Pensando em Deus

Reconhecendo, se protegendo e desmascarando as seitas.

Ariely Bonatti – Metade do Filho

Posted by Sara Kelly em 14/04/2013


Foi Salomão, um homem ungido por Deus
E escolhido para o seu povo julgar
Um grande rei em Israel
Foi Salomão, sabedoria não se via e não havia
Em outro rei, outro lugar
Era o mais sábio entre as nações

Duas mulheres ali chegaram chorando
De frente à aquele rei, logo foram falando
O vivo é meu filho o dela é quem morreu
A outra também disse esse filho é meu
Estava em meu seio quando eu acordara
E a criança dela morta já estava
Por isso rei te peço julgue ao meu favor
Deus sempre é fiel e da mãe sabe a dor

E o rei disse traga esta criança, eu vou cortar
E a metade do filho a cada mãe vou entregar
E uma espada afiada o rei desembanhou

E uma daquelas mulheres suplicando então falou
Entregue o meu filho a outra
Melhor que o vê-lo morrer
Salomão se levantou e o veredito o fez saber
Entregou o menino a aquela mãe e lhe disse
Em bom som
Somente o amor de mãe teria a tal decisão

Refrão
Justo! Revela o escondido
Justo! Socorre os aflitos
Ele é Deus, é Poderoso, o Rei das Nações!
Desaloja os mistérios que escondia o coração
Justo! Enxerga sentimentos
Justo! Faz check-up por dentro
E desvenda os segredos que os olhos não vê
E os seus sonhos perdidos faz acontecer!

Anúncios

Uma resposta to “Ariely Bonatti – Metade do Filho”

  1. Sara Kelly said

    A crédito real da história:

    Então vieram duas mulheres prostitutas ao rei, e se puseram perante ele.
    E disse-lhe uma das mulheres: Ah! senhor meu, eu e esta mulher moramos numa casa; e tive um filho, estando com ela naquela casa.
    E sucedeu que, ao terceiro dia, depois do meu parto, teve um filho também esta mulher; estávamos juntas; nenhum estranho estava conosco na casa; somente nós duas naquela casa.
    E de noite morreu o filho desta mulher, porquanto se deitara sobre ele.
    E levantou-se à meia noite, e tirou o meu filho do meu lado, enquanto dormia a tua serva, e o deitou no seu seio; e a seu filho morto deitou no meu seio.
    E, levantando-me eu pela manhã, para dar de mamar a meu filho, eis que estava morto; mas, atentando pela manhã para ele, eis que não era meu filho, que eu havia tido.
    Então disse à outra mulher: Não, mas o vivo é meu filho, e teu filho o morto. Porém esta disse: Não, por certo, o morto é teu filho, e meu filho o vivo. Assim falaram perante o rei.
    Então disse o rei: Esta diz: Este que vive é meu filho, e teu filho o morto; e esta outra diz: Não, por certo, o morto é teu filho e meu filho o vivo.
    Disse mais o rei: Trazei-me uma espada. E trouxeram uma espada diante do rei.
    E disse o rei: Dividi em duas partes o menino vivo; e dai metade a uma, e metade a outra.
    Mas a mulher, cujo filho era o vivo, falou ao rei (porque as suas entranhas se lhe enterneceram por seu filho), e disse: Ah! senhor meu, dai-lhe o menino vivo, e de modo nenhum o mateis. Porém a outra dizia: Nem teu nem meu seja; dividi-o.
    Então respondeu o rei, e disse: Dai a esta o menino vivo, e de maneira nenhuma o mateis, porque esta é sua mãe.
    E todo o Israel ouviu o juízo que havia dado o rei, e temeu ao rei; porque viram que havia nele a sabedoria de Deus, para fazer justiça.
    1 Reis 3:16-28

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: