Pensando em Deus

Reconhecendo, se protegendo e desmascarando as seitas.

Batismo com Espírito Santo: Algumas Considerações

Posted by thimax77 em 13/02/2010


wallpaper mateus 7-15

Creio que não seria exagero afirmar que um dos assuntos onde há maior confusão, hoje, é a questão do batismo com o Espírito Santo e o dom de línguas. Não porque a Escritura não seja clara no seu ensino com respeito ao assunto, mas sim porque a experiência, e não a Palavra de Deus, tem ditado a forma de se compreender essa doutrina tão importante. Gostaria de considerar, brevemente, somente algumas verdades que a Bíblia ensina com respeito ao batismo com o Espírito Santo, as quais o movimento pentecostal e neo-pentecostal repudiam:

  • 1º Todos os crentes são batizados com o Espirito

Pois em um só Espírito fomos todos nós batizados em um só corpo” – 1 Coríntios 12:13

O texto é claro e não é necessário nenhuma destreza exegética para entender o seu significado. TODOS, e não somente alguns, foram batizados com o Espírito Santo. Não há uns poucos privilegiados; a bênção é de todos aqueles que crêem nas Escrituras, ou melhor, no que as Escrituras dizem acerca do bendito Filho de Deus.

Quem crê em mim, como diz a Escritura, do seu interior correrão rios de água viva” – João 7:38-39

Se alguém disser que conhece uma pessoa crente, mas que não é batizada com o Espírito Santo, deve-se entender que esta pessoa nunca foi um crente genuíno, pois todos os que crêem são ou foram batizados com o Espírito Santo (pois o batismo com o Espírito Santo ocorre no ato da conversão ou um pouco antes. Há de se considerar ainda o caso de João Batista, que desde o ventre de sua mãe era cheio do Espírito Santo).

É engraçado como as nossas visões particulares de certas coisas, e ainda mais quando apoiadas por certas experiências, nos deixam completa e totalmente cegos. Creio que, sem dúvida alguma, uma das passagens mais usadas e citadas pelos pentecostais é Atos 2.
Nesse capítulo nos vemos diante do relato do início da Igreja, quando o Espírito Santo veio para habitar conosco e em nós.
Contudo, o que Pedro afirma? Quais são os pré-requisitos que Pedro apresenta para alguém receber o batismo com o Espírito Santo, para receber o “dom do Espírito”?

Vejamos:

Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo, para remissão de vossos pecados; e recebereis o dom do Espírito Santo“. – Atos 2:38

Portanto, se alguém disser que fulano de tal não recebeu o dom do Espírito Santo, a promessa derramada por Jesus, o batismo com o Espírito Santo, será o mesmo que dizer que tal pessoa não se arrependeu dos seus pecados, e ainda está no mundo sem Deus e sem esperança.

E mais:

Porque a promessa vos pertence a vós, a vossos filhos, e a todos os que estão longe: a quantos o Senhor nosso Deus chamar” – Atos 2:39

Sim, é para TODOS QUANDO DEUS CHAMAR. Não é só para os crentes que viveram após 1910. Não é só para uma elite espiritual.
Não, não, não. Cristo morreu por todos aqueles que crêem nEle, e os benefícios que Ele conquistou na cruz, são outorgados a todos. Todos aqueles que foram verdadeiramente chamados por Deus, receberam o dom do Espírito Santo, do qual Pedro fala em Atos 2.

  • 2º O dom de línguas não é sinal de batismo com Espirito Santo:

Os discípulos falaram em outras línguas em Atos 2, mas nada é dito acerca dos quase 3.000 que se converteram.
Além do mais, e ainda mais contundente, no mesmo capítulo que Paulo diz “Pois em um só Espírito fomos todos nós batizados em um só corpo” ( 1 Coríntios 12:13),

Ele pergunta:

Porventura são todos apóstolos? São todos profetas? São todos mestres? São todos operadores de milagres? Todos têm dons de curar? Falam todos em línguas? Interpretam todos? – 1 Coríntios 12:30

A resposta óbvia é NÃO a todas às perguntas.
Nem todo mundo é apóstolo, nem todo mundo é profeta, nem todo mundo é operador de milagres, nem todo mundo tem o dom de curar, nem todo mundo fala em línguas, nem todo mundo interpreta, MAS TODOS FORAM BATIZADOS NUM SÓ ESPÍRITO. O capítulo ainda dá o exemplo de que nem todos os membros são olho, ouvido, etc, etc, fazendo então essa analogia com os dons, os quais Deus distribuiu e distribui soberanamente.

O dom de línguas é um dom, que o Espírito Santo concede soberanamente a alguns, mas o BATISMO É UMA PROMESSA PARA TODOS OS QUE CRÊEM, não que crêem no batismo (como todos pentecostais pregam), mas que crêem no Cristo que batiza.

O livro de Atos é um livro histórico, e o fato de algumas pessoas terem falado em línguas quando receberam o batismo com o Espírito Santo, não quer dizer que o falar em línguas seja um sinal do batismo. Não encontramos esse ensino em nenhum lugar das Escrituras, mas encontramos o contrário, como apresentado acima.

O simples fato de Paulo curar pessoas com lenços dele,
não quer dizer que alguém deva ou possa fazer o mesmo.

Além do mais, não vemos ninguém gritando, clamando, chorando, repetindo “glória, glória, glória, glória” para receber o batismo com o Espírito Santo. Os apóstolos oravam no Cenáculo e nem sabiam o que haveria de acontecer com eles. Cornélio e sua casa estavam ouvindo a pregação, e nem mesmo ouviram desta promessa, pois é claro a partir do texto que Pedro não tinha falado sobe isso para eles. Esses gritos consecutivos fazem é a pessoa entrar em êxtase e começar a falar coisas que ouviu outros dizerem; isso está mais para “batismo da mente”, do que para batismo com o Espírito. E o mesmo método tem levado muitos a receberem a “unção” do urso, do leão, da águia, onde as pessoas imitam esses animais, zombando de Deus e do Seu Evangelho com tamanha palhaçada.

  • 3º O dom de línguas é dom de línguas [idiomas], não de expressões extáticas:

É muito fácil para alguém afirmar hoje em dia, no meio pentecostal, que fala em línguas, pois as pessoas perderam a noção do que é o dom de línguas que a Bíblia fala.
O dom de línguas na Bíblia era a capacidade das pessoas falarem em outros idiomas, sem nunca terem aprendido ou estudado os mesmos. Isso é claro a partir do relato de Atos 2:

E todos pasmavam e se admiravam, dizendo uns aos outros: Pois quê! não são galileus todos esses que estão falando? Como é, pois, que os ouvimos falar cada um na própria língua em que nascemos? – (Atos 2:7-8)

Isso explica porque Paulo pôde ser um grande missionário, visto que ele aprendera sobrenaturalmente outros idiomas. Ele mesmo disse que falava mais línguas que todos os crentes de Corinto.
Contudo, quão tristemente longe disso está o “dom de línguas” de hoje. São meras expressões extáticas. São blás-blás-blás sem significado algum. Ninguém precisa de algo sobrenatural para dizer “alabacanta alabachéia” (e percebem quantas pessoas falam as mesmas expressões?”).

Paulo disse que as línguas eram sinal para os incrédulos. Por que?
Ora, se um alemão entrar numa igreja, e conhecendo as pessoas humildes e iletradas que ali congregam, ouvir alguma delas pregando o evangelho em alemão, ele verá que Deus está ali. Mas quem se impressionaria com expressões extáticas sem sentido? Até meu filho de 3 anos pode falar “Kantus Névias”.

Eu creio no dom de línguas, mas infelizmente não vejo manifestação genuína dele no meio pentecostal e nem no tradicional (embora já tenha ouvido uns dois ou três relatos de acontecimentos tantos em igrejas pentecostais como tradicionais, de pessoas iletradas falarem em outros idiomas e estrangeiros serem compungidos com a pregação do evangelho em suas línguas. Contudo, se isso for verdade, infelizmente é uma das coisas mais raras do mundo).

É isso aí! Língua é idioma, e não língua dos anjos, como as pessoas dizem.
Se os anjos falam em “línguas estranhas”, como Abraão, Zacarias, José entenderam as suas mensagens? Eles tinham o dom de interpretação?
E já que falei em interpretação, para que serve os interpretadores de línguas, se as línguas não tem significado definido?
Além do mais, em 1 Coríntios 14:21 Paulo associa seu dom de línguas com a profecia de Isaías sobre Israel ouvindo o idioma Assírio. Entender o dom como balbucio, destrói seu ponto de referência totalmente.

Está escrito na lei: Por homens de outras línguas e por lábios de estrangeiros falarei a este povo; e nem assim me ouvirão, diz o Senhor – 1 Coríntios 14:21.

  • Conclusão:

Há uma imensa ignorância com relação aos dons e a obra do Espírito Santo, nos nossos dias.
O Espírito Santo está operando, pois senão não haveriam conversões, pois é ele que dá vida, não aos crentes que ficam gritando, mas aos pecadores que estão mortos em delitos e pecados.

Nós crentes, temos que buscar, não o batismo com o Espírito Santo, mas os frutos do Espírito. Sermos cheios do poder de Deus e dos frutos do Seu Espírito.
E qual é a conseqüência disso? Gritos, cair no chão, línguas? Não, certamente que não.
É uma vida de santidade, uma vida de devoção total a Deus. Os milagres e as maravilhas (é claro, sempre respaldadas nas Escrituras) acontecerão de acordo com a bondade soberana de Deus, não por causa de homens que possuem poder e que decretam a história do universo de Deus. O poder pertence única e exclusivamente a Deus (Salmos 62:11), e Ele é o Soberano Administrador do Seu próprio universo.

Que Deus nos encha do Seu Espírito, para que nos amemos como irmãos, pois o amor é um fruto do Espírito, e a demonstração de que somos discípulos de Cristo, como Ele mesmo disse. Não é estranho que onde se afirma haver tantos “batismos com o Espírito Santo”, há tanta discórdia, ódio e rancor?

Eu louvo a Deus pelos pentecostais que têm abandonado essa visão do batismo com o Espírito Santo. E eu particularmente conheço alguns deles, e o meu desejo e a minha oração é que Deus, pelo Seu Espírito, nos faça amar a Sua verdade acima de tudo, para não moldarmos a nossa visão de Deus e de Suas obras de acordo com as nossas experiências, mas sim de acordo com o Manual Sagrado que Ele nos deu.

Soli Deo Gloria!

(Leia o excelente livro “Dons Espirituais”, de Fred Zaspel.)
Por Felipe Sabino de Araújo Neto

Anúncios

10 Respostas to “Batismo com Espírito Santo: Algumas Considerações”

  1. Presb. Adilson Mendonça said

    E bem verdade que todos nos quando aceitamos a Jesus somos revestidos com o seu poder e com o seu Santo Espirito. O batismo com o Espirito Santo, e uma confirmaçao dada por Deus, como um selo, como uma auteticaçao da sua obra em nossa, nos capacitando melhor para sua obra.

  2. gaither said

    Gostei muito do artigo acima! Muito bom!

    Gostaria de deixar ainda uns comentários sobre o assunto:
    1. A palavra lingua usada por Jesus em Mateus 16:17, usada no pentecostes em Atos 2, assim como em I Cor 14 e Atos 19:6, vem do grego, glosso, que é traduzida por idioma, o dom de falar várias línguas, é chamado de glossolália, vários idiomas, estes idiomas são os idiomas das nações, são conhecidos, não são línguas de anjos ou celestiais, não são sons, barulhos, são frases, sentenças;

    2. O dom de línguas iniciado no Pentecostes em Atos 2, era o dom de falar idiomas estrangeiros que o Espírito Santo deu aos apóstolos para que eles assim evangelhizassem as nações, o dom de línguas usado em I Cor 14 estava sendo deturpado, assim como hoje em dia, onde pessoas faziam sons, sem nexo, falavam ao mesmo tempo, gritavam e etc, era uma bagunça, mas Paulo os advertiu quanto a isso (ler os versos, 4, 9, 11, 18-19);

    3. O espírito santo é manso, sua função é nos convencer do pecado, da justiça e do juízo e nos levar ao arrependimento (João 16;8), não é função do espírito santo que todos falem em línguas;

    4. Hoje em dia o dom de línguas já nem é tão necessário por conta da tradução simultânea, dos tradutores de texto, dicionários, ferramentas de idiomas, tradutores intérpretes, mas é claro, que se o espírito Santo achar necessário, em algum lugar onde nada disso seja possível, ele irá providenciar para que uma pessoa movida pelo espírito santo fale para que a mensagem seja pregada e almas se convertam a Deus;

    5. Eu conheço uma pessoa, um rapaz que a vida toda tinha frequentado e nascido na umbanda (nada contra os umbandistas), até que ao querer mudar de religião foi convidado por uma irmã de uma Igreja pentecostal (nada contra os pentecostais), ao chegar lá, ele afirmou que não havia diferença alguma nas línguas que lá eles falavam no centro com as línguas usadas na Igreja daquela irmã.

    Caro irmão, o inimigo usa pessoas sinceras para que nos afastem e para que eles também se afastem da verdade, do que a Bíblia realmente ensina, portanto, infelizmente alguns se enganam e dão muito valor a pessoas que “falam línguas estranhas” e que profetizam, mas muito cuidado, porque o inimigo pode sim nos usar, eu digo isto porque fui pentecostal e acreditem falava em línguas, mas nunca entendi, sentia paz e aceitação, mas essa manifestaçào de falar em línguas era acompanhada de pessoas que ao mesmo tempo faziam isso, que nos contagiava e eu posso afirmar sem sombra de dúvidas que algumas coisas que aconteciam na Igreja (pessoas gritando, chorando, fazendo sons estranhos, caindo e etc), não eram coisas normais, quando estudei a Bíblia percebi que eu estava sendo usada, que aquela euforia, aquele “dom”, era fruto da nossa mente entrando em um estado de euforia contagiante, ao me dar por mim, lembrei como o amigo do artigo disse acima, me detive em Gal 5;22 que mostra os frutos do espírito santo e eu não me sentia tendo eles na hora que falava em línguas, pois não tinha domínio próprio das palavras que falava.

    O inimigo tem poder conhece nosso passado e adivinha o nosso futuro e quer que nos percamos, pra isso ele usa todas as armas que ele pode e nos tirar do nosso domínio próprio é uma das artimanhas dele.

  3. João Bosco said

    Vamos lá, quando João Batista falou que batiza com água ,mas virá outro(Jesus) que batizaria com fogo.

    O que os tradicionais esquecem é que muitos entenderam a língua em seu indioma mas outros que não estavam no espírito achavam que eles estavam bêbados, outra questão a ser apresentada, é a questão da ordem do culto…
    Pra que pessoas que falavam a mesma língua e precisavam de um, interprete… se fosse assim, uma pessoa que não estivesse na unção apenas soubessem várias línguas, iriam interpretar…

    Puxa, parece que estou falando pra leigos mas ai vai…
    Porque o apóstolo Paulo fala para nos buscarmos os dons espirituais…

    Antes do batismo com Espírito Santo, a ordem de Jesus a eles foi para permanecerem em Jerusalém, para do alto ser revestidos de poder…

    Eles já haviam aceitado a Cristo, através de convencimento de Jesus, mas somos ministrados Pelo Espírito Santo, vide João cap 14, e cap 16, é bom ler todo…
    Mesmo assim foi necessária a busca para o revestimento com o Espírito Santo.

    Agora não necessáriamenter a pessoa batizada pelo Epírito Santo fala em linguas, a bíblia só fala de um batismo com Espírito Santo instantâneo, na ora da conversão a Cristo. Que é o Apóstolo Paulo. Em At 9 ele ao ver Jesus fica cego, mas recebe o dom de sabedoria discernimento de espírito e palavra de ciência, pois Deus revela a ele que um homem chamado Ananias iria orar por ele….

    Houve outras conversões com batismo com o espírito Santo, mas após uma ministração e todos foram cheios com Espírito Santo .
    Mas o eunuco etíope, querioa se batizar, foi ministrado e se batizou nas águas. Mas batismo com o espírito Santo se manifesta com algum dos 9 dons relacionados em 1ª Co 12, o que os tradicionais, ou não sei quem fez essa declaração tendenciosa… mas respeitadndo, por mim todos seriam tradicionais, melhor ser cristão tradicional do que estar no mundo…

    Bem o que sei é que estes tais pentecostais de hoje em dia começaram também a ler a tal bíblia que é a nossa maior professia e a manifestação do nosso Senhor Jesus vide evangelho de João cap 1. Conmeçaram também a querer fazer curso de teologia … E a meditar na palavra de Deus não só repetir o que pessoas de linha de pensamento que negam o movimento pentecostal, não só não entendendo o que aconteceu em atos mas , depois também do movimento da rua Azuza…
    Pois é isso..

    A paz e a graça de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo

  4. REVELAÇÃO/EXORTAÇÃO
    Urge difundirmos na terra, a certeza de que Jesus Cristo já vive agindo entre nós, espargindo a luz do saber em sí, criando Irmãos Espirituais, e a nova era Cristã. Eu não minto, e a Espiritualidade que esperava pela sua volta, pode comprovar que digo a verdade. Por princípio, basta recompormos as 77 letras e os 5 sinais que compõe o título do 1º. livro bíblico, assim: O PRIMEIRO LIVRO DE MOISÉS CHAMADO GÊNESIS: A CRIAÇÃO DOS CÉUS E DA TERRA E DE TUDO O QUE NÊLES HÁ: Agora, pois, todos já podem ver que: HÁ UM HOMEM LENDO AS VERDADES DO SEU ESPÍRITO: ÊLE É O GÊNIO CRIADOR QUE ESSA AÇÃO DE CRISTO: (LC.4.21) – Então passou Jesus a dizer-lhes: Hoje se cumpriu a escritura que acabais de ouvir: (JB.14.17) – O Espírito da verdade que o mundo não pode receber, porque não no vê, nem conhece, vós o conheceis; porque Ele habita convosco e estará em vós. – Regozijemo- nos ante a presença do Nosso Senhor, e façamos jus ao poder que o Filho do Homem traz às Almas Justas, para a formação da verdadeira Cristandade.

    (MT.26.24) – O FILHO DO HOMEM VAI, COMO ESTÁ ESCRITO A SEU RESPEITO, MAS AI DAQUELE POR INTERMÉDIO DE QUEM O FILHO DO HOMEM ESTÁ SENDO TRAIDO! MELHOR LHE FÔRA NÃO HAVER NASCIDO:

    E, ao recompormos as 130 letras e os 7 sinais que compõem esse texto, todos já podem ler, saber, e entender quem é o Filho do Homem:

    E O FILHO DO HOMEM É O ESPÍRITO QUE TESTA AS ALMAS DO HOMEM E DA MULHER, NA VERDADE DO SENHOR, COMO CRISTO: E EIS A PROVA QUE O FILHO DO HOMEM FOI TREINADO NA LEI CRISTÃ:

    (MC.14.41) – Chegou a hora, o Filho do Homem está sendo entregue nas mãos dos pecadores: E hoje, quem quiser interagir com o Filho do Homem Imortal, deve buscar “A Bibliogênese de Israel”, que já está disponível na internet (Editora Biblioteca 24×7). E quem não quiser, pode continuar vivendo de esperança vã, assistindo passivamente a agonia da vida terrena, à par da auto-destruição do nosso planeta…

  5. Que garantiu batismo com o Espírito Santo no Pentecostes ano 33 d.C. foram idiomas estrangeiros enquanto línguas estranhas só apareceram pela primeira vez na História em 56 d.C. em Corinto. Muitos crentes estão pecando contra o Espírito Santo e desobedecendo I Cor 14:27-28. O blog: http://www.laurohenchen.blogspot.com esclarece tudo isto. Antes de deletar este contato leia o blog para não se arrepender no Tribunal de Cristo. Grato. Pr Lauro.

  6. gaither said

    SÁBADO PRÓXIMO SERÁ UM DIA MUITO IMPORTANTE A NÍVEL DE AMÉRICA DO SUL (por enquanto), ONDE O SÁBADO COMO UM DIA DE ESPERANÇA ESTARÁ SENDO PROCLAMADO E MOSTRANDO COMO UM DIA A SER LEMBRADO COMO MEMORIAL DA CRIAÇÃO, COMO DEMONSTRAÇÃO DE GRATIDÃO DA CRIATURA PARA SEU SENHOR!

    (Link deletado)

  7. José Alves said

    A Igreja neo-testamentária,está em I Cor.14:26; leiam e meditem

    Que fareis, pois, irmãos? Quando vos ajuntais, cada um de vós tem salmo, tem doutrina, tem revelação, tem língua, tem interpretação. Faça-se tudo para edificação.
    1 Coríntios 14:26

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: