltada, é mantida, pois como você explicaria:

    1. as passagens de Mateus 5:17, que JESUS NÃO VEIO ABOLIR A LEI E OS PROFETAS?

    2. como explicar que o próprio Jesus disse que quem O ama guarda os seus mandamentos e isso Ele também disse ao jovem rico; e Ele repetiu isso várias vezes!

    3. Como explicar o fato de que quem diz que conhece a Deus e não guarda os seus mandamentos (os 10), é mentiroso!

    4. Como explicar que a fé NÃO ANULA A LEI?

    5. Como explicar que Jesus é o senhor do sábado e que esse sábado foi dado por causa do homem? para que o homem pudesse adorar ao Seu criador nesse dia?

    6. Como explicar que o próprio Jesus guardou a lei e pede que façamos a Sua vontade?

    7. Como explicar que se alei DEPENDE DE 2 MANDAMENTOS ela estaria anulada? Não se depende e nem se resume algo anulado, não é?

    8. Como explicar:”Porque os que ouvem a lei não são justos diante de Deus, mas os que praticam a lei hão de ser justificados.”

    9. Como explicar que Paulo tinha prazer na lei de Deus? (Rom 7:22) e ele usa Lei de Deus não de Moisés! E ainda a chama santa, justa e boa.

    10. Como explicar o fato de que um povo seria perseguido e seria objeto de fúria do diabo porque guardaria os mandamentos de Deus? Apoc 12:17

    11. Como tentar explicar que Paulo era contra a lei de Deus ou que ele guardava o domingo e etc, se ele memso afirmou que guardava os mandamentos de Deus? Rom 7:25

    Amigos, faço minhas as palavras de I Timóteo 1;8 que diz: Sabemos, porém, que a lei é boa, se alguém dela usa legitimamente, portanto aqueles que usam a santa lei de Deus para se justificar, para tentar se salvar, estão errados, mas aqueles que seguem a lei porque amam fazer a vontade de Deus e porque precisam fazer a vontade de Deus, e a Sua vontade é ter a Sua santa lei em nosso coração, como lindamente Davi diz no Salmo 40:8, estão no caminho certo, pois foi profetizado por Jeremias e reafirmado em hebreus, estar com a lei impressa em nosso coração e em nossa mente é entender e fazer o que é certo e tentar escolher não fazer o que é errado, tentar não transgredir nenhum dos 10, lembrando… a lei são os 10, não 9!

  47. Sara said

    Estava procurando algo na internet e encontrei este site, achei bem interessante esse debate aqui, me ajudou muito a solucionar algumas dúvidas que tinha e agora não tenho mais.
    Já faz algum tempo que eu mesma, por minha própria iniciativa, ecom muita oração, resolvi ir mais a fundo na questão do primeiro dia da semana na Bíblia, ainda mais porque muitos dizem que esse dia foi o dia que Jesus ordenou como dia de guarda, fiquei intrigada e cheguei a esta conclusão:

    Peguei as 8 únicas passagens que existem na Bíblia sobre o primeiro dia da semana, organizei elas e entendi o seu relato:

    As primeiras 5 passagens falam o mesmo relato:

    1. Mateus 28:1 E, no fim do sábado, quando já despontava o primeiro dia da semana, Maria Madalena e a outra Maria foram ver o sepulcro.

    2. Marcos 16:2 E, no primeiro dia da semana, foram ao sepulcro, de manhã cedo, ao nascer do sol,

    3. Marcos 16:9 E Jesus, tendo ressuscitado na manhã do primeiro dia da semana, apareceu primeiramente a Maria Madalena, da qual tinha expulsado sete demônios.

    4. Lucas 24:1 E, no primeiro dia da semana, muito de madrugada, foram elas ao sepulcro, levando as especiarias que tinham preparado.

    5. João 20:1 E, no primeiro dia da semana, Maria Madalena foi ao sepulcro de madrugada, sendo ainda escuro, e viu a pedra tirada do sepulcro.

    Estes 5 versos falam a mesma coisa sobre o momento em que as mulheres foram ao sepulcro e lá não encontraram Jesus, note que em todos esses casos, as mulhres e inclusive o próprio Jesus descansaram no sábado, observaram o sábado mesmo na morte de Jesus e só depois foram ao sepulcro! Mas nenhum destes versos observamos indicação de dia de guarda ou de santificação para o domingo, se algum dia deveria ser santificado, deveria ser o sábado mesmo, pois ele foi observado por Jesus e pelas mulheres na ocasião da morte de Jesus.

    Continuando…

    6. João 20:19 Chegada, pois, a tarde daquele dia, o primeiro da semana, e cerradas as portas onde os discípulos, com medo dos judeus, se tinham ajuntado, chegou Jesus, e pôs-se no meio, e disse-lhes: Paz seja convosco!

    Bem neste verso os discípulos estavam com medo, trancados em casa, pois Jesus tinha “sumido”, com certeza guardando o domingo eles não estavam, porque ainda NÃO criam plenamente na ressurreição de Jesus, não estariam reunidos com o propósito de celebrar este dia, estavam com medo mesmo… e mesmo depois que Jesus apareceu a eles, nada pediu em relação a mudarem seu dia de guarda!

    7. Atos 20:7 No primeiro dia da semana, ajuntando-se os discípulos para partir o pão, Paulo, que havia de partir no dia seguinte, falava com eles; e alargou a prática até à meia-noite.

    Paulo já estava falando aos discípulos durante todo dia de sábado. Ele viajaria no dia seguinte, portanto, como queriam ouvir mais dele, prolongou suas exposições até a meia-noite do primeiro dia da semana, sendo que nada consta de que assim se tornou dia a santificar. O partir o pão neste caso poderia ser uma refeição de companheirismo , ou uma santa ceia e mesmo que fosse uma santa ceia, a prática de uma santa ceia não a torna um dia sagrado, pois a celebração orifginal da santa ceia foi realizada na semana da paixão, numa quinta feira e essa prática não tornou o dia sagrado. O partir do pão aconteceu de madrugada, em um horário incomum, e esse ato em si não atribui nenhuma santidade especial.

    8. I Coríntios 16:2 No primeiro dia da semana, cada um de vós ponha de parte o que puder ajuntar, conforme a sua prosperidade, para que se não façam as coletas quando eu chegar.

    O conselho de Paulo é simplesmente que a oferta deveria ser posta de parte, ou seja, separada no primeiro dia da semana, em casa, e NÃO EM ALGUMA REUNIÃO PÚBLICA. O motivo é definido na sentença para que se não faça quando eu for. A motivação de Paulo era mais motivada por razões práticas do que teológicas, pois nenhuma transação financeira ou composição era feita no sábado.
    A atividade de separar recursos não deveria ser realizada no sábado, mas podia ser perfeitamente feita no primeiro dia, o domingo, pois não era dia santificado pelo Senhor. A recomendação de separar as ofertas no primeiro dia da semana não indica que agora esse era o dia de descanso, muito pelo contrário, que esse não era o dia de descanso.

    A conclusão que podemos ter é que o SÁBADO NÃO FOI SUBSTITUÍDO PELO DOMINGO, foi mantido, a maior prova são essas 8 passagens acima, e não é preciso ser um teólogo muito estudioso pra perceber que nelas não há indício de um novo dia de guarda!

    Nunca pertenci a uma Igreja Evagélica, era católica e ao ler a bíblia por conta própria, me detive e li várias vezes o Novo testamento, e percebi que ele é maravilhoso! O Francisco em sua narrativa acima, sugeriu para que lessem o NT, eu li muitas vezes e a conclusão de que cheguei é que realmente o dia de sábado não foi mudado, entendi muito bem, li e reli, não tenho dúvida disso, como as pessoas podem ter dúvidas e ainda tentarem provar o que não dá pra se provar!!!!!!! Será que estão cegas ou não querem ver?
    Por conta própria resolvi guardar o sábado e não sou adventista, mas Deus conhece meu coraçào e fui guiada pelo espírito santo, tenho certeza de que é isso que Deus quer de nós, faço uma pergunta a todos:

    QUE MAL HÁ EM GUARDAR O SÁBADO?
    TORNAR UM DIA SÓ PRA DEUS É REALMENTE UM ERRO? acho que o certo de repente virou o errado, as pessoas estão de cabeça virada mesmo! Isso não pode ser de Deus!

  48. luiz said

    Meu, que tamanha heresia foi citado no texto, quer dizer que o bife de porquinho é um dos manjares de Deus e que os adevntistas inventaram que é proibido comer, pois Deus liberou tudo?

    Mas que Deus é esse? Que uma hora proibe e depois libera? Você escreveu irônicamente:
    “Tem provado ultimamente um bom bifinho de porquinho? Bom, até é capaz de dizer que não gosta – tem todo o direito de não gostar – o que não tem é o direito de dizer aos outros o que não devem comer (nem Deus faz isto!). Para muitos de vós isso é algo que vos é ensinado a não comer, pois “Deus não quer”, mas qual deus é que diz isso? ”

    Desde quando os adventistas dizem o que se deve comer ou não? Mas foi o próprio Deus que proibiu os animais imundos, está em levíticos 11, e você ainda citou I Tim 4, que não fala de porco nem dos alimentos impuros, isso é um absurdo uma interpretação completamente fora do contexto! Quer dizer que agora Deus liberou os alimentos impuros, então esqueceram de avisar ao próprio Paulo e os outros discípulos que nunca comeram alimentos impuros!!!!!!

    Paulo, neste contexto, advertiu sobre as doutrinas demoníacas. Doutrinas que proibiam ao casamento e comer alimentos bons que Deus criou. Aquilo que Deus determina que é para o nosso bem, não pode ser condenado por outras doutrinas pagãs. Portanto, neste contexto, todas as coisas boas que Deus criou, como o casamento e os alimentos saudáveis não devem ser proibidos aos cristãos sinceros.
    Pensar que nada deve ser rejeitado no sentido amplo, seria abrir um precedente que tudo pode servir como alimento, como o Rato, Corvo, o Sapo, etc., o que seria um absurdo e não estaria em harmonia com os ensinamentos bíblicos.
    Tudo o que Deus nos oferece dentro dos padrões que a Bíblia estabelece, é bom e deve ser recebido com ações de graça, mas o que não está de acordo com os padrões da Bíblia, isto deve ser rejeitado.

    Só a nível de informação:
    Se Noé levou 7 pares de animais limpos e 1 imundo, se ele comesse o único porco, o que aconteceria? Por que razão Deus pediu esta quantidade tão desproporcional de animais?

    A Ciência comprova que os animais que a Bíblia classifica como imundos, são lixeiros da natureza, o porco, o rato, o corvo, os peixes lisos sem escamas e sem barbatanas, será que Deus deseja que nosso organismo seja um depósito de lixo?

    Sabia que o rato tem 140 tipos de doenças, entre elas a Leptospirose e a peste Bubônica? Será que o Novo Testamento estaria liberando este animal imundo para nossa alimentação?

    Sabia você que o povo judeu, que se abstém destes alimentos imundos, é um povo reconhecido pelas autoridades mundiais de saúde, como um povo de muita vitalidade, que já por séculos esbanja saúde, e já ofereceu grandes gênios à sociedade, tais como o grande cientista Einstein?

    Até o próprio Pedro se espantou com a visào do lençol, ele próprio afirmava que nunca tinha comido esses alimentos imundos, só depois entendeu o que realmente significava a visão!!

    A partir de quando deus liberou tudo?

    Portanto é de muito mal gosto atribuir I Tim 4 aos adventistas pois as doutrinas dos alimentos imundos, o sábado e etc, sào doutrinas bíblicas, estão na Bíblia, portanto o que você citou sobre doutrinas de homens nada tem relação com os adventistas, repense em seu modo de agir e não jogue as palavras sem pensar no que realmente é!

  49. Juliana said

    Quanto a Ellen White eu digo que ela é criatura de Deus, porém foi divinamente inspirada e é sim uma profeta, afinal, todas as sua profecias se cumpriram, mas de forma alguma devemos deixar de ler a Biblia para compreenção das verdades ali contidas e se você pegar um livro de Elle White vai ver que logo no começo do livro tem uma parte dizendo como devemos ler os livros dela e lá diz claramente que jamais seus escritos devem tomar o lugar da Bíblia. Outra coisa em todo lugar nos encontramos o tigo e o joio e lembre-se que Deus salva pessoas e não placa de igreja. Agora eu pergunto se os adventistas estão tão errados assim pq são tão perseguidos e principalmente com relação a guarda do sábado? Outra coisa que vvc se engana é com relação aos frequentadores da igreja muitos são ex pentecostais como eu por exemplo, outros são ex catolicos, ex espiritas e ex budistas e também tem aqueles que são adventistas de berço. Outra coisa: Por que você nos persegue?

  50. Juliana said

    O dia de guarda como sendo o domingo me mostra com mais clareza o eucumenis, ou seja, a união das religiões. E isso é plano de satanas. Digo a você que escreveu essas blasfeimas isto: Errais por não conhecer as Escrituras, e nem o poder de Deus (Mateus 22.29). E você mesmo é contraditório com relação a guarda o sétimo dia, afinal, você diz que não é o sábado e sim o sétimo dia. Ok, então pode ser o sábado também, outra coisa vou lhe dizer: Quem peca é culpado de quebrar a lei de Deus pq pecado é a quebra da lei (1 joão 3:4). Quando não existe lei, não existe pecado e no caso vocês aceitam todos os mandamentos, menos o sábado, ou podemos matar, roubar, mentir, cobiçãr e todo o resto do mandamento? Claro que não. Vou deixar claro que não somos salvos por fazer o que a lei manda, somos salvos pela Graça de Cristo, a lei só nos mostra o erro (lei o livro de romanos, mas antes ore a Deus para que o Espirito Santo esteja ao seu lado no auxilio da leitura!

  51. Juliana said

    Outra coisa que eu pude notar, foi a sua acusação contra contra a igreja adventista. Você já viu algum site adventista acusando outras religiões. Tenho certeza que não, pois assim como Cristo respeitamos as pessoas, podemos sim ensina-las o caminho a seguir, mas jamais julga-las. Quem nos acusa é satanas e outra coisa, tem uma profecia Bíblica no livro de Daniel que diz: Proferirá palavras contra o Altíssimo, e consumirá os santos do Altíssimo; cuidará em mudar os tempos e a lei; os santos lhe serão entregues na mão por um tempo, e tempos, e metade de um tempo.( Daniel 7:25). As leis foram mudadas pela igreja catolica no livro de catecismo dizendo que o dia de guarda é o domingo e feriados, tirarma o 2º mandamento que diz não faras imagem e dividiram o ultimo em 2 no caso a cobiça e os tempos se vc observar na criação Deus criou manha e noite e não manhã, tarde e noite, então pra Deus o dia muda com o por do sol. ah e domingo é o dia do sol (sunday) no caso os antigos adoravam ao Deus sol e por isso para ir contra as ordem de Deus eles colocaram como dia de guarda o dia do sol, ou seja, o domingo! Os adventistas estão na contramão do mundo e a nova ordem mundial aponta para o decreto dominical, onde quem guarda o sábado será persegui e até mesmo morto por isso, pois se hoje sem esse decreto somos perseguidos, imagina quando o decreto sair! Pense nisso. Qualquer dúvida estou a disposição.

  52. Francisco Sanches said

    Resposta à carta de juliana

    Graça e paz.

    Devo dizer que não sou contra os adventistas, muito pelo contrário – outra coisa muito diferente são as heresias e as distorções bíblicas.

    Nas minhas cartas tenho respondido ás afirmações costumeiras que você invoca na sua, mas acrescentou um argumento novo e é sobre esse argumento que quero deixar uma nota.

    Ensinam-lhe que domingo é o dia do sol (sunday). Tudo bem. E nunca lhe ensinaram o que significa Saturday (Sábado)? deriva de Saturno (Saturn), um deus Romano. Ou seja, era nomeado ao deus romano Saturno, pai de Júpiter.

    Quatro judeus – Daniel, Hananias, Misael e Azarias foram levados cativos pelas forças do império Babilônico. Lá, foram expostos a uma série de oportunidades para praticar o que era mau à vista de Deus, mas repudiaram veementemente a todas. Também, receberam nomes babilônicos, nomes pagãos, a saber: Beltessazar, Sadraque, Mesaque e Abednego. Repudiaram eles a estes novos nomes pagãos, cujo significado exaltava os deuses de Babilônia? Ao que parece Daniel até se simpatizou com estes nomes, uma vez que em seus escritos ele menciona seus companheiros quase sempre pelos nomes pagãos.
    Agora, pense: se a utilização de nomes, palavras pagãs fossem mesmo condenadas por Deus, aceitariam eles com naturalidade e sem oposição serem chamados por tais nomes? Ainda que não estivesse neles aceitar, utilizariam eles tais nomes se os mesmos estivessem violando sua relação com Deus? Naturalmente, se Daniel chamou seus companheiros tantas vezes de Sadraque, Mesaque e Abednego em seus escritos, não via nada demais em se adotar esses nomes pagãos inócuos em si mesmos.

    Note o que está escrito: “Mas que digo? Que o ídolo é alguma coisa? Ou que o sacrificado ao ídolo é alguma coisa? 1 Coríntios 10:19”

    Deus fez cada dia e todos são igualmente importantes. O sábado é tão bom para se adorar quanto o domingo. Acreditam mesmo que a adoração é melhor no sábado do que o domingo? Onde isso está escrito? Os verdadeiros adoradores o adoram em espírito e em verdade independente do dia.

    Graça e paz.

    • Ju said

      Você afirmou que não há mais obrigatoriedade de se guardar a lei dos 10 mandamentos, porque esta foi anulada, porque hoje existe a lei de Cristo, mas e qual a lei de Cristo? Aonde essa nova lei está escrita? Esse seu argumento, contraria o que o próprio Jesus afirmou em Mat 5:17, de que ELE NÃO VEIO ANULAR A LEI e os profetas, mas cumprir, e essa palavra cumprir (plerô), significa trazer o seu verdadeiro significado, se olhares na Bíblia na tradução de hoje, já existe esta palavra melhor colocada, infelizmente muitos atribuem o CUMPRIR, como se Ele veio realizar e pronto e acabou! Mas não é isso que a Bíblia diz. Esse seu argumento de que agora é a lei de Cristo, também contraria o que Jesus disse que a lei se RESUME em 2 mandamentos, amar a Deus acima de todas as coisas e ao próximo como a si mesmo, e o RESUMIR não é o mesmo que ANULAR! Ainda assim, esse argumento também contraria o que o próprio Paulo após a morte de Cristo falou em Rom 3:31, de que a lei NÃO ERA ANULADA PELA FÉ, MAS SIM CONFIRMADA! E aí? Então como pode ter sido substituída a Lei de Deus pela Lei de Cristo (que devemos lembrar também é Deus e também formulou os 10 mandamentos, inclusive estava presente no ato da criação e portanto também instituiu o sábado como memorial da criação), Deus é Deus, seja Jesus Cristo o filho, seja o Espírito Santo, ou o Pai, todos fazem parte da trindade, como um pode dizer algo e outro outra coisa? Mal 3:6 diz que DEUS NÃO MUDA!
      A Nova aliança NÃO VEIO ABOLIR A lei, mas veio mostrar a maneira correta de se guardar a lei, o que era reprovável era o uso da lei como meio de salvação, assim como hoje, também sabemos que a lei NÃO pode ser usada como meio de salvação, mas isso não a anula, existe uma frase muito importante que diz:
      É POSSÍVEL GUARDAR TODOS OS MANDAMENTOS SEM AMAR A JESUS, MAS É IMPOSSÍVEL AMAR A JESUS E NÃO GUARDAR OS SEUS MANDAMENTOS! Porque se fazemos a vontade de Deus e seguimos o exemplo de Jesus, guardamos os seus mandamentos, Ele próprio nos deixou isso por escrito, você escreveu tanta coisa, quanto é muito simples:
      Jesus disse: Se me amais guardareis os meus mandamentos, disse também ao jovem rico que ele deveria guardar os mandamentos, disse que Ele Próprio guardava os mandamentos do Pai e assim permanecia no Seu amor, como refutar essas passagens? Elas são muito claras, leia João 15:10.
      “Se guardardes os meus mandamentos, permanecereis no meu amor; do mesmo modo que eu tenho guardado os mandamentos de meu Pai, e permaneço no seu amor.”
      Você escreveu bastante sobre o fato da aceitação dos gentios com os judeus, na verdade, essas práticas que você citou em Atos não tem nada a ver com os 10 mandamentos, estes, não eram motivo de dúvida entre eles não matar, não roubar, não adulterar, guardar o sábado inclusive, mas o fato da aceitação para os gentios era a circuncisão, por exemplo, pois os judeus os excluíam por isso, Paulo não queria que isso fosse motivo de desacordo com eles, por isso viva dizendo que não os excluíssem pois deveriam ser aceitos, mas note bem, que as ordenanças cerimoniais NADA TEM A VER COM OS 10 MANDAMENTOS!
      PROVA NO NOVO TESTAMENTO PARA A GUARDA DO SÁBADO?
      Além das várias passagens que o próprio Jesus, e os apóstolos e as mulheres guardaram, leia depoisHeb 4:9-11, o que fala do sétimo dia, do sábado, do Senhor que fez os céus e a Terra, este Deus que pede a todos (e aí nào são aos judeus), que entrem no DESCANSO, do dia de sábado, no mesmo DESCANSO de Deus, aquele que foi instituído na criação, anterior a Moisés o que você atribui o originador da lei de Deus, e ainda continua dizendo que NÃO DEVEMOS CAIR NO MESMO EXEMPLO DE DESOBEDIÊNCIA DOPOVO DE ISRAEL!
      Agora, você citou as 8 passagens que falam do primeiro dia da semana, afirmando que está SUBENTENDIDO, IMPLÍCITO em alguns dos versículos que agora o domingo estava sendo guardado pelos cristãos, mas será que cristo e os apóstolos, diretos como eram, deixariam algo IMPLÍCITO? Ou SUBENTENDIDO? Mesmo assim se alguém tivesse dúvidas, ao ler a Bíblia e chagasse em Hebreus 4:9-11, teria a certeza de que o domingo não era o dia de guarda e sim o sábado da criação, pois nesse capítulo, NÃO ESTÁ IMPLÍCITO OU SUBENTENDIDO que seria o sábado, mas está direto, lá ele fala o SÁBADO DO SÉTIMO DIA, O MESMO INSTITUÍDO NA CRIAÇÃO POR DEUS.
      Amigo aqui não é uma briga pra ver quem mostra mais, estou querendo lhe mostrar os fatos, os que alguns até teimam e desconhecem!
      MAS TENHO QUE LHE DIZER QUE COMETEU UMA HERESIA:
      JESUS VIOLOU O SÁBADO? Não posso imaginar, se você considera Jesus como Salvador, sem pecado, Ele nunca poderia ter violado qualquer mandamento, como realmente Ele NUNCA FEZ! Os judeus ACHAVAM, que Ele violava, mas Ele o autor da lei, dizia que o que Ele fazia em prol dos humildes, curando, ajudando era o que devia ser feito POR TODOS no sábado! E ajudar ao próximo é VIOLAR O SÁBADO? AJUDAR AO PRÓXIMO É TRABALHO? Se você acha que sim, estará sendo como os fariseus. Jesus foi perfeito quando viveu aqui na Terra, Ele não pecou, Ele mesmo disse que guardava os mandamentos do Pai (João 15:10), e isso inhclui o 4⁰ mandamento! Se Ele tivesse violado um mandamento sequer, seria um pecador como qualquer um de nós! E como poderia um pecador (pecado é a transgressão da lei I Joõo 3:4), ter morrido por nós? Seu sacrifício teria sido em vão!
      A passagem usada que Jesus diz que “trabalhava” assim como Seu Pai, é muuuuito usada para tentarem dizer que Jesus trabalhava inclusive no sábado, mas Ele não poderia ter dito abertamente que TRABALHAVA, sendo Ele um guardador da Lei de Seu Pai, como Jesus nunca quebrou os mandamentos, esse TRABALHO, logicamente não tem a ver com o trabalho secular, mas então de que trabalho Jesus estava falando? De carpintaria? De que tipo? Nesse caso no original grego, trabalho está relacionado a TRABALHO EM FAVOR DO PRÓXIMO, não trabalho secular! Bem diferente! E que desculpas você acha que os adventistas dão? Seria uma desculpa adorar a Deus no dia que Ele próprio escolheu? Seria uma desculpa servir, visitar, ajudar alguém que precisa inclusive no sábado? Seria desculpa parar e dedicar 24h pra Deus? Você pode chamar isso de desculpa eu chamo de ADORAÇÃO EXCLUSIVA A DEUS, ou até mesmo FAZER A VONTADE DE DEUS!
      Suas acusações contra os adventistas guardarem o sábado, são as mesmas que os fasriseus faziam a Jesus, só que eles queriam que Jesus ficasse a toa, vocês dizem que nós ficamos a toa! Acusam motivados pela mesma raiva inconsistente!
      Agora a comparação que você fez da lei de Cristo com a Lei de Deus, é absurda! Será que a trindade não deveria chegar numa conclusão mais direta e objetiva no NT? Será que um Deus no VT diz uma coisa pra outro no NT dizer outra e apagar o que o outro escreveu?? Ah! Por favor, isso é muito confuso!
      Você já parou pra pensar que a lei que você disse que era de Moisés que apontava o pecado é a mesma lei que nos pede que não devemos matar, não devemos roubar, que devemos amar a Deus acima de tudo, que não devemos desonrar nossos pais? Quer dizer que isso tudo agora nos é permitido fazer porque a lei está no nosso coração? A lei está no nosso coração porque amamos a Jesus e naturalmente cumprimos a lei de Deus, ela está escrita no nosso coração porque não é um fardo, não é uma obrigação é uma demosntração do nosso amor e lealdade a Deus!!!! Se você acha que a Lei de Deus (os 10 mandamentos) e a Lei de Cristo são 2 diferentes, então você precisa ler mais a Bíblia, porque Jesus cumpriu os 10 mandamentos e citou várias vezes o seu resumo (Exemplo, novo mandamento vos dou e a lei se resume em 2 mandamentos)!
      Certamento a Lei nos acusa e estamos sob a condenação da lei sempre que pecamos, mas a graça de Cristo nos salva da condenação da lei, mas a lei permanece, não é anulada, a fé não anula a lei, lembra o pensamento de Paulo em Rom 3:31? Vou te dar um exemplo então:
      EX. Eu dirijo meu carro por toda a cidade, existem leis de transito me informando o que eu posso ou não fazer, se eu ando na lei, não furo sinais, não estaciono em local proibido, se eu respeito os pedestres e etc estou na lei, certo? Ela não me condena em nada, mas quando eu cometo um erro, furo um sinal por exemplo, a lei já me aponta o erro, esse é o caso da lei de Deus. Só porque cumpro as leis da minha cidade não quer dizer que elas não existem, isso seria uma tremenda bagunça. A lei de Deus resume TUDO O QUE DEUS QUER DE NÓS, você já parou para pensar nela? Os primeiros 4 mandamentos mostram relacionamento que Deus quer que todos tenham com Ele e os outros 6 o teu relacionamento com o teu próximo é isso que Deus espera de nós amar a Ele e ao próximo, aí você pode dizer, mas a lei não salva! CERTAMENTE, a lei não salva, mas Cristo salva, o meu amor por Ele é tanto que eu faço a vontade dEle, e daí eu guardo o que Ele me deixou escrito!
      Não basta só ter fé e pronto, pois a bïblia também diz que o diabo tem fé! A Bíblia diz que a fé sem as obras é morta! E aí? A Bíblia estaria se contradizendo? SE pegarmos apenas 1 ou 2 passagens isaladas, sim, mas não, as obras são todas as coisas que você faz motivado pelo seu amor a Deus, e quem ama a Deus faz BOAS OBRAS, faz a VONTADE DE DEUS!
      LEIA O ABSURDO QUE ESCREVEU!
      “Você escreveu: “Nenhum título de santidade é dado ao domingo”, nem tão pouco era dado ao setimo dia mas sim ao descanso = sabado que era efetuado no setimo dia.”
      Que isso? Não entendi? Quer dizer que o sábado não era o dia SAGRADO? Então por que guardavam o sábado? Está vendo como você se confunde demais? O MANDAMENTO diz:
      “O sétimo dia é o sábado do senhor Teu Deus”!!!!!!!! Dia da semana – sétimo (SÁBADO)
      Mas uma coisa é óbvil nos seus comentários, você afirma tanto que não existe guarda de domingo, que o domingo não foi substituído e etc, mas mostra o contrário, citou um monte de passagens que NADA tratam da guarda do domingo e ao mesmo tempo tenta mostrar que sim????? Não te entendo!
      SOBRE OS DOCUMENTOS DA GUARDA DO DOMINGO
      Você afirmou com muita certeza de que NÃO EXISTEM DOCUMENTOS QUE PROVAM A MUDANÇA DO SÁBADO PELO DOMINGO PELA IGREJA CATÓLICA ROMANA? Com que propriedade você diz isso? Desconheces completamente o que dizes, eu tenho porvas e muitas disso o que falo, você sabia que os primeiros papas, guardavam o sábado? De que eles tanto queriam mudar isso que começaram a colocar os jejuns obrigatórios nos sábados? Para que o sábado começasse a se tornar algo fatídico? Você desconhece muita coisa! Seria isso mentira?
      07/03/321, e dizia o seguinte:
      “Devem os magistrados e as pessoas residentes nas cidades repousar, e todas as oficinas serem fechadas no venerável dia do Sol…[1]” Imperador Constantino
      QUEM ASSUMIU A MUDANÇA?
      Quem oficialmente ASSUMIU A MUDANÇA do dia de descanso do sétimo dia para o primeiro dia da semana foi a Igreja Católica.
      Um catecismo da Igreja Católica Romana, de Peter Geiermann diz:
      “Pergunta: Qual é o dia de descanso?
      Resposta:O sábado é o dia de descanso.
      Pergunta: Por que guardamos o domingo e não o sábado?
      Resposta: Guardamos o domingo ao invés do sábado porque a Igreja Católica… transferiu a solenidade do sábado para o domingo”. [2]
      Conhece este documento? Ele não foi tirado de nenhum livro da Igreja adventista, ele foi tirado do CATECISMO DA IGREJA CATÓLICA APOSTÓLICA ROMANA, a mesma iogreja que instituiu a guarda do domingo que muitas Igrejas evangélicas adotam. Eles assumiram a mudança do sábado pelo domingo com a pretensão de se dizerem a primeira Igreja verdadeira a ser formada, mas note que a mudança não se deu após a morte de Cristo, foi gradual, pois os cristãos começaram a ser perseguidos e começaram a se multiplicar tanto que foi um problema para o estado, por isso o imperador romano Constantino pagão, se tornou “cristão”, unindo o útil ao agradável, o dia de guarda dos pagãos (domingo-dia do sol), a ser adotado pelos cristãos, mas sempre em todas as era existiam pessoas que guardavam o sábado a exemplo dos Valdenses (já ouviu falar?), o próprio Saint Patrick (Irlanda), os batistas do sétimo dia, todos anteriores aos adventistas!
      Você escreveu:
      “Com esta afirmação você está dizendo que os cristãos primitivos também deram credito ao inimigo para adorar no Domingo. Também está dizendo que o Domingo não é um dia tão bom para adorar quanto o Sábado – Este não é o ensino de Jesus!! Deus procura adoradores em espírito e em verdade, independente do dia!!, e como se isso fosse pouco ainda colocou aspas com o sentido de que a adoração ao Domingo não é valida ou verdadeira – Prove isso com a Bíblia!!”
      Nào estou aqui para julgar o cristão sincero que desconhece o sábado, que adora a Deus de coração, só a Deus pertence o julgamento! Mas vou lhe dar uma prova e você sabe de que quem conhece se torna responsável e será julgado pelo seu conhecimento,
      Deus pediu uma oferta a Caim e a Abel, Abel deu o que Deus pediu e ponto. Caim resolveu não matar, resolveu por sua vontade, por achar um baita absurdo matar um animalzinho, achou por bem oferecer o melhor de seu trabalho, de seu esforço, o que a terra produziu e ofereceu a Deus. Pergunta: Qual oferta Deus aceitou? A de Abel, que deu apenas o que deus pediu ou a de Caim que deu o seu melhor, mas o que Deus não tinha pedido? Essa é a prova, não me considero melhor que ninguém, nem que você, pois não o conheço e nem sei de suas intenções e vida espiritual, mas digo pra você com certeza de que se Deus pela A, Ele quer A e não B, mesmo que seja o seu melhor, Deus é específico. Mas é claro, que a Bíblia é clara nesse sentido, cada um será julgado de acordo com o seu conhecimento, portanto nós que conhecemos a Bíblia, que a estudamos, seremos julgados por isso, portanto cuidado ao afirmar que Deus aceita qualquer dia, qualquer coisa tá bom, pois isso não é o que a Bíblia ensina!
      Quanto as suas respostas, falou bastante, mas não respondeu nada! Estou falando de 10 mandamentos e você diz que agora são 9? Então existe ou não lei????? Na primeira pergunta você disse que não tem lei, que Jesus aboliu, e depois na segunda reposta você disse que tem? Muito confuso o seu pensamento e questionamento!
      Falou em lei de Cristo, mas cadê essa lei de Cristo? Aonde está escrita? Pois continuo usando as palavras de Cristo pra te dizer que Cristo disse que não veio abolir nada!!!!!!!!!! E Cristo é DEUS, ELE PRÓPRIO TAMBÉM INSTITUIU O SÁBADO, É O SENHOR DO SÁBADO E CRIADOR DE TODAS AS COISAS!
      Você disse que: “A fé não anula a lei no sentido de que a fé confirma a lei.” Sim, mas não tem sentido algum o que tanto falou de que uma independe da outra, claro que não, a fé só CONFIRMA, só estabelece a lei, esse é o sentido que Paulo quis dizer, não essa explicação toda que você confusamente deu!
      MAIS UMA VEZ VOCÊ DISSE QUE O SHABATH NÃO É O SÁBADO? Então é qual dia? Então Jesus guardou errado o sétimo dia, o sábado? Que confusão você faz do está tão claro! Misturou os dias de festa (sábados com o sábado da criação).
      6. Nesta questão fiquei mais confusa ainda com o que disse! Afinal, pra você Jesus guardou ou não os mandamentos do Pai? Por que Ele disse que sim, mas você disse que Ele não guardou, guardou a Lei do Espírito?
      7. Agora olha o que você disse!
      “Se a lei da fé não anulou a força da lei de Moisés teremos que continuar a praticar todas as regras de cerimonialismo que a lei mandava. Ou está em vigor a Lei de Moisés ou não está – não existe o meio termo. Se está então há que imolar o cordeiro, tem que existir um sumo sacerdote, etc, ora, se assim procedermos estaremos pecando contra Deus e sua redenção.”
      Mas que força é essa? Que cerimoniais existem nos 10 mandamentos? Quando Jesus morreu anulou as cerimônias que apontavam a vinda do cordeiro, os rituais de sacrifício, os 10 mandamentos não tem NADA A VER COM ELES! Pense comigo: honrar pai e mãe é cerimonial? Amar a Deus sobre todas as coisas, é cerimonial? Não matar, não roubar e etc? É cerimonial? Imolar o cordeirinho é cerimonial, ah! Aí sim! Mas observe que SÃO 2 LEIS DIFERENTES!
      8. Você escreveu:
      “Esta é a diferença entre a lei de Moisés e a Lei de Cristo:
      **Lei de Moisés aponta para o pecado (não sabe fazer mais nada) = diz “A alma que pecar essa morrerá”
      **Lei de Cristo diz: perdoado estão os teus pecados e te dou a vida eterna”
      A lei não perdoa pecados mas a função da lei é apontá-los.”
      A Lei de Deus não sabe fazer mais nada? Como assim, amar a Deus acima de tudo não nos é necessário? Então se essa nova lei de Cristo me perdoa dos pecados, posso estar livre pra pecar? Porque aonde não há lei não há pecado! Paulo disse que não conheceria o que era o pecado se não fosse pela Lei, mas se a lei deixar de existir o pecado cessa também, mas ainda existe pecado sim, não estamos no céu, precisamos sim de uma norma de conduta de vida,algo que nos mostre como proceder para com Deus e para com o próximo, ela estar impressa no meu coração não me desobriga em segui-la, mas me faz segui-la naturalmente, esse é o ponto!
      9. Mas você só disse que a Lei que Paulo se referia ser santa justa e boa, como não sendo a Lei de Deus porque não existe como refutar isso! Mas acredite, é a mesma Lei de Davi, de Paulo, a Lei de Deus! E isso no mesmo capítulo você pode comprovar, onde Paulo diz: “Porque, segundo o homem interior, tenho prazer na lei de Deus;” É, ele está se referindo a Lei de Deus mesmo!!!!
      10. Nessa pergunta você não falou nada, porque o versículo não diz que o povo que guarda os mandamentos de Deus, guarda para ser salvo, e tampouco guardamos os mandamentos para sermos salvos! Portanto não há outra explicação do que a que está diretamente explícita no verso, o dragão irou-se e se ira constantemente com aqueles que guardam os mandamentos de Deus (e aqui ele fala mandamentos de Deus), porque fazem a vontade de Deus não a dele (satanás);
      11.Para esta resposta peço que leia Heb 4:9-11 que é uma referência ao sábado no NT, algo que passou despercebido!
      SOBRE A CARNE DE PORCO E DE QULAQUER OUTRO ANIMAL IMUNDO!
      Respondendo a sua pergunta, não implica em nada em minha salvaçÃo, mas foi Deus que nos fez que nos disso o que deveriamos comer, e você pode achar que faz parte da lei cerimonial que você disse que foi abolida, mas nem tudo faz parte da lei cerimonial. Pois Deus deu a Moisés Leis, civis, leis cerimoniais (que um dia cessariam pela vinda de Jesus), Leis de saúde e a Lei moral, se você acha que tudo foi abolido, então além de agora podermos matar, roubar e etc, também podemos ter relações com pai e mãe, podemos ter relações com animais e etc, porque isso foi dito a Moisés por Deus que não deveriam fazer! E a carne de porco é considerada uma carne imunda e veja que não é só por Deus, mas hoje a própria ciência prova que a carne de porco é prejudicial, claro que a indústria da carne de porco não quer isso nãoé?
      Segundo Coríntios nosso corpo é o templo do espírito santo, devemos honrar a Deus com nossa comida e bebida e o ES não pode habitar em um corpo que abusa desses aliemntos, quem come mal, se destroi (isso não sou eu quej diz, a ci6encia diz), e quem se destroi fisicamente se destrói espiritualmente!
      Citar a visão do lençol de Pedro é completamente fora do contexto do que ele significa, qualquer teólogo de qualquer religião vai dizer que a única coisa que a visão quer dizer é que agora Pedro poderia comer animais imundos!!!!!! Pedro nunca comeu e nunca comeria, por isso ele estranhou a visão, mas você só esqueceu de ler o desfexo, o porquê Deus tinha dado aquela absurda visào a ele???? Qual era o propósito, era realmente o de liberar as carnes imundas? Claro que não, os gentios eram chamados IMUNDOS, considerados imundos, como os alimentos que Deus mostrou no lençol, mas a história era de que não deveriam ser considerados imundos, mas aceitos por Deus, Pedro entendeu o propósito da visão quando chegou na casa de Cornélio, mas acho que o amigo não!
      Como é?
      “Tudo quanto se move, que é vivente, será para vosso mantimento; tudo vos tenho dado, como a erva verde. Gênesis 9:3”
      Quer dizer que Deus está dizendo aqui que posso comer, rato, barata, tudo que se move? Noé já sabia que existiam animais puros e impuros, pois Deus deu as quantidades que ele deveria levar pra arca, Deus permitiu a partir daí que Noé e descendentes comessem CARNE, mas não dos animais imundos, pois Noé conhecia-os.
      Veja nesta tradução
      Vocês podem comer os animais e também as verduras; eu os dou para vocês como alimento.
      Você me perguntou se Deus criou algum animal imundo, você agora está mudando as palavras de Deus? Foi Deus que os considerou imundo, não fomos nós adventistas, não entendo seu questionamento?
      Deus fez tudo perfeito sim, mas DEPOIS DO PECADO, a natureza começou a sofrer uma degradação, será que o porco antes comia o que? O leão não caçava a zebra, as flores não murchavam, o porco espinho tinha espinhos venenosos? Muita coisa aconteceu após o pecado, isso nos explica muita coisa não é?
      Sua invenção sobre levíticos 11 é infundada, Deus colocou as leis de saúde com o propósito obvil, deles terem saúde, pois eles nada tinham de conhecimento sobre este assunto, inclusive o simples ato da própria circuncisão hoje nos mostra pela medicina, que os circuncisos sofrem de muito menos infecções e até de transmissões de algumas doenças que os não circuncisos, na verdade Deus é perfeito, foi Ele que Fez as leis.
      Você escreveu: “Por que razão Deus pediu esta quantidade tão desproporcional de animais?”
      Você sabe a resposta? Está na Biblia? OU você pensa que sabe?”
      Por tanto que você escreveu será que você saberia dizer? Certamente os animais limpos existiam em maior quantidade porque seriam usados como alimento (note que antes do dilúvio o homem não comia carne alguma, era vegetariano, leia isso em Gen 1:29), depois Deus permitiu, pois a terra estava alagada, sem vegetais ou ervas e etc. Mas os animais imundos Deus permitiu que ficassem em menor quantidade pois a função deles na natureza é importante, como você mesmo disse, são os lixeiros da natureza, se não tivéssemos eles quanto lixo em putrefação não teríamos no solo? Mas daí usar como alimentos não!
      Você citou Rom 14:14: “Eu sei e estou certo, no Senhor Jesus, que nenhuma coisa é de si mesma imunda, a não ser para aquele que a tem por imunda; para esse é imunda. Romanos 14:14”
      Nesse verso nada fala de carne de porco! Como chegou a esta conclusão? Está colocando palavras na boca de Paulo! Paulo fala de PESSOAS, não deliberação de comida! O contexto é fundamental entender, Paulo se refere as pessoas que tinham medo de comer carne (e nesse caso eram os judeus convertidos que não comiam porco, mais outras carnes), alguns desses judeus tinham medo de comer CARNES SACRIFICADAS A ÍDOLOS, e por isso COMIAM LEGUMES, estes foram considerados fracos por Paulo pois se eles não sabiam, não deveriam se prender ao fato, Paulo não fala de carne de porco ou qualquer outra carne imunda, pois isso não era questão de dúvida entre ele e os judeus!!!!!!!!!!! Esse fato se confirma dos versos 15 a 20, que é o mesmo contexto de I Coríntios 10: 27-28.
      “E, se algum dos infiéis vos convidar, e quiserdes ir, comei de tudo o que se puser diante de vós, sem perguntar nada, por causa da consciência. Mas, se alguém vos disser: Isto foi sacrificado aos ídolos, não comais, por causa daquele que vos advertiu e por causa da consciência…” Imaginemos você estar nesta época em Corinto, e um amigo idólatra o convida para um banquete. Você vai! Então, lá na casa deste seu amigo pagão, ao colocar ele um pedaço de carne em seu prato, não pergunte se ela foi sacrificada aos ídolos. Ao comer a carne, sem perguntar nada, a sua consciência não lhe acusará, pois nada sabes a respeito dela.
      Porém, se algum dos irmãos coríntios passar por ali, ou estiver presente, informar que foi sacrificada aos ídolos – não coma – (I. Cor. 10: 28), ainda que seja deselegante para com o amigo. Evite-a por causa da consciência de quem lhe advertiu. A consciência dele o impede de comer e você por amor a ele, deve deixar de comer também (I Cor. 8: 13), no mesmo caso Cor 10:25 que fala que deveriam comer tudo o que tinha no açougue sem se preocupar se as carnes eram sacrificadas ou não, mas nesse caso, não estava relacionado a carnes imundas!
      Agora misturar a Sra White na história foi má intensão:
      “É curiosa a hipocrisia da Sra. White porque ela estava constantemente doente. Ela morreu de uma doença, seu marido morreu de uma doença e dois de seus filhos morreram de uma doença (Herbert morreu poucas semanas depois de nascer e Henry morreu aos 16 anos).”
      A Sra White comia carne de porco sabia? Como muita coisa você desconhece dela e por isso escreveu isso, vou lhe informar o que deve ter ouvido de alguém desinformado.
      A Sra White recebeu suas revelações sobre saúde aos poucos, ou acha que Deus disse tudo de uma vez só pra ela? No mesmo dia? Quando ela recebeu a revelação do uso da carne ela deixou de comer com a sua família e mesmo assim ela viveu bastante pra alguém que desde criança era de saúde frágil! Um dos seus filhos morreu de erisipela e o outro de pneumonia, e o que isso tem a ver com alimentação? Será que se eles se alimentassem melhor não morreriam do mesmo jeito? Na época em que viveram era perfeitamente norma, devido ao conhecimento arcaico que tinham da medicina , o fato dela ter morrido com quase 90 anos, mesmo com a saúde debilitada, isso mostra que ela viveu bastante! Ela e seu esposo durante anos viveram comendo de tudo até conhecerem sobre saúde! Certamente os seus hábitos que tiveram antes do conheciemnto sobre saúde não os permitiu viver mais, mesmo conhecendo e se utilizando de uma reforma de saúde, mas felizmente hoje temos muitos benefícios da luz que a SRa White recebeu sobre saúde, temos como exemplo, a cidade de Loma Linda (USA), local onde existe a maior taxa de longevidade do mundo, isso devido a presença de grande quantidade de adventistas que se utilizam dos benefício da dieta vegetariana! Essas questões de saúde hoje, são prova no meio científico, pessoas que comem menos ou nenhuma carne tem menos chance de desenvolver qualquer tipo de câncer e muitas outras pesquisas que há mais de 150 anos por intermédio da Sra White foi revelado e hoje temos a comprovação da ciência! O que não podemos dizer o mesmo de absurdos como o que foi citado em comparação, o da transfusão de sangue ser proibida por Deus, por exemplo, que NÀO CONSTA NA BÍBLIA e até o celibato, que não vem ao caso pois não se trata de questões de saúde! Mas mesmo assim, não podemos esquecer do fator: genética, que impossibilita muitos viverem mais, mesmo tendo bons hábitos e não venha dizer que depois que alguém se torna cristão não fica doente ou tem problemas de saúde, por que Jesus não disse que seria assim, e o diabo quer trabalhar é com o cristão mesmo, aquele que segue a Palavra de Deus, é esse que ele quer colocar doenças e etc… Portanto é ironia sua citar a saúde da Sra White e de sua família para mostrar que OBRIGATORIAMENTE DEVEIRAM TER VIVIDO MAIS!
      Você após o que escreveu de proibições acha que Pedro passou a comer animais impuros pela visão? Digo que não, pois ele entendeu o que significava a visão e ela não tinha nada sobre alimentação!
      Você escreveu:
      “Um debate deverá servir para esclarecimento. As pessoas que meditarem nos argumentos dados irão tirar as suas próprias conclusões. Acredito que muitos adventistas poderão estar interessados em perceber as seguintes questões que formulei. Vocês não gostam de esclarecer as pessoas sobre aquilo que acham que é a verdade? Nesse sentido, gostaria que algum adventista respondesse às seguintes questões que são bem básicas e simples mas acredito que importantes:”
      Sinto desapontá-lo, mas TODOS OS ARGUMENTOS QUE você citou, nós adventistas conhecemos, qualquer adventista para se tornar adventista deve estudar a Palavra de Deus profundamente para entender e aplicá-la, não lemos um versículo da Bíblia e achamos que ele já diz tudo, estudamos a Bíblia pegando TODOS os versículos que falam do assunto, assim como o método correto de estudo da Palavra de Deus segundo a própria Bíblia, em Isaías 28:10, preceito sobre preceito, regra sobre regra, um pouco aqui, um pouco ali.
      Agora respondendo aos seus questionamentos:
      1. Vou lhe responder com a própria Bíblia, Por quanto tempo durará a Lei de Deus? Mateus 5:17 e 18; Salmo 111:7 e 8; Eclesiastes 3:14, inclusive o sábado Isaías 66:23.
      Certamente muitos evangélicos desconhecem que os 10 mandamentos sempre existiram, já mesmo antes do nosso mundo ser criado, você se lembra que Lúcifer era um anjo no céu e por inveja, cobiça de Deus, ele quebrou o décimo mandamento, e este levou a quebrar os demais mandamentos,assim como Adão e Eva cobiçaram o fruto da árvore proibida e comeram do fruto, quebrando assim o décimo mandamento. Perceba que até então Adão e Eva desconheciam o peso da condenação do pecado, a partir do momento em que escolheram pecar, a condenação da lei os apontou o erro, se os 10 mandamentos não existissem desde antes da criação do mundo que critérios teria Deus para demonstrar o que era certo e o que era pecado?
      A santa Lei de Deus revela o caráter de Deus, mostra a Sua vontade, a conduta correta para seus filhos, a CONDENAÇÃO da lei não existirá quando o pecado deixar de existir, mas a Lei de Deus existirá será FINALMENTE E PERFEITAMENTE ESCRITA EM NOSSOS CORAÇÕES!
      2. Também vou responder essa pergunta segundo a Bíblia, Como a Bíblia chama a pessoa que diz conhecer a Jesus Cristo mas recusa obedecer-Lhe? I João 2:3 e 4 aquele que diz que conhece bem a palavra de Deus, que sabe qual a vontade de Deus e não guarda os seus mandamentos é MENTIROSO E NELE NÃO ESTÁ A VERDADE! Mais claro que isso IMPOSSÍVEL!
      3.Novamente a Bíblia tem a resposta:
      “Ou não sabeis que o vosso corpo é o templo do Espírito Santo, que habita em vós, proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos? Porque fostes comprados por bom preço; glorificai, pois, a Deus no vosso corpo, e no vosso espírito, os quais pertencem a Deus.”
      Eu quero que meu corpo seja morada do ES, portanto no meu corpo não quero que receba alimentos que poderào me fazer mal, se a ciência hoje comprova que fazem mal, ela não comprova o que Deus já tinha dito antes?
      Quanto ao julgar se eu sou melhor ou não que alguém eu respondo:
      A Bíblia também diz que não devemos julgar para não sermos julgados, somente Deus pode julgar nossas intenções verdadeiras, portanto nem você nem eu podemos julgar qualquer pessoa, talvez nós que estamos aqui debatendo a Palavra de Deus, citando versos, mostrando tanto conhecimento, não sejamos salvos e uma pessoa com muito menos estudo da Palavra de Deus seja salvo. O futuro só a Deus pertence, mas uma coisa eu tenho certeza essa pessoa que come esse tanto de coisa que faz mal terá uma saúde muito pior de quem não come esse tanto de coisa ruim, repetindo, I Cor 19 diz que nosso corpo é o templo do ES!
      4. Apesar de Paulo em Gal 5:4, estar se referindo ao problema da circuncisão e NÀO DA LEI DE DEUS, todos que tentam buscar a salvação por meio da observação da lei, estará errando, portanto, mais uma vez repito, NÃO GUARDAMOS A LEI PARA SERMOS SALVOS, mas é IMPOSSÍVEL amar a Cristo sem observar os Seus mandamentos, pode até ser possível guardar a lei de Deus sem amar a Jesus, mas é IMPOSSÍVEL AMAR A JESUS SEM OBSERVAR SEUS MANDAMENTOS! Pois o próprio Jesus disse que se O amamos, guardamos os Seus mandamentos! Ao contrário do que pensa os mandamentos de Deus NÃO SÃO PESADOS, Porque este é o amor de Deus: que guardemos os seus mandamentos; e os seus mandamentos não são pesados.! I João 5:3.
      5. Colosences 2:16 não fala do sétimo dia, o sábado, fala dos sábados cerimoniais, o que é bem diferente, por isso é usado a paklavra no plural, se o verso estivesse escrito assim:
      “Portanto, ninguém vos julgue pelo comer, ou pelo beber, ou por
      causa dos dias de festa, ou da lua nova, ou DO SÁBADO”, aí sim, mas não é o caso. Todos os exemplos citados são parte de cerimoniais, rituais, já o ‘sábado’ do sétimo dia, instituído na semana da criação (ver Gn 2:2, 3), é de natureza moral e não pode ser qualificado como mera ‘sombra das coisas que haviam de vir’ [os oponentes precisam entender que o sábado semanal, por ser um memorial de um evento passado – a criação – não pode ser uma “sombra de Cristo”. Ler Êxodo 20:8-11
      6. Então agora Jesus é mentiroso? Jesus não se referia aos SEUS MANDAMENTOS? É 1 ou 2? Defina? Jesus disse novo mandamento? Que novo? Em Levíticos 19:18:
      LÁ NO VT estava escrito: “… Mas amarás o teu próximo como a ti mesmo.” Aonde está a novidade então?
      Novo mandamento, não é um mandamento novo, pois como vê, ele já existia desde o início do mundo. O exemplo de Cristo na maravilhosa dimensão adicional de Seu amor é o que há de novo neste mandamento.
      “Era como se o Salvador estivesse dizendo: Antes disso, foi vos ordenado que amasseis o próximo como a vós mesmos. Agora precisais compreender que amar aos outros como a vós mesmos significa olvidar o próprio eu.” Amor sem reservas, vestido com roupa de trabalho, é o amor que temos de dar ao próximo. Este é o ‘velho’ novo mandamento. E este é o contexto pelo qual João escreveu isto. Se fosse apenas 1 mandamento, como Jesus se refereria a ele no plural? Portanto ainda continuam 10 os mandamentos, e o amor ao próximo está na Lei de Deus, nos últimos 6 mandamentos!
      7. Se o Apocalipse apresenta várias simbologias, como existiriam almas vagando debaixo de um altar? Almas no céu reclamando por VINGANÇA? Mas vingança não é ira? A ira não é pecado? Como eles estariam no céu agindo assim? Com certeza não dá pra imaginar uma cena dessas! Essa passagem de Apoc 6 deve ser entendida da mesma forma que Gen 4:10, “ E disse Deus: Que fizeste? A voz do sangue do teu irmão clama a mim desde a terra.” E sangue clama? Assim como as vidas dos mártires seriam vingadas um dia. E tanto é prova de que não estavam vivos no céu que é dito logo a seguir que eles deveriam REPOUSAR, ou seja, permanecer dormiindo, mortos até a Volta e Cristo. Pegar uma passaagem de Apocalipse e tentar interpretar como literal é absurdo, pois o apocalipse é o livro mais cheio de simbolismos e linguagem figurada! Por isso que quse todas as Igrejas não entendem o Apocalipse e eu digo que nenhuma delas ensina qualquer coisa do apocalipse aos seus membros, pois não sabem decifrá-lo, por isso pegam um ou outro versículo e tentar torná-lo literal e chega a té a seu uma cena grotesca se pararmos para analisar esse contexto!
      8. Essa pergunta eu não entendi?! Mas se a nossa regra de fé é a Bíblia, é ela TODA NA ÍNTEGRA, Velho e Novo Testamento! Quando Cristo disse que deveriamos examinar as escrituras porque por ela teremos a vida eterna, você acha que Ele estava falando de que parte da Bíblia? Do Velho Testamento, era a Bíblia que usavam. Portanto o Velho assim como o Novo se complementam, NUNCA se contradizem!
      “Toda a Escritura é divinamente inspirada, e proveitosa para ensinar, para redargüir, para corrigir, para instruir em justiça;” 2 Timóteo 3:16 Portanto TODA É TODA, e não só o Novo nem só o Velho!
      9. Também não entendi esse questionamento! Você está perguntando pra mim o porquê dos judeus não observarem a lei corretamente? Essa pergunta você deveria fazer a eles! Você afirma que eles eram ávidos praticantes da lei, na verdade esse ÁVIDOS é por sua conta e por conta deles, pois na verdade eles não praticavam a lei, guardavam a lei da maneira deles, errada! Não só estes judeus observavam a lei da maneira errada, mas o próprio povo de israel, quebrou a lei várias vezes, Heb 4:11, fala que não devemos seguir o mesmo exemplo de desobediência deles, mas o fato deles observarem a lei de maneira errada não tem relação alguma com a maneira como observamos, pois segundo Jesus andou aqui na Terra, procuramos guardar a lei como Ele próprio guardou, fazendo o bem também no dia de sábado, não procuramos nos esconder na lei, não agimos como os legalistas fariseus que tinham determinado número de passos para dar, isso podia fazer, aquilo não e se vissem alguém passando fome no sábado não poderiam comprar alimento, quem sabe deixariam ele passar fome! Jesus veio mostrar como deveriam guardar a lei, a maneira correta, por isso em Mat 5:17, Ele veio mostrar o verdadeiro significado de se guardar a lei (plerô = cumprir). Vocês querem atribuir o título de legalistas a nós, por seguir o que Jesus seguiu? Jesus era legalista também?
      10. Mesmo esta pergunta estando fora de todo o contexto que vimos até aqui, mesmo não entendendo aonde quer chegar, gosto desta passagem de Efe 5:1, e digo isto a você que procure ser imitador de Cristo em tudo, seguindo os Seus passos.
      Mas voltando ao seu exemplo, Jesus veio morrer por todos, os que nEle crerem! Portanto para haver salvação, perdão, deve haver arrependimento! Heb 13:4 diz que Deus julgará aqueles que permanecerem em adultério e prostituição, Deus ama o pecador, mas não ama o pecado, e aquele que peca, peca e peca e não se arrepende, peca contra o ES, e este pecado É IMPERDOÁVEL, como esposa ou esposo, posso até perdoar meu marido, se ele me pedir de coração, se ele decidir abandonar o erro, mas se isso for apenas de boca, ele não se salvará pois peca contra o ES. A Bíblia em Mat 19:9, Jesus diz qualquer que repudiar sua mulher, não sendo por causa de fornicação, e casar com outra, comete adultério; e o que casar com a repudiada também comete adultério. Note que somente a parte inocente tem a permissão de se casar uma segunda vez. Apesar disto não estar claramente colocado no texto. Mas a decisão da mulher perdoar ou não, é dela, se a Bíblia a “deixa” livre para se casar novamente, neste caso, ela poderá assim fazer, visto que o seu marido não a quer e também não demonstra arrependimento. Acho que nesse caso a posição é pessoal, a Bíblia ensina que devemos perdoar nosso irmão, dar a outra face, portanto não vejo erro algum nesta mulher perdoar seu marido, ela só não poderá permitir que a coisa fique pública, se todos souberem e até ela permitir que o marido viva com outra em casa e etc, aí a história muda de figura!

      Mas gostaria de terminar lhe perguntando se realmente tem dúvida de algo tão óbvil como a Lei de Deus! Quando me converti, fazia estas perguntas que você faz, mas através de estudo consciente, e através do ES, entendi, qual era a vontade de Deus. O problema é que as pessoas complicam muito, e tentam adequar a Bíblia a sua realidade, quanto é o contrário, NÓS é que temos que nos adaptar a Bíblia, ser cristão é ser DIFERENTE, uma vez uma amiga conversando com outra disse ter se batizado na Igreja X, a outra respondeu a ela: – Ah eu simpatizo bem com essa Igreja, lá é ótimo, você pode continuar fazendo de tudo, não precisa mudar suas roupas, seu linguajar e etc, lá pode se fazer de tudo, assim é ótimo! E assim é ótimo pra quem quer ser cristão de fachada, de nome. Pra estes, uma vez que aceitou o apelo do Pastor e mergulhou num tanque, já está salvo não importa o que você faça! E digo, é isso que o inimigo quer, cristãos assim mesmo!
      Mas amigo Sanches e outros, tudo o que escrevi não foi escrito com raiva ou com a intensão de contenda ou qualquer outro pensamento negativo, costumo responder bem detalhadamente a todos que me trazem estes questionamentos, pois Jesus sempre dava atenção a todos tanto fariseus, doutores da lei, como publicanos, mulheres, crianças e etc, não tenho a pretensão de fazer mudar sua crença, pois foi assim que eu comecei, lutando e debatendo até entender, não crie preconceitos em seu coração contra os adventistas, um dia poderemos nos encontrar nos céus e se assim Deus nos permitir gostaria de tê-lo no céu como vizinho!

      A paz do Senhor

  53. Francisco Sanches said

    Resposta à carta de Sara

    Graça e paz

    Falou da minha carta, mas tirou conclusão errada acerca do que defendo e do que não defendo, isto porque talvez não tenha lido os meus primeiros escritos e com atenção. Você escreveu:
    “QUE MAL HÁ EM GUARDAR O SÁBADO?” – eu lhe respondo: nenhum. E lhe digo um pouco mais: Absolutamente nenhum.

    Entende que deve guardar o sabado? Faça-o de coração – descanse no Senhor e será muito abençoada.

    Você escreveu “SÁBADO NÃO FOI SUBSTITUÍDO PELO DOMINGO” – concordo consigo – E lhe digo um pouco mais: Concordo absolutamente consigo. Embora, devo dizer que há evangelicos que digam que houve uma substituição e apresentem argumentos – e parte desses argumentos eu uso não para provar que se deve guardar o domingo (como mandamento) mas para provar que tão pouco o sabado deva ser guardado como mandamento.

    Se prestar um pouco de atenção às minhas cartas verá que não defendo a guarda do domingo COMO MANDAMENTO ou substituição do sábado, nem sou contra em guardar o sábado!

    Você escreveu: “sugeriu para que lessem o NT, eu li muitas vezes e a conclusão de que cheguei é que realmente o dia de sábado não foi mudado”

    Não existe mandamento para guardar o domingo assim como não existe mandamento para guardar o sábado.

    Já que foi tão meticulosa em ver os dias de Domingo relativas às passagens na Biblia em que os Cristãos estavam reunidos, consegue encontrar o mandamento para a guarda do sábado?
    Nota: deve-se ser mesmo meticuloso – e até gostei muito que tivesse apresentado essa listagem – mas isso é válido para tudo que se pretenda provar. Por exemplo, os adventistas procuram associar a expressão “dia do Senhor” a “guardar o sábado”, se fizermos uma listagem como essa que você apresentou veremos facilmente que essa expressão e outras idênticas apresentam vários significados dependendo do contexto.

    Os adventistas para se justificarem também costumam dizer que todos sabiam da guarda do sabado por isso não é preciso vir escrito no NT – então, será que também não sabiam dos outros nove mandamentos? E, portanto, por esse raciocínio não seria também necessário escrever os outros nove no NT, já que todos sabiam.

    Têm sido feitos vários malabarismos para “provar” que existe a guarda do sábado no novo testamento. Vou-lhe apresentar dois exemplos.

    X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X
    A) – PROVA ADVENTISTA PARA A GUARDA DO SÁBADO DO NT
    X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X
    POR exemplo, neste site:
    http://clubedavida.wordpress.com/temas-polemicos/fala-aos-cristaos/os-dez-mandamentos-no-novo-testamento/#comment-1015

    Apresenta como quarto mandamento no NT o seguinte:

    “E ORAI PARA QUE A VOSSA FUGA NÃO ACONTEÇA NO INVERNO NEM NO SÁBADO, MATEUS 24:20”

    Não tem nada a ver!! – E além disso quando Deus dá um mandamento Deus não fica rodeando o assunto.

    Em primeiro lugar o livro de Mateus é um livro muito dado aos judeus, pois serve de introdução ao novo testamento; identifica-se com o povo Judeu. A genealogia de Jesus no inicio do livro estabelece uma ponte com as escrituras hebraicas. Apresenta Cristo não só à nação judaica mas também a toda a humanidade.
    O tema de Mateus é “Jesus, O Messias e Rei” – o principal propósito é demonstrar que Jesus é o Messias anunciado pelos profetas do AT. Há grande ênfase ao cumprimento das profecias registradas nas escrituras hebraicas. Há constantes menções a Jesus como Filho de Davi.

    V16) então, os que estiverem na Judéia, que fujam para os montes – Refere-se exclusivamente os Judeus

    Isto aponta para os eventos escatológicos que irão acontecer – Para se entender melhor deve-se ler Mateus 24 todo.

    Porque o Inverno é uma época difícil para se fugir, e o shabat = sábado é o descanso do povo Judeu, pois Jesus sabe que os Judeus no Judaísmo irão obedecer à guarda do sábado. Isto nem faz sentido se fosse uma profecia para a Igreja, pois a maioria guarda o domingo.

    Jesus conhecendo o zelo do povo Judeu (mais zeloso do que o povo adventista – na questão do sábado) viu que uma perseguição do dia do seu descanso semanal não permitia a sua fuga.

    Que evento será este que irá acontecer?

    Na grande tribulação os Judeus serão perseguidos, e dentro desse grupo dos judeus se encontram os 144000 descritos em apocalipse que irão resistir à besta e pregar o evangelho – os outros fugirão para o deserto:

    Apocalipse 12: 13-17
    “E, quando o dragão viu que fora lançado na terra, perseguiu a mulher que dera à luz o varão. E foram dadas à mulher duas asas de grande águia, para que voasse para o deserto, ao seu lugar, onde é sustentada por um tempo, e tempos, e metade de um tempo, fora da vista da serpente. E a serpente lançou da sua boca, atrás da mulher, água como um rio, para que pela corrente a fizesse arrebatar.
    E a terra ajudou a mulher; e a terra abriu a boca e tragou o rio que o dragão lançara da sua boca. E o dragão irou-se contra a mulher e foi fazer guerra ao resto da sua semente, os que guardam os mandamentos de Deus e têm o testemunho de Jesus Cristo.”

    Aqui a mulher não é a Igreja que já não está nesta terra, mas sim aquela que dera à luz o varão = Jesus, que foi Israel.
    É uma tentativa inútil de provar a guarda do sábado, mas também a tabela que se vê neste site relativamente aos outros mandamentos do NT não é como Jesus ensinou, pois os mandamentos foram aprofundados e aperfeiçoados, e isso está muito claro em Mateus 5 – partindo do Verso 17, onde Jesus dá vários exemplos.
    X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X
    B) – PROVA ADVENTISTA PARA A GUARDA DO SÁBADO DO NT
    X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X
    Por exemplo, se vir no youtube o seguinte vídeo:
    “sabado x domingo – Debate na RIT com Pastor Stina – parte 7/9”

    Ouvirá de outro versículo que para alguns é prova do mandamento para a guarda do sabado:

    LUCAS 23: 56 “E, VOLTANDO ELAS, PREPARARAM ESPECIARIAS E UNGUENTOS E, NO SÁBADO, REPOUSARAM, CONFORME O MANDAMENTO.”
    Elas simplesmente estavam cumprindo a tradição de seus pais, e nem sequer estavam em culto publico. Estavam cumprindo este mandamento independentemente da Igreja.
    Deve-se ter presente que o Sábado em que as mulheres santas descansaram foi antes da ressurreição de Jesus. Se o fato de ter Lucas relatado o evento alguns anos mais tarde, não invalida o argumento, pois, estas mesmas mulheres judias estavam observando a Festa de Pentecostes (At.1:14; 2:1). Uma festa judaica, que nem os adventistas não observam. Um exemplo: Quando Pedro voltou da casa de Cornélio foi repreendido pelos seus colegas por ter entrado em casa de incircuncisos e ter comido com eles (At.11:3). Se os apóstolos ainda não percebiam que a circuncisão não tinha nenhum valor (Gl.5:2), como esperar que as mulheres viessem entender mais cedo que o Sábado era parte integrante do Antigo Concerto anulado na Cruz? (Cl.2:14; IICor.3:6-14). A propósito, a revista da Escola Sabatina, de 1o trimestre de 1980, p.19, afirma: “O NT não dá nenhuma indicação que se tenha pedido aos judeus que abandonassem imediatamente a prática da circuncisão ou que ignorassem as festividades judaicas”. Aqui, mais uma vez, vemos a malignidade de alguns líderes Adventistas usando um texto fora do seu contexto para prender os inocentes ao jugo da servidão.

    Estas provas apresentadas apenas servem para provar que não existe mandamento no NT para a guarda do sábado, pois isto é o melhor que conseguem arranjar nesse sentido!
    É impossível existir esse mandamento no NT sobre a guarda do sabado – como expliquei em cartas anteriores – pois, o sábado simboliza (no VT) o descanso em Cristo e apontando mais para diante simboliza o descanso celestial –
    O mandamento do sábado era uma sombra do que o Senhor realmente quer hoje: “Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei, Mateus 11:2”.
    Por outro lado, Adorá-lo em espírito e em verdade não depende do dia mas do Homem, então, será o dia mais importante que a adoração a Ele?

    Sábado nunca significou sétimo dia (mesmo no VT), mas sim descanso.

    Se sente guardar o sábado faz bem em guarda-lo pois tudo o que não é por fé é pecado.

    Então qual é o problema?
    É só um (em relação ao sábado):
    guardar o sábado por mandamento – isto está profundamente errado!!!!!
    Se guardo o sábado por causa da lei de Moises deixo a Lei de Cristo – a Bíblia é muito clara acerca disto (expliquei em cartas anteriores).

    O Adventismo não diz abertamente que é necessário as obras para se ser salvo, e todos aparentemente concordam que a salvação é pela fé, mas na pratica não é assim, muitos adventistas entendem que a não guarda do sábado como sétimo dia é pecado, e que interfere com a salvação – ou seja, na pratica – dizem que Cristo salva mas “É necessário a ajuda do sábado – é necessário guarda-lo” – pois pensam que o sábado interfere com a salvação.

    Nas minhas cartas anteriores, desde a minha segunda carta, falo sobre isso, com vários exemplos.

    Para poder compreender melhor – é como o católico dizer:
    Não adoramos imagens – apenas prestamos homenagem – será mesmo assim na pratica?

    Você disse “Por conta própria resolvi guardar o sábado e não sou adventista, mas Deus conhece meu coraçào e fui guiada pelo espírito santo”
    Não digo que isto não seja verdade mas deixe-me dizer que:

    “Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e perverso; quem o conhecerá? Jeremias 17:9”

    Muita gente é enganada pelo seu proprio coração – tenho visto isto em todos os lados e em todos os meios e de muitas formas (não estou a falar do sabado em particular). E Infelizmente tenho visto em todas as doutrinas seus adeptos dizerem-se guiados pelo Espirito Santo quando é a voz do seu coração.

    “Lâmpada para os meus pés é tua palavra e luz, para o meu caminho. Salmos 119:105”

    É a palavra de Deus que deve iluminar o seu andar e não os seus sentimentos ou o seu coração. Agora, se o Espirito Santo lhe guiou tudo bem.

    Note uma coisa importante: o Espirito Santo Jamais vai contra a Palavra de Deus (no seu caso particular pode bem ter acontecido ter sido guiada pelo Espirito Santo – pois não vai contra a P.D. esta situação).

    X XX X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X

    DAS OITO PASSAGENS QUE REFERIRIU APENAS VOU COMENTAR TRÊS DELAS – QUE NA VERDADE ENTENDO QUE SÃO IMPORTANTES.

    X XX X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X
    6. JOÃO 20:19 CHEGADA, POIS, A TARDE DAQUELE DIA, O PRIMEIRO DA SEMANA, E CERRADAS AS PORTAS ONDE OS DISCÍPULOS, COM MEDO DOS JUDEUS, SE TINHAM AJUNTADO, CHEGOU JESUS, E PÔS-SE NO MEIO, E DISSE-LHES: PAZ SEJA CONVOSCO!
    Você escreveu “guardando o domingo eles não estavam, porque ainda NÃO criam plenamente na ressurreição de Jesus”
    Os discípulos não guardavam o domingo apenas porque Jesus ressuscitou nesse dia, mas porque era um dia tão bom como outro qualquer para se guardar – exactamente como acontece hoje – dá jeito guardar esse dia.

    Então, será que quando tinham medo se reuniam? Ou, estavam reunidos com medo?

    Entende a diferença?

    Não está escrito que por causa do medo estavam reunidos, mas sim que estavam reunidos com medo. “os discípulos se tinham ajuntado com medo” não diz “por” ou “por causa” do medo mas diz “com” medo.

    O medo tende a dispersar e não a ajuntar:

    “E também Saulo consentiu na morte dele. E fez-se, naquele dia, uma grande perseguição contra a igreja que estava em Jerusalém; e todos foram dispersos pelas terras da Judéia e da Samaria, excepto os apóstolos, Atos dos Apóstolos 8:1”

    Hoje em dia em muitos lugares do mundo os cultos têm que ser feitos de portas fechadas por existir perturbação exterior.

    Então, a interpretação que fez do versículo é uma interpretação tendenciosa.
    7. ATOS 20:7 NO PRIMEIRO DIA DA SEMANA, AJUNTANDO-SE OS DISCÍPULOS PARA PARTIR O PÃO, PAULO, QUE HAVIA DE PARTIR NO DIA SEGUINTE, FALAVA COM ELES; E ALARGOU A PRÁTICA ATÉ À MEIA-NOITE.

    Embora alguns sustentem que se reuniram ao sábado à tarde (visto que o dia judaico começava ás 18h00 na tarde anterior), não há indícios de que Lucas empregasse o método judaico de computar o horário ao narrar factos ocorridos em ambientes helenísticos para partir o pão – Seja qual tenha sido o calendário foi o domingo o dia deste ajuntamento – agora, o que não se pode é misturar os dois. Aqui diz respeito à ceia do Senhor. Uma vez que o partir do pão foi o propósito declarado dessa reunião formal. A ceia do Senhor tinha sido ordenada (Lc 22: 19) e era observada com regularidade (V2: 42)

    Note a sequência:

    E, tendo ele já doze anos, subiram a Jerusalém, segundo o
    costume do dia da festa.
    Lucas 2:42

    E disse-lhes: Desejei muito comer convosco esta Páscoa, antes
    que padeça,
    Lucas 22:15

    Aqui foi a ultima Páscoa que coincidiu com a primeira ceia. O Senhor Ordenou que perpetuasse agora a Ceia:

    E, tomando o pão e havendo dado graças, partiu-o e deu-lho,
    dizendo: Isto é o meu corpo, que por vós é dado; fazei isso em
    memória de mim.
    Lucas 22:19

    No domingo ajuntaram-se os discipulos – será que isto quer dizer que estavam reunidos no sábado???? Então ajuntaram-se no domingo ou no sabado?
    Então se estivessem já reunidos desde o sabado, teriam passado parte do sabado mais toda a madrugada de Domingo e até à meia noite de domingo em reunião??? Não só distorce a palavra de Deus mas fica sem jeito pensar que para partir o pão precisavam de praticamente dois dias e sem dormir uma noite inteira até á meia-noite do dia seguinte!!! – a palavra de Deus não diz nada desta trapalhada!!

    Diz aqui que se juntaram no domingo (logo não estavam juntos no sábado) e porque Paulo tinha que partir no dia seguinte (segunda-feira) alargou a pratica até á meia-noite. Se não tivesse que partir no dia seguinte não tinham demorado tanto tempo, pois era Paulo que estava a falar com eles e a despedida fez prolongar o tempo de culto.

    Diz claramente que estavam reunidos no Domingo com um proposito = os discipulos estavam reunidos para partir o pão, logo tinham consagrado, separado este dia para esta tarefa = o domingo estava a ser santificado (= separado).

    Nota: Aqui não diz que estavam com medo. Logo, com medo ou sem medo se reuniam ao domingo.

    Por outro lado, se o medo os faziam reunir, será que só sentiam medo ao domingo? (encontra outro dia em que estavam reunidos com medo?)
    8. I CORÍNTIOS 16:2 NO PRIMEIRO DIA DA SEMANA, CADA UM DE VÓS PONHA DE PARTE O QUE PUDER AJUNTAR, CONFORME A SUA PROSPERIDADE, PARA QUE SE NÃO FAÇAM AS COLETAS QUANDO EU CHEGAR.
    Primeiro ponto – V1)“Ora, quanto à coleta que se faz para os santos, fazei vós também o mesmo que ordenei às igrejas da Galácia.” – esta prática estava a ser alargada a outras Igrejas.
    Não era uma oferta que aconteceu num dia por acaso, mas, uma prática rotineira que estava sendo criada nas Igrejas e esta pratica acontecia no Domingo. Paulo estava dando ordem ás Igrejas que procedecem assim.
    Segundo ponto – será que Paulo chegava apenas para tirar a oferta?
    Se fosse um pregador da prosperidade até acredito que sim, mas no caso de Paulo havia um proposito que era o de cultuar a Deus na presença dos irmãos.
    Note o que está escrito “Mas nós perseveraremos na oração e no ministério da palavra. Atos 6:4”. Se fosse só para tirar a oferta haveria outros irmãos mais apropriados para a situação.
    Terceiro ponto – Se vinha no domingo logo o culto não se realizava no sabado, então será que se realizava na segunda-feira? Paulo era ocupado demais para perder tempo. Está mais do que claro que o culto era domingo.
    Mais uma vez, note o que está escrito em Atos 6:
    2 E os doze, convocando a multidão dos discípulos, disseram: Não é razoável que nós deixemos a palavra de Deus e sirvamos às mesas.
    3 Escolhei, pois, irmãos, dentre vós, sete varões de boa reputação, cheios do Espírito Santo e de sabedoria, aos quais constituamos sobre este importante negócio.
    4 Mas nós perseveraremos na oração e no ministério da palavra.

    A coleta devia ser algo sigiloso.

    O facto de se fazer as coletas não santifica o dia para se guardar, mas sim o facto de estarem juntos a trabalhar na obra do Senhor.

    Santificar = separar

    Em Atos 20: 7 mostra claramente que estavam juntos no Nome do Senhor logo o Domingo estava sendo separado ou santificado.

    Quarto ponto – Se Paulo não pedisse para se fazer a colecta antes de ele chegar, quando é que seria feita?

    Certamente quando ele chegasse. Paulo era comprometido com a palavra e com a oração, logo iria ser feita esta colecta por altura de ministrar a palavra entre os irmãos.
    A colecta era feita entre os irmãos – Já acontecia a coleta nas Igrejas da Galacia.

    Quinto ponto – Em Atos 20: 7 temos um exemplo de uma reunião destas. Vemos que a reunião se tinha prolongado até à meia noite e então certamente o culto teria começado à tarde ou final da tarde, dando tempo para que se tirasse a oferta entre os irmãos, ou seja, não fazia sentido tirar a oferta no domingo e Paulo chegar na segunda feira – neste caso cultuariam segunda-feira. Mas, em atos 20: 7 temos claramente a confirmação de culto ao domingo.

    1 cor 16: 2 e Atos 20: 7 são versiculos que se complementam no conteudo.
    Começava assim a guarda do domingo – E não como os adventistas defendem – dizendo que a guarda do domingo teve origem na Igreja Católica Romana através do poder papal – isso é falso.
    Não creio que esta guarda do domingo seja um mandamento do Senhor ou uma substituição do sabado (pois guardar o sabado, o domingo ou outro dia não é questão importante), mas simplesmente uma pratica que Deus permitiu que acontecesse e que foi sendo alargada até aos nossos dias – e partiu dos pais da Igreja – os apostolos. É uma pratica que se enquandra dentro da Lei de Cristo.
    Paulo, na verdade, também entrava nas sinagogas aos sábados para pregar o evangelho aos judeus, porque, era só nesse dia que os encontrava para ouvirem sua pregação.

    Você escreveu:
    “O conselho de Paulo é simplesmente que a oferta deveria ser posta de parte, ou seja, separada no primeiro dia da semana, em casa, e não em alguma reunião publica. O motivo é definido na sentença para que se não faça quando eu for. A motivação de Paulo era mais motivada por razões práticas do que teológicas, pois nenhuma transação financeira ou composição era feita no sábado.
    A actividade de separar recursos não deveria ser realizada no sábado, mas podia ser perfeitamente feita no primeiro dia, o domingo”

    Não se pode afirmar o seguinte: “a oferta devia ser posta de parte… em casa, e não em alguma reunião publica”
    Não diz que era em casa ou em reunião publica e sim posta de parte, mas é absolutamente irrelevante.
    Era mesmo possível que fosse pelas casas e depois houvesse então a reunião publica.
    Você escreveu: “pois nenhuma transação financeira ou composição era feita no sábado” – não tem como provar esta afirmação. Partiu de um premissa errada.
    Isto faz-me lembrar Números 15: 32-36
    “Estando, pois, os filhos de Israel no deserto, acharam um homem apanhando lenha no dia de sábado. E os que o acharam apanhando lenha o trouxeram a Moisés e a Arão, e a toda a congregação. E o puseram em guarda; porquanto ainda não estava declarado o que se lhe devia fazer. Disse, pois, o SENHOR a Moisés: Certamente morrerá o tal homem; toda a congregação com pedras o apedrejará fora do arraial.
    Então, toda a congregação o tirou para fora do arraial, e com pedras o apedrejaram, e morreu, como o SENHOR ordenara a Moisés.”
    Reparem como era a Lei de Moisés relativamente ao sabado – O Proprio Senhor mandou matar um homem por estar apanhando lenha num dia de Sabado (Jesus trabalhava ao Sabado – e trabalhar é o contrario de descansar).
    Mas, os cristãos primitivos tiravam ofertas no proprio dia de culto.
    Veja no Youtube, a parte do debate onde um Pastor Batista debate esta questão com um Pastor Adventista que apesar de ser muito mais experiente teve que confessar esta verdade perante as cameras – que os cristãos primitivos guardavam o domingo.
    Procure no youtube por:
    “sabado x domingo – Debate na RIT com Pastor Stina – parte 8/9”

    Graça e Paz

    • Ju said

      Francisco, vc disse a Juliana que no NT não exsite nenhuma passagem para se guardar o domingo e nem o sábado tb, concordo plenamente com você de que não existe passagem alguma para tentar provar que o domingo foi observado como dia de guarda, e dessas 8 passagens que o NT tem falando domingo, nenhuma delas mostra evidência alguma de dia de guarda, na verdade, se tivesse alguma mudança, certamente os questionamentos estariam presntes na Bíblia e entre os fiéis convertidos, sabemos que a maioria dos primeiros cristãos eram exjudeus, que já observavam o sábado e podemos ler na Bíblia que estes se reuniam nas sinagogas nos sábado e inclusive com os gentios, a separação entre eles era social e não tinha motiva’vão religiosa.
      Não havia dúvida sobre o dia de guarda na época que Paulo e os demais discípulos começaram a fundar as Igrejas.
      Mas o sábado assim como os outros mandamentos permaneceram no NT, não há sentido Deus colocar o mandamento do sábado junto dos outros 9 e depois retirar, Ele colocou na mesma tábua e escreveu com Seu dedo 2 vezes.

      Só desconheces que no NT existe referencia a guarda do sábado sim, você já leu Heb 4:9-11? Lá está escrito que devemos entrar no mesmo descanso de Deus, o do sétimo dia, que não devemos cair no mesmo exemplo de desobediência dos Israelitas que tanto o transgrediram. POrtanto, como Deus não muda Sua palavra e como a Bíblia não pode se contradizer pois foi Deus que inspirou, os 10mandamentos não foram abolidos, segundo o próprio Paulo confirma em Rom 3:31, de que a lei nào é anulada pela fé, antes é CONFIRMADA!
      Não existe questionamento quando se tarta do próprio Deus não é? O homem colocou o domingo por influencia do inimigo, porque o sábado leva o símbolo, a assinatura de Deus de toda a Sua criação e o diabo não quer que ninguém leve a assinatura de Deus, não é mesmo?

  54. Francisco Sanches said

    Resposta à carta de Luiz Edu.

    Graça e Paz

    Você começa por dizer: “permita-me aos irmãos me intrometer, pois esse assunto me interessa muito…”

    É bom debater as questões (mais ainda aquelas que interessam muito) e este site tem permissão para qualquer um poder entrar no debate, mas, ainda assim, devem existir regras eticas, e principalmente em cristãos:

    Você fez-me um monte de perguntas, mas nem sequer leu a minha carta sobre a qual escreveu a sua, a prova disso é que na carta anterior que escrevi vem algumas respostas das perguntas que me formulou. Por outro lado, se não concorda com a resposta dada deve refutar – ou seja, dizer o porquê do raciocinio não ser válido e depois apresentar aquele que acha que é.

    Quando se entra num debate deve-se ler a ultima carta escrita como igualmente todas as que estão para trás pelo menos do mesmo autor sobre o qual se escreve a carta.

    Fez-me um monte de perguntas mas nem se deu ao trabalho de me responder a uma pergunta bem pequena mas bem visivel que estava no final da minha carta e que era só dar como resposta: sim ou não…Será isto justo?

    O que isto significa?
    Que você não está na disposição de ouvir. Tenho reparado que isto é comum no adventismo.

    Quando não se ouve também não se aprende. Será que Deus deu duas orelhas ao homem apenas para suportar os oculos?

    Quando alguem fica confuso com as perguntinhas da organização feitas pelo adventista, este pensa que é um grande feito mas quando existe refutação já não sabem ouvir.

    É comum fazerem perguntas em que é misturada a velha aliança com a Nova aliança, ou seja, A Lei de Moises com a Lei de Cristo. Isto cria confusão.

    Acredito que os adventistas são sinceros nas suas crenças, mas só não chega:.
    “Porque lhes dou testemunho de que têm zelo de Deus, mas não com entendimento.
    Romanos 10:2”

    Mas, ainda assim, vou-lhe fazer a sua vontade e vou-lhe responder às onze perguntinhas que me formulou.

    Como teve a liberdade de me colocar questões, no final desta carta também vou-lhe fazer algumas perguntinhas. Mostre que tem bom sentido de participação e responda às minhas questões como eu respondi às suas.

    Você começou por dizer que “Acho que a questão da inspiração do espírito santo não foi muito bem esclarecida…”
    Na verdade eu não esclareci, apenas dei a conhecer. Não devia ter falado nisso.
    Mas em termos de curiososidade posso dar um exemplo:

    Quando se fala na Lei de Moisés inclui os 10 mandamentos e tudo o que Deus mandou que ele escrevesse, pois a lei se compõe de três partes:
    ***O que Deus escreveu – os dez mandamentos
    ***O que Moisés ouviu Deus falar e mandou que ele escrevesse
    ***O que Moisés escreveu

    Aqui estão implícitos diversos tipos de inspiração, todos igualmente importantes.

    Você escreveu: “Não entendi por que foi dito que Paulo não seria mais judeu…”. Nunca disse que Paulo não seria Judeu. Não percebi a sua duvida. Mas o que eu disse foi que um gentio nunca será um Judeu.

    VOCÊ ESCREVEU: “CITAR AS 8 REFERÊNCIAS DO NT PARA TENTAR PROVAR QUE O DOMINGO FOI ADOTADO COMO DIA DE GUARDA…”

    A resposta a esta questão eu escrevi na resposta à carta de Sara.

    O domingo não foi adotado por mandamento. Por isso, quem quiser guardar outro dia tem a liberdade para o fazer.

    Também não considero correcto que se diga que o sabado foi mudado – foi sim anulado a sua obrigatoriedade – Pois, a Lei que está em vigor é a Lei de Cristo.

    VOCÊ ESCREVEU: “SERÁ QUE SE O DOMINGO FOSSE O DIA ADOTADO EM SUBSTITUIÇÃO PELO SÁBADO, OS JUDEUS QUE ERAM HÁVIDOS PRATICANTES DA LEI, NÃO O QUESTIONARIAM?”

    Por certo que sim, mas a transição do Judaismo para o Cristianismo não se faz pela Lei mas pela fé e por isso não justificaria essa verdade. Cristianismo não é Judaismo, o povo ia assimilando o cristianismo – um modo de estar muito diferente do Judaismo – não só em questão ao antigo mandamento do sabado. Tanto assim, que ainda hoje existem judeus que se convertem ao cristianismo e adoptam sem problema não só domingo mas, mais importante o Senhor Jesus.

    Os judeus que se convertem ao cristianismo passaram de ávidos praticantes da lei para ávidos andantes na graça de Deus.

    E EM NENHUM DOS EVANGELHOS EXISTE MENÇÃO A OPOSIÇÃO DE PAULO AO SÁBADO, NEM NO CONCÍCLIO DE JERUSALÉM, NEM EM LUGAR NENHUM.

    Concordo consigo que não existe oposição ao sabado, assim como não existe oposição ao domingo.

    Está a falar do que está relatado em atos 15 = Concílio de Jerusalem.

    Na Igreja primitiva houve uma discussão sobre se os gentios pagãos que se convertiam ao cristianismo podiam ser recebidos como irmãos ou eles tinham que guardar os preceitos da lei – isto significava tornarem-se judeus – para poderem ser considerados cristãos.

    V5) “Alguns, porém, da seita dos fariseus que tinham crido se levantaram, dizendo que era mister circuncidá-los e mandar-lhes que guardassem a lei de Moisés.” (a lei de Moisés não incluia isto?)

    E Pedro falou:
    V10 “Agora, pois, por que tentais a Deus, pondo sobre a cerviz dos discípulos um jugo [Lei] que nem nossos pais nem nós podemos suportar?
    11 Mas cremos que seremos salvos pela graça do Senhor Jesus Cristo, como eles também.”

    Porque Pedro disse isto?

    Pedro agora compreendia, tinha aprendido a lição, pois o Senhor lhe tinha feito compreender –começando com o Vaso com animais que ele considerava impuros mas que o Senhor disse para ele comer pois o Senhor os santificaria (Atos 10) – Deus usou esta situação para ajudar a compreender que do mesmo modo Deus santificaria os gentios que a Deus se chegassem – E Deus usou a Pedro para evangelizar Cornélio e a sua familia (gentios)

    “E os fiéis que eram da circuncisão, todos quantos tinham vindo com Pedro, maravilharam-se de que o dom do Espírito Santo se derramasse também sobre os gentios. Atos dos Apóstolos 10:45”

    Os gentios receberam o Espirito Santo – E note – não guardavam o Sabado, pois eram gentios.

    O Espirito Santo é a garantia da Salvação. Não precisaram da circuncisão nem do sabado. E Pedro concluiu “Mas cremos que seremos salvos pela graça do Senhor Jesus Cristo, como eles também”

    A única coisa que é necessário para a salvação é a graça. Também, aqui está muito claro que a guarda do sabado nada tem a ver com a salvação.

    Então, em atos 15 é relatado a ata da primeira reunião do primeiro concílio da Igreja onde foram tomadas decisões, que conclusões sairam?

    Atos 15
    28 Na verdade, pareceu bem ao Espírito Santo e a nós não vos impor mais encargo algum, senão estas coisas necessárias:
    29 Que vos abstenhais das coisas sacrificadas aos ídolos, e do sangue, e da carne sufocada, e da fornicação; destas coisas fareis bem se vos guardardes. Bem vos vá.

    Então note a sequência:
    …, por que tentais a Deus, pondo sobre a cerviz dos discípulos um jugo [Lei] que nem nossos pais nem nós podemos suportar?… pareceu bem ao Espírito Santo e a nós não vos impor mais encargo algum, senão estas coisas necessárias…

    A questão do sabado ou do domingo era absolutamente desnecessária – era algo que não tinha importância nenhuma, então porque iriam colocar um encargo para guardar ou para não guardar um dia?

    No entanto, lemos que a Igreja se Reunia no Domingo – Atos 20: 7, e não havia problema nenhum com isso, e neste concílio ficou confirmado oficialmente que não havia proibição nenhuma de guardar o sabado nem o domingo.
    Pelas escrituras entende-se que no Cristianismo o dia de Guarda não é importante, embora no Judaismo seja muito importante.

    VOCÊ ESCREVEU: “SERÁ QUE JESUS NÃO DIRIA NADA SOBRE A MUDANÇA NO DIA DE GUARDA?”

    Como é explicado nesta carta o dia de guarda não tem nenhum valor para Jesus, pois Ele é o verdadeiro Shabat = descanso.

    Tanto assim, que segundo a Lei de Moisés Jesus violava o sábado:
    Como podemos confirmar, em por exemplo, João 5:
    16 E, por essa causa, os judeus perseguiram Jesus e procuravam matá-lo, PORQUE FAZIA ESSAS COISAS NO SÁBADO.
    17 E Jesus lhes respondeu: Meu Pai trabalha até agora, e EU TRABALHO TAMBÉM.
    18 Por isso, pois, os judeus ainda mais procuravam matá-lo, porque não só QUEBRANTAVA O SÁBADO, mas também dizia que Deus era seu próprio Pai, fazendo-se igual a Deus.

    Não eram só os judeus que diziam que Jesus violava o sábado, mas o próprio autor do evangelho de João também se refere a isso – o autor deste evangelho não está a referir-se àquilo que os judeus diziam (não se está a referir á opinião dos judeus), mas sim estava a declarar o que Jesus fazia (as escrituras não são feitas com base na opinião dos judeus mas sim inspiradas por Deus), e como se isso fosse pouco o próprio Jesus “confessou”: “eu trabalho também” – JESUS DISSE ABERTAMENTE QUE TRABALHAVA NO SÁBADO – Jesus não se desculpou como fazem os adventistas (procurando justificar que Jesus não trabalhou) dizendo que isso não era bem trabalho – era só uma ajuda, era só fazer o bem (isto não é trabalho??). Por outro lado, os judeus ávidos por Lei sabiam muito bem que Jesus trabalhava ao sábado.

    Então, Jesus pecou?
    Quem distorce as escrituras é que peca!

    Note o que está escrito: “Então, alguns dos fariseus diziam: Este homem não é de Deus,
    pois não guarda o sábado. Diziam outros: Como pode um homem pecador fazer tais sinais? E havia dissensão entre eles. João 9:16”

    Diziam que Jesus não era de Deus porque não guardava o sábado. De igual modo é ensinado aos adventistas que quem guarda o domingo também não é de Deus, pois ensinam que “o selo de Deus é a guarda do sábado e a marca da besta é guarda do domingo”. Isto pode ser confirmado no vídeo do youtube – feito por adventista “19. A Marca da Besta e a União das Igrejas” – Isto são ensinos heréticos – quem ensina estas coisas um dia irá dar contas a Deus. O Selo de Deus é o Espírito Santo. Comparam o sétimo dia com o Espírito Santo – o que foi criado com o criador…Sem a presença do Espírito Santo não pode haver salvação:
    “o qual também nos selou e deu o penhor do Espírito em nossos corações.
    2 Coríntios 1:22”

    “Ora, quem para isso mesmo nos preparou foi Deus, o qual nos deu também o penhor do Espírito, 2 Coríntios 5:5”

    Jesus não cabe dentro da Lei de Moisés – como Jesus podia violar a lei de Moisés se com a vinda de Jesus essa Lei perdeu validade, passando a existir a Lei de Cristo? (em Mt 5 lemos alguns exemplos de como as Leis foram aprofundadas e aperfeiçoadas).

    Note o que está escrito:
    “Então, o injuriaram e disseram: Discípulo dele sejas tu; nós, porém, somos discípulos de Moisés, João 9:28” Será que por andarem na Lei de Moisés e não atentando para a Lei de Cristo não poderão ser também chamados discípulos de Moisés e não de Cristo?

    Você escreveu: “por que motivo o amigo se refere a lei de Moises e não a Lei de Deus?” Isso não é verdade. Falo sobre a Lei de Cristo = Lei de Deus, é a Lei que está em vigor no NT.

    Nota: Lei de Cristo = Lei do Espirito de Vida = Lei da fé
    Se falo na lei de Moisés é para comparar com a lei de Cristo.

    XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX
    VOCÊ FALA NO DEDO DE DEUS:
    XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

    Compare:

    Lei das obras = Lei de Moises – >escrita pelo dedo de Deus em tábuas de pedra

    Lei da fé = Lei de Cristo –> escrita por Deus [Espirito Santo] em nossos corações

    A lei de Moises apontava para o pecado e logo a morte
    A lei de Cristo dá vida eterna

    Quando se fala de Lei o dedo é útil para apontar pecados, exemplo:
    Daniel 5
    24 Então, dele foi enviada aquela parte da mão, e escreveu-se esta escritura.
    25 Esta, pois, é a escritura que se escreveu: MENE, MENE, TEQUEL e PARSIM.
    26 Esta é a interpretação daquilo: MENE: Contou Deus o teu reino e o acabou.
    27 TEQUEL: Pesado foste na balança e foste achado em falta.

    Outro exemplo, o de Jesus. Também escreveu com o seu dedo, em João 8:
    6 Isso diziam eles, tentando-o, para que tivessem de que o acusar. Mas Jesus, inclinando-se, escrevia com o dedo na terra.
    7 E, como insistissem, perguntando-lhe, endireitou-se e disse-lhes: Aquele que dentre vós está sem pecado seja o primeiro que atire pedra contra ela.
    8 E, tornando a inclinar-se, escrevia na terra.

    Não sabemos o que Jesus escreveu, mas foi algo relacionado com o pecado, pois ao trazer a mulher apanhada em adultério os fariseus e escribas queriam que Jesus a acusasse, então começou a escrever depois falou sobre pecado e depois voltou novamente a escrever – todo este episódio fala sobre o pecado e a lei de Moisés.

    XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX
    ABRAÃO É PAI DA FÉ OU ABRAÃO É PAI NA FÉ?
    XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

    Você ainda insiste na heresia de dizer que Abraão é pai da Fé. Isso é que é perseverança, heim!

    Ao contrario do que você escreveu nunca ataquei ninguem, mas sim a heresia – o que é muito diferente.

    Paulo nunca considerou que Abraão fosse Pai da fé:
    “Que diremos, pois, ter alcançado Abraão, NOSSO PAI SEGUNDO A
    CARNE? Romanos 4:1”

    “e fosse pai da circuncisão, daqueles que não somente são da circuncisão, mas que também andam nas pisadas daquela fé de Abraão, nosso pai, que tivera na incircuncisão. Romanos 4:12”

    Nota: Pai da fé = o que gera a fé

    “daquela fé de Abraão” = Abraão não tinha fé nele proprio mas em Deus
    “Abraão, nosso pai” = pai da promessa que gerou filhos segundo a carne na fé
    “fosse pai da circuncisão” = o primeiro a quem Deus falou da circuncisão

    “Sabei, pois, que os que são da fé [em Deus] são filhos de Abraão [porque primeiro creu na promessa de ter filhos]. Gálatas 3:7”

    Tanto Abraão como seus filhos têm a mesma fé – um não está a um nivel superior de outro de forma a dizer que um é Pai de outro Da fé, mas sim Pai na fé, pois todos andam na mesma fé.

    “Eis que a sua alma se incha, não é reta nele; mas o justo, pela
    sua fé, viverá. Habacuque 2:4”

    Para você isto quer dizer que: “o justo viverá da fé em Abraão?” – Se é pai da fé significa que a gerou – significa que a fé foi dada por Abraão – isto não lhe parece heresia?

    XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

    CONCORDO PLENAMENTE QUANDO DIZ:
    “PORQUE O FIM DA LEI É CRISTO, PARA JUSTIÇA DE TODO AQUELE QUE CRÊ” (ROM. 10:4). A TODOS OS QUE NELE CRÊEM, CRISTO LEVA A UM FIM ABSOLUTO O USO DA LEI COMO UM MEIO DE OBTER JUSTIÇA.

    XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

    Mas a justiça nunca se pode obter com a lei. Deve-se andar na lei pela fé. É como a questão das boas obras: uma verdadeira fé tem como frutos boas obras, e não ao contrário; ou seja, praticar boas obras para ser salvo ou chegar à fé.

    A lei não veio para salvar ninguém nem tão pouco pode perdoar pecados, nem pode justificar. A Lei era como uma ameaça: se pecares morrerás. Perante esta ameaça o homem deve afastar-se do pecado e chegar-se a Deus pela fé.

    Um exemplo:
    Atos 10: 1-3
    “E havia em Cesaréia um varão por nome Cornélio, centurião da coorte chamada italiana, piedoso e temente a Deus, com toda a sua casa, o qual fazia muitas esmolas ao povo e, de contínuo, orava a Deus. Este, quase à hora nona do dia, viu claramente numa visão um anjo de Deus, que se dirigia para ele e dizia: Cornélio!”

    Este Cornelio era piedoso = tinha devoção ás coisas religiosas, guardava os mandamentos. Era um bom homem ao ponto de ter revelações de Deus (quando vêm de Deus não significam heresia alguma), e as suas orações e esmolas subiam diante de Deus.

    Mas apesar destas qualidades todas era salvo? Não!
    “o qual te dirá palavras com que te salves, tu e toda a tua casa, Atos 11:14”

    FALOU DE
    “EIS QUE TEMOS POR BEM-AVENTURADOS OS QUE SOFRERAM. OUVISTES QUAL FOI A PACIÊNCIA DE JÓ E VISTES O FIM QUE O SENHOR LHE DEU; PORQUE O SENHOR É MUITO MISERICORDIOSO E PIEDOSO. TIAGO 5:11”

    Aqui a palavra fim não identifica objectivo nem finalidade mas sim fim mesmo. Deus concedeu a Jó que acabasse a sua vida de sofrimento para começar uma nova vida. Repare como começa o versículo: “Eis que temos por bem-aventurados os que sofreram” o fim está relacionado com o seu sofrimento. E ainda acaba reforçando a ideia com um “porque” que está seguido a este “fim”, ou seja, este fim, este acabar com o sofrimento aconteceu porque “o Senhor é muito misericordioso e piedoso”

    FALOU DE:
    “ORA, O FIM DO MANDAMENTO É A CARIDADE DE UM CORAÇÃO PURO, E DE UMA BOA CONSCIÊNCIA, E DE UMA FÉ NÃO FINGIDA. 1 TIMÓTEO 1:5”

    Sim, aqui o fim tem o sentido de finalidade, pois uma finalidade da lei é apontar para o amor de Deus.
    XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX
    VOCÊ ESCREVEU: “OS OBSERVADORES DO DOMINGO, EM UMA TENTATIVA DESESPERADA DE DEFENDER O INDEFENSÁVEL, APELAM AOS PAIS DA IGREJA E AO TEXTO DE APOCALIPSE 1:10 PARA “PROVAR” QUE O “DIA DO SENHOR” NÃO É O SÁBADO”
    XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX
    O texto em questão é:
    “Achei-me em espírito, no dia do Senhor, e ouvi, por detrás de mim, grande voz, como de trombeta” Apocalipse 1:10.

    Então, se acha que esse “dia do Senhor” se refere ao sábado, só tem que provar com a Bíblia que assim é!
    Primeira nota: Não defendo a guarda do domingo como mandamento, assim como não defendo a guarda do sabado como mandamento.
    Você mudou a conversa. Na carta anterior estava a provar que essa expressão “dia do Senhor” e outras idênticas não têm que se referir ao descanso e muito menos ao sétimo dia. Apresentei-lhe vários exemplos.

    Você se concentrou nesse versículo de Ap 1: 10, mas não se pronunciou sobre os outros.

    Começa por falar nos pais da Igreja. Os pais da Igreja são os apóstolos:

    “E perseveravam na doutrina dos apóstolos, e na comunhão, e no partir do pão, e nas orações, Atos dos Apóstolos 2:42”

    A Igreja apenas persevera na doutrina dos apóstolos que são apenas doze – A Igreja não persevera, por exemplo, na Doutrina da Senhora White.

    Fez-me uma lista de pessoas em que analisa à lupa o pior de cada um deles. Assim de repente até parece que está a apresentar bichos com sete cabeças. Mas eles eram humanos…

    Apresentei-lhe alguns nomes cristãos que na sua altura foram importantes – no sentido de lhe provar que a guarda do domingo era efectuada muito antes do poder papal – na verdade desde o tempo da Igreja Primitiva.

    Já ouviu falar de Lutero? – Ele conservou a doutrina da transubstanciação (entre outras coisas). Mas isso não impediu que ele fosse muito usado por Deus. A revelação é progressiva. Agora não fazer confusão: Martinho Lutero não teve sonhos e revelações cuja Bíblia contraria – não “recebeu” heresias de Deus. Foi salvo? Só Deus sabe.

    Deus por vezes até usa inimigos para a sua obra: Exemplo – Nabucodenossor, Ciro, Alexandre Magno. Quando Deus manda até o diabo obedece.

    Não percebi bem se acrescentou outros nomes porque também guardavam o domingo ou se acrescentou outros nomes porque criam em coisas erradas, se foi este ultimo caso então também poderia ter acrescentado a Senhora White na sua lista – que é uma luz que vos alumia.

    Se quiser posso fazer uma lista de heresias em que a Senhora White acreditava. E olhe, essa lista é bem maior do que aquela que fez para cada “pai da Igreja” que falou em sua carta.

    Uma nota sobre a expressão grega Kuriakê heméra (Dia do Senhor) em Apoc. 1:10
    O NT fala de um dia chamado “O Dia Do Senhor” (Ap.1:10). “Dia do Senhor” está expresso no caso dativo: “té kyriaké hémerà. Não existe base válida para que se questione se se trata de fato do Domingo. ATÉ HOJE ESSA É A EXPRESSÃO REGULAR PARA “DOMINGO” NO GREGO MODERNO.
    Você se refere a desinformados que não sabem isto…mas, quantos desenformados há que não sabem que sábado significa descanso e não sétimo dia?

    Você escreveu: “Nenhum título de santidade é dado ao domingo”, nem tão pouco era dado ao setimo dia mas sim ao descanso = sabado que era efectuado no setimo dia.

    Os cristãos primitivos quando se reuniam ao Domingo estavam a separar este dia para cultuar ao Senhor. Separar = Santificar.

    Você escreveu “Nem o Pai nem o filho reclamaram o domingo como “SEU” em qualquer sentido.”
    Deus criou todos os dias, e o setimo dia é tão importante do que o primeiro dia, ouqualquer outro dia da semana. O que Deus chama seu é ao descanso = Shabat e não ao setimo dia no qual acontecia o descanso. Nesse dia deveria acontecer a adoração que era para Si.
    O que é mais importante – a adoração ou o dia em que é efectuada?
    O que é mais importante – adorá-lo em espirito e em verdade ou o setimo dia?

    VOCÊ ESCREVEU: “TODA A VEZ QUE O NOVO TESTAMENTO SE REFERE AO PRIMEIRO DIA DA SEMANA, USA A EXPRESSÃO “PRIMEIRO [DIA] APÓS O SÁBADO” (MT 28:1; MC 16:2; LC 24:1; JO 20:1,19; AT 20:7; 1CO. 16:2)…”
    Ou não percebi bem o que quis dizer com isto, ou então é uma afirmação falsa. Aliás, esses versiculos estão todos enunciados numa carta e não é assim como diz…

    Os evangélicos não aboliram o VT, mas sim Deus aboliu a velha aliança. É bom aprender lições com o VT mas isso nada tem a ver com a realização de praticas judaicas por parte dos cristãos.

    Acabo este ponto como comecei:
    Se acha que esse “dia do Senhor” em Ap.1:10 se refere ao sábado, só tem que provar com a Bíblia que assim é!

    AQUI ESTÃO RESPONDIDAS AS ONZE QUESTÕES QUE COLOCOU:
    X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X
    1. AS PASSAGENS DE MATEUS 5:17, QUE JESUS NÃO VEIO ABOLIR A LEI E OS PROFETAS?
    X X X X X X X X X X RESPOSTA: X X X X X X X X X X X X
    Expliquei que os profetas não deixaram de existir só que não existem mais profetas como no VT (agora qualquer um pode ser profeta) – Isto está detalhadamente explicado na minha carta de 31/07/2010
    A lei também não deixou de existir, pois agora Jesus faz uma nova interpretação da Lei – em Mateus 5 – Jesus dá alguns exemplos. A Lei que agora existe em vigor é a Lei de Cristo ou Lei do Espirito de Vida.
    Jesus cumpriu a lei no calvário:
    “ havendo riscado a cédula que era contra nós nas suas ordenanças, a qual de alguma maneira nos era contrária, e a tirou do meio de nós, cravando-a na cruz. Colossenses 2:14”

    Se era contrária é porque não serve mais = Lei de Moisés e depois da morte de Jesus a lei perdeu a força para nós:
    “sabendo isto: que a lei não é feita para o justo, mas para os injustos e obstinados, … 1 Timóteo 1:9”
    A Lei não mais condena o Cristão. A lei de Moises está ainda em funcionamento para os que não estão em Cristo porque aponta para a morte.
    A lei de Moisés só sabe apontar para a morte, mas a Lei de Cristo dá vida eterna:
    Rm 8:1-3“Portanto, agora, nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus, que não andam segundo a carne, mas segundo o espírito. Porque a lei do Espírito de vida, em Cristo Jesus, me livrou da lei do pecado e da morte. Porquanto, o que era impossível à lei, visto como estava enferma pela carne, Deus, enviando o seu Filho em semelhança da carne do pecado, pelo pecado condenou o pecado na carne”
    Então a Lei e os profetas não deixaram de existir mas o seu conceito é muito diferente do VT para o NT – Tanto a lei como os profetas estavam inseridos na velha aliança como esta terminou, agora, na nova aliança tanto a lei como o profeta têm um significado mais profundo e perfeito (expliquei na minha carta de 31/07/2010)
    X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X
    2. COMO EXPLICAR QUE O PRÓPRIO JESUS DISSE QUE QUEM O AMA GUARDA OS SEUS MANDAMENTOS E ISSO ELE TAMBÉM DISSE AO JOVEM RICO; E ELE REPETIU ISSO VÁRIAS VEZES!
    X X X X X X X X X X RESPOSTA: X X X X X X X X X X X X
    Não existe nenhuma contradição aqui!
    Jesus não falou de guardar o sabado – falou os seus mandamentos mas não disse TODOS (os 10).
    O problema deste mancebo não era a guarda do sabado, aliás, em todo o NT Jesus nunca repreendeu ninguem por não guardar o sabado, mas o Senhor era repreendido porque os Judeus entendiam através da Lei de Moisés que Ele não o guardava.
    Jesus nunca incomodou ninguem por causa da guarda do sabado – os adventistas já não podem dizer o mesmo…
    Você aqui mistura duas situações diferentes. Os mandamentos que o jovem rico conhecia eram na verdade os dez – expliquei detalhadamente este exemplo do Jovem rico na carta de 31/07/2010 – mas, os mandamentos que Jesus disse para guradar inclui o novo mandamento.
    Os mandamentos que o Senhor disse para guardar são da nova interpretação que Jesus faz da Lei – Agora a lei é a chamada lei de Cristo (e não lei de Moisés) onde todos os mandamentos são aprofundados e aperfeiçoados – caso contrário, não é possivel cumprir com o novo mandamento que o Senhor ordenou.
    X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X
    3. COMO EXPLICAR O FATO DE QUE QUEM DIZ QUE CONHECE A DEUS E NÃO GUARDA OS SEUS MANDAMENTOS (OS 10), É MENTIROSO!
    X X X X X X X X X X RESPOSTA: X X X X X X X X X X X X
    “Portanto, agora, nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus, que não andam segundo a carne, mas segundo o espírito. Romanos 8:1”

    Este texto é muito claro. A lei que agora opera é a lei do espírito de vida = lei de Cristo:

    “Porque A LEI DO ESPÍRITO DE VIDA, em Cristo Jesus, me livrou da lei do pecado e da morte.
    Romanos 8:2”

    Mas isso é só para aqueles que andam em espírito – repare que no VT nem o Espírito Santo era dado aos crentes!! – quanto mais andar em espírito!

    Nota: aqui não está de forma alguma a identificar que são os dez mandamentos de Moisés – Todos esses mandamentos foram aprofundados e aperfeiçoados como em Mateus 5 Jesus citou alguns exemplos.

    Se o NT diz que está em vigor a Lei de Cristo = Lei do espírito de vida, como se poderia estar a referir à velha aliança e respectiva Lei de Moisés? Por exemplo, Jesus deu um novo mandamento que não está incluído na Lei de Moisés.
    X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X
    4. COMO EXPLICAR QUE A FÉ NÃO ANULA A LEI?
    X X X X X X X X X X RESPOSTA: X X X X X X X X X X X X X X

    Você acha que a fé anula a Lei?

    A fé não anula a lei no sentido de que a fé confirma a lei.

    A lei quando foi aplicada ao povo, ao ser obedecida apontava para a fé que havia de vir, então a lei serviu de guia. A fé não pode anular a lei porque é independente da lei. Por outro lado, a lei não tem força para contrariar a fé antes confirma a fé que havia de vir, e ao chegar a fé em Cristo a Lei de Moisés perde a validade dando origem à lei da fé (Rm 3: 27) onde estão contidos os mandamentos que apontava para a vida (lei de Moisés)
    X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X
    5. COMO EXPLICAR QUE JESUS É O SENHOR DO SÁBADO E QUE ESSE SÁBADO FOI DADO POR CAUSA DO HOMEM? PARA QUE O HOMEM PUDESSE ADORAR AO SEU CRIADOR NESSE DIA?
    X X X X X X X X X X RESPOSTA: X X X X X X X X X X X X X X

    Em toda a Biblia sabado = Shabat = descanso. O Shabat nunca significou setimo dia, ainda que possa haver o descanso no setimo dia – você escreveu “nesse dia” como se referindo ao setimo dia – mas o mandamento era o descanso apos seis dias – pode haver o descanso num dia qualquer. Ou seja, o importante não é o dia mas descansar Nele!

    Jesus é o senhor do sábado = Jesus é Senhor do Descanso

    O Descanso do sabado como mandamento apontava para o descanso espiritual em Cristo e para o descanso celestial.

    Se é Senhor do sabado significa que pode fazer o que muito bem entende do sabado, pois é Senhor.

    Portanto, ninguém vos julgue pelo comer, ou pelo beber, ou por causa dos dias de festa, ou da lua nova, ou dos sábados, Colossenses 2:16

    nota: o sabado anual já vem incluido nos dias de festa, além disso aparece sabados – no plural – onde se incluem todos os sabados (o semanal e o anual). Por outro lado ainda, dizer que se pode julgar alguem num sabado e não se pode julgar noutro é tirar o contexto do versiculo que diz claramente que todas essas coisas não são importantes.

    Nota: Seis anos o povo trabalhava a terra e no setimo a terra descansava – era a terra que descansava – e porque a terra não era arada para produzir descansava e em função disso o homem também parava de trabalhar na terra – era uma paragem parcial – só parava de trabalhar na terra – mas fazia outras coisas.

    Ou seja:
    Pode-se comparar o sabado com a obra que Jesus fez? Jesus cravou a Lei de Moises na Cruz – apontava para a morte que era produzida pela justiça da Lei contra aquele que pecasse mas Jesus ao pagar o preço dos pecados anulou a força da lei de Moisés – nesse sentido perdeu a validade.

    O sabado como mandamento é uma sombra! Do quê? Do verdadeiro descanso, o celestial e em Cristo. Então que ninguem vos julgue por estas coisas!!
    X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X
    6. COMO EXPLICAR QUE O PRÓPRIO JESUS GUARDOU A LEI E PEDE QUE FAÇAMOS A SUA VONTADE?
    X X X X X X X X X X RESPOSTA: X X X X X X X X X X X X
    Jesus guardou toda a lei, e nem um só til deixou cair. A Lei que Jesus fala é a Lei de Cristo ou Lei do Espirito de Vida em Cristo, que são os mandamentos aprofundados e aperfeiçoados do qual Jesus deu varios exemplos em Mateus 5.

    Também chamada Lei da fé:

    “Onde está, logo, a jactância [vaidade]? É excluída. Por qual lei? Das obras? Não! Mas pela LEI DA FÉ. Romanos 3:27”

    LEI DAS OBRAS = LEI DE MOISES – >ESCRITA PELO DEDO DE DEUS EM TÁBUAS DE PEDRA

    LEI DA FÉ = LEI DE CRISTO –> ESCRITA POR DEUS [ESPIRITO SANTO] EM NOSSOS CORAÇÕES

    Lei de Cristo é bem diferente da lei de Moisés assim como a velha aliança é muito diferente da nova aliança!!

    Qual é a Melhor Lei?
    Note ainda a porção das escrituras – Hebreus 8: 6-13
    X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X
    7. COMO EXPLICAR QUE SE A LEI DEPENDE DE 2 MANDAMENTOS ELA ESTARIA ANULADA? NÃO SE DEPENDE E NEM SE RESUME ALGO ANULADO, NÃO É?
    X X X X X X X X X X RESPOSTA: X X X X X X X X X X X X X X

    Não está falando de anular a lei no tocante de ser um mandamento de Deus como foram os mandamentos falados por Jesus – A Lei de Cristo- Não! – todo o novo testamento nos indica que a Lei de Moisés estava anulada em função da Lei de Cristo surgir. Na velha aliança estava a Lei de Moisés assim como na nova aliança está a Lei de Cristo – para esta aparecer a Lei de Moisés teve que ser anulada.

    Os dois mandamentos que está a falar está neste trecho das escrituras:
    Marcos 12
    28 Aproximou-se dele um dos escribas que os tinha ouvido disputar e, sabendo que lhes tinha respondido bem, perguntou-lhe: Qual é o primeiro de todos os mandamentos?
    29 E Jesus respondeu-lhe: O primeiro de todos os mandamentos é: Ouve, Israel, o Senhor, nosso Deus, é o único Senhor.
    30 Amarás, pois, ao Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu entendimento, e de todas as tuas forças; este é o primeiro mandamento.
    31 E o segundo, semelhante a este, é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo. Não há outro mandamento maior do que estes.

    Os mandamentos que estavam em transição é que foram anulados – O cerimonialismo e a propria guarda do sabado – que significa descanso se cumpriu em Cristo – Ele é o nosso descanso – e aponta para um descanso mais além.

    Então, os mandamentos de Moisés foram anulados no sentido de dar lugar à Lei de Cristo ou Lei da fé ou Lei de Espirito de vida – os quais (mandamentos de Moisés) Deus Aprofundou e aperfeiçou. A Lei de Moises apontava para estes. O alvo principal era o Novo Mandamento – só pode ser observado com a nova Lei que vem substituir a Lei de Moisés = Lei de Cristo.

    Se a lei da fé não anulou a força da lei de Moisés teremos que continuar a praticar todas as regras de cerimonialismo que a lei mandava. Ou está em vigor a Lei de Moisés ou não está – não existe o meio termo. Se está então há que imolar o cordeiro, tem que existir um sumo sacerdote, etc, ora, se assim procedermos estaremos pecando contra Deus e sua redenção.
    X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X
    8. COMO EXPLICAR:”PORQUE OS QUE OUVEM A LEI NÃO SÃO JUSTOS DIANTE DE DEUS, MAS OS QUE PRATICAM A LEI HÃO DE SER JUSTIFICADOS.”
    X X X X X X X X X X RESPOSTA: X X X X X X X X X X X X X X

    É necessário entender o contexto e o texto.

    O texto está muito claro. O Texto não garante que hão-se ser justificados para salvação mas sim entre os homens:

    “…não são justos diante de Deus”, e para complementar escrevo ainda:

    “Por isso, nenhuma carne será justificada diante dele pelas obras da lei, porque pela lei vem o conhecimento do pecado, Romanos 3:20” e ainda:

    “Sabendo que o homem não é justificado pelas obras da lei, mas pela fé em Jesus Cristo, temos também crido em Jesus Cristo, para sermos justificados pela fé de Cristo e não pelas obras da lei, porquanto pelas obras da lei nenhuma carne será justificada.
    Gálatas 2:16”

    Já tinha explicado esta questão na carta anterior!!

    E vou transcrever parte do que já escrevi:

    Em Hebreus 9: 13-14 está escrito:
    “Porque, se o sangue dos touros e bodes e a cinza de uma novilha, esparzida sobre os imundos, os santificam, quanto à PURIFICAÇÃO DA CARNE, quanto mais o sangue de Cristo, que, pelo Espírito eterno, se ofereceu a si mesmo imaculado a Deus, purificará a vossa CONSCIÊNCIA das obras mortas, para servirdes ao Deus vivo?”

    Por exemplo, Se um homem for acusado de ser um pecador então a lei pega o seu acto e se não for verdade a lei isenta o homem de morrer – a lei lhe justificou mas não para a salvação, por isso está escrito:

    “Porquanto, o que era impossível à lei, visto como estava enferma pela carne, Deus, enviando o seu Filho em semelhança da carne do pecado, pelo pecado condenou o pecado na carne, Romanos 8:3” está escrito:

    “… a alma que pecar, essa morrerá. Ezequiel 18:4”

    Esta é a diferença entre a lei de Moisés e a Lei de Cristo:
    **Lei de Moisés aponta para o pecado (não sabe fazer mais nada) = diz “A alma que pecar essa morrerá”
    **Lei de Cristo diz: perdoado estão os teus pecados e te dou a vida eterna”
    A lei não perdoa pecados mas a função da lei é apontá-los.
    X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X
    9. COMO EXPLICAR QUE PAULO TINHA PRAZER NA LEI DE DEUS? (ROM 7:22) E ELE USA LEI DE DEUS NÃO DE MOISÉS! E AINDA A CHAMA SANTA, JUSTA E BOA.
    X X X X X X X X X X RESPOSTA: X X X X X X X X X X X X X X

    É por isso mesmo que é lei santa, justa e boa – porque não é a lei de Moisés!

    A Lei de Deus é a Palavra falada e escrita. No contexto do NT mais uma vez lhe digo que esta Lei de Deus = Lei de Cristo

    Nota o Ap. Paulo aqui se coloca na posição de homem pecador:
    V17)“De maneira que, agora, já não sou eu que faço isto, mas o pecado que habita em mim.” – sem força para cumprir a lei da graça mas reconhecendo que

    “E ainda a chama santa, justa e boa” – claro, perdoa pecados e dá vida eterna,
    Não é Santa? – faz-nos viver separados para Deus
    Não é justa? – traz justiça para o crente – a lei de Moisés não fazia isto!
    Não é boa? – melhor que isto não há

    Ele afirma perguntando:
    V24)” Miserável homem que eu sou! Quem me livrará do corpo desta morte?”

    Depois lembrando-se ele que há um escape – uma vitória, pois no texto seguinte reconhece:

    V25) “Dou graças a Deus por Jesus Cristo, nosso Senhor. Assim que eu mesmo, com o entendimento, sirvo à lei de Deus [lei de Cristo], mas, com a carne, à lei do pecado [Lei de Moisés – só aponta para o pecado].”

    Um Exemplo em Lucas 10

    25 E eis que se levantou um certo doutor da lei, tentando-o e dizendo: Mestre, que farei para herdar a vida eterna?
    26 E ele lhe disse: Que está escrito na lei? Como lês?
    27 E, respondendo ele, disse: Amarás ao Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todas as tuas forças, e de todo o teu entendimento e ao teu próximo como a ti mesmo.
    28 E disse-lhe: Respondeste bem; FAZE ISSO E VIVERÁS.

    Quem cumpre a Lei de Cristo Viverá. A Lei de Moisés não pode fazer isto, pois só pode apontar para o pecado.
    X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X
    10. COMO EXPLICAR O FATO DE QUE UM POVO SERIA PERSEGUIDO E SERIA OBJETO DE FÚRIA DO DIABO PORQUE GUARDARIA OS MANDAMENTOS DE DEUS? APOC 12:17
    X X X X X X X X X X RESPOSTA: X X X X X X X X X X X X X X

    “E odiados de todos sereis por causa do meu nome; mas aquele que perseverar até ao fim será salvo. Mateus 10:22”

    Guardar a lei De Deus é obrigação dos Judeus tanto hoje como naquela época, mas o facto de guardar aqui não identifica que deveriam guardar para salvação – quem guarda a lei de Deus procura seguir a santificação = estar separado. A Lei é apresentada e reformada em Cristo Jesus e origina a Lei de Cristo. Guardamos os mandamentos porque somos salvos e não para sermos salvos (A Lei não salva ninguem). É como a fé: demonstra-se a fé pelas obras – estas não salvam ninguem; são apenas o resultado da fé.
    X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X
    11. COMO TENTAR EXPLICAR QUE PAULO ERA CONTRA A LEI DE DEUS OU QUE ELE GUARDAVA O DOMINGO E ETC, SE ELE MESMO AFIRMOU QUE GUARDAVA OS MANDAMENTOS DE DEUS? ROM 7:25
    X X X X X X X X X X RESPOSTA: X X X X X X X X X X X X X X

    Ler de novo a resposta à pergunta nove.

    Guardar os mandamentos de Deus – RELATIVOS À LEI DE CRISTO – isto não significa que Paulo tivesse que guardar o sábado ou o domingo por mandamento.
    Não existe mandamento de Deus para a guarda do sabado nem para a guarda do domingo no NT.

    Paulo guardava o sabado quando estava no Judaismo – sob a lei de Moisés – depois, diz ele: “qual sofri a perda de TODAS estas coisas e as considero como esterco, para que possa ganhar a Cristo”
    X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X
    SOBRE A CARNE DE PORCO
    X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X
    Começo por lhe perguntar o seguinte: comer ou não comer carne de porco o que influencia para a salvação? Se não comer carne de porco é mais facil ser salvo?

    Vou repitir o versiculo:
    1 Timoteo 4
    “Mas o Espírito expressamente diz que, nos últimos tempos, apostatarão alguns da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores e a doutrinas de demônios, pela hipocrisia de homens que falam mentiras, tendo cauterizada a sua própria consciência, proibindo o casamento e ORDENANDO A ABSTINÊNCIA DOS MANJARES que Deus criou para os fiéis e para os que conhecem a verdade, a fim de usarem deles com ações de graças;
    PORQUE TODA CRIATURA DE DEUS É BOA, E NÃO HÁ NADA QUE REJEITAR, SENDO RECEBIDO COM AÇÕES DE GRAÇAS, PORQUE, PELA PALAVRA DE DEUS E PELA ORAÇÃO, É SANTIFICADA.”

    Diz “Toda a criatura de Deus” é boa.

    Eu lhe pergunto: o porco é ou não uma criatura de Deus? O contexto não é “alimentos saudáveis” como você escreveu mas “Toda a criatura de Deus”

    POR OUTRO LADO, SE EM 1 TIMOTEO 4 FOSSE REFERIDO SÓ A COMIDA LIMPA ENTÃO PORQUE PRECISAVA DE SER SANTIFICADA?

    Esse conceito de animais puros ou impuros não existe mais no NT, aliás, isso fazia parte da aliança que Deus fez Deus com o povo Judeu – era uma questão de obediência. Não existem ainimais impuros ou puros no NT; o que existe é comida que é santificada e a que não é santificada e o versiculo ainda diz mais: “não há nada que rejeitar”.

    Pedro não entendia isto e Deus lhe fez entender:
    Atos 10
    11 e viu o céu aberto e que descia um vaso, como se fosse um grande lençol atado pelas quatro pontas, vindo para a terra,
    12 no qual havia de todos os animais quadrúpedes, répteis da terra e aves do céu.
    13 E foi-lhe dirigida uma voz: Levanta-te, Pedro! Mata e come.
    14 Mas Pedro disse: De modo nenhum, Senhor, porque nunca comi coisa alguma comum e imunda.
    15 E segunda vez lhe disse a voz: Não faças tu comum ao que Deus purificou.
    16 E aconteceu isto por três vezes; e o vaso tornou a recolher-se no céu.

    Está escrito “havia de todos os animais quadrúpedes” o porco é um peixe ou é um quadrupide? – Se é um quadrupide então o porco estava lá.

    Pedro viu comida que considerava imunda: “não como! não como! não como!” três vezes disse Pedro. De modo algum podia comer esta comida. Mas Deus purificou a comida – deixou de ser imunda!! Como está escrito no verso acima: “PORQUE, PELA PALAVRA DE DEUS E PELA ORAÇÃO, É SANTIFICADA.”

    Nota: Mais importante do que a comida é o homem, por isso Deus deu o exemplo da comida para Pedro compreender que da mesma forma Deus não rejeita os gentios. Da mesma forma que a comida que Pedro considerava impura mas quando era santificada se tornava pura, também os gentios que Pedro (e outros Judeus) consideravam fora dos planos de Deus para salvação podiam ser santificados e ser povo Seu. Isto está muito claro em Atos 11: 1-18

    Note o que está escrito:
    “Tudo quanto se move, que é vivente, será para vosso mantimento; tudo vos tenho dado, como a erva verde. Gênesis 9:3”

    Por outro lado, você acha que Deus criou algum animal imundo? Você acha que alguma criação de Deus é imunda?

    Poderá Deus contradizer-se? A Biblia diz em Gn 1: 24,25 o seguinte:
    24 E disse Deus: Produza a terra alma vivente conforme a sua espécie; gado, e répteis, e bestas-feras da terra conforme a sua espécie. E assim foi.
    25 E fez Deus as bestas-feras da terra conforme a sua espécie, e o gado conforme a sua espécie, e todo o réptil da terra conforme a sua espécie. E viu Deus que era bom.

    Depois um grande numero deles já não era bom?

    Poderia o coelho tornar-se mal para o consumo só porque remoi e não tem unhas fendidas?

    Se Deus não se pode contradizer porquê as proibições de Lev 11?

    Primeiro vamos entender porque Deus proibiu o uso de alguns animais para alimentação.

    Quando Adão desobedeceu no Jardim do Éden e caiu a graça de Deus , toda a terra também caiu da graça de Deus tornando-se impura: “Mas a Escritura encerrou tudo debaixo do pecado…” Gl 3: 22. Então na realidade Deus não proibiu determinadas carnes ele liberou algumas para servirem de alimento entre todas as impuras.

    Deus vetou alguns animais não por preconceito contra eles mas porque onde há lei precisa de haver justificativa para a sua existência. Neste caso, a função era proibir o consumo da carne dos animais apontados como imundos, os quais só deixariam de ser considerados como imundos quando Jesus reconciliasse todas as coisas com Deus:
    “e que, havendo por ele feito a paz pelo sangue da sua cruz, por meio dele reconciliasse consigo mesmo todas as coisas, tanto as que estão na terra como as que estão nos céus. Colossenses 1:20” (isto responde à sua pergunta: “A partir de quando deus liberou tudo?”)
    Os animais antigamente rejeitados representam a contaminação pelo pecado no homem – todas estas coisas eram sombras.

    Ao criar Deus todas as coisas disse Deus que eram boas, mas ao entregar a lei a Moisés, Ele não disse que era boa “a lei opera a ira”. A Lei de Moises foi substituída pelo sacrifício de Jesus e agora vive-se a Lei de Cristo – esta sim é muito boa.

    É claro que Deus escolheu alguns animais para proibição cujo o seu consumo constante pode trazer problemas para a saúde – mas de vez em quanto pode-se comer um pouco de tudo.
    Você escreveu “A Ciência comprova que os animais que a Bíblia classifica como imundos, são lixeiros da natureza, o porco, o rato, o corvo, os peixes lisos sem escamas e sem barbatanas, será que Deus deseja que nosso organismo seja um depósito de lixo?”
    A lebre, o coelho também é “lixeiro da natureza”? – nem sei bem o que quer dizer com isto. Tem a certeza que a ciência utiliza este termo cientifico?
    Por outro lado, tem a certeza que não há animais fora dos que eram considerados impuros não são também “lixeiros da natureza”?
    Você escreveu “Só a nível de informação: Se Noé levou 7 pares de animais limpos e 1 imundo, se ele comesse o único porco, o que aconteceria? Por que razão Deus pediu esta quantidade tão desproporcional de animais?”
    Você sabe a resposta? Está na Biblia? OU você pensa que sabe? Compreende tudo o que Deus faz? Podem existir muitas razões, pode ser simbolico. Nem todas as especies são igualmente distribuidas pelo planeta, por outro lado, existem especies com subspecies mais variadas do que outras. Por exemplo, existem varias raças de cães, outros animais não têm tantas raças,etc. Podem existir muitas razões. Mas o que é certo é que Se Deus levou porco na arca é porque não queria que o porco deixasse de existir. “E se ele o comesse?” Em Primeiro lugar não podia, em segundo lugar se pecasse então está a pedir para que eu especule – não sei o que aconteceria, mas certamente a vontade de Deus é que o porco tenha o seu lugar neste planeta.
    Você escreveu “Sabia que o rato tem 140 tipos de doenças, entre elas a Leptospirose e a peste Bubônica? Será que o Novo Testamento estaria liberando este animal imundo para nossa alimentação?”
    Já pensou na água que bebe? Apercebe-se da sopa de quimicos que está lá contida?
    Ou o leite – grandes campanhas se fazem – até alguns médicos recomendam – apercebe-se do perigo? Inclusivamente há um livro: Robert Cohen – LEITE – Alimento ou Veneno – Editora Ground – se ler saberá “o que é bom para a saude”

    Pesquise no youtube por “codex alimentarius”.
    Perante tanta coisa que há sem ser conhecida pelo povo em geral verá que se calhar o ratinho do campo não é assim tão mau.

    Por exemplo,
    Tem a certeza que a galinha de aviario faz melhor do que o ratinho do campo? – eu não tenho essa certeza…
    Note o que está escrito:“Eu sei e estou certo, no Senhor Jesus, que nenhuma coisa é de si mesma imunda, a não ser para aquele que a tem por imunda; para esse é imunda. Romanos 14:14”
    Se para si a carne de porco é imunda não coma pois estaria pecando:

    “Mas aquele que tem dúvidas, se come, está condenado, porque não come por fé; e tudo o que não é de fé é pecado. Romanos 14:23”

    Mas se não come não julgue o que come:
    “Portanto, ninguém vos julgue pelo comer, ou pelo beber, ou por causa dos dias de festa, ou da lua nova, ou dos sábados, Colossenses 2:16”

    Note ainda:
    “Porque um crê que de tudo se pode comer, e outro, que é fraco, come legumes.
    Romanos 14:2”

    A única recomendação para não comer é por causa da consciência do outro:

    Rm 14
    20 Não destruas por causa da comida a obra de Deus. É VERDADE QUE TUDO É LIMPO, mas mal vai para o homem que come com escândalo.
    21 Bom é não comer carne, nem beber vinho, nem fazer outras coisas em que teu irmão tropece, ou se escandalize, ou se enfraqueça.
    Você escreveu “Sabia você que o povo judeu, que se abstém destes alimentos imundos, é um povo reconhecido pelas autoridades mundiais de saúde, como um povo de muita vitalidade, que já por séculos esbanja saúde, e já ofereceu grandes gênios à sociedade, tais como o grande cientista Einstein?”
    Deus abençou o povo israelita de muitas maneiras: a sua terra produz boa qualidade de alimentos. Deus tem enriquecido a muitos Judeus. Deus tem feito a sua nação nascer das cinzas. Sistemas de rega inovadores, etc…De muitas formas Deus abençoa o povo Judeu – não é só na saude.
    Por exemplo, a biblia nos relata um episodio de Daniel em que ele se recusava a comer comida consagrada a deuses pagãos, ele passou a comer só legumes e tinha melhor semblante que os demais. Será que para ter bom semblante apenas deve-se comer legumes?
    Pelo mesmo raciocinio o povo adventista também “deve ser reconhecido pelas autoridades mundiais de saúde, como um povo de muita vitalidade”.
    Por outro lado, é curioso o que ficou registrado na historia:
    “É um pecado estar doente; porque toda doença é o resultado de transgressão”
    (Health Reformer, 1º agosto, 1866)
    É curiosa a hipocrisia da Sra. White porque ela estava constantemente doente. Ela morreu de uma doença, seu marido morreu de uma doença e dois de seus filhos morreram de uma doença (Herbert morreu poucas semanas depois de nascer e Henry morreu aos 16 anos).
    No site oficial do adventismo acerca de Ellen White, o Centro de Pesquisas Ellen White, está escrito: “Muitíssimo impressionados ficaram os primeiros líderes da obra com a importância da reforma da saúde, devido à morte prematura de Henrique White com dezesseis anos, à grave enfermidade do Pastor Tiago White, que por três anos se afastou do trabalho e aos sofrimentos de vários outros ministros”.
    Existem muitos problemas de saude no mundo inteiro pela má alimentação não no sentido de comer esta ou aquela carne mas porque existe a comida tipo fast food – tipo Mac Donald – Muita comida em lata, açucar, gorduras, produtos quimicos…
    As testemunhas de Jeová apresentam muitas questões ligadas à saúde para não fazer a transfusão de sangue e em muitos pontos estão certos mas o que é um facto é que Deus não proíbe. Pode o homem proibir?
    O catolicismo apresenta muitas vantagens no celibato e algumas razões são válidas, mas Deus não proíbe. Pode o homem proibir?
    Da mesma forma acontece com a carne de porco (por exemplo). Pode o Homem proibir?
    Você escreveu “então esqueceram de avisar ao próprio Paulo e os outros discípulos que nunca comeram alimentos impuros!!!!!!”
    Deus disse a Pedro para comer animais que ele considerava impuros, e Paulo falou muito sobre o assunto, como já demonstrei e vou citar mais:
    Mateus 15
    7 Hipócritas, bem profetizou Isaías a vosso respeito, dizendo:
    8 Este povo honra-me com os seus lábios, mas o seu coração está longe de mim.
    9 Mas em vão me adoram, ensinando doutrinas que são preceitos dos homens.
    10 E, chamando a si a multidão, disse-lhes: Ouvi e entendei:
    11 O QUE CONTAMINA O HOMEM NÃO É O QUE ENTRA NA BOCA, MAS O QUE SAI DA BOCA, ISSO É O QUE CONTAMINA O HOMEM.

    “COMEI DE TUDO quanto se vende no açougue, sem perguntar nada, por causa da consciência. 1 Coríntios 10:25”
    Nota: Açouge = lugar onde se vende carne – aqui se vende o porco

    1 Cor 8
    8 Ora, o manjar não nos faz agradáveis a Deus, porque, se comemos, nada temos de mais, e, se não comemos, nada nos falta.
    9 Mas vede que essa liberdade não seja de alguma maneira escândalo para os fracos.
    Comer ou não comer – isto não agrada a Deus – Só uma recomendação – esta liberdade de comer não deve servir de escândalo para os fracos (os que consideram certa comida impura).
    O NT proíbe a glutonaria de toda a espécie de excesso. Comer ou beber muito faz mal ao homem, mas a moderação é bíblica e boa e deve ser observada por todos.
    Provei-lhe com a Bíblia que o cristão tem a total liberdade de comer carne de porco – e não lhe provei isso usando aspectos relacionados à carne de Porco ou outros.
    Falam tanto dos judeus e das suas leis e do velho testamento, muitos de vós consideram até o judaísmo parecido com o Cristianismo (os judeus um dia também se irão converter – no tempo determinado por Deus – Também irão reconhecer Cristo como o Senhor, como o Messias prometido).
    E têm razão de pensar assim, pois no Adventismo é misturado ou confundido a Lei de Moisés com a Lei de Cristo que são coisas tão diferentes.
    Foi para aparecer a Lei de Cristo que Jesus morreu.
    2 Corintios 3
    14 Mas os seus sentidos foram endurecidos; porque até hoje o mesmo véu está por levantar NA LIÇÃO DO VELHO TESTAMENTO, O QUAL FOI POR CRISTO ABOLIDO.
    15 E até hoje, quando é lido Moisés, o véu está posto sobre o coração deles.
    16 Mas, quando se converterem ao Senhor, então, o véu se tirará.
    17 Ora, o Senhor é Espírito; e onde está o Espírito do Senhor, aí há liberdade.
    18 Mas todos nós, com cara descoberta, refletindo, como um espelho, a glória do Senhor, somos transformados de glória em glória, na mesma imagem, como pelo Espírito do Senhor.
    Como está escrito: “Mas, quando se converterem ao Senhor, então, o véu se tirará”…
    Colossenses 2-16-23
    “Portanto, NINGUÉM VOS JULGUE PELO COMER, ou pelo beber, ou por causa dos dias de festa, ou da lua nova, OU DOS SÁBADOS, que são sombras das coisas futuras, mas o corpo é de Cristo.
    NINGUÉM VOS DOMINE A SEU BEL-PRAZER, com pretexto de humildade e culto dos anjos, metendo-se em coisas que não viu; estando debalde inchado na sua carnal compreensão, e não ligado à cabeça, da qual todo o corpo, provido e organizado pelas juntas e ligaduras, vai crescendo em aumento de Deus. Se, pois, estais mortos com Cristo quanto aos rudimentos do mundo, por que vos carregam ainda de ordenanças, como se vivêsseis no mundo, tais como: não toques, não proves, não manuseies?
    As quais coisas todas perecem pelo uso, segundo os preceitos e doutrinas dos homens;
    as quais têm, na verdade, alguma aparência de sabedoria, em devoção voluntária, humildade e em disciplina do corpo, mas não são de valor algum, senão para a satisfação da carne.”

    AGORA É A MINHA VEZ DE COLOCAR QUESTÕES:

    Um debate deverá servir para esclarecimento. As pessoas que meditarem nos argumentos dados irão tirar as suas próprias conclusões. Acredito que muitos adventistas poderão estar interessados em perceber as seguintes questões que formulei. Vocês não gostam de esclarecer as pessoas sobre aquilo que acham que é a verdade? Nesse sentido, gostaria que algum adventista respondesse às seguintes questões que são bem básicas e simples mas acredito que importantes:
    XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX
    1 – A lei é eterna? Justifique.
    XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX
    2- Quando um cristão não descansa no sétimo dia estará pecando por violar algum mandamento? Porquê?
    XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX
    3- Se você não comer animais que você considera imundos e um cristão comer todos os dias: carne de porco ao almoço e coelho ao jantar e polvo na ceia você se considera mais espiritual do que ele? Porquê?
    XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX
    4-Está escrito: “Separados estais de Cristo, vós os que vos justificais pela lei; da
    graça tendes caído. Gálatas 5:4”
    A pergunta é: como interpretam este versículo? O que significa para vocês este versículo?
    XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX
    5-Está escrito: “Portanto, ninguém vos julgue pelo comer, ou pelo beber, ou por
    causa dos dias de festa, ou da lua nova, ou dos sábados, Colossenses 2:16”
    Se vocês guardarem ou não o sábado e se alguém vos julgar, estão de acordo com o que diz Paulo? Porquê?
    XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX
    6- Você disse: “a lei são os 10, não 9!”.
    No entanto Jesus disse:
    “Um novo mandamento vos dou: Que vos ameis uns aos outros; como eu vos amei a vós, que também vós uns aos outros vos ameis, João 13:34”
    Foi Jesus que disse que é um novo mandamento. Se é um novo mandamento é porque não está incluído nos antigos – e realmente quando lemos os dez mandamentos não lemos este novo que Jesus deu.

    Pergunta: como é possível existir apenas os dez mandamentos – segundo o que você disse – se Jesus disse que deu um novo?
    XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX
    7- Vocês ensinam que após a morte do homem a sua alma dorme inconsciente, então o que dizer de Apocalipse 6:

    9 E, havendo aberto o quinto selo, vi debaixo do altar as almas dos que foram mortos por amor da palavra de Deus e por amor do testemunho que deram.
    10 E clamavam com grande voz, dizendo: Até quando, ó verdadeiro e santo Dominador, não julgas e vingas o nosso sangue dos que habitam sobre a terra?
    11 E a cada um foi dada uma comprida veste branca e foi-lhes dito que repousassem ainda um pouco de tempo, até que também se completasse o número de seus conservos e seus irmãos que haviam de ser mortos como eles foram.

    Se as almas estão inconscientes depois da morte então como é que João as viu estando a pedir por justiça – mostrando consciência?
    XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX
    8- Acham que é possível lendo apenas o NT conhecer a plena vontade de Deus para a IGREJA? (e sem nada conhecer do VT), Sim ou Não? Porquê?
    XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX
    9- Está escrito: “Não vos deu Moisés a lei? E NENHUM DE VÓS OBSERVA A LEI. Por
    que procurais matar-me? João 7:19”. Porque nenhum deles observava a lei de Moisés se eram ávidos praticantes da Lei?”

    XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX
    10- Está escrito: “Sede, pois, imitadores de Deus, como filhos amados; Efésios 5:1”
    Não se encontra textos na Bíblia em que Deus perdoe sem que o homem se arrependa primeiro. Então entre dois irmãos não deve haver perdão enquanto não existir arrependimento? (apenas ser amigos não íntimos).
    POR exemplo, certa vez li um livro, e que a certa altura o autor escrevia: “há pastores que ensinam as esposas a perdoar seus maridos mesmo quando estes continuam adulterando se recusando em abandonar o pecado e se arrepender.
    No seu entendimento, estas esposas devem ou não perdoar os seus maridos? e porquê? E considerando a sua resposta – está de acordo com Efésios 5:1?
    XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

    GRAÇA E PAZ

  55. Queridos amigos, Paulo diz que “Nos Ultimos dias desta historia a verdadee dde DEus causaria canceira nos ouvidos e as pessoas dariam creditos a fabulas de homem para viverem suas vontades e não a de DEus, muitos que não acitão as verdades biblicas é por que ainda não crusificaram a carne e ainda vivem segundo os seus penssamentos, querendo que a palavra se adeque a sua vida, quando paulo disse: JA NÃO VIVO MAIS EU, MAIS CRISTO VIVE EM MIM, ele deixou de diser suas palavas, deixou de andar eum seus caminhos e não teve mais suas proprias leis, agora tudo que ele fazia era a vontade de Deus como estava escrito, sem lei não existe pecado, fasso uma afirmação aqui: SE VOÇE DESEJA REALMENTE DESCOBRI A VERDADE SOBRE ESTES ASSUNTOS, FAÇA UMA ORAÇÃO COMIGO AGORA… SENHOR JESUS, PRECISO DO SENHOR, SOU PECADOR E NÃO SEI COMO TE EXALTAR COM MINHA VIDA E COMPORTAMETO, ABRE MEU INTENDIMENTO PARA SER SALVO, amem. querido(a) ele não pode negar-se a si mesmo ele disse: QUEM QUIZER SABEDORIA PEÇA POIS DA DELIBERADAMENTE A QUEM PEDIR. as senas finais deste mundo monstram claramente que as ecrituras estão certas e os MANDAMENTOS DE DEUS SÃO ETERNOS. SE ME AMAR-DES GUARDARES OS MEUS MANDAMESNTOS, é uma questão de Amor, enquanto a carne falar Deus não pode agir, dê uam chance a ele. Obrigado.

  56. Francisco Sanches said

    Resposta à carta anterior:

    Você escreveu “SE VOÇE DESEJA REALMENTE DESCOBRIr A VERDADE SOBRE ESTES ASSUNTOS, FAÇA UMA ORAÇÃO COMIGO AGORA… SENHOR JESUS, PRECISO DO SENHOR, SOU PECADOR E NÃO SEI COMO TE EXALTAR COM MINHA VIDA E COMPORTAMETO, ABRE MEU INTENDIMENTO PARA SER SALVO”

    Parece que você está dizendo que quem não concorda consigo está perdido, é pecador…Não acha que é muita presunção da sua parte?

    Note o que está escrito:

    “E João lhe respondeu, dizendo: Mestre, vimos um que, em teu nome, expulsava demônios, o qual não nos segue; e nós lho proibimos, porque não nos segue.
    Marcos 9:38”

    E note a resposta de Jesus:
    39 Jesus, porém, disse: Não lho proibais, porque ninguém há uque faça milagre em meu nome e possa logo falar mal de mim.
    40 Porque quem não é contra nós é por nós.

    Alguns discipulos de Jesus tinham esse preconceito – se não nos segue então está errado…

    Nas cartas ás sete Igrejas descritas no Apocalipse lemos que apesar de todas serem diferentes Jesus se pronunciou em todas, e algumas agradaram-No (apesar de diferentes)

    Sabe Alex, as heresias têm muita conversa fiada… Você fala de oração, mas sabia que se deve orar segundo a Palavra de Deus? Foi assim que Jesus confrontou satanas:
    Com um “está escrito” e satanas sabendo isso usa a mesma tecnica mas retirando do contexto, PARECENDO que ele está na verdade.

    Passagens como essa que enunciou: “SE ME AMAR-DES GUARDARES OS MEUS MANDAMENTOS” são por vós retiradas do contexto – procurando sugestionar que estes mandamentos são a lei de Moisés, fazendo confusão entre a lei de Cristo e a lei de Moises. Na carta anterior expliquei muita coisa sobre isso…

    Você vem com a historia de que os “mandamentos de Deus são eternos” – prove isso com a Biblia!!

    Ao contrário do que deve pensar A ORAÇÃO NÃO SUBSTITUI O ESTUDO DA PALAVRA DE DEUS. Note, por exemplo:

    Mas nós perseveraremos na oração e no ministério da palavra.
    Atos dos Apóstolos 6:4

    Procura apresentar-te a Deus aprovado, como obreiro que não
    tem de que se envergonhar, que MANEJA BEM A PALAVRA DA
    VERDADE.
    2 Timóteo 2:15

    Não se aparte da tua boca o livro desta Lei; antes, medita nele dia e noite, para que tenhas cuidado de fazer conforme tudo quanto nele está escrito; porque, então, farás prosperar o teu caminho e, então, prudentemente te conduzirás.
    Josué 1:8

    Se não concorda com alguma coisa refute com a Biblia, o que pode ser muito diferente de dar uma opinião pessoal ou de um ensino de uma falsa organização religiosa.

    Já vários adventistas me fizeram muitas perguntas e respondi a todas, porque não faz você também o mesmo? Responda ás minhas perguntas que deixei na carta anterior.
    (será que ao menos leu as cartas anteriores?)

    Vou repetir as questões que já coloquei na carta anterior, pois, como gostam de fazer tantas perguntas, também devem do mesmo modo estar dispostos a responder.

    1 – A lei é eterna? Justifique.
    XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX
    2- Quando um cristão não descansa no sétimo dia estará pecando por violar algum mandamento? Porquê?
    XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX
    3- Se você não comer animais que você considera imundos e um cristão comer todos os dias: carne de porco ao almoço e coelho ao jantar e polvo na ceia você se considera mais espiritual do que ele? Porquê?
    XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX
    4-Está escrito: “Separados estais de Cristo, vós os que vos justificais pela lei; da
    graça tendes caído. Gálatas 5:4”
    A pergunta é: como interpretam este versículo? O que significa para vocês este versículo?
    XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX
    5-Está escrito: “Portanto, ninguém vos julgue pelo comer, ou pelo beber, ou por
    causa dos dias de festa, ou da lua nova, ou dos sábados, Colossenses 2:16”
    Se vocês guardarem ou não o sábado e se alguém vos julgar, estão de acordo com o que diz Paulo? Porquê?
    XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX
    6- Você disse: “a lei são os 10, não 9!”.
    No entanto Jesus disse:
    “Um novo mandamento vos dou: Que vos ameis uns aos outros; como eu vos amei a vós, que também vós uns aos outros vos ameis, João 13:34”
    Foi Jesus que disse que é um novo mandamento. Se é um novo mandamento é porque não está incluído nos antigos – e realmente quando lemos os dez mandamentos não lemos este novo que Jesus deu.
    Pergunta: como é possível existir apenas os dez mandamentos – segundo o que você disse – se Jesus disse que deu um novo?
    XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX
    7- Vocês ensinam que após a morte do homem a sua alma dorme inconsciente, então o que dizer de Apocalipse 6:
    9 E, havendo aberto o quinto selo, vi debaixo do altar as almas dos que foram mortos por amor da palavra de Deus e por amor do testemunho que deram.
    10 E clamavam com grande voz, dizendo: Até quando, ó verdadeiro e santo Dominador, não julgas e vingas o nosso sangue dos que habitam sobre a terra?
    11 E a cada um foi dada uma comprida veste branca e foi-lhes dito que repousassem ainda um pouco de tempo, até que também se completasse o número de seus conservos e seus irmãos que haviam de ser mortos como eles foram.
    Se as almas estão inconscientes depois da morte então como é que João as viu estando a pedir por justiça – mostrando consciência?
    XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX
    8- Acham que é possível lendo apenas o NT conhecer a plena vontade de Deus para a IGREJA? (e sem nada conhecer do VT), Sim ou Não? Porquê?
    XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX
    9- Está escrito: “Não vos deu Moisés a lei? E NENHUM DE VÓS OBSERVA A LEI. Por
    que procurais matar-me? João 7:19”. Porque nenhum deles observava a lei de Moisés se eram ávidos praticantes da Lei?”
    XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX
    10- Está escrito: “Sede, pois, imitadores de Deus, como filhos amados; Efésios 5:1”
    Não se encontra textos na Bíblia em que Deus perdoe sem que o homem se arrependa primeiro. Então entre dois irmãos não deve haver perdão enquanto não existir arrependimento? (apenas ser amigos não íntimos).
    POR exemplo, certa vez li um livro, e que a certa altura o autor escrevia: “há pastores que ensinam as esposas a perdoar seus maridos mesmo quando estes continuam adulterando se recusando em abandonar o pecado e se arrepender.
    No seu entendimento, estas esposas devem ou não perdoar os seus maridos? e porquê? E considerando a sua resposta – está de acordo com Efésios 5:1?
    XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX
    GRAÇA E PAZ

  57. I love browsing your website for the reason that you can constantly bring us fresh and cool stuff, I feel that I ought to at least say a thank you for your hard work.

    – Rob

  58. Gisele said

    é muito fácil falar da IASD pela Internet, sem ao menos conhece-la.
    Acho que você deveria procurar uma igreja e tirar suas duvidas, sobre todos os assuntos que você citou. E uma coisinha…

    Quantas vezes você viu algum site ou mesmo alguem falando mal de outras igrejas?
    Nós respeitamos uns aos outros mesmo não sendo de nossa Igreja e tal.
    Mais acho que não estão nos respeitando…

  59. camille said

    deus fala quem mente é filho do diabo!
    se vc não tem sabedoria para estudar abiblia e entender o que ela diz não fale essas coisas…
    tudo o que falamos é verdade .
    estude mais quem sabe vc veja que esta erradoo?

  60. BINHO said

    eu inda vou lhes falar algo no temor do senhoR pedir deus que lhes abençoe irmaos talvez por falta de conhecimento do advento de cristo algumas coisa sao escritas sem muito embasamento na historia e principalmente na biblia irmao eu sou adventista do setimo dia e pelo pouco que conheço da historia guilherme miller nunca foi um adventista e sim um pregador intinerante da IGREJA BATISTA é tanto veradade que a historia conta que nao foi só guilherme millher que adotou esses estudo la tinha pessoas de varia religioes TINHA ANGLICANOS PENTECOSTAIS PRESBITERIANOS CATOLICOS METODISTAS. ou seja meus queridos irmaos guilherm miller nunca marcou data para a volta de jesus é tanto que a historia esta tao mal interpretadas que SAMUEL SNOW que talvez voces nao conhece foi quem deu enfase que jesus voltaria em 22 de julho de 1844 IRMAOS MILLER E NEM SAMUEL SNOW FOI UM ADVENTISTA É CLARO QUE NOS NAO NEGAMOS NOSSA RAIZES MILERITAS ISSO É TAO VERDADE QUE MILLER FALECEU EM LOW HAMPTON EM 1849 E O MOVIMENTO ADVENTISTA COMEÇOU EM 1860 E EM 1863 OFICIALIZOU A PRIMEIRA IGREJA OFICIAL NO MUNDO BEM AVENTURADO O QUE LÊ DEUS ABENÇOE TODOS

  61. Carolyne said

    Pessoal, que a paz de Deus resplandeça em seu dia hoje e sempre…

    Primeiramente quero deixar bem claro que “eu acredito” na trindade, Doutrina do Santuário e todas outras pregadas pelos Adventistas do 7º Dia, principalmente no que tange a guarda do Sábado, por isso fui batizada nesta igreja.
    Acredito assim, por vários motivos:
    1º Deus não muda e sua palavra também não, então os mandamentos de Deus (todos os 10) valem até hoje;
    2º A partir do momento em que me mostrarem na Bíblia que o Sábado não deve ser guardado, eu paro de guardá-lo;
    3º A guarda do Sábado é Bíblica e descrita no velho e no Novo Testameto, sendo que até o próprio Jesus (o nosso exemplo) guardou o sábado;
    4º Se o Sábado foi abolido, como algumas pessoas falam, todos os outros também foram, então não há pecado em adulterar, matar, roubar, falar o nome de Deus em vão ou a idolatria…;
    5º O Próprio Deus descansou no Sábado, para dar o exemplo, pois todos sabem que Deus não se cansa;
    Existem outros motivos, mas vou me ater a isso por enquanto.

    Mas como eu disse no início “eu assim acredito” e penso que não posso ser infiél às minhas convicções, mas se você, depois de ler isso não acreditar é um problema seu, ninguém vai te obrigar a guardar o Sábado…

    Se não é obrigatório a guarda do Sábado ou ser Adventísta do 7º Dia, eu sinceramente não sei por que pessoas tentam denegrir nossa imagem como igreja cristã (evangelica) e não seita, e diminuir nossas doutrinas.

    Eu acho que uma tentativa frustrada e desesperada de impor opniões que não procedem.

    • Ezeaquiel said

      aproveitando que você é super entendida. já que Deus deu exemplo, então de acordo com suas palavras Jesus deu mau exemplo pois ele curou o “aleijado” e mandou que pegasse sua “cama” e fosse embora… então de acordo com a doutrina da época isso seria um trabalho. ou não? a não ser que minha bíblia esteja errada.

  62. Carolyne said

    Ah…Essa história contada neste site está totalmente distorcida…

  63. Carolyne said

    Bom Ezeaquiel…Primeiramente eu não te conheço, nunca lí a “sua Bíblia” para saber se faltam páginas se a tradução está correta e tal…E também nunca lhe dei o direito de me tratar com desrespeito ou ironia, ainda mais que eu só estava colocando a minha posição sobre o assunto como qualquer um que comentou…
    Eu sinceramente acredito que não estamos discutindo costumes da época de Cristo e muito menos o que consideravam pecado ou não…mas sim o que é ou não pecado…
    Jesus nunca pecou. E o que é pecado segundo qualquer Bíblia Cristã? É a Transgressão da Lei…(1 João 3:4) E me parece que os Dez mandamentos são Lei de Deus e um desses 10, mas específicamente o quarto, fala da guarda do Sábado…
    Mas como eu disse na mensagem anterior eu não estou tentando obrigar ninguém a aceitar minha crença, na Bíblia está a verdade para quem quiser, e lá também diz que seremos julgados de acordo com os nossos conhecimentos (Lucas 12:47-48), por isso devemos ficar sempre alertas e pedir a Deus sabedoria e entendimento…

    OBS: Como já disse anteriormente quem quiser fazer com que eu mude de ideia em relação ao sábado me mostre na Bíblia onde diz que não devemos mais guardar o Sábado.

    • Ezeaquiel said

      Eu lhe tratei com desrespeito? ou você é muito infantil e não aceita ser questionado? se Jesus curou no sábado e mandou que o (ex) coxo pegasse sua cama fosse embora, na época isso era um trabalho, é conveniente pra você distorcer a história pra sustentar sua verdade. e ainda se sente ofendida(o) por ser apenas questionada(o)? se amarra numa bíblia que foi MONTADA pelos católicos num concílio (de sei lá o que), onde você nem sabe se realmente o que está nela foi realmente as palavra da época cristã. (época de cristo)
      Se ofende por que sabe que sua verdade não tem fundamento. na época que foi escrito os mandamentos a guarda do sábado era total e absoluta, e a sua guarda de hoje e parcial, na época era pecado até mesmo dar trabalho a seus servos, escravos, erá pecado usufruir do trabalho daquele que não o guardava, e tudo mais no dia do sábado, hoje pra vocês isso não é pecado, afinal você usa energia, telefone, e até mesmo a internet que você usa agora pra responder minha questão é feita e mantida por pessoa que trabalham no sábado, na época isso era pecado, e se você se gloria por estar certa(o) em guardar, então por que usa o trabalho de quem não guarda? teoricamente quem não guardar uma das leis é culpado pro toda ela, então tanto eu que não guardo, como você que utiliza do NOSSO trabalho é pecado(a) também.

  64. Carolyne said

    Meu amigo…Não tenho a mínima vontade de discutir com vc, até porque vc tem todo o direito de pensar como queira, mas não acho conveniente vc me julgar porque penso diferentemente de vc, convenhamos que isso não é uma atitude muito cristã, afinal amar o próximo é ordenado por Deus.
    O que eu quis dizer e você com toda a certeza não entendeu é que o que as pessoas ou a época consideram pecado, não quer dizer que realmente é.
    Jesus é Deus e assim sendo Ele é o Senhor do Sábado, ninguém sabe melhor guardá-lo do que Ele.
    Jesus, enquanto esteve na Terra foi julgado e condenado injustamente e agora mais ou menos dois mil anos depois as pessoas O julgam por Ele não ter feito as coisas do jeito que elas querem.
    Ele ia a Sinagoga, no Sábado (Lucas 4:16), praticava atos beneficences, colheu para se alimentar e aos seus amigos (Mateus 12:1-2), curava, e não consigo perceber nenhum pecado nisso tudo…Por isso para mim Jesus veio nos ensinar a guardar os mandamentos, já que Ele foi o único que não pecou.
    Sei que sou falha e muitas vezes posso me enganar, assim como todas as outras pessoas, mas em nenhum momento eu distorci a palavra de Deus.
    E se para vc a Bíblia “foi MONTADA pelos católicos num concílio” assim como vc mesmo disse, e não podemos nos “amarrar” nela para basearmos nossos argumentos, como vc pode dizer que segundo ela Jesus transgrediu o mandamento do Sábado?
    Outro ponto, não me senti ofendida e não escrevi isso em nenhum lugar e nunca deixarem de me relacionar com as pessoas, sejam elas guardadoras do sábado ou não.
    Estarei orando por todos que leram esses comentários, inclusive eu e vc…
    Agora não responderei mais, espero que vc compreenda inteiramente o que eu escrevi e que isso não se trata de nenhum ataque pessoal, eu só quero expor minha opnião.

    Fique com Deus

    • Ezeaquiel said

      Escrito por voce

      em 03/02/2012 às 12:25

      Carolyne
      Bom Ezeaquiel…Primeiramente eu não te conheço, nunca lí a “sua Bíblia” para saber se faltam páginas se a tradução está correta e tal…E também nunca lhe dei o direito de me tratar com desrespeito ou ironia, ainda mais que eu só estava colocando a minha posição sobre o assunto como qualquer um que comentou…

      Foi você mesmo que falou que eu lhe tratei com DESRESPEITO?
      não sei onde você tirou isso, já que apenas lhe questionei seu costume.

      outra coisa

      citação sua hoje em resposta a minha questão…

      O que eu quis dizer e você com toda a certeza não entendeu é que o que as pessoas ou a época consideram pecado, não quer dizer que realmente é.

      o que você referiu “pessoa ou época consideram pecado não quer dizer que realmente é” na verdade são as leis do senhor, eu acredito que sendo você uma seguidora de tal eu não preciso cita onde e como está escrito (caso seja preciso farei com prazer)
      Se pra você a lei pode ser mudada então por que para os outros não pode?
      se você segue uma lei não pode haver exceção, se não pode trabalhar nem tomar o trabalho de quem comete esse “pecado” então você também é pecadora.
      Você considera melhor mas, faz um culto ao senho no sábado as custas de quem comete o pecado para manter a luz da sua igreja acesa, toma o banho de pecador que está no sábado trabalhando e “cometendo o pecado” de não guardar a lei para manter seu a água no seu banho, é junto mesmo sue “santidade” ser mantida as custas da condenação dos outros? e não venha dizer que não é, pois a própria lei diz que nem mesmo SEU ANIMAL por trabalhar, se na época de Jesus até mesmo o burro, o boi não podia trabalhar para no sábado, pois se assim fosse você seria culpado por toda a lei, então por que você se julga certa tendo que usufruir do trabalhado dos “pecadores”
      você e qualquer outra pessoa faz, mas são cegos em assumir que sim. eu duvido que você tenha a coragem de falar que não usa a energia, o telefone, a internet etc etc, você acha que como isso tudo se mantem no sabado? acredita em contos de fadas é? NÃO!!! tem pessoas que trabalham e mantem tudo funcionando pra você tomar seu banho com aquela agua da companha de água do seu estado, usa o secador, as lambadas, o microondas e tudo mais com a energia da companhia energética, usa o telefone pra ligar pros irmão da sua igreja e tudo mais, TUDO ISSO COM TRABALHO DAQUELES QUE VOCÊS CONDENAM COMO PECADORES PRA SE GLORIAR DA SUA SANTIDADE.

      sem mais.

  65. andré said

    MEUS AMADOS QUANDO DEUS ENTREGOU A LEI A MOISÉS, NÃO EXISTIA IGREJA DA GRAÇA. SÓ EXISTIA, DOIS POVOS: ISRAELITAS E GENTIOS, A EKLESIA SURGIU COM JESUS. A LEI PARA A IGREJA: LEI DO ESPÍRITO, QUE É O EVANGELHO. O NOVO TESTAMENTO TÊM 27 LIVROS; 8 ESCRITORES NENHUM PEDE PARA GUARDAR O SÁBADO,TAMPOUCO YESHUA O DONO DA EKLESIA,(IGREJA).

    • elias lima said

      boa tarde, André, já participei muitas vezes da igreja adventista e posso afirmar que está mais fácil satanás se arrepender do que um adventista admitir que precisa se converter ao evangelho da graça. Eles não seguem a Bíblia e sim os escritos de Ellen Whait. Vou deixar esse texto prá bombardear a mente doentia desses fariseus. Gálatas 2:19-21 Pois, por meio da lei eu morri para a lei, a fim de viver para Deus.
      Fui crucificado com Cristo. Assim, já não sou eu quem vive, mas Cristo vive em mim. A vida que agora vivo no corpo, vivo-a pela fé no filho de Deus, que me amou e se entregou por mim.
      Não anulo a graça de Deus; pois, se a justiça vem pela lei, Cristo morreu inutilmente!
      Qualquer pessoa sincera, reconheceria que esse versículo por si só explica tudo, mas um sabatista consegue modificar esse texto, introduzindo mentiras e voltando no antigo testamento. São tapados mesmo, querem viver enganados. Até agora não perceberam que estamos no novo testamento. Vamos combater esses e muitos outros pseudo-cristãos que negam a obra redentora de Cristo na Cruz..

  66. marcio said

    Graça e paz! Achei o artigo muito interessante mas não encontrei nenhuma ligação entre os textos apresentados no 18 item extraido do livro de J. Cabral, no seu livro “Religiões, Seitas e Heresias“ citado no artigo acima realmente não tem nada a ver os textos com a proposta de que os personagens bíblicos guardaram o domingo e não o sábado. E segundo é interessante que Jesus nem mesmo cita a palavra domingo em nenhum de seus escritos, acho que Ele seria mais claro se Ele quissece realizar tal mudança. Obrigado

  67. FABIO COSTA said

    E também lhes dei os meus sábados, para que servissem de sinal entre mim e eles; para que soubessem que eu sou o SENHOR que os santifica.
    Ezequiel 20:12

  68. CÍCERO said

    NÃO TENHO MEU TEMPO Á PERDER COM QUEM NÃO TEM CONHECIMENTO, ESTÁ ESCIRTO OU NÃO? PRA VC SÓ TEM VALOR NA BÍBLIA O QUE APOIA A SUA TEOLOGIA BARATA?. SE ESTIVER ESCRITO ACEITA, SE NÃO SIGA SUA VIDA.

  69. charles said

    é imprecionante como vcs desse site tem um conhecimento superficial da palavra de Deus e que esse livro desse tal cabral e com relaçao ao sábado a bíblia é bem clara por si se explica se fosse pra guardar o domingo ela mesma relataria isso mas não tem nenhuma pasagem na bíblia que peça para guardar o domingo. já o sábado são muitas. e no novo testamento todos guardaram o sábado os apostolos maria mãe de jesus maria madalena paulo entre outros o proprio jesus fala são palavras dele no livro de joão 14v 15 se me amais,guardai os meus madamentos.

  70. elias lima said

    boa tarde, pessoal. não percam tempo discutindo com os fariseus da igreja adventista do sétimo dia, eles falam pra gente conhecê-los antes de julgar, pois bem: eu conheço muito bem essa denominação e posso afirmar que é uma farsa, de principio, dá pra pensar que é uma igreja como qualquer outra, mas nao se iludam. os ensinos dos sabatistas são tao verdadeiros como sao os ensinos dos mórmons e das testemunhas de jeová. a igreja católica já possui os” direitos autorais sobre a única igreja certa” e alegam ser a igreja que Cristo deixou e mostram provas na Bíblia, pois Pedro foi o primeiro papa. kkkkkkk, afinal, são quantas únicas igrejas certas? convertam-se, fariseus adventistas. leia em romanos 3:20. ninguém será justificado pela lei, nem mesmo os sabatistas, não adianta insistir em guardar apenas o sábado, voces precisam também apedrejar qualquer um que viole o sábado. Vocês nunca foram e jamais serão cristãos autênticos, pois o movimento de vocês nasceu de fraudes. que Deus tenha misericórdia dos fariseus, quer dizer: adventistas. Nós estamos numa nova aliança. todo adventista é retardado, pois quando mostramos o novo testamento, os idiotas insistem em fazer suas argumentações no antigo testamento. vocês estão indo pró inferno, onde a Ellen whait e guilherme miller estão.

    • Ricardo Paiva said

      Idólatras,apoiadores da santa inquisição a idade média foi manchada pelo sangue dos justos que se negarão a comprar o perdão com moedas de prata,Roma Papal perseguiu queimou afogou e torturou milhares de cristãos……..TEOLOGIA MORAL compêndio de moral católica para clero e leigos- P.Teodoro Da Torre Del Greco,O.F.M -doutor em direito canônico diz o seguinte: A lei nova ab rogou a velha e por isso mesmo a santificação do sábado. Cristo nada estabeleceu a este respeito,mas confiou tudo ao poder legislativo que tem a sua igreja,a qual,em virtude desse poder,substituiu o sábado pelo domingo e estabeleceu que fosse santificado mediante a abstinência das obras servis e a assistência ao santo sacrifício da missa. Os dias de preceito em toda a igreja são somente:a) todos os domingos:b) as festas da natividade,da circuncisão da epifania da ascensão e do corpo de Deus:c) as festas da imaculada conceição e da assunção de MARIA santíssima ao céu ; d) a festa de são José,esposo de santíssima virgem:e) a festa de são Pedro e são Paulo : f) a festa de todos os santos (can.1247 s 1 ) No Brasil não é dia de guarda a festa de S. José,exeto no Ceará e na Diocese de Garanhus. Meu comentário,gostaria de dizer que lá no céu não tem placa de igreja,agora DEUS tem ovelhas em todos os apriscos.Fiz questão de enriquecer e valorizar a sinceridade dos irmãos católicos no documento acima citado de confirma que foi ela e não Cristo que fez a mudança no quarto mandamento para todos os domingos b,c,d,e,f…o que era perfeito escrito pelo dedo de DEUS ou seja um dia de descanso semanal virou a,b,c,d,e,f ? E ouvi outra voz do céu, que dizia: Sai dela, povo meu, para que não sejas participante dos seus pecados, e para que não incorras nas suas pragas. Apocalipse 18:4? Porque em verdade vos digo que, até que o céu e a terra passem, nem um jota ou um til jamais passará da lei, sem que tudo seja cumprido. Mateus 5:18

  71. camila said

    desculpe o incomodo mas guilherme miller nasceu no dia 15 do 2 de 1782

  72. Marcus Fredeico said

    Pois muitos serão enganados, se possivel, engaram ate os eleitos…leiam a biblia, orem, e NAO SEJAM INSTRUIDOS POR HOMENS! assim a verdade chegara ao seus olhos como os raios do sol :), boa noite.

    Marcus Frederico. Membro da Igreja Adventista do Sétimo Dia.

  73. Eugênia Chaves said

    A se todos lessem a Bíblia como deveriam!!?
    Não estariam tateando em doutrinas que são preceitos de homens.
    Examinais as Escrituras e saberás o teor das verdades.
    Os que professam ser os guardadores do sábado e aguardam a volta de Jesus pregam evangelho a todo mundo, com a finalidade que todos chegam ao pleno conhecimento do sacrifício de Jesus na cruz por cada de um e pregam a volta dEle

  74. Geisa Silva said

    Que O Deus verdadeiro e EXCLUSIVO CRIADOR E MANTENEDOR DE TODAS AS COISAS, que não muda, tenha misericórdia de tanta ignorância que essa criatura escreveu. Examine as escrituras pois cuidais ter nelas a vida eterna e são elas que testificam de Mim, Assim diz O Senhor. Cuidado para o tempo não passar e você se perder por simplesmente se opor. Deixe O Espirito Santo trabalhar em sua vida, CrÊ somente tu e tua casa sera salvo.

  75. Anthony Fagundes said

    Em primeiro lugar gostaria de esclarecer uma grande mentira: Miller não era Adventista, era da igreja batista…Por tanto…Esta história de marcar a voltar de Jesus Cristo, não tem nada a ver com os Adventistas…Anthony Fagundes.

  76. Alvaneide said

    Acredito que os mandamentos são eternos e escritos pelo dedo de Deus se o 4º mandamento não será pra guardar mais , porque Jesus não falou enquanto vivia como homem na terra. Onde se diz mais vale seguir a Deus do que aos homens . Se o dia de se guardar for o Domingo , se estiver escrito uma só vez na Bíblia , eu deixo de ser Adventista ; É bom pesquisar e entender quem mudou os tempos e a lei …….. Que nem um i nem um til pode ser tirado ou acrescentado das palavras deste livro . O sábado não é um peso como era pra os judeus , quando Jesus curou em dia de Sábado foi pra nos deixar o exemplo que o bem pode ser feito em qualquer dia e a qualquer pessoa , o sábado é um dia de adoração ao nosso Deus. Todas as religiões guardam o Domingo como dia de guarda assim como os católicos , não vejo diferença entre outras denominações e o catolicismo porque todos guardam o Domingo e aguardam a vinda de Jesus , a diferença e unica que vejo é adoração a imagem e só ; Bom eu prefiro seguir a bíblia do que as homens.

    • Se os mandamento são eternos eu nem preciso perguntar pra saber que você não os guarda, 613 mitzvot, claro que vc sabe que isso são as leis de Deus ao seu povo, vc realmente as cumpre? de que adianta guardar o sábado se vc não cumpre o restante das leis. se não cumprir algumas vc é cumpada de todo o restante então seu esforço é em vão. como vc mesmo disse, as leis/mandamentos são eternos.

  77. Ivo. R. OLIVEIRA said

    presados irmãos , O SALMO 119: 105, 142; Gênesis 2: 2-3; Ezequiel 20: 20; Isaias 66: 22-23;Apocalipse 14: 12; Lucas 4: 16; Marcos 6: 1-3; Êxodo 16: 4-5,22-23; ESSES TEXTOS, mostram que o sétimo dia, é um dia separado dos mais dias da semana: mais isso só é visto, por quem quer ser santificado na PALAVRA; JOÃO 17: 17; O dever de todo homem é: Eclesiastes 12: 13;independente de ser : Judeu ou grego; AGORA, VAMOS SER MAIS CLARO, NO QUE DIZ RESPEITO AS PROFECIAS DE Daniel 8: 1-27; 9: 1-27; Isaias 44: 28; 45:1; Jeremias 25: 11-12; 29: 10; 2o Crônicas 36: 22-23; Esdras 1: 1-3,7,13; com esses textos, poderemos,estudar, a respeito, das duas mil trezentas tardes e manhãs, bem como as setenta semanas de Daniel 9: 24-27; e a purificação do santuário: estes textos nos provam que os estudos de Guilherme Miller, e o grande conflito, livro da autora Ellen Gold White, estão desconectados, das verdadeiras profecias Biblica: As Escrituras Sagradas, não nos deixam confundidos, em nada; João 8: 32; Oseias 4: 6; Apocalipse 22: 18-19; 12: 17; vamos juntos, em defesa da verdade, até a volta de Jesus Cristo; Mateus 24: 36; João 1: 29, 36; Apocalipse 13: 8; Atos 2:23; Efésios 1: 4; Gênesis 3: 15, 21; Esta, foi a manifestação da GRAÇA salvadora de Deus em Cristo Jesus, o qual, entrou no Santo dos Santos: logo que subiu ao céu;Atos 1:9-11; 7: 56; Salmo 110: 1; Hebreus 9: 12,24; 10: 19;Agora pois nós podemos entrar ,no santo dos santos, em adoração e suplicas a Deus, por intermédio de Jesus Cristo, o nosso Advogado e Salvador, porque pela a graça sois salvos, mediante a fé; e isto não vem de vós; é dom de Deus; Efésios 2: 8;

  78. fabio oliveira carneiro said

    Caro amigo vc e um leigo, nao sabe nem o q fala. Estude a biblia assim como ela e…

  79. Luiz Façanha said

    Sem fundamento….tendencioso e maligno as abordagens…..

  80. Dayana said

    Quanta heresia!
    Lavagem cerebral foi feita em vcs… Não conhecem de fato a igreja adventista, não tem nenhum fundamento o que estão dizendo

  81. Gilson said

    A Igreja Adventista do Setimo Dia é a única Igreja verdadeira. Quem estuda de verdade a Biblia acaba se tornando adventista. Está acontecendo em nossos dias um despertamento com muitas pessoas saindo das igrejas que não pregam toda a verdade e se tornando adventistas. Há cristãos sinceros em todas as igrejas, mas quando se deparam com a verdade fica impossível continuar no erro. Esse é um movimento crescente. Muitos Pastores evangélicos tambem estão abraçando a verdade. Meus irmãos, é hora de despertar. Estudem a Biblia com sinceridade.

  82. OLDAIR said

    por exemplo…..a locura desse comentario sem fudamento…e chega até a imbecilidade, me desculpem a expressao..
    vou colar ele aqui…

    (((((4. A QUESTÃO DO SÁBADO – Diz a Sra. White que teve uma visão onde havia uma arca no céu e nela se destacavam os dez mandamentos. Dos mandamentos se destacava o quarto, porque se apresentava dentro de um círculo de luz. Entendeu ela que este quarto mandamento precisava receber maior intenção do que os demais, porque era o mais negligenciado pelos cristãos da época.

    Os adventistas, com isso, estão preocupados em guardar um dia determinado pela Lei de Moisés. Afirmam que o sábado é anterior à Lei, e que por isso mesmo não pertence a Lei. Tomam, para esse argumento, o fato de ter Deus feito o mundo em seis dias e descansado no sétimo.))))

    ………ONDE….PELO AMOR DE DEUS…..MEMOSTRE OU PROVE ONDE ESTA NOSSA AFIRMAÇÃO DE QUE DIZEMOS QUE O SABADO
    NAO FAZ PARTE DA LEI ????????

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: