Pensando em Deus

Reconhecendo, se protegendo e desmascarando as seitas.

Posts Tagged ‘doutrinas’

Cuidado com Aqueles que Ensinam Mistério

Posted by thimax77 em 25/10/2009

ANTI-SEITA

ANTI-SEITA

por Brandan Kraft

A Bíblia é um mistério? Doutrinas tais como céu, inferno, onisciência e imutabilidade de Deus, eternidade, a predestinação de todas as coisas, a Trindade e a imputação do pecado e da justiça devem ser consideradas mistérios?

É considerado humildade sugerir que essas coisas são mistérios e não podem ser entendidas.

Mas eu contesto que tal afirmação é pura arrogância e muito perigosa! Simplesmente porque uma pessoa não pode compreender as proposições apresentadas pela Escritura não significa de forma alguma que o Senhor não revelou entendimento a alguém outro. É o cúmulo do orgulho sugerir que os homens não podem compreender o que você não pode!

Assim, o que exatamente é um mistério? Como em tudo o mais, devemos ir às Escrituras a fim de buscarmos entendimento:

“A vós outros vos é dado conhecer o mistério do reino de Deus; mas, aos de fora, tudo se ensina por meio de parábolas”. (Marcos 4:11)

“Irmãos, não quero que ignorem este mistério, para que não se tornem presunçosos: Israel experimentou um endurecimento em parte, até que chegue a plenitude dos gentios.” (Romanos 11:25)

“…o mistério que esteve oculto durante épocas e gerações, mas que agora foi manifestado a seus santos.” (Colossenses 1:26)

“Ao contrário, falamos da sabedoria de Deus, do mistério que estava oculto, o qual Deus preordenou, antes do princípio das eras, para a nossa glória.” (1ª Coríntios 2:7)

Como podemos ver a partir da Escritura, mistérios são aquelas coisas que são ocultas.

Continue lendo »

Posted in Estudos Bíblicos | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a Comment »

Ordenando aos Hereges

Posted by thimax77 em 17/10/2009

ANTI-SEITA

ANTI-SEITA

por Vincent Cheung

“Partindo eu para a Macedônia, roguei-lhe que permanecesse em Éfeso para ordenar a certas pessoas que não mais ensinem doutrinas falsas, e que deixem de dar atenção a mitos e genealogias intermináveis, que causam controvérsias em vez de promoverem a obra de Deus, que é pela fé.” (1 Timóteo 1:3-4)

Um dos principais deveres de um ministro cristão é combater falsas doutrinas. Paulo provavelmente tinha algo definido em mente quando escreveu a Timóteo. É possível que a igreja estivesse sendo ameaçada com um precursor do gnosticismo, ou de alguma forma de misticismo judaico, ou uma mistura dos dois.

O contexto histórico exato não é essencial para o entendimento e aplicação dessa passagem, visto que Paulo primeiro declara um princípio amplo, que Timóteo deve por um fim a homens que ensinam “falsas doutrinas”. Ele não pretende dizer que essas falsas doutrinas particulares deveriam ser detidas, mas todas as outras são permitidas. Todas as falsas doutrinas devem ser detidas.

Um ministro cristão que esteja indisposto ou que seja incapaz de fazer isso é um devedor, e introduz uma vulnerabilidade à sua igreja. Ele poderia estar indisposto de se opor a falsas doutrinas por não considerar que doutrinas sejam algo essencial. Mas elas são essenciais, visto que fornecem definição e orientação com respeito a cada aspecto da fé cristã.

Não existe nenhuma fé cristã, e dessa forma nenhum conhecimento de Deus e de Cristo, nenhuma salvação, nenhuma justificação e santificação, nenhuma adoração a Deus, nenhuma comunhão com os santos, e nenhuma esperança de vida eterna, sem as doutrinas cristãs.

Sem doutrinas, não há nada. Então, um ministro poderia ser incapaz de se opor às falsas doutrinas porque teme confrontar os heréticos, ou porque careça de conhecimento e inteligência para refutá-los. Seja qual for a razão, essa é uma séria deficiência num ministro, e desse ser tratada com extrema urgência.

Não devemos permitir que o mundo nos ensine como lidar com os falsos mestres. Alguns ministros têm maior respeito pelos padrões não cristãos de cortesia acadêmica do que pelo Senhor Jesus Cristo. E se eles querem parecer intelectuais e respeitáveis diante do mundo, e polidos de acordo com o padrão do mundo, então não prestam para serem pregadores do evangelho. Paulo não diz a Timóteo que dialogue com os falsos mestres, ou aprenda a perspectiva deles, mas que ordene-os a parar.

Algumas pessoas pensam que a melhor forma de lidar com falsas doutrinas é debatê-las num fórum público, de forma que os cristãos possam ouvir os dois lados e decidirem por si próprios.

Novamente, essa visão procede do mundo, e impõe democracia e liberdade de expressão na política da igreja. A Igreja do Deus Vivo não é uma democracia. Jesus Cristo é Rei – sua opinião é verdade, e seu mandamento é lei.

Ninguém tem o direito de se opor a ele ou expressar visões alternativas. Sem dúvida, seus ministros podem debater falsas doutrinas, mostrando de que formas esses ensinos são errôneos, mas eles não podem fazer isso interminavelmente, e eles devem falar com autoridade, ordenando que os falsos mestres cessem com as suas heresias.

Posted in Estudos Bíblicos | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 3 Comments »

A incrível semelhança entre os TJ e os Adventistas

Posted by Sara Kelly em 11/10/2009

Comparação doutrinária entre as seitas:
Testemunhas de Jeová e Adventistas do Sétimo Dia
_________________________________________

TJ x IASD

Atualmente, a pessoa que lesse o livro “Radiografia do jeovismo”, do adventista Arnaldo Cristianini, criticando as doutrinas da Sociedade Torre de Vigia, e depois folheasse as edições da revista “A Sentinela” de 15/5/93 e 15/7/97, refutando as doutrinas adventistas, jamais sequer imaginaria a estreita ligação doutrinária que existe entre esses dois grupos.

Entretanto, isso não se constitui surpresa porque se sabe que os adventistas do sétimo dia foram, em certo sentido, os pais espirituais das testemunhas de Jeová, já que estes saíram do movimento do advento o qual Russel se embebedou doutrinariamente.
Para muitas testemunhas de Jeová isso não passa de uma calúnia infundada, e alguns adventistas ficam muito chateados com isso. Mas as evidências são por demais contundentes para ignorarmos.

E lembre-se, amado leitor, qualquer semelhança não é mera coincidência nessa história!

Continue lendo »

Posted in Polêmicos | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 54 Comments »