Pensando em Deus

Reconhecendo, se protegendo e desmascarando as seitas.

PROTOCOLO MISOPROSTOL

Posted by Sara Kelly em 08/03/2013

apostila-misopostrolUso desta tribuna para parabenizar o Sr Ministro da Saúde Alexandre Padilha pela sua atuação à frente da Pasta onde podemos constatar o acerto da Política de Governo para a saúde em nosso País, entre outros cito a assistência oferecida aos usuários de medicamentos de uso permanente, as instalações de atendimento clinico hospitalar em lugares até então carente desses equipamentos, não posso deixar de citar o pronto atendimento que o Sr Ministro deu ao povo de Santa Maria no RS, vitimas da maior tragédia ocorrida no Brasil que se tem notícia.

Reconheço também o excelente trabalho em relação à saúde da mulher, com ampla gama de especialidades, onde, aproveito o assunto para solicitar ao Sr Ministro, que, interpele seus auxiliares responsáveis pela secretária de atenção à saúde, departamento de ações estratégicas, área técnica de saúde da mulher, que, elaborou uma cartilha chamada “Protocolo Misoprostol”. Ao Analisar esta cartilha, percebe-se que se trata de um manual de prática abortiva com uso de medicamento que, se, aplicado provoca reação semelhante ao “famigerado Cytotec”, proibido em nosso País e que tantos males causou a jovens mulheres pelo uso desordenado provocando milhares de abortos criminosos e evitáveis.

Senhor Ministro, notei alguns fatos estranhos nesta cartilha, se o alvo fosse a classe médica seu linguajar seria em termos técnicos, não o que se constata em um de seus itens com o título “Indução do parto com feto vivo“, que orienta, “Misoprostol, 1 comprimido de 25 mg, via vaginal, a cada seis horas. E, recomendado utilizar as doses durante o dia (7, 13, e 19 horas). Se não houver resultado, repetir a dose no dia seguinte,(SIC) . Atestando que se trata de orientação direta às mulheres de como abortar de forma simples e objetiva, a tiragem dessa cartilha de quase 300 mil exemplares, também desmente qualquer alegação de seus auxiliares de que o alvo seria os obstetras, médicos que são menos de 30 mil registrados no CFM.

Senhor Ministro, encerro com a certeza das providências de Vossa Excelência, no sentido de manter o compromisso assumido pela nossa querida Presidente Dilma Rousseff, de não permitir políticas públicas de incentivo ao aborto.
Muito Obrigado!

Deputado Federal Pastor Marco Feliciano

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: