Pensando em Deus

Reconhecendo, se protegendo e desmascarando as seitas.

Posts Tagged ‘profetas’

Batismo com Espírito Santo: Algumas Considerações

Posted by thimax77 em 13/02/2010


wallpaper mateus 7-15

Creio que não seria exagero afirmar que um dos assuntos onde há maior confusão, hoje, é a questão do batismo com o Espírito Santo e o dom de línguas. Não porque a Escritura não seja clara no seu ensino com respeito ao assunto, mas sim porque a experiência, e não a Palavra de Deus, tem ditado a forma de se compreender essa doutrina tão importante. Gostaria de considerar, brevemente, somente algumas verdades que a Bíblia ensina com respeito ao batismo com o Espírito Santo, as quais o movimento pentecostal e neo-pentecostal repudiam:

  • 1º Todos os crentes são batizados com o Espirito

Pois em um só Espírito fomos todos nós batizados em um só corpo” – 1 Coríntios 12:13

O texto é claro e não é necessário nenhuma destreza exegética para entender o seu significado. TODOS, e não somente alguns, foram batizados com o Espírito Santo. Não há uns poucos privilegiados; a bênção é de todos aqueles que crêem nas Escrituras, ou melhor, no que as Escrituras dizem acerca do bendito Filho de Deus.

Quem crê em mim, como diz a Escritura, do seu interior correrão rios de água viva” – João 7:38-39

Se alguém disser que conhece uma pessoa crente, mas que não é batizada com o Espírito Santo, deve-se entender que esta pessoa nunca foi um crente genuíno, pois todos os que crêem são ou foram batizados com o Espírito Santo (pois o batismo com o Espírito Santo ocorre no ato da conversão ou um pouco antes. Há de se considerar ainda o caso de João Batista, que desde o ventre de sua mãe era cheio do Espírito Santo).

É engraçado como as nossas visões particulares de certas coisas, e ainda mais quando apoiadas por certas experiências, nos deixam completa e totalmente cegos. Creio que, sem dúvida alguma, uma das passagens mais usadas e citadas pelos pentecostais é Atos 2.
Nesse capítulo nos vemos diante do relato do início da Igreja, quando o Espírito Santo veio para habitar conosco e em nós.
Contudo, o que Pedro afirma? Quais são os pré-requisitos que Pedro apresenta para alguém receber o batismo com o Espírito Santo, para receber o “dom do Espírito”?

Continue lendo »

Posted in Estudos Bíblicos, Polêmicos | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 10 Comments »

Diferenças entre o Deus do Alcorão e o Deus da Bíblia

Posted by Sara Kelly em 10/11/2009

AlcorãoNo livro, The Compact Guide to World Religions, Dean Halverson compara e contrasta os dois conceitos de Deus como visto no Alcorão e a Bíblia…

  • As Semelhanças:

Ambos são Um.

Ambos são Criadores transcendentes do Universo.

Ambos são soberanos.

Ambos são onipotentes.

Falou à humanidade por mensageiros ou profetas, por anjos, e pela palavra escrita.

Ambos sabem em íntimo detalhe os pensamentos e ações de homens.

Ambos julgarão o ímpios.

  • As Diferenças:

O Deus do Alcorão é uma unidade singular; mas o Deus da Bíblia é uma unidade composta que é uma pessoa em essência e três em posição (Mt. 28:19; Jo. 10:30; At. 5:3-4).

O Deus do Alcorão não é um pai, e ele não gerou nenhum filho (Sura 19:88-92; 112:3); mas o Deus da Bíblia é uma triunidade que existiu eternamente como Pai, Filho, e Espírito Santo (Mt. 28:19; Lc. 3:21-22; Jo. 5:18).

Pelo Alcorão, Deus entrou na história por um mundo que é uma palavra que é escrita; mas por Jesus Cristo, Deus entrou na história pelo Verbo, que é uma Pessoa (Jo. 1:1; Cl. 1:15-20; Hb. 1:2-3; 1 Jo. 1:1-3; 4:9-10).

O Deus do Alcorão “não aprecia os iníquos” (Sura 3:140, Ali), nem ama “quem é traiçoeiro, pecador” (Sura 4:107, Ali); mas “Deus prova o seu próprio amor para conosco pelo fato de ter Cristo morrido por nós, sendo nós ainda pecadores.” (Rm. 5:8).

Continue lendo »

Posted in Estudos Bíblicos, Polêmicos | Etiquetado: , , , , , , , , , , | 9 Comments »

Entrevista com o Apóstolo Paulo a um Judaizante, Sabatista e Legalista

Posted by Sara Kelly em 19/10/2009

  • Caros irmãos, imaginemos um Sabatista/Legalista/Judaizante entrevistando o Apóstolo Paulo a respeito dos ensinos que procuram justificar o homem pelas obras, baseando as respostas no que o Apóstolo Paulo escreveu inspirado pelo Espírito Santo na Epístola aos Gálatas…

EntrevistadorEntrevistador Sabatista/Judaizante/Legalista (empolgado): Amado Apóstolo Paulo, qual a sua opinião sobre as maravilhosas revelações dos profetas e visionários que surgiram no século XIX (Ellen White, Iran Edson, Guilherme Miller, etc)?

Apóstolo Paulo: Maravilho-me de que tão depressa passásseis daquele que vos chamou à graça de Cristo para outro evangelho. (Gal 1:6)

Entrevistador S/J/L: Mas o senhor não acredita que todos eles oferecem uma “luz menor” que guia à “luz maior” que é a Bíblia?

Apóstolo Paulo: Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos anuncie outro evangelho além do que já vos tenho anunciado, seja anátema. (Gal 1:8)

Entrevistador S/J/L (com um sorriso amarelo): Mas o senhor não acredita que eles apenas estão ensinando detalhes que não são revelados na própria Bíblia?

Apóstolo Paulo: Assim como já vo-lo dissemos, agora de novo também vo-lo digo. Se alguém vos anunciar outro evangelho além do que já recebestes, seja anátema. (Gal 1:9)

Entrevistador S/J/L: err… Mas o senhor não acredita que milhões de pessoas estão sendo “abençoadas” com os ensinamentos destes nossos profetas, além de todas as obras sociais e de ensino e ajuda humanitária? Não seria pecado questionar tudo isso?

Apóstolo Paulo: Porque, persuado eu agora a homens ou a Deus? Ou procuro agradar a homens? Se estivesse ainda agradando aos homens, não seria servo de Cristo. (Gal 1:10)

Entrevistador S/J/L: Mas apóstolo, o senhor vai me desculpar, nós temos a revelação que o homem precisa, para servir a Deus, guardar o Sábado, abster-se de alimentos impuros, conforme a Lei.

Apóstolo Paulo: Todos aqueles, pois, que são da obras da lei estão debaixo da maldição; porque está escrito: Maldito aquele que não permanecer em todas as coisas que estão escritas no livro da lei, para fazê-las. (Gál 3:10)

[Obs: Os Sabatistas/Legalistas/Judaizantes se abstêm de guardar todo o conteúdo da lei, guardando apenas partes da lei. Alguns poucos exemplos são (não acender fogo no sábado, não guardar a páscoa e outros rituais e principalmente não aplicar as medidas punitivas que são descritas na lei concernente ao adultério, quebra do sábado e outros, que envolviam até morte por apedrejamento). Ora, se é pra guardar a lei, ou se guarda TODA ela ou não, incluindo as conseqüências descritas na mesma para quem é desobediente.]

Continue lendo »

Posted in Diversos, Estudos Bíblicos, Sábado | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 22 Comments »

Réplica ao Dublinir 02

Posted by Sara Kelly em 28/09/2009

O AMIGO DUBLINIR DISSE O SEGUINTE
DEUS OS CHAMA DE “OS MEUS SÁBADOS”
“Guardareis os Meus Sábados…” Lev. 19:30. (Mais: Lev. 19:3; Êxo. 31: 13; Lev. 26:2; Isa. 56:4; Eze. 20:12, 13, 16; 20:21, 24; 22:8,26; 23:38; 44:24, etc…).
SÃO TAMBÉM CLASSIFICADOS DE SÁBADOS DO SENHOR
“…Amanhã é repouso, o santo Sábado do Senhor…” Êxo. 16:23. (Mais: Êxo 16:25; 20:10,11; 31:15; Lev. 23:38; Deut. 5:14; Nee. 9:14, etc…).
Prezado irmão, por estas passagens bíblicas, não há dúvidas de que o Sábado do sétimo dia da semana é o quarto mandamento da santa, justa e boa Lei de Deus (Rom. 7:12). E este Sábado foi abonado da seguinte maneira, por Seu Criador, o Senhor Jesus: “E orai para que a vossa fuga não aconteça no inverno NEM NO SÁBADO” (Mat. 24:20). E arremata categoricamente: “…assim o Filho do Homem, até do SÁBADO É SENHOR.” (Mar. 2: 28).
Eis portanto diante de você o santo Sábado do Senhor. O selo da criação, que revela e aponta Deus como o verdadeiro e único Criador de todas as coisas. Por conseguinte, este mandamento é parte integrante da Lei Moral, e classificado por Deus como: “DIA SANTIFICADO”, “MEU SÁBADO” e “SÁBADO DO SENHOR.”
RESPOSTA 02
Os Savatistas afirmam que a expressão “Meus Sábados” e “Seus Sábados” indicam a distinção entre os Sábados semanais e Sábados cerimoniais, o que NÃO É BÍBLICO.
Das 400 vezes em que q Palavra “LEI” ocorre na Bíblia, em nenhuma se faz distinção entre “Cerimonial” ou  “Moral”.
Nem Jesus, nem os apóstolos, nem os profetas, nem os Salmistas e nem o próprio Moisés se referem a tal distinção.
Para eles, Lei sempre foi o PENTATEUCO.
Confirmem com essas passagens Bíblicas: (1Cor.14:34 ; Gn.3:16; Rm.7:7; Ex.20:17 ; Mt.22:36,38; Dt.6:5 ; Mt.22:39; Lv.19:18; Mt.12:5; Nm.28:9).
Estão os Sabatistas guardando festas, luas noivas, sacrifícios etc??
Portanto, ambas as expressões “Meus Sábados” e “Seus Sábados”, são usadas para indicar os mesmos Sábados:
Sábados semanais, são de Deus (meus Sábados) porque foram dados por Ele, e são dos Judeus (Seus Sábados) porque foram dados a eles.
Vejamos os “MEUS” e “SEUS” exegeticamente  aplicados na Bíblia.
a) O Templo (Is.56:7 complemento .Mt.23:38, “minha casa, vossa casa”).
(Isaías 56:7) – Também os levarei ao meu santo monte, e os alegrarei na minha casa de oração; os seus holocaustos e os seus sacrifícios serão aceitos no meu altar; porque a minha casa será chamada casa de oração para todos os povos.
Complemento: (Mateus 23:38) – Eis que a vossa casa vai ficar-vos deserta;
b) A LEI (Rm.9:4 complemento .Jo.8:17).
(Romanos 9:4) – Que são israelitas, dos quais é a adoção de filhos, e a glória, e as alianças, e a lei, e o culto, e as promessas;
(João 8:17) – E na vossa lei está também escrito que o testemunho de dois homens é verdadeiro.
c) OS HOLOCAUSTOS (Nm.28:1,2; comp.Dt.12:6).
(Números 28:1) – FALOU mais o SENHOR a Moisés, dizendo:
(Números 28:2) – Dá ordem aos filhos de Israel, e dize-lhes: Da minha oferta, do meu alimento para as minhas ofertas queimadas, do meu cheiro suave, tereis cuidado, para me oferecê-las ao seu tempo determinado.
(Deuteronômio 12:6) – E ali trareis os vossos holocaustos, e os vossos sacrifícios, e os vossos dízimos, e a oferta alçada da vossa mão, e os vossos votos, e as vossas ofertas voluntárias, e os primogênitos das vossas vacas e das vossas ovelhas.
Os Sabatistas são culpados de “GALACIANISMO”  (o conceito de que em parte o homem se salva pela obra de Cristo e em parte por sua própria fidelidade em guardar a Lei).
“Todos os que verdadeiramente se tenham arrependido do pecado….e verificando estar o seu caráter em harmonia com a Lei de Deus, seus pecados serão riscados e eles próprios havidos por dignos da vida eterna”
Os Sabatistas AFIRMAM que guardam o Sábado, porque é o SELO de DEUS.
Baseado nesta passagem:
Assim como o Sábado era um sinal do concerto de Israel como povo de Deus
(Ex.31:16-17), o dia de adoração do Cristão (o Domingo) é um sinal de que o Cristão pertence a Cristo. (Êxodo 31:16-17) – Guardarão, pois, o sábado os filhos de Israel, celebrando-o nas suas gerações por aliança perpétua. ……..(V.17) – Entre mim e os filhos de Israel será um sinal para sempre; porque em seis dias fez o SENHOR os céus e a terra, e ao sétimo dia descansou, e restaurou-se.
Seria o Sábado o selo de Deus como dizem nos dias atuais, ou seja, no Novo e Superior Concerto??
RESPOSTA TEOLOGICA EXEGÉTICA:    NÃO!
Depois da morte de cristo NÃO.
Mas os Sabatistas dizem que SIM, talvez porque seus Teólogos pensem ser os melhores intérpretes da Bíblia, a ponto de se colocarem acima de Jesus e dos Apóstolos.
Quando foi que Jesus ensinou ou fez algum escritor inspirado no Novo e SuperiorTestamento escrever sobre a Guarda do Sábado??
O Israel, segundo a carne, possuía  (2) Dois SELOS:
a) A guarda do Sábado (Ex.31:17).
b) E a Circuncisão (Gn.17:9-145).
Hoje na Graça, no Novo e Superior Testamento, O povo de Deus não tem, nem precisa mais desses sinais identificadores de uma nação eleita.
O ensino de Paulo é claríssimo em (Efésios. 1:13) que indica ser o SELO de Deus, neste nosso tempo, o recebimento do Espírito Santo (conforme. 2Tm.2:19 ; 1Cor.9:2 ; Jo.6.27 ; Rm.4:11).
(Efésios 1:13) – Em quem também vós estais, depois que ouvistes a palavra da verdade, o evangelho da vossa salvação; e, tendo nele também crido, fostes selados com o Espírito Santo da promessa.
(II Timóteo 2:19) – Todavia o fundamento de Deus fica firme, tendo este selo: O Senhor conhece os que são seus, e qualquer que profere o nome de Cristo aparte-se da iniqüidade.
(I Corintios 9:2) – Se eu não sou apóstolo para os outros, ao menos o sou para vós; porque vós sois o selo do meu apostolado no Senhor.
(João 6:27) – Trabalhai, não pela comida que perece, mas pela comida que permanece para a vida eterna, a qual o Filho do homem vos dará; porque a este o Pai, Deus, o selou.
(Romanos 4:11) – E recebeu o sinal da circuncisão, selo da justiça da fé, quando estava na incircuncisão, para que fosse pai de todos os que crêem, estando eles também na incircuncisão; a fim de que também a justiça lhes seja imputada;
Portanto até onde a Bíblia nos permite, as maiores bases dos Sabatistas  acerca da guarda do Sábado mostram-se verdadeiras Falácias em Revelia à Escritura.

DEUS OS CHAMA DE “OS MEUS SÁBADOS”

“Guardareis os Meus Sábados…” Lev. 19:30. (Mais: Lev. 19:3; Êxo. 31: 13; Lev. 26:2; Isa. 56:4; Eze. 20:12, 13, 16; 20:21, 24; 22:8,26; 23:38; 44:24, etc…).

SÃO TAMBÉM CLASSIFICADOS DE SÁBADOS DO SENHOR

“…Amanhã é repouso, o santo Sábado do Senhor…” Êxo. 16:23. (Mais: Êxo 16:25; 20:10,11; 31:15; Lev. 23:38; Deut. 5:14; Nee. 9:14, etc…).

Prezado irmão, por estas passagens bíblicas, não há dúvidas de que o Sábado do sétimo dia da semana é o quarto mandamento da santa, justa e boa Lei de Deus (Rom. 7:12). E este Sábado foi abonado da seguinte maneira, por Seu Criador, o Senhor Jesus: “E orai para que a vossa fuga não aconteça no inverno NEM NO SÁBADO” (Mat. 24:20). E arremata categoricamente: “…assim o Filho do Homem, até do SÁBADO É SENHOR.” (Mar. 2: 28).

Eis portanto diante de você o santo Sábado do Senhor. O selo da criação, que revela e aponta Deus como o verdadeiro e único Criador de todas as coisas. Por conseguinte, este mandamento é parte integrante da Lei Moral, e classificado por Deus como: “DIA SANTIFICADO”, “MEU SÁBADO” e “SÁBADO DO SENHOR.”

RESPOSTA 02:

Os Sabatistas afirmam que a expressão “Meus Sábados” e “Seus Sábados” indicam a distinção entre os Sábados semanais e Sábados cerimoniais, o que NÃO É BÍBLICO.

Das 400 vezes em que Palavra “LEI” ocorre na Bíblia, em nenhuma se faz distinção entre Cerimonial” ou  “Moral”.

Nem Jesus, nem os apóstolos, nem os profetas, nem os Salmistas e nem o próprio Moisés se referem a tal distinção.

Para eles, Lei sempre foi o PENTATEUCO.

Continue lendo »

Posted in Estudos Bíblicos, Polêmicos, Sábado | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 1 Comment »

O grande pintor

Posted by Sara Kelly em 11/09/2009

Certa vez perguntaram-me por que não precisamos mais guardar as leis cerimoniais de Moisés.

O grande pintor

Minha resposta foi:

“Imagine uma grande tela…
As leis cerimoniais do Velho Testamento são o rascunho,
que deu forma à paisagem perfeita, revelada no SENHOR Jesus Cristo.
Uma vez que tenho a tela pronta, o rascunho deixa de existir.

Já o Apocalipse é o grande Pintor se revelando”

Mateus 5;17-18

Não penseis que vim revogar a Lei ou os Profetas; não vim para revogar, vim para cumprir.

Porque em verdade vos digo: até que o céu e a terra passem, nem um i ou um til jamais passará da Lei, até que tudo se cumpra.

Só Jesus conseguiu cumprir 100% a lei! Graças a Deus, a lei está cumprida!

Colossenses 2;14

Havendo riscado a cédula que era contra nós nas suas ordenanças, a qual de alguma maneira nos era contrária, e a tirou do meio de nós, cravando-a na cruz.

Fonte: Kuryusthelord

Posted in Reflexões | Etiquetado: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 3 Comments »